Arquivo da tag: urinar

Entenda a vontade frequente de urinar na gravidez

Dr. Alberto Guimarães explica sobre o xixi na gestação

A vontade constante de urinar pode começar logo no início da gestação. Muitas vezes, é um dos sintomas que ajudam a mulher a identificar a gravidez. Inicialmente, é consequência do aumento do volume do útero.

“A partir da 35ª semana, as futuras mamães sentem muita urgência em fazer xixi e em períodos curtos. A culpa é do hormônio (HCG), que aumenta o fluxo sanguíneo na área pélvica e para os rins que se tornam mais eficientes durante a gravidez, ” informa o Dr. Alberto Guimarães: ginecologista, obstetra e precursor do Parto sem Medo.

Nas duas últimas semanas, a frequência se intensifica por causa do encaixe da cabeça do bebê na bacia da mãe, o que é chamado de “queda do ventre, pois a bexiga é comprimida pelo útero conforme ele aumenta de tamanho para suportar o crescimento do bebê.

“O útero em crescimento também é um pouco responsável pelas corridas ao banheiro pois ele exerce pressão na bexiga, dando menos espaço para armazenar o xixi,” complementa o médico.

Dr. Alberto Guimarães: ginecologista, obstetra e precursor do Parto sem Medo

Formado pela Faculdade de Medicina de Teresópolis (RJ) e mestre pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), o médico atualmente encabeça a difusão do “Parto Sem Medo”, novo modelo de assistência à parturiente que realça o parto natural como um evento de máxima feminilidade, onde a mulher e o bebê devem ser os protagonistas. Atuou no cargo de gerente médico para humanização do parto e nascimento do Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim, CEJAM, em maternidades municipais de São Paulo e na Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo. Site: https://www.partosemmedo.com.br/

Assessoria

 

 

Motorista é roubado ao encostar carro em margem de pista para urinar na PB

juarez-tavoraUm homem teve cerca de R$ 3.200 roubados na tarde de terça-feira (21), ao parar o carro à margem de uma rodovia estadual em Juarez Távora, no Agreste paraibano. De acordo com as informações repassadas pela Polícia Militar, a ação criminosa ocorreu enquanto a vítima desceu do veiculo que estava para urinar.

Ainda conforme a PM, o motorista do veículo trafegava pela PB-079, quando encostou o carro na margem da pista.

Neste momento, dois homens em um moto se aproximaram da vítima, sacaram um revólver e anunciaram o assalto. Além do dinheiro, os suspeitos roubaram ainda um celular e um aparelho de som.

Depois do crime, a dupla fugiu. O homem foi à delegacia para prestar um boletim de ocorrência e a polícia fez rondas nas proximidades da cidade, mas até as 8h desta quarta-feira (22) ninguém havia sido preso.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Homens devem enxugar o pênis após urinar

papel higienicoEnsinadas desde cedo a limpar a região íntima, as meninas crescem sabendo quais cuidados ter ao terminar de urinar, após uma relação sexual e também ao tomar banho. O reflexo disso está nas prateleiras do mercado: existem inúmeros sabonetes específicos para essa parte do corpo feminino e até mulheres que usam esses sabonetes desnecessariamente, buscando muitas vezes uma assepsia extrema, chegando a tirar os odores naturais dessa região. Por outro lado, vemos que os cuidados masculinos com o órgão sexual não têm o mesmo nível — e em alguns casos são até inexistentes. Será que há uma justificativa médica para diferença no cuidado?

