Arquivo da tag: sobrinho

Homem é preso suspeito de estuprar sobrinho de 5 anos em Alcantil, na PB

Um homem de 45 anos foi preso, suspeito de estuprar o sobrinho de 5 anos, em Alcantil, na Paraíba, nesta quinta-feira (22). De acordo com a Polícia Civil, a mãe do garoto denunciou o homem, que é irmão dela, com um boletim de ocorrência registrado na delegacia de Boqueirão, depois que a criança se queixou de dores nas partes genitais e descreveu o ato, apontando o tio como autor. O suspeito confessou o crime.

Conforme informações da polícia, a mãe da criança começou a desconfiar de algo, porque o filho passou a ter um comportamento estranho. Até que um dia, ao dar banho no filho, a vítima falou que o “bumbum” estava doendo. Depois disso, a criança descreveu o que estava acontecendo, de forma infantil e ingênua, apresentando o tio como o autor.

Ainda segundo a polícia, os últimos abusos ocorreram durante o mês de abril deste ano, na casa da avó da criança e mãe do suspeito, quando o homem ia na residência almoçar.

O delegado seccional de Queimadas, Ilamilton Simplício, disse que o estupro aconteceu pelo menos ao longo de três meses. O suspeito atribui a culpa e responsabilidade do ato à criança, alegando que a vítima o seduziu para a prática sexual, segundo o delegado.

G1

 

Sobrinho do vice-prefeito de Solânea leva tiro no rosto após assalto e está no Trauma

Um adolescente de 17 anos sofreu um tiro no rosto na noite dessa quinta-feira (13) na cidade de Solânea durante um assalto. O jovem é filho de Ivalton da família Medeiros, comerciante bastante conhecido na cidade e sobrinho do vice prefeito da cidade Edvanildo Júnior.

O fato deixou todos da cidade em clima de tensão e tristeza. O adolescente está internado no hospital de Trauma da Capital, onde passou por procedimento cirúrgico. As informações são de que o tiro atingiu a boca do garoto.

Na manhã desta sexta o pai do jovem fez uma postagem nas redes sociais agradecendo as orações dos amigos e mensagens de solidariedade.

“Alguém sem temor a Deus hoje tentou tirar a vida de meu filho após roubarem a moto em que estava meus dois filhos, como não pude responder as inúmeras ligações e mensagens venho por aqui falar a todos que neste instante intensifiquem as orações pois meu filho está indo pra um procedimento cirúrgico. Logo, logo deixarei todos informados. Deus abençoe todas as ligações e mensagens de carinho e apoio, só quem é pai e mãe sabe compreender esta dor. Deus está agindo”, comentou o pai.

 

Redação FN

 

 

Jovem internada após ser esfaqueada pelo sobrinho morre no Sertão da PB

Internada há três dias, uma mulher atingida com três golpes de faca-peixeira na tarde da última quinta-feira (16) pelo próprio sobrinho faleceu na madrugada deste sábado (18) na UTI do Hospital Regional de Sousa (HRS), no Sertão.

Edma Pereira de Sousa (32) morava no Núcleo Habitacional I, Perímetro Irrigado de São Gonçalo e havia sido esfaqueada nas costas e no abdome por um sobrinho, um adolescente de iniciais W.B.S., de 14 anos de idade.

De acordo com informações da Polícia Militar, ambos eram acompanhados pelo CAPS e uma discussão familiar teria ocasionado o crime.

A PM ainda informou que quando chegou ao local encontrou a vítima caída ao chão, enquanto o menor infrator havia foragido do local.

 

clickpb

 

 

Sobrinho de Luxemburgo, técnico carioca busca primeiro título da carreira na 2ª divisão da Paraíba

Carioca, ex-jogador e agora técnico. Essas três características presentes em Bruno Jojô Abrahão são as mesmas do seu tio, Vanderlei Luxemburgo. Agora na Paraíba, Bruno terá a sua primeira experiência no futebol do Nordeste, comandando o Sabugy, na 2ª divisão estadual. Com passagens por clubes cariocas, o seu principal objetivo na precoce carreira como treinador é conquistar o primeiro título da sua carreira.

Bruno faz preleção com jogadores do time Sub-19 do Sabugy — Foto: Acervo pessoal / Bruno Jojô Abrahão

Bruno faz preleção com jogadores do time Sub-19 do Sabugy — Foto: Acervo pessoal / Bruno Jojô Abrahão

A missão de comandar times de futebol já está presente na família de Bruno Abrahão. O seu pai, que é irmão de Vanderlei Luxemburgo, também treinou equipes de menor porte no Rio de Janeiro.

