Arquivo da tag: suspensas

Matrículas da UFPB estão suspensas e calendário só sai após a greve

As matrículas da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), que deveriam ter sido iniciadas esta semana, estão suspensas. A inscrição dos calouros era para ter ocorrido na quarta-feira (25), e a dos veteranos estava prevista para acontecer até a próxima terça-feira (31), mas, nos dois casos, as novas datas só serão remarcadas quando a greve acabar.

O pró-reitor de graduação, Valdir Barbosa, confirmou que a data para realização das matrículas dos novatos só será remarcada após o término da greve. “Só poderemos redefinir esta data posteriormente, bem como os dias que vão substituir este período do dia 25 até o dia 31, que seria para a matrícula dos veteranos”, informou o pró-reitor.

Na assembleia realizada nesta quinta-feira (26), os professores da UFPB recusaram as propostas do governo e decidiram continuar em greve. A principal reivindicação da categoria é uma mudança no plano de carreira.

Irline Cordeiro estudou bastante para conseguir a vaga no curso de Medicina, um dos mais concorridos, mas vai ter que esperar para se matricular e começar a frequentar as aulas. “Ficamos com uma grande expectativa, pois não sabemos quando vai começar. Nem se é este ano ou não”, disse a estudante.

G1

TIM poderá ter suas vendas suspensas no país devido as inúmeras reclamações

20120712165720_400

Governo tem recebido muitas reclamações sobre a qualidade do serviço e ameaça cortar serviços da operadora no país

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou na quarta-feira (11/07) que a TIM poderá ter suas vendas suspensas no país devido ao alto índice de reclamações. Na quinta-feira (12/07), a operadora teve forte queda na Bolsa de Valores de São Paulo, com investidores mostrando receio de que a empresa de telefonia sofra cortes do governo.

Bernardo disse que a suspensão dos serviços é uma possibilidade, mas “seria o último recurso”, informou a Reuters. Por outro lado, o ministro declarou que algo precisa ser feito para melhorar a qualidade do serviço da operadora, ressaltando que o governo tem recebido muitas reclamações, “mas não no Brasil todo, apenas em cinco ou seis Estados”.

Antes de medidas mais duras, o ministro disse que o governo dará um prazo para a TIM resolver os problemas e diminuir as reclamações, e ressaltou que a intenção não é prejudicar nenhuma empresa. Em maio, Bernardo havia dito que o setor brasileiro de telecomunicações precisaria investir até R$ 25 bilhões de reais por ano em infraestrutura e tecnologia para melhorar seus serviços.

Paulo Bernardo participou hoje do lançamento dos testes para o projeto de “Banda Larga 0800”, juntamente com as operadoras telefonia móvel Claro, Oi, TIM e Vivo. O piloto será desenvolvido na cidade de São Sebastião, no Distrito Federal, junto a 80 pessoas.

A banda larga 0800 funcionará nos moldes dos serviços telefônicos 0800. No caso, serão sites cujo acesso por dispositivos móveis será gratuito para o usuário, como portais governamentais de serviços públicos. Saiba mais clicando aqui.

Olhar Digital