Arquivo da tag: vacinaram

Mais de 200 mil ainda não se vacinaram contra H1N1 na PB

h1n1 vacinaA população considerada de risco para as complicações da gripe tem até esta sexta-feira (20) para se vacinar contra a influenza. De acordo com balanço do Ministério da Saúde registra que, até essa quinta-feira (19), 75,2% dos paraibanos que devem se vacinar haviam tomado a dose. Ainda faltam mais de 200 mil pessoas serem cobertas pela campanha no estado

“Embora o encerramento da campanha esteja programado para esta sexta, os estados que ainda não alcançaram a meta ou ainda possuírem doses disponíveis, podem seguir vacinando a população prioritária”, explica o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Antonio Nardi.

O presidente do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasems), Mauro Junqueira, reforçou a importância de seguir a recomendação do Ministério da Saúde para vacinação, apenas, do público prioritário. “Durante toda a campanha, conversamos com secretários municipais de saúde de todo o país para não vacinar quem está fora do público-alvo da campanha. Temos que dar prioridade para a população mais vulnerável que nós mesmos, dos municípios, definimos junto com os estados e governo federal”, observou.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização da Mundial da Sáude (OMS). Essa definição também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias. Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

Neste ano, até 9 de maio, foram registrados 2.808 casos de influenza de todos os tipos no Brasil. Deste total, 2.375 por influenza A (H1N1), sendo 470 óbitos, com registro de um caso importado (o vírus foi contraído em outro país). Os dados constam no Boletim Epidemiológico de Influenza do Ministério da Saúde.

 

 

portalcorreio

Apenas 67,8% dos paraibanos se vacinaram contra a gripe

A Campanha de Vacinação Contra a Gripe termina nesta sexta-feira (31) em todo o país. Até a manhã desta quinta-feira (31), 20,6 milhões de pessoas foram vacinadas contra a doença, o que representa 68,34% do público alvo. Na Paraíba, mais de 22 mil paraibanos (exatos 636.595) já se vacinaram, o que corresponde a 67,88% da população, média abaixo da atingida no Brasil.

Em todo o país, 34 mil postos de saúde estão à disposição do público prioritário. A meta é proteger 24,1 milhões de pessoas deste grupo, que é formado por idosos a partir de 60 anos de idade, gestantes, população indígena, crianças entre seis meses e dois anos de idade e trabalhadores de saúde. O número representa 80% do público, considerado prioritário por ser vulnerável a desenvolver a forma mais grave da doença.

A campanha, que teria fim no dia 25 de maio, teve uma semana de prorrogação. Neste período, foram vacinadas aproximadamente cinco milhões de pessoas. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, alerta para a importância da vacina – oferecida gratuitamente nos 34 mil postos de saúde de todo o país – para a segurança, proteção e eficiência que vacina fornece contra os três vírus que mais circulam no Brasil. “A vacina é a melhor maneira de evitar a doença. Amanhã é o último dia da campanha nacional. É fundamental que as pessoas se protejam para o período de maior circulação do vírus da gripe que se aproxima”, explicou Padilha.

Três estados já atingiram a meta de vacinação – Santa Catarina com 786.840 pessoas vacinadas, o que representa 85,92%; o Acre, que já imunizou 89.744 pessoas, o que corresponde a 81,7%, e Alagoas, com 80,16% e 363.092 de vacinas aplicadas.
Entre as regiões, o Sul e o Centro-Oeste se destacam com 75,07% (3.373.032 pessoas) e 72,09%, (1.449.322 imunizados), respectivamente. No Nordeste, 5.678.148 pessoas já receberam a dose da vacina, totalizando 69,52% da população alvo.
Na região Norte, mesmo com as fortes chuvas, 1.513.398 pessoas foram imunizadas, o que representa 67,07%. E no Sudeste, 64,97% da população alvo foi vacinada, totalizando 8.586.639 pessoas.