O ex-goleiro lembra que recebeu uma “mãozinha” do tio no início da carreira, nas categorias de base do Flamengo. Depois, ele passou pelo Botafogo e por clubes menores, até pendurar as luvas e assumir a prancheta.

– Eu fui goleiro do Flamengo enquanto garoto e foi ele (Luxemburgo) que me colocou lá. Isso eu lembro muito bem e não tenho como negar essa influência no início da minha carreira. Depois fui para o Botafogo, já por méritos próprios, onde joguei por seis anos. Depois atuei em times menores e parei como goleiro – contou.

Bruno ao lado dos outros integrantes da comissão técnica do Sabugy — Foto: Acervo pessoal / Bruno Jojô Abrahão

Bruno ao lado dos outros integrantes da comissão técnica do Sabugy — Foto: Acervo pessoal / Bruno Jojô Abrahão

Bruno Jojô Abrahão explica que, após o fim da carreira, não teve como escapar do caminho para se tornar técnico. O primeiro passo foi buscar qualificação através de cursos da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e da Associação Brasileira de Treinadores de Futebol (ABTF), para depois ter as suas primeiras experiências no comando técnico.

O carioca só comandou times no futebol carioca, com passagens por Bela Vista (2016), Ceres sub-20 (2017) e Juventus (2018). Agora em 2019, será a sua primeira oportunidade fora do Rio de Janeiro.

A relação com Luxemburgo

“O contato hoje é pouquíssimo, para não dizer raro”. É assim que Bruno resume a sua relação com Vanderlei Luxemburgo. Segundo ele, a última vez em que os dois estiveram juntos foi em junho de 2017, na época em que o tio comandava o Sport.

– Estive em São Januário quando Luxemburgo era técnico do Sport e ia enfrentar o Vasco. Sempre falo com uma das filhas dele, a Vanessa, mas com ele essa foi a última vez. Aprendi muito com o Vanderlei. Na época do Palmeiras, eu entrava junto com a delegação, no intervalo ia para o vestiário ouvir a preleção e no final do jogo da mesma forma, para aquela conversa final. Quando ele começou a rodar por outros centros, perdemos contato – lembrou.

Bruno, no último encontro que teve com Luxemburgo, em 2017, quando Luxa ainda estava no Sport — Foto: Acervo pessoal / Bruno Jojô Abrahão

Bruno, no último encontro que teve com Luxemburgo, em 2017, quando Luxa ainda estava no Sport — Foto: Acervo pessoal / Bruno Jojô Abrahão

Chegada à Paraíba

Bruno contou que, na época em que atuou como técnico do sub-20 do Ceres, conheceu o preparador de goleiros Jefferson Sabino, paraibano de Itabaiana, com quem trabalhou no Rio de Janeiro. O treinador explicou que Sabino fez um acordo com o Sabugy e responderá durante dois anos como gestor dos times sub-19 e profissional.

– O Jefferson me fez este convite e resolvi aceitar. Sempre acompanhei o futebol do Nordeste e acho um cenário muito empolgante, com uma grande oportunidade de descobrir talentos. Topei o desafio e agora esperamos fazer um bom trabalho – falou.

Expectativa da primeira conquista como técnico

A missão na Paraíba é em dose dupla, pois Bruno Jojô Abrahão terá a responsabilidade de comandar os times sub-19 e profissional. O Sabugy está próximo de completar 100 anos e, para o seu novo treinador, o clube não pode continuar, ano após ano, fazendo campanhas abaixo do que um time histórico deve fazer.

– O meu jeito de trabalhar é muito como o do Luxemburgo, de não aceitar perder e gostar de times com intensidade. O paraibano sabe jogar muito assim, diferente do jogador carioca. Nas campanhas passadas, o time foi muito ruim, e tirar essa coisa de que é time pequeno é uma das minhas metas. Como estarei no sub-19, também quero classificar o time para a Copa São Paulo de Futebol Júnior. A região tem bons atletas, e eles merecem ter essa visibilidade – frisou.

*Raniery é repórter da CBN João Pessoa e colabora com o GloboEsporte.com/pb

GE

 

Tio e sobrinho são mortos a tiros no Sertão da Paraíba

Dois homens foram mortos a tiros na tarde deste sábado (8), na zona rural de Belém do Brejo do Cruz, no Sertão da Paraíba.

