Votação sobre dívida dos Estados Unidos é adiada novamente

Publicado em sexta-feira, julho 29, 2011 ·

130207218A Câmara dos Deputados não votará nesta quinta-feira à noite o plano para aumentar o limite da dívida dos Estados Unidos, informou o deputado republicano Kevin McCarthy. Ele e outros líderes republicanos tinham atrasado a votação por mais de quatro horas, tentando persuadir uma facção do seu partido a mudar de opinião. McCarthy não anunciou quando será a votação, em uma mostra da divisão dentro do próprio partido.

Entenda o caso
No último dia 16 de maio, os Estados Unidos atingiram o limite legal de endividamento público – de US$ 14,3 trilhões (cerca de R$ 22,2 trilhões). Na ocasião, o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Timothy Geithner, anunciou medidas temporárias, como a suspensão de investimentos em fundos de pensão, a fim que evitar que a dívida ultrapassasse esse limite.Segundo levantamentos do governo, o país deve ultrapassar o chamado “teto de sua dívida” no próximo dia 2 de agosto. Negociações entre o presidente Barack Obama e o líder do Congresso, o republicano John Boehner, não conseguiram romper o impasse a respeito do tema.Os republicanos, que fazem oposição ao presidente Obama e controlam a Câmara dos Representantes – o equivalente à Câmara dos Deputados -, exigem que um acordo para elevar a dívida esteja condicionado a cortes no orçamento americano para reduzir o déficit, calculado em cerca de US$ 1,2 trilhão para o ano fiscal que termina em setembro. Por sua vez, o governo americano e o Partido Democrata se opõem a cortar programas sociais.

Com informações das agências Reuters e EFE.

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627