Arquivo da tag: UEPB

Professoras Célia Regina e Ivonildes Fonseca são eleitas para Reitoria da UEPB

As professoras Célia Regina Diniz e Ivonildes Fonseca, que compunham a Chapa 2 #UEPBForte, venceram a consulta prévia para a Reitoria da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). A eleição, que aconteceu de forma remota, das 8h às 20h desta quarta-feira (21), contou com a participação de professores, técnicos administrativos e alunos dos cursos médio, técnico, a distância, graduação e pós-graduação da Instituição. A chapa foi vencedora com um percentual de 44,34% do total de votos, recebendo 388 votos dos docentes, 283 dos técnicos administrativos e 2.027 dos discentes.

Os três mais votados agora irão formar a lista tríplice, que será encaminhada ao governador João Azevêdo.

Ao todo, quatro chapas disputaram a consulta pública. A Chapa 1 “UEPB+”, composta pelo professor José Etham de Lucena Barbosa e pela professora Valdecy Margarida da Silva, teve 16,82% dos votos, ficando em 3º lugar. A Chapa 3 “UEPB Educação com Inovação e Inclusão”, composta pelo professor Juracy Régis de Lucena Júnior e pela professora Jacqueline Echeverría Barrancos, obteve 16,77% dos votos, ficando em 4º lugar. E a Chapa 4 “UEPB Autônoma, Plural e Humana”, composta pelo professor Carlos Enrique Ruiz Ferreira e pela professora Maria Isabelle Silva Dias Yanes, computou 21,45% dos votos, ficando em 2º lugar.

Participaram da consulta pública para eleger os novos reitor e vice-reitor da universidade 5.781 estudantes, 721 professores e 641 servidores técnico-administrativos. Esta foi a primeira vez que um processo eleitoral na UEPB aconteceu de maneira remota, por conta da pandemia do novo coronavírus.

O pleito foi considerado tranquilo durante todo o período de votação. Para os representantes das comissões Eleitoral e Técnica, a comunidade universitária exerceu de forma exemplar seu direito ao voto, demonstrando compromisso e responsabilidade com todo o processo. Eles também ressaltaram o sucesso do uso do sistema de votação Helios Voting. A ata com os percentuais finais de cada chapa, levando em consideração apenas os votos válidos (eliminando os votos nulos e brancos), será divulgada oficialmente pela Comissão Eleitoral responsável pelo pleito nesta quinta-feira (22).

Para a professora Célia Regina, a vitória da Chapa 2 #UEPBForte foi a vitória da ética, do compromisso verdadeiro com a Universidade e do respeito com a comunidade universitária. Ela vai conduzir os destinos da UEPB pelos próximos quatro anos ao lado da professora Ivonildes Fonseca, que avaliou a vitória como um resultado expressivo, que impõe ainda mais responsabilidade à futura gestão para corresponder a confiança depositada.

Célia Regina foi indicada para a disputa da reitoria da UEPB pelo atual reitor da universidade, Rangel Júnior. Desde o ano de 2004 ela também ocupa cargos administrativos, e acumula 26 anos de experiência acadêmica.

Célia Regina Diniz – Natural do Rio de Janeiro, filha de paraibanos, pai de Coxixola, no Cariri e mãe de Campina Grande. Mãe de um casal de filhos. Engenheira Química pela UFPB; Mestre em Engenharia Sanitária e Ambiental pela UFPB; Doutora em Recursos Naturais pela UFCG.

Entre os anos de 1982 a 1993, foi professora do Ensino Fundamental e Médio. Professora da UEPB desde 1994, tendo se efetivado por meio de Concurso Público, em 2001. Lotada no Departamento de Enfermagem, do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), ministra os componentes Saúde Ambiental, Epidemiologia e Metodologia da Pesquisa.

Ivonildes da Silva Fonseca – Natural de Castro Alves/Bahia, radicada na Paraíba, tendo recebido o Título de Cidadã Guarabirense, é Mãe de dois filhos. Vinculada às áreas de Ciências Sociais, Humanidades e da Educação, cursoudoutorado em Sociologia pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB, 2011); Mestrado em Ciências Sociais pela UFPB(1995). Graduada em Ciências Sociais, (Licenciatura), em 1990, Ciências Sociais (Bacharelado), em 1992, eBiblioteconomia e Documentação, em 1979, cursos realizados na Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Em sua trajetória de vida, conviveu com Irmã Dulce (Mãe dos pobres) que, em parceria com Círculo Operário da Bahia, criou a Escola Santo Antônio, onde ela fez seu curso primário, em Salvador/BA.

