Arquivo da tag: sequestrada

Esposa de médico é sequestrada no momento em que saía de agência bancária no Sertão

carroGuarnições da Polícia Militar do 14º Batalhão foram acionadas no início da tarde desta segunda-feira (09) para atender uma ocorrência de sequestro relâmpago, em Sousa.

De acordo com informações, a Vítima identificada como Socorro Medeiros, Esposa do Médico Eduardo Medeiros saía de um Banco no Centro quando foi abordada por dois homens armados  que, sob ameaças, a obrigaram a mesma a entrar em seu carro, modelo EcoSport, de cor branca.
Os bandidos seguiram com Socorro até o Município de Marizópolis, onde abandonaram a Vítima e fugiram levando o veículo e alguns pertences pessoais. De imediato, socorro acionou a PM. Diligências estão sendo realizadas pela região com a incumbência de localizar os criminosos. Viaturas do 6º BPM de Cajazeiras também foram mobilizadas para dar apoio nas buscas pelos Criminosos. Socorro Medeiros já se encontra em casa.

 

ReporterPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Esposa de prefeito paraibano é sequestrada e agredida na BR-104

sireneA esposa do prefeito de Alcantil, José Ademar Farias (PMDB) foi vítima de um sequestro na manhã desta quinta-feira (01), na BR-104, quando o carro em que ela estava foi interceptado por dois bandidos armados. Maria José foi obrigada a sair do carro em que estava e a entrar em um veículo de cor branca, conduzido pelos criminosos.

Ela ainda foi espancada no período em que permaneceu sob domínio da dupla criminosa. Ainda durante a manhã, ela foi deixada pelos suspeitos em um trecho da BR, nas proximidades da divida com o estado de Pernambuco.

Zé de Ademar é candidato à reeleição pela coligação ‘Vamos Unidos para Vencer’.

No mês de maio do ano passado, o pai do prefeito, Ademar Antônio de Farias, foi assassinado a tiros dentro do seu carro. O homicídio aconteceu em uma comunidade conhecida como ‘Comunidade Lago do Jucá’, na entrada para o Sitio Neves, de sua propriedade.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Mulher é sequestrada em JP, levada a matagal e agredida com pedradas e tijoladas

plantão policialUma mulher de 54 anos foi sequestrada por um homem que ainda não havia sido identificado, no bairro Gramame, Zona Sul de João Pessoa, às 9h desta segunda-feira (6). O caso aconteceu na frente da casa dela. A vítima foi arrastada para um matagal próximo, onde foi agredida, segundo a Polícia Militar, com pedradas e tijoladas, que a deixaram inconsciente. Ela só foi localizada cerca de 12 horas depois, por familiares, no mesmo local, com diversas escoriações pelo corpo, principalmente na face.

Os parentes encontraram a mulher a partir de imagens capturadas em um circuito de câmeras de uma residência vizinha. Nas imagens é possível ver um homem atacando a vítima e a conduzindo ao matagal. Ele permanecia foragido e a polícia investigava o caso. Também seria apurado se ela também sofreu estupro.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A mulher foi socorrida por uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena. Os profissionais do Samu informaram que ela não corria risco de morte. A unidade hospitalar ainda não havia divulgado boletim oficial com o quadro clínico dela.

 

portalcorreio

Garota é sequestrada e estuprada quando seguia para encontrar amigas em shopping de JP

Reprodução/EmersonMachado
Reprodução/EmersonMachado

Uma adolescente, de 14 anos, que estava desaparecida desde a tarde deste sábado (30), foi encontrada na manhã deste domingo (01), em uma parada de ônibus, no Parque Solon Lucena (Lagoa), em João Pessoa, apresentando sinais de violência sexual.

A menor, que é filha de um policial reformado, havia saído de casa, no bairro Funcionários III, na Zona Sul, informando aos familiares que ia se encontrar com amigas em um shopping, no Centro da cidade, no entanto, quando trafegava pela Avenida Santa Elias, ela informou à polícia que foi abordada por um homem que estava dentro de um carro e armado.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Ela foi obrigada a entrar no veículo e acredita que tenha sido dopada, pois não se lembra de nada após isso”, informou ao Portal Correio, o sargento Aurélio, que acompanhado do cabo Marciel, ambos do 1º Batalhão da Polícia Militar, foram os primeiros a socorrer a vítima para um hospital.

