Arquivo da tag: Território

Seca atingiu todo o território da Paraíba no fim de 2019, aponta monitor da ANA

O Monitor de Secas da Agência Nacional de Águas (ANA) aponta que a Paraíba teve um aumento da área com seca, que passou a abranger todo o território paraibano, entre novembro e dezembro de 2019. Conforme o levantamento, o estado teve um aumento da severidade da condição de seca grave entre a região da Borborema e Agreste paraibano.

No litoral também houve a expansão da área de seca fraca. A pesquisa aponta que os impactos são de curto prazo na faixa leste e de curto e longo prazo nas demais áreas do interior paraibano.

O levantamento registrou também que o registro de chuvas ficou abaixo da média histórica na região oeste da Paraíba. Conforme dados da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), João Pessoa foi a cidade que registrou o maior volume de chuvas durante todo o ano de 2019 no estado.

O levantamento indica que entre janeiro e dezembro do ano passado as chuvas na capital do estado somaram cerca de 2.117,9 mm, na estação de monitoramento DFAARA. O município tem outras três estações de monitoramento. Entre elas, estão a Mares que registrou 1735,1 mm; CEDRES, com 1.704,4 mm e Mangabeira, com 942,9 mm.

A cidade com o segundo maior volume de chuvas no ano de 2019 foi Alhandra com 2041,3 mm; seguida de Rio Tinto, com 1762,0 mm, que apresentou o terceiro maior volume de chuvas no estado. Todas elas estão localizadas no Litoral da Paraíba.

Paraíba começa 2020 com um açude sangrando e 33 em situação crítica

Um levantamento feito com base nos últimos volumes registrados em açudes localizados na Paraíba mostra que o estado começou o ano de 2020 com um açude sangrando e outros 33 em situação crítica, com menos de 5% da capacidade total. Os dados são da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), responsável pelo monitoramento de 134 reservatórios.

Ainda conforme os volumes extraídos do site da instituição na quinta-feira (2), o único manancial paraibano que está sangrando é o São José II, localizado em Monteiro, no Cariri do estado. O reservatório possui capacidade para 1.311.540 m³ de água e conta com 1.311.540 m³.

Previsão para primeiro trimestre de 2020 favorece ocorrência de chuvas

A previsão do tempo para o primeiro trimestre de 2020 favorece a ocorrência de chuvas, na Paraíba. A informação é da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa). As chuvas devem acontecer dentro da média histórica no semiárido paraibano, que contempla as regiões do Alto Sertão, Sertão e Cariri/Curimataú, entre os meses de janeiro e março de 2020.

De acordo com a meteorologista Marle Bandeira, o fenômeno El Niño, que provoca alteração significativas na distribuição da temperatura, com grande alterações no clima, não deve ocorrer. O fenômeno La Ninã também não está previsto.

G1

 

Justiça suspende propagandas sobre reforma da Previdência no país

previdenciaA juíza Marciane Bonzanini, da 1ª Vara Federal de Porto Alegre, ordenou a suspensão da veiculação de propagandas do governo federal sobre a reforma da Previdência. Ela atendeu a um pedido de decisão liminar (provisória) feito por nove sindicatos do Rio Grande do Sul.

A juíza entendeu que “a campanha publicitária retratada neste feito não possui caráter educativo, informativo ou de orientação social, como exige a Constituição”. Ela deu 72 horas para o governo se manifestar, mas ordenou a notificação para a suspensão imediata das propagandas, em todo território nacional, sob pena de multa diária de R$ 100 mil em caso de descumprimento.

A advogada-geral da União, Grace Mendonça, disse ao chegar para participar da sessão plenária desta quarta-feira (15) no Supremo Tribunal Federal (STF) que já tomou conhecimento da decisão judicial e que irá recorrer.

