Trabalhadores em Educação param e deixam 400 mil alunos da Paraíba sem aulas por um dia

Publicado em terça-feira, setembro 25, 2012 ·

Professores e funcionários da rede estadual de ensino paralisam, nesta terça-feira (25), sua atividades. O protesto está previsto para acontcer, também por um dia, em 26 de outubro e 26 de novembro. Ele marca a mobilização anual desses servidores, para reivindicar melhorias salariais.

Cerca de 400 mil alunos estão sem aulas. Em João Pessoa e em Campina GRande, os servidores articulam protestos nas ruas. Eles cobram a abertura de um canal de negociação com o Governo do Estado.

A Secretaria Estadual de Educação garante que ouviu representantes das categorias e que, no mês passado, encaminhou projeto à Assembleia Legislativa que trata das gratificações. Para o sindicato, a iniciativa limita as progressões funcionais. O Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação do Estado da Paraíba (Sintep) afirma que há descumprimento por parte do Governo do Estado do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR).

A Secretaria de Estado da Educação nega falta de negociação. A assessoria informou que estão previstas novos encontros com representantes dos trabalhadores em Educação.

Funcionários, vigilantes, auxiliares de serviços gerais, assistentes administrativos, bibliotecários e cozinheiras também paralisaram suas atividades por um dia. A reivindicação principal dessas categorias é reduzir de oito para seis horas a jornada diária de trabalho.

Por Hermes de Luna

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627