Tião Gomes prevê ano difícil para RC

Publicado em quarta-feira, Janeiro 23, 2013 ·

  TIÃO GOMESO deputado estadual Tião Gomes (PSL), disse nessa terça-feira (22) que 2013 poderá ser um ano muito difícil para o governador Ricardo Coutinho em sua relação com a Assembleia Legislativa. O parlamentar, que pertence à base de sustentação ao Governo, lamentou os últimos acontecimentos em relação às denúncias contra o chefe do executivo, e acusou a oposição de estar orquestrando várias manobras na tentativa de prejudicar o mandato.

Ao se referir à “oposição”, Tião apontou como endereço o PEN (Partido Ecológico Nacional), o qual estaria crescendo não apenas como uma força partidária no Estado, mas como uma grande organização que nasce com um objetivo, “que é o de tentar cassar o mandato do governador”.

O deputado afirmou: “O grosso da oposição ao governador da Paraíba, hoje, está comandada pelo PEN, o qual vem usando o deputado Janduy Carneiro para catar pulga em bicho que não tem, unicamente com a intenção de desestabilizar um governo que está revolucionando este Estado, que está fazendo da Paraíba um canteiro de obras e que há de ficar na história como uma gestão que estruturou o Estado e efetuou mudanças de estilo”.

Para dar um exemplo do que seria uma “manobra do PEN”, o deputado disse que o Regimento Interno da Casa de Epitácio Pessoa não foi mudado por acaso: “Nunca se viu, em toda a história da Assembleia, a aprovação ou reprovação de contas por maioria simples no Legislativo. Tinha que ser com dois terços de maioria, mas eles se organizaram para permitir isso e fizeram essa mudança no Regimento. Esse é o maior exemplo do golpe que Janduy, como interlocutor do PEN, vem aplicando contra Ricardo”.

CPI da Granja – Sobre a instalação de uma CPI para investigar as contas da Granja Santana, proposta pelo deputado Janduy Carneiro, Tião afirmou que concorda e está disposto a assinar, desde que a comissão não seja específica para as contas do atual morador da residência oficial. “Eu assino a criação de uma CPI que seja retroativa. Só assim a população vai saber que no Governo Ricardo houve até uma redução desses gastos, conforme números já divulgados pela secretária Aracilba Rocha”.

Uma CPI dessa natureza, segundo Tião, será histórica e pode ocasionar uma séria mudança de paradigmas. “Pela primeira vez na Paraíba se discute o que um governador faz na granja, o que come e o que bebe, e ninguém nunca se preocupou com isso em relação a outros governantes. Se fizermos uma CPI extensiva a todos, serei o primeiro a assinar, porque assim Ricardo vai mostrar que gastou menos que os outros. O que ele não pode é servir de vidraça para os caprichos dessa oposição emergente”.

Finalizando, ele disse que a oposição na Paraíba, “comandada pelo PEN”, na verdade sente medo de Ricardo mudar os conceitos de se fazer política na Paraíba, de quebrar privilégios e instituir uma forma revolucionária de governar.

“Esse é o medo da oposição, porque já viu que Ricardo implantou um estilo que a população começa a perceber”, disse Tião Gomes, afirmando que, por estas razões, “2013 poderá ser um ano muito difícil para o governador no Legislativo estadual”.

Ascom

Comentários

Tags : , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627