Arquivo da tag: seleção

Seleção que enfrenta Bolívia conta pelas primeira vez com dois paraibanos

Os paraibanos Santos (goleiro) e Matheus Cunha (atacante) estarão na noite desta sexta-feira (9) no banco da seleção brasileira durante a estreia do time contra a Bolívia, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar, em 2022. A partida será na Neo Química Arena, em São Paulo, a partir dàs 21h30.

Santos, que atua Athletico-PR está na sua quinta convocação enquanto Matheu, que joga no Hertha Berliner (ALE), faz sua estreia no elenco do time brasileiro. É a primeira vez que o selecionado tem dois atletas da Paraíba juntos.

Eles aguardam o momento de entrar em campo e defender as cores azul e amarelo da seleção canarinho. Até agora onze paraibanos já foram convocados para a Seleção Brasileira, ao longo de 90 anos de convocações.

Santos é de Campina Grande e Matheus é natural de João Pessoa. O técnico Tite convocou 23 atletas para as eliminatórias.

O Brasil começa a sua campanha rumo ao Mundial jogando em casa pela primeira vez na competição e também atuará sem público pela primeira vez em sua história de mais de 100 anos. A medida faz parte do protocolo de prevenção ao coronavírus.

O torneio começa com atraso de sete meses em razão da pandemia de covid-19 e deve durar até março de 2022. Assim como nos últimos anos, a América do Sul terá quatro vagas diretas no Mundial do Catar e mais um representante na repescagem intercontinental. Na segunda rodada, o Brasil vai enfrentar a seleção do Peru na terça-feira, às 21 horas (de Brasília), em Lima.

O retrospecto contra os bolivianos é amplamente positivo. Em 30 partidas, o Brasil venceu 21 vezes, empatou outras quatro e perdeu apenas cinco partidas. O adversário nunca venceu a seleção no País.

 

paraiba.com.br

 

 

IBGE devolve taxa de inscrição a candidatos à seleção para o Censo

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) inicia hoje (19) a devolução de R$ 2,82 milhões para os candidatos inscritos no concurso de seleção para trabalhar no próximo Censo. A pesquisa, que seria realizada neste ano, foi adiada para 2021 devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Por isso, a seleção para contratar temporariamente 208.695 pessoas foi cancelada em março deste ano.

A devolução será feita por meio do aplicativo Carteira Digital BB, do Banco do Brasil, que pode ser baixado em celulares com sistema Android ou iOS. Não é necessário ser correntista do banco para usar o aplicativo e receber o dinheiro.

A escolha pelo aplicativo foi feita para evitar que as pessoas se desloquem até uma agência bancária e se formem aglomerações. Cerca de 100,7 mil candidatos pagaram as taxas, que variam de R$ 23,61 (para candidatos a recenseador) a R$ 35,80 (para agente censitário).

O Censo é feito, regularmente, a cada década, a fim de se conhecer, por meio de pesquisas no próprio domicílio, a realidade da população brasileira.

Agência Brasil

 

 

Rivais de Madri, Barcelona e “intruso” formam seleção mais cara da La Liga

Somente um jogador não vem de Atlético, Real ou Barça; confira os 11 ideais

O Campeonato Espanhol vive uma de suas temporadas mais equilibradas. Sim, a briga pelo título continua concentrada em Real Madrid e Barcelona, mas há um pelotão com vários times brigando pelas vagas na Liga dos Campeões e na Liga Europa. Com mais equipes em evidência, a expectativa é de que novos jogadores se destaquem e ganhem projeção nacional.

Bom, pelo menos no que diz respeito a valores de mercado, ainda há uma concentração de jogadores valiosos em Real Madrid, Atlético de Madrid e Barcelona. Com exceção a um atleta do Valencia, é o trio mais rico do país responsável por emplacar 10 jogadores no time mais caro do Campeonato Espanhol.

Tem ideia de quem são os 11 atletas mas caros que atuam na Espanha? Confira na matéria abaixo preparada pelo Betsul e veja quantos nomes acertou!

Jan Oblak (Atlético de Madrid) – 100 milhões de euros

Nada de Ter Stegen ou Courtois, quem defende a meta da seleção da La Liga é Jan Oblak, do Atlético de Madrid. O esloveno chegou ao time de Diego Simeone como uma aposta, se firmou como titular e se transformou em um dos maiores da posição no mundo. Sempre lembrado por operar milagres, Oblak é um dos responsáveis por fazer com que o Atleti tenha um sistema defensivo invejável.