A nova Reitora deve tomar posse no dia 13 de dezembro para conduzir os destinos da UEPB pelo quadriênio 2019/2024

PB Agora

 

 

Comunidade acadêmica da UEPB elegerá novo reitor nesta quarta-feira

Neste ano de 2020, pela primeira vez na história da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), a comunidade acadêmica elegerá de forma on-line os ocupantes aos cargos de reitor(a) e vice-reitor(a) pelos próximos quatro anos. A eleição acontecerá nesta quarta-feira (21), das 8h às 12h. Estão aptos a votar os 16.815 integrantes da comunidade acadêmica da UEPB que é composta por 15.233 alunos, 791 técnicos administrativos e 791 professores, segundo a Comissão Eleitoral definida pelo Conselho Universitário (Consuni). Após às 20h, a apuração e divulgação dos resultados serão feitas através do canal oficial da UEPB.

Estão concorrendo quatro chapas à eleição 2020: Chapa 01, UEPB+, formada pelo professor José Etham Barbosa, candidato a reitor, e pela professora Valdecy Margarida, candidata a vice; a Chapa 02, UEPB Forte, sendo a professora Célia Regina Diniz candidata a reitora, e a professora Ivonildes Fonseca como sua vice; a Chapa 03, UEPB Educação com Inovação e Inclusão, tendo como candidato ao cargo de reitor o professor Juracy Regis de Lucena, e a professora Jacqueline Barrancos como candidata a vice-reitora. Por fim, a Chapa 04, intitulada UEPB Autônoma, Plural e Humana, encabeçada pelo professor Carlos Enrique Ferreira, e a professora Maria Isabelle Silva.

Se você é um desses quase 17 mil integrantes da comunidade acadêmica e quer votar, é necessário ter em mãos o ID de Eleitor e a senha para a eleição, que são encaminhados eletronicamente pelo Sistema de Votação Eletrônica da UEPB aos endereços eletrônicos (e-mails) das pessoas habilitadas. Após efetuar o login, o sistema apresenta a cabine de votação com os respectivos candidatos. Para mais informações, basta acessar https://eleicoes.uepb.edu. br/a-eleicao/. O sistema da consulta é paritário, ou seja, os votos dos três segmentos têm o mesmo peso, mas o individual tem peso diferente no resultado final, calculado a partir do número de votantes de cada segmento. No dia 23 de outubro, o Consuni enviará o relatório conclusivo no site oficial da UEPB. Após a publicação do resultado, os candidatos à reitoria terão até três dias úteis para interpor recurso, enviando um e-mail comissao.eleitoral@ setor.uepb.edu.br

 

UEPB

 

 

UEPB tem quatro chapas disputando reitoria e promove debate entre candidatos na próxima terça-feira

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) inicia na próxima terça-feira (13) um ciclo de debates com os candidatos a reitor da instituição. A consulta pública, na qual a comunidade acadêmica poderá votar no candidato preferido, acontece no dia 21 de outubro.

As chapas homologadas para concorrer foram: “UEPB Educação com Inovação e Inclusão”, composta pelo professor Juracy Régis de Lucena Júnior e pela professora Jacqueline Echeverría Barrancos; “#UEPBFORTE”, composta pelas professoras Célia Regina Diniz e Ivonildes da Silva Fonseca; “UEPB Autônoma, Plural e Humana”, composta pelo professor Carlos Enrique Ruiz Ferreira e pela professora Maria Isabelle Silva Dias Yanes; e “UEPB+”, composta pelo professor José Etham de Lucena Barbosa e pela professora Valdecy Margarida da Silva.

A Comissão Eleitoral receberá até a próxima segunda-feira (12) as perguntas da comunidade universitária que serão feitas nos debates a serem realizados com as chapas inscritas no processo eleitoral da Instituição.

As perguntas devem ser encaminhadas para o e-mail comissao.eleitoral@setor.uepb.edu.br.

Ambos os debates ocorrerão de forma virtual. O primeiro deles será realizado na terça-feira (13), apenas entre os candidatos(as) ao cargo de reitor(a). Já o segundo debate será entre as chapas concorrentes, ou seja, também com a participação dos candidatos(as) a vice-reitor(a), no dia 19 desse mês.