José Garcia da Silva, 51 anos, e seu sobrinho Ari Garcia da Silva, foram mortos a tiros no sítio Salgado.

De acordo com o relato, as vítimas eram naturais de Janduis, no Rio Grande do Norte.

A Polícia Militar foi acionada e compareceu ao local. Eles aguardam a chegada da perícia.

Não há informação sobre quem teria cometido o duplo homicídio ou da motivação dos criminosos. Até o momento, ninguém foi preso.

 

clickpb

 

 

Tio é suspeito de ferir sobrinho a facadas durante bebedeira em JP

Uma bebedeira entre tio e sobrinho terminou com um deles ferido a facadas, na noite desse sábado (5), no bairro do Bessa, Zona Leste de João Pessoa. A vítima, que é flanelinha, foi ferida pelo tio quando bebiam em um bar.

De acordo com a Polícia Militar, suspeito, vítima e amigos deles bebiam no bar quando houve uma discussão entre tio e sobrinho. Após a discussão, o suspeito se armou com uma faca e atingiu o sobrinho pelo menos duas vezes, fugindo em seguida.

Socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, a vítima passou por cirurgia e, conforme o posto da PM na unidade, segue internado em observação. Ainda segundo a PM, o suspeito do crime segue sendo procurado.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Sobrinho mata tio por conta de bomba d’água em Sumé, no Cariri, diz PM

sireneUm agricultor de 40 anos foi assassinado a tiros pelo sobrinho, na manhã desta sexta-feira (27), no sítio Riachão, zona rural de Sumé, no Cariri paraibano. De acordo com as informações da Polícia Militar, o crime aconteceu após uma discussão por conta de uma bomba d’agua. O suspeito está foragido.

Ainda segundo relatos dos policiais, o tio e o sobrinho estavam no terraço da casa da vítima quando tiveram um discussão e o jovem sacou a arma e disparou contra o agricultor. A mulher da vítima ouviu os disparos e quando saiu da residência encontrou o marido caído no chão.

Policiais Militares fizeram rondas nas proximidades do sítio, mas até as 16h desta sexta-feira (27), o suspeito continuava foragido. O caso foi repassado para a Delegacia da Polícia Civil de Sumé, sob o comando do delegado Yuri Givago.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Com seio de fora, Ariadna finge amamentar sobrinho: “Treinando”

Na manhã desta quinta-feira (04), a ex-BBB Ariadna brincou com seus seguidores ao compartilhar uma imagem em que aparece fingindo estar amamentando seu sobrinho Lorenzo, em seu perfil no Instagram.

Na foto, ela aparece com um dos seios de fora e o bebê deitado no seu colo com cara de choro. “É uma brincadeira, a foto saiu linda. Mãe de leite SQN. Amo muito meu bichinho lindo”, explicou ela na legenda. “Estou treinando para quando for adotar meu bebê. O meu Julian ou Fabian ou Alicia”, disse.

Ariadna entrou para a história do BBB por ser a primeira participante transexual do programa. Ela realizou a cirurgia de mudança de sexo em 2009, na Tailândia.

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Ego

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Celular revela que sobrinho foi à casa de família morta no dia do crime

acusadoO sobrinho da família brasileira morta e esquartejada na Espanha esteve na casa dos parentes no dia do crime, segundo a geolocalização do telefone celular do suspeito, informaram as autoridades locais.

“O celular desta pessoa, François Patrick Nogueira Gouveia, que é o suposto autor desse terrível crime, esteve durante a tarde, a noite e a manhã seguinte no chalé no dia dos fatos”, declarou o delegado da região de Castilla-La Mancha, José Julián Gregorio.

A Guarda Civil afirmou na semana passada ter “vários indícios razoáveis e provas inconquestáveis” de que François foi o autor material do crime, sem que haja indícios de que tenha contado com cúmplices ou estivesse relacionado com o crime organizado.

Além disso, os investigadores acrescentaram que o jovem suspeito apresenta um perfil psicótico.

Entre os indícios citados, os investigadores apontaram que o sobrinho trocou apressadamente sua passagem de avião para voltar ao Brasil em 20 de setembro, dois dias depois da descoberta dos cadáveres.

Os quatro corpos dos membros da família originária da Paraíba, Marcos Campos Nogueira, sua esposa Janaína Santos Américo e os dois filhos do casal, de um e quatro anos, estavam em sacos plásticos, e os dois adultos, de 30 anos, foram esquartejados.