Raphaël Varane (Real Madrid) – 80 milhões de euros

Segundo zagueiro mais caro do mundo, o francês Varane só perde para Van Dijk, do Liverpool. No Real Madrid desde os 18 anos, o defensor se firmou nos merengues depois de mostrar muita velocidade, imposição física e técnica, qualidades que o diferenciam de boa parte dos “xerifões” que encontramos por aí.

José Giménez (Atlético de Madrid) – 70 milhões de euros

Por falar em xerife, José Giménez é um desses exemplos. Se o uruguaio não é tão técnico quanto o seu companheiro de zaga nesta seleção do Espanhol, não podemos deixar de dizer que sobra raça e entrega do defensor. Se tem alguém que pode resumir a alma do futebol do Uruguai, essa pessoa é Giménez, que ao lado de Godin fez uma dupla memorável no Atlético de Madrid.

Dani Carvajal (Real Madrid) / Sergi Roberto (Barcelona) – 50 milhões de euros

As pessoas podem até não gostar de Dani Carvajal e Sergi Roberto, mas a verdade é que ambos são homens de confiança no Real Madrid e no Barcelona, respectivamente. Enquanto nos merengues o lateral-direito faz falta quando não pode atuar, mostrando que se está ruim com ele, é pior sem ele, no Barça, Sergi Roberto parece ser o único que se encaixa perfeitamente no estilo de jogo que os catalães querem propor.

José Gayà (Valencia) – 50 milhões de euros

Chegamos ao “intruso” da lista. E não é para menos, já que José Gayà é peça fundamental de um Valencia que há anos vem tentando voltar aos tempos de glória de anos atrás. Com apenas 24 anos, o jovem lateral-esquerdo ainda tem muito a evoluir e pode se tornar um atleta ainda mais importante para o seu time atual.

Casemiro (Real Madrid) – 80 milhões de euros

Responsável por proteger a defesa, Casemiro dispensa apresentações. Sob o comando de Zidane, o brasileiro se tornou um exemplo na posição por sua excelente saída de bola e por seus botes precisos, que permitem ao Real Madrid se expor sem medo de que nos contra-ataques não tenha alguém para garantir que a equipe não leve gol.

Frenkie de Jong (Barcelona) – 90 milhões de euros

Com um futebol vistoso aparece Frenkie de Jong, do Barcelona. Recém-chegado ao clube após temporada fantástica no Ajax, o meia segue mostrando muita técnica e habilidade com as cores dos catalães e faz jus à posição que conquistou na seleção da La Liga. Neste time, ele divide com o próximo jogador a função de municiar os atacantes.

Saúl Ñíguez (Atlético de Madrid) – 90 milhões de euros

Cria do Atlético de Madrid, Saúl é um dos grandes nomes de sua geração. Habilidade, boa finalização, excelentes passes e visão de jogo e bem na marcação, o espanhol é um meio-campista completo e fundamental para a equipe de Simeone há várias temporadas.

Lionel Messi (Barcelona) – 140 milhões de euros

Apenas seis vezes eleito o melhor jogador do mundo. Lionel Messi pode não estar em sua melhor temporada, longe disso, mas ainda assim entrega demais no Barcelona, que não estaria disputando o título espanhol não fosse as apresentações individuais do argentino que sempre resolve. Mais caro deste time, o camisa 10 é quem inaugura o ataque da seleção da La Liga.

Antoine Griezmann (Barcelona) – 120 milhões de euros

Parceiro de Messi no Barcelona, Antoine Griezmann é mais um do time catalão na lista. Fosse pelo futebol apresentado no Barça e o francês não estaria no time, mas a história do atacante no futebol espanhol deve ser reconhecida. Afinal, foi ele o grande responsável por levar o Atlético de Madrid a um vice-campeonato da Champions League.

João Félix (Atlético de Madrid) – 90 milhões de euros

Contratado para substituir Antoine Griezmann no Atlético de Madrid, João Félix demorou pouco para mostrar que o investimento feito pelos colchoneros valeu a pena. Grande nome do Atleti na temporada, o português é uma jovem promessa que ainda deve render muitos bons frutos para o time da capital.

 

Fonte: Betsul

 

 

Seleção do IBGE para Censo com 63 vagas na PB é suspensa devido ao novo coronavírus

O processo seletivo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para contratação de pessoal para realização do Censo Demográfico, com 63 vagas na Paraíba, foi suspenso nesta terça-feira (17). A medida foi tomada para evitar possíveis infecções e o avanço de contaminação com o novo coronavírus.

