Você sabe qual é o fator de protetor ideal para o seu tipo de pele?

Publicado em quarta-feira, dezembro 26, 2012 ·

Conseguir uma pele bronzeada é o desejo da maioria das mulheres. E para conseguir uma pele dourada é preciso ficar exposta ao sol. Porém, todo cuidado é pouco! E é importante não abusar do astro-rei, afinal os efeitos nocivos dos raios UVA e UVB podem deixa-la com a pele queimada, desidratada e até provocar danos mais graves como insolação e queimaduras.

Um estudo divulgado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia mostrou que exposição solar prolongada na infância e na adolescência é a responsável por 70% dos casos de câncer de pele. E a melhor maneira de combater o problema é usando o protetor solar.

De acordo com o dermatologista Anderson Bertolini (CRM-107976), médico e diretor da Clínica Bertolini, o uso do filtro solar reduz as chances de câncer de pele, queimaduras e ajuda a retardar o processo de envelhecimento da pele. “O fator de proteção solar (FPS) é composto de substâncias que aplicadas sobre a pele a protegem contra a ação dos raios ultravioletas. Vale lembrar que nem todo produto que indica a proteção contra os raios UVB, irá proteger a pele contra os raios UVA”, explica o médico.

É importante atentar-se a isso para apostar em produtos que deixam a pele totalmente blindadas dos efeitos nocivos do sol. “A radiação UVA é responsável pelas queimaduras solares, danos aos olhos e, dependendo da sua gravidade, pode até afetar o sistema imunológico. Já os raios UVB atinge a camada externa da pele, podendo provocar queimaduras, problemas dermatológicos, entre eles envelhecimento precoce e rugas”, destaca o dermatologista.

O seu filtro solar combina com você?

Queimaduras, sensações de ardor e inchaços são sintomas comuns quando ocorre uma exposição excessiva ao sol, sem proteção. Porém, a escolha certa do filtro solar pode evitar o surgimento de tais incômodos. “Escolher um produto inadequado para o sue tipo de pele pode provocar oleosidade, vermelhidão, coceira e até acne”, ressalta Bertolini.

Para acabar com dúvidas, o dermatologista explica os tipos de pele e qual protetor solar é indicado para cada uma delas:

Pele normal

Apresenta uma textura fina e uma superfície suave, macia e bem flexível. A pele normal apresenta menos problemas e imperfeições, como espinhas e manchas. Em relação ao filtro solar, pode ser loção, creme ou spray. “Escolha um FPS de no mínimo 30, e fique atenta para comprar um produto que tenha proteção UVB e UVA”, orienta o dermatologista.

Pele seca

É o tipo de pele que exige mais cuidados, devido à maior tendência para o envelhecimento. Portanto, mantenha um cuidado redobrado. Aposte em protetores solares que contenham hidratante em sua fórmula para manter a pele sempre hidratada.

Pele sensível

É frágil e pode ser inflamada com mais facilidade. Normalmente, esse tipo de pele apresenta vermelhidão, coceira, manchas e tem tendência para descamar. O ideal é apostar em um FPS em gel-creme, que possui óleos leves. “A pele sensível possui uma textura fina que sofre com as alterações climáticas. Por esse motivo, o gel-creme é uma ótima opção para proteger e cuidar da pele ao mesmo tempo”, ressalta.

Pele oleosa

É o tipo que apresenta um aspecto gorduroso e brilhante. Além disso, possui poros dilatados devido ao excesso de sebo que produz. Opte pelo filtro solar sem álcool e gordura, o gel pode ser uma alternativa, pois é absorvido rapidamente e não obstrui os poros.

Pele mista

Consiste na combinação entre pele seca e oleosa. Em algumas regiões da face como queixo, nariz e testa apresenta bastante oleosidade. O filtro solar ideal é o menos gorduroso, sem óleo na composição. Opte por um gel-creme ou gel aquoso.

Quanto ao tom de pele

O uso do protetor solar deve ser diário e o fator mínimo de proteção para todos os tipos de pele deve ser 30. As peles branquinhas podem usar um fator de proteção mais elevado, podendo chegar ao fator 50, se a pessoa não quer se bronzear.

Quando devo aplicar o filtro solar?

A aplicação diária é essencial para combater os sinais do envelhecimento e proteger a pele dos agentes externos. A resistência de cada filtro solar irá apontar quantas vezes deve ser aplicado. Por exemplo, se a sua pele fica vermelha a partir de 10 minutos de exposição ao sol, com o uso do protetor solar número 15, ela se mantém protegida por cerca de duas horas e meia. Basta você multiplicar 15 x 10 minutos para saber o tempo de proteção.

Sentir Bem

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627