Eles foram achados em um chalé em Pioz, 60 km a leste de Madri no dia 18 de setembro. O sobrinho Marcos, de 19 anos, não era visto desde 17 de agosto, e os investigadores acreditam que o crime possa ter acontecido na tarde ou noite desse dia.

Paraíba
François mora na cidade de João Pessoa e, no momento, se encontra em liberdade.

A Justiça espanhola pediu às autoridades brasileiras a detenção e a prisão preventiva do suspeito, que já foi interrogado pela polícia brasileira.

O Brasil respondeu que, em virtude do tratado bilateral de extradição, não poderá entregar o suspeito.

Mas solicitou todo o processo policial e judicial conduzido na Espanha para iniciar os trâmites de um processo penal no Brasil, segundo comunicado emitido nesta sexta-feira pelo Tribunal Superior de Justiça da região de Castilla-La Mancha, onde fica Pioz.

As autoridades espanholas não comentaram o motivo do crime, afirmando que pode haver várias causas e que boa parte da investigação segue em segredo de justiça.

Segundo foi informado, o jovem tinha um passado violento (agrediu gravemente um professor no Brasil) e apresenta um perfil de “psicoticismo”, marcado por seu egoísmo, narcisismo e “falta de apego à vida humana”.

Viveu durante quatro meses com a família assassinada na região de Torrejón de Ardoz, muito próxima a Madri, onde Marcos Campos e sua família moraram antes de se mudar a Pioz.

Segundo a Guarda Civil, continuava vivendo naquela cidade e não tinha emprego. Seu tio Marcos era cozinheiro, e havia trabalhado anteriormente em outras cidades espanholas, como La Coruña e Valladolid.

Os investigadores afirmam que o suposto assassino abordou suas vítimas de maneira “sequencial”, ou seja, não enfrentou todas ao mesmo tempo, e que um dos adultos estaria fora de casa quando ele entrou.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Sobrinho é suspeito de matar e esquartejar paraibanos na Espanha

familia-de-paraibanosO suspeito de assassinar o casal brasileiro e seus dois filhos pequenos na Espanha é um sobrinho do homem morto. Segundo o jornal espanhol El País, trata-se de Patrick Gouveia, uma pessoa de caráter “violento” e “emocionalmente instável” que tinha convivido com a família anteriormente.

Os corpos do casal Marcos Nogueira e Janaína Santos Américo e dos filhos de 1 e 4 anos foram descobertos esquartejados no dia 18 de setembro em Pioz, a 60 quilômetros de Guadalajara, na Espanha. No dia seguinte, o suspeito antecipou sua passagem de volta para o Brasil, que estava marcada para novembro. Em 22 de setembro, a Justiça espanhola expediu um auto de prisão e uma ordem de detenção europeia e internacional contra ele.

O sobrinho, que atualmente está foragido, era o principal suspeito para os investigadores da Guarda Civil Espanhola que trabalham no caso. Ele estaria obcecado por Janaína, esposa de seu tio.

O ministro de Interior da Espanha, Jorge Fernández Díaz, deu por “esclarecido” hoje o quádruplo assassinato e descartou a possibilidade de que os crimes tenham relação com o tráfico de drogas ou o crime organizado.

O suposto assassino, que tem menos de 20 anos, conviveu durante algum tempo em Madri com a família, que havia se mudado para o povoado de Pioz justamente para se afastar da personalidade violenta do sobrinho.

A ideia do rapaz, que tem um histórico de violência no Brasil e agiu por motivações pessoais, era transferir os corpos para algum lugar e sugerir um desaparecimento, plano que por motivos ainda não esclarecidos ele não conseguiu realizar.

A família, que originalmente é de João Pessoa (PB), foi morta à noite. Depois do crime, o suspeito esquartejou os corpos do casal e os colocou em sacolas, encontradas dias depois, quando vizinhos alertaram a polícia sobre o odor nas imediações da casa. Segundo a perícia, o assassino teve muito cuidado para limpar a residência e não deixar rastros.

O juiz encarregado do caso informou hoje que a identidade do casal foi confirmada por meio de impressões digitais. A família estava na Espanha há alguns anos e se mudou para o país depois de Marcos Nogueira, que trabalhava como gerente de um restaurante, receber uma proposta de emprego. Os quatro corpos ficam sob custódia judicial até a autópsia e a investigação serem concluídas.

Veja

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br