Segundo o IBGE, a determinação leva em consideração a natureza de coleta da pesquisa, domiciliar e predominantemente presencial, com estimativa de visitas de mais de 180 mil recenseadores a cerca de 71 milhões de domicílios em todo o território nacional.

Os candidatos que já efetuaram o pagamento de inscrição serão reembolsados conforme orientações que ainda serão publicadas pelo órgão. Em todo o país, estavam disponíveis 2.658 vagas para cargos de nível médio. Na Paraíba, as 63 vagas estavam distribuídas em 31 cidades.

A medida considera também a impossibilidade de realização, em tempo hábil, de toda a cadeia de treinamentos para a operação censitária, que teria a primeira etapa prevista para iniciar em abril de 2020, de forma centralizada, e posteriormente replicada em polos regionais e locais até o mês de julho.

Com a determinação, o próximo Censo terá como data de referência 31 de julho de 2021. A coleta será realizada entre 1º de agosto e 31 de outubro de 2021.

No estado, foram oferecidas 30 vagas para agente censitário operacional, em João Pessoa, e 33 vagas para coordenador censitário subárea, para 31 cidades.

Para o cargo de coordenador, estavam previstas vagas para as cidades de Areia, Bananeiras, Barra de Santa Rosa, Belém, Boqueirão, Cajazeiras, Campina Grande, Catolé do Rocha, Conceição, Esperança, Guarabira, Ingá, Itabaiana, João Pessoa, Lagoa Seca, Mamanguape, Patos, Pedras de Fogo, Picuí, Princesa Isabel, Queimadas, Santa Luzia, Santa Rita, São Bento, Sapé, Serra Branca, Solânea, Sousa, Sumé, Teixeira e Uiraúna.

G1

 

Governo do Estado divulga editais de seleção de profissionais para o Paraibatec

A Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia divulgou, no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (21), editais para seleção de profissionais bolsistas do programa Paraibatec. As inscrições podem ser feitas até o dia 1º de março no endereço bit.ly/pbtec.

Para os professores do programa, os valores pagos pela hora-aula são de R$ 21 para profissionais com títulos de graduação/licenciatura/bacharelado/tecnólogo/técnico; R$ 30 para profissionais com especialização; R$ 35 para profissionais com mestrado e R4 42 para profissionais com doutorado. As vagas são para as áreas de Segurança Pública e Administração ou Gestão Pública.

Também há vagas para Supervisor de Unidade de Ensino e Apoio de Unidade Ensino. A bolsa é de R$ 22 por hora de trabalho para supervisor e R$ 15 por hora para apoio. Para os dois cargos, exige-se curso superior completo. A carga é de até 20 horas de trabalho semanais e o local de atuação é o Lyceu Paraibano, em João Pessoa.

O edital de seleção de professor bolsista pode ser visto a partir da página 9 do DOE, enquanto o edital para os outros profissionais pode ser encontrado a partir da página 12.

 

clickpb

 

 

Governo do Estado divulga edital para seleção de professores

O Governo do Estado publicou neste sábado (10) edital para seleção de professores formadores sob contratação temporária para atuação na Escola de Serviço Público do Estado (Espep).

As inscrições são gratuitas, começam na próxima terça-feira (13) e se estendem até 23 de agosto no site www.portaldacidadania.pb.gov.brVeja aqui o edital, a partir da página 14 do Diário Oficial do Estado (DOE).

Serão nove professores selecionados para cursos de Pedagogia Social, Rede de Proteção no Âmbito das Políticas Públicas e Acompanhamento Familiar e Trabalho Social com Família na Socioeducação, na modalidade presencial da Espep.

Serão ministrados cursos, workshops, seminários, palestras, oficinas, minicursos entre outras atividades de formação propostas pela Espep/FDRH na modalidade presencial, semipresencial e educação a distância.

O processo de seleção ocorrerá nas seguintes etapas:

– Inscrição

– Homologação das inscrições

– Avaliação dos títulos e da experiência profissional

– Resultado preliminar

– Recursos dos (as) candidatos(as)

– Resultado final

Os valores serão pagos por hora/aula de acordo com a titulação, conforme tabela abaixo:

TITULAÇÃO  REMUNERAÇÃO POR HORA AULA
DOUTORADO R$ 140,00
MESTRADO R$ 120,00
ESPECIALIZAÇÃO R$ 100,00
GRADUAÇÃO R$ 80,00

 

O resultado final será publicado no dia 11 de setembro, no Diário Oficial do Estado e disponibilizado nos sites www.espep.pb.gov.br e www.portaldacidadania.pb.gov.brobedecendo a ordem rigorosa de classificação, não se admitindo recurso desse resultado.