Os debates serão realizados às 19h e transmitidos através do Canal Rede UEPB no YouTube. Mais informações sobre as eleições e instruções sobre como votar podem ser encontradas no site https://eleicoes.uepb.edu.br/

 

clickpb

 

 

Programa de bolsas de acesso à internet pela UEPB oferece 800 novas vagas

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) lançou novos editais do Programa Auxílio Conectividade, que oferece 800 vagas para estudantes que não possuem acesso à internet e estão regularmente matriculados em componentes curriculares e/ou atividades acadêmicas que estão sendo ofertadas de forma não presencial, devido à pandemia. As inscrições estão abertas até as 23h59 do dia 17 de agosto, por meio de formulário eletrônico.

São 500 vagas na modalidade “Acesso à internet em caráter emergencial”, que concede bolsa mensal no valor de R$ 100 para aquisição de serviço de internet enquanto durarem as atividades regulamentadas pela Resolução UEPB/Consepe/0229/2020. As outras 300 vagas são na modalidade “Aquisição de equipamento”, que concede bolsa em cota única, no valor de R$ 1 mil, para aquisição de equipamento adequado ao acompanhamento das aulas remotas.

A relação de documentos a serem apresentados nas referidas modalidades do Auxílio Conectividade e os editais podem ser conferidos no site da UEPB.

O resultado preliminar dos alunos selecionados será divulgado no dia 21 de agosto. Aqueles que não foram contemplados e desejarem apresentar recurso, poderão realizar o procedimento entre 21 e 24 de agosto, mediante envio de documento, conforme modelo disponibilizado no site da PROEST, para o e-mail proest@uepb.edu.br. O resultado final será divulgado no dia 28 de agosto.

Para receber o Auxílio Conectividade, é necessário que o aluno declare não possuir acesso à internet e/ou equipamento de qualidade para o desenvolvimento das atividades não presenciais, além de possuir renda per capita menor ou igual a R$ 785,77. Mais de um estudante da mesma família poderá ser contemplado pelo auxílio, que pode ser cumulativo com outras modalidades de auxílio, bolsas ou programas de ensino, pesquisa e extensão.

Para a aquisição de equipamentos, conforme a Modalidade II do Auxílio Conectividade, as especificações técnicas sugeridas para que o equipamento adquirido atenda aos requisitos mínimos necessários para acompanhamento das atividades podem ser encontradas no site da instituição.

Outras informações sobre o Auxílio Conectividade podem ser obtidas junto à PROEST, pelo telefone (83) 9 8753-8757 ou através do e-mail proest@uepb.edu.br

G1

 

UEPB aprova regulamentação de aulas online a partir de 3 de agosto

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) aprovou na tarde desta sexta-feira (26) a regulamentação de ensino remoto para alunos da instituição a partir do dia 3 de agosto. As atividades presenciais estão suspensas na instituição desde o dia 17 de março por causa da pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

A decisão foi tomada durante uma reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) que analisou sugestões dadas por meio de uma consulta pública. A medida foi regulamentada por meio de uma resolução, dividida em três fases.

A Resolução, com 27 artigos, estabelece normas para disciplinar a realização de componentes curriculares e de outras atividades de aprendizagem, orientação, pesquisa e extensão, por meio de atividades não presenciais, na graduação, na pós-graduação e no ensino médio/técnico.

O texto determina que as atividades não presenciais serão realizadas, excepcionalmente, durante o período de suspensão total ou parcial das atividades presenciais, decorrentes dos efeitos da pandemia de Covid-19.

Ainda conforme a resolução, a matrícula dos alunos em novos componentes curriculares e o reajuste de matrícula serão feitos de 20 a 24 de julho.

Até o dia 3 de agosto, a universidade vai capacitar os professores que tiverem dificuldade com as ferramentas de ensino remoto. Outra medida que deve ser tomada nesse período é a garantia de acesso às aulas para todos os alunos.

Conforme o pró-reitor de graduação da UEPB, o professor Eli Brandão, o ensino remoto já havia sido autorizado pela universidade para professores que possuem afinidades com meio eletrônicos, desde que contassem com aprovação total das tumas.

Ainda segundo Eli, pelo menos 25% das turmas haviam adotado as atividades remotas em uma primeira fase de readequação do ensino durante a pandemia.

A segunda fase começa no dia 3 de agosto, quando se pretende alcançar todos os alunos. Já a terceira fase da resolução estabelece o retorno das atividades presenciais, que ainda não possui data prevista para acontecer.

