Trocolli Júnior propõe sessão especial para discutir o crack e cobra mais ações de combate a droga

Publicado em terça-feira, abril 9, 2013 ·

 

trocolliCerca de 80% de todos os crimes cometidos têm origem no uso do crack. Por conta do índice assustador, o deputado estadual Trocolli Júnior (PMDB) ocupou a Tribuna da Assembleia Legislativa da Paraíba, nesta terça-feira (09), para falar sobre a sua preocupação com os números da droga no estado. Como exemplo das consequências que o crack provoca, o parlamentar citou o caso da menina Fernanda Ellen, morta pelo vizinho que trocou o celular da garota de 11 anos por 15 pedras de crack.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A inquietação de Trocolli Júnior, no entanto, não fica apenas no discurso. O deputado quer e solicitou à Casa Epitácio Pessoa a realização de uma nova sessão especial para debater o tema onde ele pretende apontar ações que podem ser realizadas para combater o crack na Paraíba.

“Não é possível que as autoridades não tomem providências para combater o uso das drogas no nosso Estado. Nós estamos implorando que se abra, na Paraíba, um Centro de Referência Nacional para dependentes químicos. Aqui se gasta R$ 250 milhões com a construção do Centro de Convenções e R$ 130 milhões na Estação Ciência, mas não tem um Centro de Referência para cuidar de dependentes de drogas”, reivindicou Trocolli Júnior.

Os números do crack na Paraíba

De acordo com dados do Observatório do Crack, da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), 141 municípios paraibanos enfrentam problemas relacionados ao consumo da droga. Na Região Metropolitana de João Pessoa, Cabedelo é a única cidade com alto nível de problema relacionado ao consumo de crack. O nível de dificuldade na capital, em Bayeux e em Santa Rita é médio. O Conde não respondeu a essa pergunta na pesquisa realizada.

Os dados mostram, ainda, que apenas 42,45% dos municípios paraibanos pesquisados realizam ações de enfrentamento ao crack. Somente em oito cidades existem Centros de Atenção Psicossocial, sendo que apenas seis são qualificados. Isso dentro de um universo de 190 municípios pesquisados na Paraíba.

Esses índices chamaram a atenção do deputado Trocolli Júnior que apelou para que parlamentares, governos estadual e municipais se unam nessa causa, levantada por ele, e procurem pensar em projetos de combate ao crack.

“Apelo aos prefeitos das maiores cidades e ao governo estadual que adotem medidas para lutar e recuperar os jovens que acabam se tornando dependentes desse mal chamado crack. Fontes oficiais nos revelam que 220 mil dependentes dessa droga praticam crimes por conta do vício. Por isso, quero realizar essa grande sessão especial para chamar os órgãos nãogovernamentais e os governamentais para que possamos discutir soluções urgentes para esse problema”, afirmou o deputado.

 

Assessoria

Comentários

Tags : , , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627