TRE julga improcedente acusação de compra de votos contra Cássio

Publicado em quarta-feira, junho 8, 2011 ·

tre-pb2Ao julgar, por unanimidade, improcedente a acusação de compra de votos pelo então candidato a governador Cássio Cunha Lima nas eleições de 2006, inclusive com parecer do Ministério Público, o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba comprova o que o senador eleito sempre declarou que não foi teve o mandato cassado por compra de votos, como se tentou divulgar durante estes últimos anos.

Para o advogado Luciano Pires, este julgamento põe um fim nestas especulações pois os acusadores não conseguiram levantar quaisquer provas, mínimas que fossem que pudessem comprovar a acusação os autores  o que restou ao TRE-PB encerrar o referido processo. O fato  é durante toda a instrução nenhum beneficiário testemunhou que teria recebido proposta para troca de votos por benefícios.

Segundo o desembargador Genésio Gomes, relator da ação, não foram apresentadas provas que comprovassem as acusações e afastou a tese de que o governador candidato a reeleição teria trocado os cheques por votos.

Assessoria para o Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br