G1

 

Professor da UEPB Carlos Berlamino morre vítima de COVID-19

O professor Carlos Antônio Belarmino Alves, mais conhecido por Carlos Belarmino, faleceu na noite desta segunda-feira, 22, em João Pessoa, vítima do novo coronavírus, o quadro clínico do professor teve complicações no período da tarde.

Professor universitário da UEPB, Campus III em Guarabira, Belarmino estava entubado e internado há quase um mês no Hospital da Unimed em João Pessoa, onde se tratava da infecção por coronavírus.

Carlos Belarmino era casado com a professora Auricélia Alustau com quem tem três filhas. A médica Nathalya Alustau, filha de Auricélia, também era considerada como filha pelo professor.

 

nordeste1

 

 

Reitores da UEPB e UFCG explicam decisão de prorrogar retorno até 12 de julho

Por conta da pandemia do novo coronavírus, a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) prorrogaram até o dia 12 de julho, a suspensão das aulas.

Diante desse quadro, o reitor da UFCG Vicemário Simões e da UEPB, Rangel Júnior, explicaram em entrevista a Rádio Cariri FM, os motivos da decisão tomada após uma reunião por videoconferência, na última sexta-feira, 05.

O reitor da UFCG destacou que uma nova reunião foi agendada para o dia 03 de julho para reavaliar a decisão.

– Já agendamos uma nova reunião para o dia 03 de julho, para que possamos analisar como estará a situação do nosso Estado em relação à pandemia do coronavírus- disse.

Além disso, na reunião devem ser discutidas as estratégias que estão sendo colocadas em prática por cada uma das instituições.

“Vamos socializar como faremos a acolhida dos alunos e também de todos os profissionais das instituições”, disse.

Já o reitor da UEPB, Rangel Júnior, disse que os reitores sempre pensaram em proteger a comunidade acadêmica durante a pandemia, visto que a prioridade é a preservação da vida.O objetivo de estender a suspensão das atividades é justamente para garantir a segurança em saúde da comunidade universitária, de modo a evitar concentração de pessoas e, com isso, prevenir a infecção pelo novo coronavírus.

“Sempre pensamos em como proteger a comunidade acadêmica e preservar seus direitos e interesses, principalmente, no tocante à preservação da vida”, afirmou.

Conforme o reitor, as recomendações emitidas pelos profissionais de saúde são de muita importância para todos.

Rangel também destacou as ações que já foram desenvolvidas pela instituição para combater a disseminação do novo coronavírus.

A UEPB atualmente, tem atuado com assistência psicológica para os profissionais da saúde, bem como na produção de equipamentos de proteção individual (EPIs).

– O que fizemos agora, além do trabalho regular de enfrentamento à Covid-19, foi uma tentativa de fortalecer estes laços com a comunidade. Mas, principalmente, no sentido de cumprir um papel essencial que a universidade tem, que é dar respostas a problemas sociais no que se refere a inovação, produção de equipamentos, dispositivos e protocolos que venham a resolver problemas da população. Foi isso que fizemos, recentemente, com a pandemia da Covid-19 – concluiu.

As instituições, de forma conjunta, trabalharão, ainda, nas próximas semanas, na elaboração de um protocolo único, debatido com autoridades sanitárias e de saúde, para ser aplicado quando do retorno das atividades presenciais. Participaram da videoconferência que recomendou a prorrogação da suspensão das atividades nas IES os gestores da UEPB, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), da Unesc, Unifacisa, Uninassau, Faculdade Cesrei, Faculdade Rebouças e Faculdades Integradas de Patos (FIP).

SL
PB Agora

 

 

UEPB divulga relação de filmes selecionados para 3º Festival de Cinema de Rua de Remígio

A Coordenadoria de Comunicação (Codecom) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou a relação de filmes selecionados para concorrer nas mostras competitivas do 3º Festival de Cinema de Rua de Remígio, que acontecerá entre os dias 13 e 16 de maio, de forma virtual, em decorrência das medidas de segurança em saúde, necessárias para prevenção da Covid-19.

Serão 18 filmes concorrendo na Mostra Arribaçã – Panorama Nordeste; 15 filmes na Mostra Pedra da Letra – Panorama Brasil; e quatro filmes na Mostra Especial – Cinema Instantâneo. Todas as informações sobre o evento podem ser conferidas e acompanhadas pelo Facebook (www.facebook.com/festcineremigio) e pelo e-mail festcinederua@gmail.com.