A adolescente foi levada ao Hospital e Maternidade Cândida Vargas, no bairro de Jaguaribe, onde foi atendida pela médica Dolores Suassuna, profissional que constatou sangramento na genitália da vítima, provocado provavelmente por estupro.

A garota disse ainda aos policiais, que não se lembra do momento em que foi abusada. “A vítima só recorda de ter acordado em uma garagem e ter ouviu o barulho de um chuveiro ligado, então, ela correu e telefonou pra uma irmã que acionou a polícia e mandou que a menor aguardasse em uma parada de ônibus na Lagoa”.

A adolescente foi submetida a um coquetel de medicamentos, para evitar doenças e gravidez. Ela foi conduzida ainda, à Gerência de Medicina e Odontologia Legal (Gemol), para realização do exame de conjunção carnal, sendo posteriormente levada à 9ª Delegacia Distrital, no bairro de Mangabeira, onde o caso será registrado.

Até as 18h, deste domingo (01), não haviam informações sobre a localização do autor do abuso sexual. A menina revelou para a polícia que o suspeito é alto, careca e aparenta ter 30 anos de idade.

 

portalcorreio

Mulher é sequestrada ao tentar sacar dinheiro em lotérica de Guarabira

Um caso raro de sequestro na cidade de Guarabira, chamou a atenção da população de todo o Brejo paraibano na tarde dessa quarta-feira (20).

Maria José - Vitima do sequestro
Maria José – Vitima do sequestro

A dona de casa Maria José Barbosa Câmara, 29 anos de idade, residente no Sítio Alívio, no município de Pilõezinhos, foi sequestrada por volta das 13:00h, quando se dirigia a uma casa lotérica localizada nas proximidades do Banco do Nordeste, no Centro de Guarabira, para fazer um saque.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo Antonio Crispin de Lima Neto, 42 anos, esposo da vítima, os bandidos obrigaram a mesma a entrar num veículo de cor verde e colocaram um capuz na sua cabeça para que ela não visse para onde estava sendo levada. Ainda de acordo com Antonio, a sua esposa disse que foi levada para um cativeiro onde ficou dentro de um quarto escuro, depois de ter circulado pela cidade sob o poder dos elementos.

Como não existe crime perfeito, os acusados levaram a bolsa da vítima com todos os documentos e cartões de crédito, inclusive o da Caixa Econômica, o qual parecia ser o principal alvo dos mesmos, mas esqueceram de pegar o telefone celular dela. Maria José ligou para a polícia quando foi deixada na subida para o Memorial de Frei Damião, por volta das 17:20h.

A vítima disse também que foi espancada pelos criminosos durante a ação. Ela foi levada para o Hospital Regional de Guarabira, sentindo muitas dores na região do abdôme, causadas por chutes e pontapés.

O Major Givaldo, comandante interinamente do 4ºBPM esteve pessoalmente comandando as diligências para tentar identificar e prender os sequestradores, mas até o fechamento desta matéria ninguém havia sido preso pelo crime.

 

 

Juka Martins, Portalmídia

Em Guarabira (PB), jovem é sequestrada e torturada por engano

 

Ela veio à Guarabira no último dia 14 de fevereiro a uma clínica de odontologia para fazer manutenção em aparelho odontológico e acabou ficando em poder dos meliantes por mais de cinco horas

Plantão de PolíciaO registro de um seqüestro ocorrido em Guarabira foi levado ao conhecimento da região na manhã da segunda-feira (25), através da Rádio Constelação FM, em matéria feita pelo repórter Zé Roberto. Uma adolescente de 17 anos, contou que foi apanhada a força no centro da cidade e colocada num carro, ficando refém de dois homens pó mais de 5 horas.