Com 78,64% de imunizados (englobando 1.954.888 de pessoas), o grupo dos trabalhadores em saúde tem o maior índice de cobertura, entre os que compõem a população alvo da campanha contra a gripe.  As crianças com até dois anos de idade atingiram 75,19%, o que significa 3.249.172 de doses aplicadas.
Entre a população acima dos 60 anos, foram 13.849.533 doses aplicadas, representando 67,3% do público alvo. A população indígena teve 56,75% de imunização, com 332.841 vacinados.
Já entre as gestantes o índice é de 60,59%, o que representa 1.309.183 de mulheres imunizadas.

O secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, reforça a importância da vacina e descarta a possibilidade de haver efeitos nocivos. “A vacina é segura e a maioria das reações adversas é leve, como dor e sensibilidade no local da injeção. Só quem tem alergia a ovo não pode tomar a vacina”, ressaltou. O secretário explicou ainda que é impossível contrair gripe após a vacinação, como algumas pessoas costumam afirmar. “O vírus usado nesta vacina é inativado”, observou.

Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e, de 39% a 75%, a mortalidade global. Entre os residentes em lares de idosos, a vacina reduz o risco de pneumonia em cerca de 60%, e o de hospitalização e morte em aproximadamente de 50% a 68%, respectivamente. Os grupos prioritários foram escolhidos de acordo com a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) que se baseou em estudos epidemiólógicos e elegeram os mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

Da Redação, com Assessoria de Comunicação

Apenas 41,76% se vacinaram na Paraíba contra a gripe

Vacinação contra gripe

Faltando cinco dias para o fim da 14ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe (Influenza), a Secretaria de Estado da Saúde (SES) faz apelo para que as pessoas que fazem parte do grupo prioritário sejam imunizadas.

Na Paraíba a expectativa é que 636.595 pessoas sejam vacinadas, mas até agora apenas 265.834 compareceram algum local de vacinação, este número equivale a apenas 41,76% da meta.

A campanha de vacinação tem como grupos prioritários crianças de seis meses a dois anos, mulheres gestantes, profissionais que trabalham na área da saúde, indígenas, pessoas com 60 anos ou mais e as privadas de liberdade.

A gerente executiva de Vigilância em Saúde do Estado, Júlia Vaz, enviou no último dia 10 uma nota às Gerências Regionais de Saúde, solicitando mais empenho junto às Secretarias Municipais, para reverter esse quadro. De acordo com ela, é importante que a população que pertence ao grupo prioritário seja vacinada.

“Considerando que a Paraíba já confirmou dois casos de Influenza A (H1N1) em 2012 e que a vacina é a melhor forma de prevenção da Influenza, é imprescindível que o grupo prioritário se vacine, pois é o grupo que está mais suscetível às suas possíveis complicações”, explicou Vaz.

A Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza A e B na Paraíba foi aberta no dia 5 de maio, na Baía da Traição. Esta foi a primeira vez que o Governo do Estado lançou uma campanha de vacinação em uma aldeia indígena. A abertura aconteceu com os índios potiguaras da Aldeia do Galego.

A Campanha de Vacinação contra a Influenza A e B acontece até o dia 25 de maio, em todos os municípios paraibanos. As doses foram disponibilizadas nos mais de mil postos de saúde administrados pelas Secretarias Municipais de Saúde da Família. A população carcerária começa a receber as vacinas após o dia 25 de maio. Quanto às pessoas que não estão incluídas nos grupos prioritários, só serão vacinadas após o encerramento da campanha.

Números da Campanha de 2011 – A SES conseguiu superar a meta do Ministério da Saúde e vacinou 87,21% do público alvo.
Serviço – A população pode tirar qualquer dúvida sobre a Campanha de Vacinação contra a Influenza A e B 2012 ligando para o Núcleo de Imunização da SES, no número 3218-7388.

Priscila Andrade com Secom-PB