Na decisão, a juíza ressalta que, no caso da campanha sobre a reforma da Previdência, não há normas aprovadas que devam ser explicadas para a população ou programa de governo que esteja amparado em legislação e atos normativos vigentes. “Há a intenção do partido que detém o poder no Executivo federal de reformar o sistema previdenciário e que, para angariar apoio às medidas propostas, desenvolve campanha publicitária financiada por recursos públicos”, escreveu a magistrada.

.paraiba.com.br

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Bispo emite nota e alerta contra suposto falso padre que circula em território diocesano

nota oficialO bispo diocesano de Guarabira, Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena, divulgou uma nota oficial alertando aos fiéis sobre um suposto falso padre que circulava na cidade de Solânea e que gerou grande repercussão na mídia local nos últimos dias.

O homem acusado ainda possui identidade desconhecida apresentando-se por Ernildo Silva. Em sua passagem por Solânea, foi recebido em casa de familiares, teve acolhimento na igreja local, em comunidades, ministrou palestras e concedeu entrevista à emissoras de rádio, celebrou missas, mas não há registros que atendeu confissões.

Com a nota, o objetivo de Dom Lucena é fazer com que os diocesanos não autorizem nenhum ato litúrgico a pessoas desconhecidas e sem identificação religiosa, e que, em caso de dúvida, comunique à Cúria Diocesana de Guarabira para os procedimentos cabíveis.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

nota

Pascom

Mari (PB) sedia plenária do colegiado do território da Zona da Mata Norte

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O Município de Mari/PB sediou no último dia 17, a Plenária do colegiado do Território da Zona da Mata Norte, que aconteceu no Salão paroquial Chico Mendes, e contou com a presença de representantes dos 19 Municípios que compõem o Território da Mata Norte. Entre os convidados estavam o Prefeito do Município de Pedro Régis José Aurélio Ferreira, mais conhecido como Baia, o vice-prefeito de Capim Zé Baia, vice-prefeito de Mari Jobson Ferreira, de representantes do Ministério de Desenvolvimento Agrário – MDA, da Emater – Paraíba e do Prefeito Marcos Martins que atualmente é Presidente do CAE – Comitê de Articulação Estadual do Colegiado da Zona da Mata Norte, e representa os 19 Prefeitos que Compõe o Colegiado no Estado da Paraíba. A Plenária discutiu o papel do colegiado na articulação das políticas públicas de desenvolvimento territorial além de avaliar as metas traçadas e pactuadas durante o ano de 2013, e quais os principais desafios para o ano de 2014. Cerca de sessenta representantes dos dezenove municípios da região da Zona da Mata Norte participaram do evento, que foi o segundo do tipo a ser realizado no Município, a exemplo do que aconteceu em 2008, na segunda gestão do prefeito Marcos Martins. Na ocasião o Prefeito Marcos Martins falou da importância de se realizar um evento dessa magnitude não só para o Município, como também para o território da Zona da Mata Norte como um todo, visto que o principal objetivo é que os Municípios que compõem esse Território possam se desenvolver em conjunto, buscando parecerias e implementando ações governamentais que venham a propiciar o crescimento econômico e social de toda a região. “Estamos felizes em receber um evento dessa importância para a nossa região, não temos medidos esforços para possibilitar  a articipação do Município na discussão de propostas e ações que visem o desenvolvimento da região da Zona da Mata, e nosso compromisso só aumenta à frente da Presidência do CAE – Comitê de articulação Estadual” enfatizou o Prefeito Marcos Martins. Durante a Plenária foram priorizadas diversas ações para apresentação e implantação de Projetos de infraestrutura para o ano de 2014, como a criação de centros especializados de atenção à saúde do homem e da mulher; criação de escolas de ensino técnico e de educação de forma contextualizada, fomento e implantação de sistemas de abastecimento de água para o cultivo de alimentos, implantação de Projeto de incentivo à fruticultura orgânica, entre outras. O evento foi encerrado com um almoço oferecido, a todos os convidados e participantes da Plenária, pelo Município de Mari. A equipe de coordenação do Colegiado parabenizou a administração municipal pela parceria e pela colaboração que o Prefeito Marcos Martins vem prestando ao Colegiado.

