Arquivo da tag: surdos

Surdos enfrentam dificuldades para estudar em escolas da Paraíba

A proposta do Ministério da Educação ao sugerir uma discussão sobre os desafios educacionais para surdos, levanta um debate de como está o ensino para os deficientes físicos, seja na rede pública ou privada.

Confirme a Associação de Deficientes e Familiares, na Paraíba quase 90% de crianças, adolescentes e jovens, que sofrem de alguma deficiência, está matriculado na rede pública de ensino.

Em contato com o Portal MaisPB, o presidente da Asdef, Francisco Izidoro, informou que os maiores problemas, principalmente para surdos, estão nas escolas estaduais e privadas.

“Temos enfrentado grandes dificuldades nas escolas particulares, que muitas vezes querem que o aluno pague o intérprete de libra que estará na sala de aula. Já nas estaduais, a gente recebe bastantes reclamações, principalmente de intérprete que são mal remunerados e às vezes nem vínculo tem”, pontuou.

Por outro lado, o presidente elenca o Instituto Federal da Paraíba como o melhor na atenção ao deficiente, seguido pela Prefeitura de João Pessoa.

“O melhor exemplo que nós temos é do IFPB, a instituição que mais avançou no fornecimento de educação inclusiva para o público surdo. Nessa questão, João Pessoa tem melhorado, atendendo a essa necessidade”, ponderou.

Redação do Enem 2017

O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano foi “Desafios para Formação Educacional de Surdos no Brasil”.

A proposta deste ano segue a tendência das últimas edições do Enem, que costuma abordar temas sociais. No ano passado, o tema foi Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil. Violência contra a mulher, publicidade infantil, lei seca e movimento imigratório também foram abordados nos últimos anos.

Wallison Bezerra – MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Pastoral dos Surdos realiza 1º Encontro da coordenação nacional com os coordenadores regionais

Pastoral_dos_SurdosO 1º Encontro da Equipe de Coordenação Nacional da Pastoral dos Surdos com os Coordenadores Regionais da Pastoral e Coordenadores dos Intérpretes Católicos será realizado entre os dias 25 e 27 de janeiro, na Casa de Retiros – Centro Franciscano de Evangelização e Cultura, em Brasília.

Esta será a primeira vez que a Coordenação Nacional terá um momento especial com as Coordenações Regionais, fora dos Encontros Nacionais que acontecem sempre em dois e dois anos.

De acordo com o secretário nacional da Pastoral dos Surdos, Cesar Bacchim, “o encontro permitirá a troca de experiências entre surdos e ouvintes”. E explicou ainda que “os coordenadores regionais da Pastoral são sempre surdos, pois acreditamos que aí reside a riqueza dos dons e carismas”.

Dentre as atividades que serão realizadas ao longo dos três dias estão a avaliação dos coordenadores regionais no período de 2010 a 2012; a reestruturação da Coordenação Nacional; a organização para a participação dos jovens na JMJ no Rio de Janeiro (RJ) e a preparação do 16º Encontro Nacional da Pastoral de Surdos (ENAPAS) e do 6º Encontro Nacional dos Intérpretes Católicos (ENCICAT), em janeiro de 2014, na cidade de Porto Alegre (RS).

O Encontro contará ainda com a presença do bispo de Apucarana (PR) e referencial nacional para a Pastoral dos Surdos, dom Celso Antônio Marchiori, que “enriquecerá e norteará os caminhos da Igreja no Brasil”, ponderou Cesar Bacchim.

 

 

 

CNBB

Alunos surdos da rede pública recebem novo equipamento para facilitar o aprendizado

O projeto-piloto tem a participação inicial de 200 estudantes de 80 escolas das cinco regiões do país


Estudantes com deficiência auditiva das redes públicas de ensino contam com novo equipamento para facilitar o aprendizado. Trata-se de um conjunto formado por um pequeno chip emissor, na forma de microfone, usado pelo professor, e um receptor para o aluno.