 

portalcorreio

 

 

Divulgado edital de seleção da prefeitura de Borborema, PB

Foi divulgado o edital da seleção para a Prefeitura de Borborema, no Agreste paraibano, que oferece nove vagas em cargos de níveis fundamental e superior. Os salários variam de R$ 1.250 a R$ 1,9 mil e as inscrições abrem no dia 7 de agosto.

De acordo com o edital, todos os cargos oferecem apenas uma vaga. Os cargos de fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista, psicólogo e terapeuta ocupacional são os que oferecem maior salário.

Além destes cargos, também há vagas para agente de combate às endemias, educador físico, enfermeiro e médico.

As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet, no site da organizadora, das 10h do dia 7 de agosto às 23h59 do dia 4 de setembro. A taxa de inscrição custa R$ 65 para cargos de nível fundamental e R$ 105 para cargos de nível superior.

As provas estão previstas para acontecer no dia 20 de outubro.

Seleção da Prefeitura de Borborema

 

G1

 

 

Ex-capitão da seleção, Cafu enfrenta dívidas milionárias

O ex-jogador Cafu, 49, enfrenta dívidas de várias espécies e perdeu, no Tribunal de Justiça, cinco imóveis em pagamentos para cobrir empréstimos milionários. Além desses bens, outros 15 imóveis no nome dele e no nome de sua esposa, Regina, estão penhorados por dívidas da Capi-Penta International Player, empresa, constituída em 2004 para gerenciar carreira de atletas, pertence ao casal.

A companhia é cobrada por empréstimos que vão de R$ 1,1 milhão a R$ 6 milhões.

“É um problema particular meu. Posso dar meus imóveis, meu carro, minha casa, posso dar o que quiser como pagamento de dívida”, afirmou Cafu à Folha de S.Paulo.

Todos os bens foram adquiridos enquanto Cafu jogava futebol. Há pelo menos 32 imóveis. São apartamentos de 55 a 293 metros quadrados em São Paulo e Alphaville, em Barueri, uma casa, com mais de 2.000 metros quadrados, outra no litoral paulista, de 1.080 metros quadrados, e terrenos no interior. Um deles, em Mairinque, tem 38 mil metros quadrados.

Cafu fez seu último jogo como atleta profissional em 2008, no Milan. Ele estreou no futebol no São Paulo de Telê Santana, depois de ter sido reprovado em nove peneiras. Bicampeão mundial no clube paulista, vestiu ainda as camisas do Juventude, Palmeiras e Roma. Ele é o atleta que mais jogou na seleção brasileira, com 149 partidas, e esteve em três finais seguidas da Copa–1994, 1998 e 2002.

A Capi Penta é réu em um processo movido pela Vob Cred, uma securitizadora que cobra R$ 5,275 milhões da empresa desde 2018.

A Vob baseia a cobrança numa escritura pública de confissão de dívida, com garantia hipotecária do terreno de 38 mil metros quadrados na cidade de Mairinque, adquirido por Cafu em 2005 por R$ 380 mil (R$ 793 mil atuais). Procurada, a empresa não respondeu à reportagem.

Em fevereiro deste ano, o juiz Bruno Paes Straforini, da 1ª Vara Cível de Barueri, determinou o bloqueio do imóvel deste terreno e de mais 14 imóveis no nome de Cafu e Regina.

Os bloqueios também são frutos de cobranças em ações movidas por Valentim Osmar Barbizan, diretor-administrativo da Vob Cred, no valor de R$ 2,691 milhões, e pelo banco ABC Brasil, no valor de R$ 1 milhão. Nessa última, a instituição financeira alerta a Justiça das dívidas fiscais de Cafu que, segundo consta no processo, no final de 2017 já atingiam R$ 407 mil.

O ABC Brasil não foi o único que acusou Cafu de inadimplência. O Banco Industrial foi à Justiça por empréstimo de R$ 3,5 milhões. Como o ex-atleta não quitou a quantia até a data prometida, em julho de 2017, quatro meses após retirar o dinheiro, o ex-capitão da seleção passou a ser cobrado em R$ 6 milhões, com os juros contratuais e honorários.

Além dos imóveis penhorados e bloqueados, outros estão alienados em empréstimo feito por Cafu. A matrícula de dois imóveis, com área total de 1.080 metros próximos do mar em Peruíbe, estão alienados como garantia de uma dívida de R$ 1 milhão com o banco Santander. O ex-jogador terá que quitar esse valor com 96 parcelas mensais (até outubro de 2023) de R$ 23,1 mil cada. Cafu adquiriu os imóveis, em Peruíbe, em agosto de 2008 por R$ 1,4 milhão (R$ 2,9 milhões atuais).