Da codecom-Mari

Pesquisadora da UEPB apresenta experiências do Território Rural do Cariri em universidade da Colômbia

Apresentar experiências trabalhadas no Território de Desenvolvimento Rural Sustentável do Cariri Oriental e o processo de gestão de recursos ofertados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário via Secretaria de Desenvolvimento Territorial e contrapartida das organizações e governos locais é o objetivo da jornalista paraibana e pesquisadora da Universidade Estadual da Paraíba(UEPA), Raiza Madje Tavares da Silva(foto), que está participando durante essa semana de um encontro na Universidade da Colômbia, na capital Bogotá.

Componente do Mestrado em Desenvolvimento Regional da UEPB, Raiza participou do Programa Domingo Rural deste domingo(16/09) informando que uma equipe de cinco pesquisadoras/estudantes do mestrado estarão participando da atividade na universidade daquele país situado no Continente Sul Americano.  “Desde que entrei neste mestrado tenho me dedicado a compreender a política de desenvolvimento territorial que tem sido desenvolvida aqui no Brasil aproximadamente desde o ano de 2003 com a criação da Secretaria de Desenvolvimento Territorial no Governo Lula, essa política tomando como base esse enfoque territorial ela não acontece somente no Brasil, na verdade no Brasil nós já temos herdado estas práticas da experiência latina americana, experiência européia, e nós vamos agora realizar esse intercâmbio”, explica a jornalista acrescentando que já apresentou trabalhos em Estados da Região Nordeste discutindo questões relacionadas a evolução da política de desenvolvimento territorial no Brasil na dinâmica de como elas acontecem, quais são as bases teóricas que inspiraram a elaboração dessa política dentre outras. “Agora a gente vai ter esse evento na Colômbia, não somente com estudiosos acadêmicos de lá da Colômbia, mas de outros países como México, Peru, outros países da América Latina que trabalham essa política de desenvolvimento territorial, cada um com o seu modelo, com a sua forma e a gente para apresentar o modelo do Brasil”.

Tavares explicou detalhes da pesquisa e das políticas e entraves que são trabalhados nos territórios com ênfase no Cariri Oriental que envolve 14 municípios com características e identidade própria. “Pelos dados preliminares que tenho percebido, a política funciona, claro que tem seus desafios, tem ainda alguns pontos que devem ser concertados, a política por parte do governo tem sido sempre reafirmada como política que dar certo é uma política que se coloca como ponto diferencial em se trabalhar a questão da participação da sociedade civil através dos Fóruns Territoriais e na verdade o que a gente percebe de pequenos defeitos e limites que cada território tem é tanto relativo a questão de como a política se desenvolve de cima pra baixo, mas também na questão da articulação dos atores de cada território, então cada caso é um caso, cada território tem suas características, suas potencialidades e essa é a função da academia: a gente fazer esse diagnóstico de cada localidade”.

Durante amplo diálogo ela explicou como se desenvolverá o trabalho na Colômbia. “A gente sai daqui na madrugada da terça-feira(18), lá no dia 19 já tem início o evento e aí são três dias de evento: 19, 20 e 21 no Instituto Raveriano de Bogotá onde existe um grupo de estudiosos na questão do desenvolvimento urbano e regional  lá na Colômbia e aí a gente vai apresentar os nossos trabalhos via nossos artigos, ter acesso e perceber os outros trabalhos dos outros países, participar de uma série de ciclos de palestras e além disso a gente também vai ficar filiado a essa associação de estudiosos colombianos e de outros países que trabalham a questão do desenvolvimento urbano e desenvolvimento regional onde a gente vai está filiado durante um ano, além do mais a gente vai ter esses artigos publicados numa revista científica da Colômbia”, explica Raiza que é também componente do Stúdio Rural.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural