Vereador Beto Meireles se solidariza com conselheiros e aponta que instituição é a quinta que fecha no governo Paulino

Publicado em terça-feira, maio 10, 2011 ·

FechadoDepois do Centro de Oftalmologia, Usina de Reciclagem de Lixo no Conjunto Mutirão, Centro de Reabilitação Motora no bairro do São José e atendimento pediátrico na Casa de Saúde e Maternidade Senhora da Luz, mais um órgão criado para atender a população guarabirense tem suas portas fechadas por falta de assistência do poder público municipal.

Desta vez foi o Conselho Tutelar de Guarabira que suspendeu suas atividades nesta segunda – feira (09/05) porque os conselheiros estão impossibilitados de trabalhar em sua sede, devido ao visível abandono e desprezo dado pela prefeita.

Indignados com o tratamento que a casa vem recebendo, após vários apelos feitos nos meios de comunicação da cidade, requerimento encaminhado a Secretaria de Ação Social para solucionar os problemas, os conselheiros não encontraram outra alternativa a não ser fechar o Conselho

O Conselho Tutelar é um órgão permanente, (uma vez criado não pode ser extinto). É autônomo (autônomo em suas decisões e não recebe interferência de fora). É encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente. Ou seja, o Conselho Tutelar é um órgão de garantia de direitos da criança e do adolescente.

Preocupado com a atuação situação o vereador Beto Meireles, encaminha na sessão desta terça – feira (10/05) requerimento solicitando Votos de Solidariedade aos conselheiros tutelares de Guarabira, reconhecendo suas lutas para poder desempenhar um bom trabalho em defesa dos direitos da criança e do adolescente do município.

Da assessoria

Vereador Beto Meireles – PDT

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627