A Fundação Cafu, no jardim Irene, em São Paulo, está inscrita na Dívida Ativa da União com R$ 857 mil. A Capi Penta está inscrita em R$ 598 mil e o próprio Cafu (pessoa física) está sendo cobrado em R$ 235 mil na dívida ativa.

Cafu atendeu a reportagem e disse que não iria falar sobre a sua situação financeira e nem sobre a Capi Penta, principal responsável pelas dívidas que penhoraram os imóveis.

O ex-capitão da seleção disse que falaria apenas sobre a Fundação Cafu. A instituição está com atividades suspensas enquanto, de acordo com Cafu, passa por um processo de “reformulação geral, em termos de projetos e de estatuto”.

“Está fechada por um planejamento, é óbvio que estamos com problemas financeiros [na Fundação]”, afirmou Cafu. “A Fundação custa R$ 150 mil por mês, e eu que tenho que mantê-la. Se você pesquisar nos últimos anos, as empresas deixaram de investir no terceiro setor. Estou batalhando para deixar nossa fundação em pé, mas isso requer alguns sacrifícios.”

Segundo o ex-atleta, a fundação oferece atividades como dança, balé, coral, bateria e informática. Os problemas na instituição se tornaram públicos em 2018, quando funcionários fizeram greve.

O ex-jogador rechaçou a palavra endividamento. “[Financeiramente] estou tranquilo, não posso deixar minhas 950 crianças na rua, porque se eu parar tudo o que estou fazendo hoje, levo minha vida tranquilo. Mas não quero isso”, disse o ex-jogador.

Sem jogar, Cafu segue envolvido com o futebol. Ele foi um dos membros do Comitê Organizador Local da Copa América. Em junho, foi anunciado pelo Comitê Organizador da Copa de 2022, no Qatar, como o embaixador no Brasil.

 

Carlos Petrocilo e Diego Garcia/Folhapress

 

 

Seleção do IBGE para Censo 2020 abre inscrições com vagas na PB

Estão abertas a partir desta segunda-feira (8) as inscrições no processo seletivo para contratação temporária de pessoal para realização do Censo Demográfico 2020 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em todo o país, estão disponíveis 400 vagas, sendo oito na Paraíba, em João Pessoa.

De acordo com o edital, as inscrições devem ser feitas até 23 de julho, no site da organizadora. A taxa de inscrição custa R$ 64. A seleção é para o cargo de analista censitário, uma função de nível superior cujo ocupante pode desempenhar diversas atribuições, de acordo com a área de conhecimento.

As vagas na Paraíba são para as seguintes áreas:

  • Análise socioeconômica (1 vaga)
  • Ciências contábeis (1 vaga)
  • Geoprocessamento (1 vaga)
  • Gestão e infraestrutura (3 vagas)
  • Jornalismo (1 vaga)
  • Métodos quantitativos (1 vaga)

A remuneração para todas as áreas é de R$ 4,2 mil, para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. A previsão de duração do contrato é de até 12 meses.

As provas objetivas estão previstas para acontecer no dia 1º de setembro e o resultado do certame deve ser divulgado no dia 26 de setembro. A partir do dia 27 do mesmo mês os aprovados devem começar a ser convocados.

Seleção do IBGE para o Censo 2020

 

 

G1

 

 

Seleção para contratação de Facilitadores das oficinas do SCFV tem início nesta segunda em Bananeiras

editalO edital lançado nesta sexta-feira (24) pela Prefeitura de Bananeiras através da Secretaria de Desenvolvimento Social visa selecionar Facilitadores das Oficinas do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV.

Os profissionais terão remuneração que variam entre R$ 702,75 e R$ 937.00, dependendo da função a exercer por quatro meses podendo ser renovado pelo igual período.

São oferecidas vagas para: Educador Social, facilitador das modalidades jiu jitsu, capoeira, esportes, violão, percussão e técnica vocal.

As inscrições estarão abertas de 27 a 31 de março, no prédio do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (antigo Peti) nos horários de 8h às 11h e das 14 às 17h. Os documentos necessários para a inscrição são: CPF, RG, Diploma de graduação escolar, curriculum vitae, certificados e ou declarações correspondentes com a vaga de interesse.

O edital está disponível no link: http://www.bananeiras.pb.gov.br/jornal-oficial-24-03-2017/

Ascom – PMB 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br