De acordo da jovem, identificada por Jéssica, moradora da cidade de Logradouro, na região do Agreste, ela veio à Guarabira no último dia 14 de fevereiro a uma clínica de odontologia para fazer manutenção em aparelho odontológico que usa. Somente no dia de ontem o caso foi levado ao conhecimento da imprensa. Depois que saiu da clínica, por volta das 14h30min, a adolescente saiu para esperar o transporte. Quando ela passava nas imediações do Colégio Geo Santo Antônio um carro modelo Fiat Uno, de cor vinho, parou do seu lado e um homem abriu a porta e pediu que ela entrasse no carro.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Eu estava andando e o carro parou. Um home disse: Juliana, entre aqui no carro! Eu fiquei sem entender aqui e ele me puxou pelo braço para dentro do carro. Tinha um dirigindo e dando às ordens para o que estava no banco de trás, armado com um revólver e me ameaçando de morte, batendo no meu rosto. Eles ficaram andando comigo por vários locais de Gurabira, nós passamos por um canal várias vezes e eles me pediam que eu desse o número do telefone do meu pai e depois me diziam que iriam me matar e jogar no Buraco de Afonso”, contou a adolescente.

Segundo a jovem o telefone celular dela estava descarregado e ele não tinha como ver o número do pai. Ela dizia para os marginais que seu nome não era Juliana e sim Jéssica, mas eles não acreditavam e agrediam ela com tapas e coronhada na cocha. “Eu não estava mais suportando aquela tortura e em dado momento eu perguntei se eles não tinham filho, eu dizia que tinha uma filha para criar e perguntei se eles não tinham coração. Foi aí que um deles ficou nervoso e deu uma coronhada de revólver na minha coxa. O da frente mandava me matar e eu pedi pra eles me matar porque eu não agüentava mais tanto sofrimento”, disse chorando.

Jéssica ficou por mais de cinco horas em poder dos marginais andando pela cidade. “A gente passou perto do Armazém Paraíba e eu gritei pedindo socorro, mas ninguém ouvia nem me via porque o vidro do carro era fumê. Quando já estava escuro, eu me lembrei do carnê do dentista e disse que eles podiam olhar no carnê e iriam ver que meu nome não era Juliana. Com um tempo depois ele pegou o carnê e viu que eu estava falando a verdade. Com muito tempo eles pararam o carro e me empurram para fora. Eu caí e fechei os olhos esperando a bala, mas ouvi a parta do carro batendo e os pneus cantando”, relatou na entrevista.

Atordoada, Jéssica contou que saiu vagando pelas ruas, já por volta das 7 da noite, sem saber onde estava e sem forças para falar e pedir ajuda. “Eu não tinha forças pra falar. Eu tava andando e vi alguns meninos e consegui falar e pedir água. Eles perguntaram o que estava acontecendo e eu disse que havia sido assaltada. Um rapaz chamou a tia dele que estava na calçada, que foi um anjo na minha vida. Ela pediu que eu ficasse calma, cuidou de mim, chamou o irmão dela que é investigador e ele me levou na delegacia”, disse a jovem.

A polícia ainda não conseguiu identificar os marginais que seqüestraram a adolescente. O repórter Zé Roberto disse que teve dificuldades de fazer a matéria porque Jéssica está traumatizada e foi preciso pessoas próximas dela confirmar a identidade dele para que o trabalho fosse feito. Ela não sai sozinha de casa e disse que não quer voltar mais a Guarabira.

Fonte: Portal25horas

Mulher é sequestrada, assaltada e estuprada na Grande João Pessoa

Uma mulher foi seqüestrada, assaltada e estuprada na cidade de Bayeux ontem (20/08), após sair de uma agência bancária. A vítima foi abordada por um homem que lhe teria pedido informações, em seguida, ele a obrigou a entrar em um carro de cor preta, onde outro homem também se encontrava. De acordo com relatos da própria vítima a polícia, a dupla roubou todos os seus cartões de crédito com as senhas.

Posteriormente, eles seguiram para as agências bancárias e recolheram todo o dinheiro que a mulher tinha nas contas.

