UBAM cobra do Governo o pagamento de R$ 18 bilhões de restos a pagar aos municípios

Publicado em quinta-feira, outubro 13, 2011 ·

Leonardo Santana, Presidente da UBAMO presidente da União Brasileira de Municípios (UBAM), Leonardo Santana, enviou na quarta (12) ofício à presidente Dilma Roussef cobrando a liberação urgente do pagamento de quase R$ 18 bilhões em Restos a Pagar (RAP) que o governo deve aos Municípios.

Segundo Leonardo, os restos a pagar processados e não processados, inscritos no Orçamento Geral da União (OGU) de 2011, indicam que dos 27,8 bilhões que eram destinados aos Municípios brasileiros, somente 8,6 bilhões já foram pagos. Cerca de 2,24 bilhões foram cancelados. Os processados, ou seja, aqueles que já foram medidos pelo agente financeiro, somavam 4,8 bilhões, destes, 453,3 milhões foram cancelados, 1.3 bilhões já pagos, restando ainda três bilhões de reais para serem pagos.

Ele disse que o maior valor retido em restos a pagar está no Ministério da Saúde, seguido do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome e do Ministério da Integração Nacional.

“Os prefeitos e prefeitas de todo Brasil precisam da sensibilidade e de apoio do governo da União para que esses recursos possam chegar aos Municípios, principalmente agora, num momento muito especial em que os gestores chegam aos [últimos meses de mandato, precisando cumprir toda uma agenda de realizações”. Disse o presidente da UBAM.

Segundo a UBAM, o Ministério das Cidades é o órgão com o maior volume de recursos a serem pagos. Com mais de dois bilhões em dívida. O Ministério do Turismo deve em torno de 1.369 bilhões e o Ministério da Saúde alcançou o valor de 2.434.bilhões.

UBAM

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627