EBC No dia 26 de setembro, é comemorado o Dia Nacional do Surdo

  • No dia 26 de setembro, é comemorado o Dia Nacional do Surdo

O projeto-piloto para uso da nova tecnologia, iniciativa da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secad) do Ministério da Educação, tem a participação inicial de 200 estudantes de 80 escolas das cinco regiões do País.

Segundo a diretora de políticas de educação especial da Secad, Martinha Santos, este primeiro momento será de monitoramento e avaliação dos impactos pedagógicos para os estudantes.

“Queremos proporcionar um documento de orientações para expandir o atendimento. Esperamos, a partir de 2013, já atender a educação infantil”, explica.

Seleção

As instituições de ensino foram selecionadas pelas secretarias estaduais de educação. As selecionadas contam com salas de recursos multifuncionais implantadas, oferecem atendimento educacional especializado e têm estudantes com deficiência auditiva matriculados nos três anos iniciais do ensino fundamental. Cada escola elegeu o professor que trabalhará com o equipamento.

Funcionamento

O dispositivo adota o sistema de frequência modulada (FM) para filtrar a voz do professor e eliminar os ruídos da sala de aula, de maneira a melhorar a qualidade do som para os usuários de aparelhos de amplificação sonora e implante coclear (dispositivo eletrônico, parcialmente implantado, para proporcionar sensação auditiva próxima à fisiológica).

Com investimento de R$ 1,5 milhão, a nova tecnologia foi desenvolvida por pesquisa da Secad em parceria com o Laboratório de Estudos do Comportamento Humano da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e com a Universidade de São Paulo (USP), campus Bauru. A evolução do processo nas escolas será acompanhada também por especialistas de outras instituições de educação superior.

Os 80 responsáveis pela implementação do projeto-piloto nas escolas selecionadas, além de pesquisadores das instituições de educação superior integrantes da experiência, participaram de curso de formação promovido pelo MEC.

Sala de recursos

O Ministério da Educação tem um programa para criação de salas de recursos multifuncionais nas escolas públicas de ensino regular. Essas salas aumentam a qualidade do atendimento educacional especializado a estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e superdotação, assegurando condições de acesso, participação e aprendizagem.

O MEC disponibiliza um conjunto de equipamentos de informática, mobiliários, materiais pedagógicos e de acessibilidade para a organização do espaço. Cabe à escola ceder o espaço físico e o professor responsável.

Para isso, a secretaria estadual de Educação deve apresentar a demanda no Plano de Ações Articuladas (PAR) e indicar as escolas a serem contempladas. O PAR é um documento com diagnóstico da situação educacional local e planejamento para uma nova etapa de quatro anos.

Viver sem Limite

O Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência – Viver sem Limite  foi lançado pelo governo federal em novembro do ano passado com o objetivo de promover a cidadania, a autonomia e o fortalecimento da participação da pessoa com deficiência na sociedade, eliminando barreiras e permitindo o acesso aos bens e serviços disponíveis a toda a população.

Na área de educação, o plano prevê a ampliação do Benefício da Prestação Continuada (BPC) na Escola, que monitora a frequência de pessoas com deficiência na escola. Para isso, anualmente, são cruzados os dados do Censo Escolar e o Banco do BPC, a fim de identificar os índices de inclusão e exclusão escolar dos beneficiários.

Em 2008, foi identificado que 71% dos beneficiários do BPC, com deficiência na faixa etária de zero a 18 anos, estão excluídos da escola, e que somente 29% destes beneficiários estão na escola.

São formados grupos que fazem visitas às famílias dos beneficiários para identificar o que impede o acesso e a permanência de alunos com deficiência na escola. Atualmente, o programa funciona em todos os estados e no Distrito Federal e em 2.623 municípios (47% do total), abrangendo 68% dos beneficiários nessa faixa etária.

Portal Brasil