Ela informou ainda, que após ser mantida seis horas sob o poder dos bandidos, os dois homens a estupraram, depois a deixaram jogada em uma calçada no bairro de Manaíra em João Pessoa.

A mulher foi socorrida para uma unidade de saúde com fortes dores no corpo. O caso foi registrado na Delegacia da Mulher da cidade de Bayeux.

Portal Correio

Estudante é seqüestrada ao sair de colégio e obrigada a fazer sexo oral e usar drogas na Capital

Uma adolescente de apenas 15 anos passou por maus momentos ao ser vítima de um seqüestro relâmpago em João Pessoa e ser obrigada a usar drogas e fazer sexo oral na Capital. O fato aconteceu na tarde de terça-feira (19), mas somente na manhã desta quarta-feira (20) a polícia tomou conhecimento do fato.

Segundo informações dos familiares da vítima, por volta das 16h30 de terça-feira, a adolescente estava saindo da escola no conjunto Valentina de Figueiredo quando foi abordada por um homem que estava em um carro preto e com teto solar.

Armado de revólver, o desconhecido obrigou a adolescente a entrar no carro e saiu. Ao chegar nas proximidades de um clube de lazer, o City Parque, o homem obrigou a garota a fazer sexo oral, fumar maconha e praticar outros atos libidinosos. O desconhecido passou cerca de 40 minutos com a menina.

Depois disso, o homem colocou a estudante dentro do carro e deixou na frente da escola. Assustada, a adolescente foi para casa e contou tudo a mãe que na manhã desta quarta-feira procurou a polícia e prestou queixa.

A adolescente contou que o homem vestia uma jaqueta com o nome de uma empresa que a polícia não quis revelar o nome para não atrapalhar as investigações.

Paraíba.com, com Paulo Cosme e Washington Luiz
Focando a Notícia

Menina sequestrada há 7 anos na Argentina é encontrada em MS

Uma menina de 10 anos que teria sido sequestrada pelo pai em 2005 na Argentina foi encontrada em Dourados, a 225 km de Campo Grande, e embarcou nesta sexta-feira (4) para reencontrar a mãe no país vizinho, segundo informações do juiz da Infância e Juventude da cidade, Zaloar Murat Martins. A embaixada da Argentina em Brasília confirmou ao G1 que uma representante foi enviada a Mato Grosso do Sul para acompanhar a criança na viagem até Buenos Aires.

Martins afirma que a garota tinha 2 anos quando desapareceu. Ele diz que a menina foi levada para um abrigo em Dourados em março de 2011. Na época, segundo ele, o suspeito morava com a criança em uma casa na cidade e a impedia de ir à escola e sair na rua. Isto, conforme o juiz, fez com que uma denúncia anônima de cárcere privado fosse feita à polícia.

Ainda de acordo com Martins, conselheiros tutelares levaram a menina para um abrigo, enquanto o pai foi chamado para prestar depoimento na delegacia da cidade. A Polícia Civil disse ao G1 que o homem passou nomes falsos dele e da garota, foi liberado e fugiu levando os documentos pessoais da filha.

O juiz relata que a garota não foi encaminhada para adoção porque não tinha documentos de identidade. “Nós não sabíamos a nacionalidade dela, mas descobrimos que havia morado com o pai no Paraguai, em Pedro Juan Caballero”, afirma Martins.

Segundo ele, a vara da infância entrou em contato com a embaixada paraguaia e perguntou se havia registros de crianças com o nome informado pelo pai da garota, o que não foi confirmado.

Em janeiro de 2012, segundo Martins, a embaixada argentina entrou em contato com a Polícia Civil em Dourados pedindo informações sobre a menina. As informações foram repassadas à vara da infância. “Fomos informados pela embaixada de que o pai, que está foragido, entrou em contato com a mãe da criança e informou que ela estava aqui na cidade”, afirmou o juiz.

Um exame de DNA foi feito e o resultado, que saiu em abril de 2012, confirmou que a garota era a criança sequestrada em 2005.

A embaixada não informa quando a menina chegará a Buenos Aires. Disse apenas que a garota está “em trânsito” até o país vizinho.

G1