Segundo o doutor Sidney Glina, urologista do Hospital Israelita Albert Einstein, não. “É uma questão de higiene e saúde. Há uma educação maior quando se trata do sexo feminino em relação à região íntima, mas tanto homens quanto mulheres devem olhar com atenção especial para os cuidados com essa parte do corpo.” Homens que têm o prepúcio longo (pele que recobre a glande), por exemplo, devem secar o pênis após urinar, assim como as mulheres sempre fazem com a vagina. Mesmo os homens circuncidados que não terminem a micção completamente também devem ter esse cuidado. “O que geralmente ocorre é que, com a pressa em terminar de urinar, um pouco da urina fica ainda na uretra, extravasa e deixa o pênis e a roupa úmidos”, alerta o doutor Newton Soares de Sá Filho do São Camilo, urologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo. O líquido em contato constante com a pele pode ser uma fonte de inflamações e até infecções.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A higiene não para por aí: durante o banho, a limpeza correta deve ser feita trazendo o prepúcio para trás e lavando todo o pênis com a água e o sabão do próprio banho. Depois, o órgão deve ser seco. Novamente, o prepúcio deve ser “puxado”, seco e só depois pode ser levado de volta à posição original. Após as relações sexuais, o procedimento deve ser o mesmo.

É importante ressaltar que caso a região íntima não seja corretamente limpa, as consequências podem ser severas. “O problema mais comum é a balanite, que consiste na inflamação da pele que recobre a glande. O mais grave é o câncer de pênis. Ambos são associados à inadequada higiene peniana”, alerta Soares de Sá Filho. E engana-se quem pensa que o câncer de pênis é incomum. De acordo com o INCA (Instituto Nacional do Câncer), em 2009 surgiram 4637 novos casos de tumor peniano. “No Maranhão, por exemplo, há mais casos de câncer de pênis do que de próstata”, avisa Glina. Lá, um caso surge a cada 16 dias, e muitos chegam à amputação.

“O homem deve ter o hábito de observar o próprio corpo e ir ao médico ao menor sinal de alteração. Qualquer lesão é importante, porque uma ferida pequena pode evoluir para algo maior e mais difícil de tratar”, diz Glina. Nada melhor, portanto, que ensinar desde cedo os meninos a cuidarem de si mesmos, não é? Se é de pequeno que se torce o pepino, que de pequeno se lave o pepino também.

 

 

drauziovarella

Por que homens e mulheres devem urinar logo após a relação sexual?

urinaMuitas pessoas, logo após o ato sexual, sentem uma necessidade imediata de urinar.

Isto não é motivo de preocupação, é algo completamente normal e natural por conta das características fisiológicas humanas.

No caso da mulher, o canal genital localiza-se próximo à sua bexiga. Quando há penetração, um estímulo local provoca a vontade de urinar. No clímax sexual feminino, há um relaxamento nos músculos pélvicos e na região dos genitais que é muito intenso, e a sequência do prazer na região vaginal, que podem durar de 10 a 15 segundos, também aumenta a vontade de urinar.

É importante saber que os sinais do corpo possuem objetivos muito bem definidos e importantes. Após o sexo, é realmente ideal urinar, pois isso ajuda a eliminar resíduos remanescentes na uretra, combatendo uma possível infecção urinária, tanto para os homens, quanto para mulheres.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A necessidade é maior nas mulheres por conta da uretra ser mais curta, fazendo com que uma bactéria possa alcançar a bexiga de forma mais fácil. A urina “pós-sexo” pode lavar a uretra e eliminar possíveis bactérias. Vale lembrar que segurar a vontade de urinar por algum tempo aumenta o risco de infecção.

No caso dos homens, a urina “pós-sexo” não é tão essencial, mas também pode ser útil, principalmente após uma relação sexual feita sem preservativos – salientando que preservativo sempre deve ser usado, mesmo em relações estáveis como em um casamento.

Neste caso, pode ocorrer um acúmulo de bactérias e secreções dos genitais, além do ânus, na uretra. Isso pode causar danos e infecções na bexiga, próstata, vesícula seminal, e, em alguns casos, afetar os rins. A ejaculação ajuda na eliminação dos resíduos masculinos, mas a urina pode ser um auxílio adicional.

 

Fonte: Diário de Biologia Foto: Divulgação / Mãe Paulista