Assessoria

 

 

Pesquisadores da UEPB desenvolvem ventilador pulmonar e equipamento segue para testes

O enfrentamento à pandemia do coronavírus tem mobilizado pesquisadores em todo o país para desenvolver equipamentos que auxiliem no combate ao covid-19. Na Paraíba não é diferente. Desta vez, os pesquisadores do Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes) da Universidade Estadual da Paraíba(UEPB) finalizaram o projeto de um ventilador pulmonar mecânico, essencial para a manutenção da vida em casos de deficiência em atividades cardiorrespiratórias, como a insuficiência respiratória, comum nos pacientes graves do novo coronavírus.

Depois do protótipo finalizado, o equipamento agora segue para testes clínicos e regulatórios. após ser aprovado nestes testes, poderá seguir para produção em escala industrial.

O equipamento é fundamental para manter a vida do paciente durante o tempo em que ele não consegue fazer sozinho o movimento respiratório. O modelo de equipamento envolve uma interface do usuário que possibilita a manipulação de diferentes variáveis utilizadas no tratamento por parte do profissional na UTI.

A iniciativa surgiu diante da necessidade do uso do equipamento em hospitais que tratam de pacientes da Covid-19 e da dificuldade de aquisição por parte dos órgãos de saúde em virtude da pandemia, do alto valor de aquisição, bem como da demanda necessária. O primeiro desafio foi encontrar uma solução que apresentasse baixo custo e fosse capaz de ser multiplicada com facilidade. Outra questão que precisou ser superada foi encontrar materiais necessários com o comércio local fechado devido a quarentena.

“Partimos da ideia de que precisávamos produzir um equipamento que não dependesse de compras externas e componentes difíceis de encontrar. Não só por este momento, mas visando também o futuro, pois sabemos que é necessário internalizar a produção desse equipamento e neutralizar os riscos”, comentou Widson Gomes de Melo, pesquisador do Nutes e um dos idealizadores do projeto.

O tempo de finalização do projeto foi menos de um mês. Duas semanas foram dedicadas ao desenvolvimento do projeto e testes de componentes. E mais uma semana para finalização do protótipo, que agora vai iniciar os testes clínicos, regulatórios e depois seguir para produção em escala industrial. O tempo recorde se deu devido à necessidade de um equipamento produzido nessas condições para atender à saúde pública.

“Temos trabalhado intensamente para apresentar essa solução com rapidez. Estamos numa guerra contra o vírus e temos que ser rápidos no desenvolvimento de produtos que possam contribuir com os órgãos de saúde”, destacou o outro idealizador do projeto, professor Misael Morais, doutor na área de Processamento da Informação e coordenador geral do Nutes.

O ventilador mecânico é mais uma iniciativa do Nutes no enfrentamento à pandemia da Covid-19. Antes, os pesquisadores já haviam desenvolvido um protetor facial, cujas doações já ultrapassaram 15 mil unidades em todas as regiões do Estado. Também foram desenvolvidas duas plataformas: a Ecovid, que permite monitorar os casos do novo coronavírus nos hospitais, em tempo real, e a Unicontrol, em parceria com a empresa 3Wings, que permite o gerenciamento de leitos nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) dos hospitais preparados para tratar dos casos de Covid-19.

 

clickpb

 

 

UEPB divulga terceira chamada da lista de espera do Sisu 2020

A Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou, nesta sexta-feira (28), a terceira chamada da Lista de Espera do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2020.1. Os candidatos convocados nesta chamada devem efetuar matrícula nos dias 2 e 3 de março, das 7h às 12h, na coordenação do curso para o qual foi aprovado.

Para efetivação da matrícula, os convocados devem entregar cópias dos seguintes documentos (podendo optar por trazer os documentos autenticados ou os originais para que o servidor possa atestar a autenticidade): certificado de conclusão do Ensino Médio e Histórico Escolar; RG e CPF; prova de quitação com o Serviço Militar (no caso de candidatos do sexo masculino); Registro de Nascimento ou Certidão de
Casamento; prova de quitação com o TRE, para maiores de 18 anos; uma fotografia 3×4 recente; e o formulário de cadastramento de acordo com a cota escolhida na inscrição.

A matrícula só será permitida aos estudantes que apresentarem todos os documentos exigidos no Edital, não sendo permitida a complementação de documentos posteriormente. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (83) 3315-3350.

A listagem completa de convocados está disponível no sitewww.uepb.edu.br

 

clickpb