Arquivo da tag: Schumacher

Após sair do coma, Schumacher fica paralisado e numa cadeira de rodas

schumacherO ex-piloto francês Philippe Streiff, de 59 anos, disse em entrevista à rádio Europe 1, nesta quarta-feira, que o heptacampeão de F1, o alemão Michael Schumacher, está paralisado. “Schumacher está melhor, mas isso é relativo. Ele não fala, está paralisado e em uma cadeira de rodas. Ele tem problemas de memória e de fala”, disse o francês, que ficou paraplégico após sofrer um acidente durante um teste da F1 em Jacarepaguá, há 25 anos.

Schumacher, de 45 anos, se acidentou no dia 29 de dezembro de 2013, enquanto esquiava nos Alpes Franceses com a família e amigos. Na parte de fora da pista, o alemão caiu e bateu a cabeça em uma pedra. Da estação de Méribel, ele foi transportado para o Centro Hospitalar de Grénoble, onde recebeu a visita de Streiff. Na época, o ex-piloto francês declarou que Schumacher teria grande chance de ficar paralítico e com problemas para se comunicar.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

No início de setembro, Schumacher apresentou um quadro de saúde mais estável e segue em tratamento em sua mansão na Suíça. O último contato da família foi feito dia 13 de novembro, quando postou uma mensagem no site do piloto, agradecendo pelo apoio dos fãs.

180 Graus

Boletim indica Schumacher ainda em coma induzido e em estado crítico e estável

DIVULGAÇÃO/FERRARI
DIVULGAÇÃO/FERRARI

O Hospital de Grenoble, onde Michael Schumacher está internado há oito dias, divulgou um novo boletim médico sobre o caso do alemão. Segundo a equipe que trata o heptacampeão mundial de Fórmula 1, em coma induzido desde o último domingo, ele segue em estado crítico e estável.

“O estado clínico de Michael Schumacher é estável e constantemente monitorado pelos médicos que o tratam. No entanto, a equipe médica responsável ressalta que não parará de considerar sua condição como crítica”, diz a nota emitida pelo Hospital de Grenoble.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O documento afirma ainda que não há previsões para entrevistas coletivas e pede que apenas as informações oficiais liberadas pelo hospital ou pela empresária do alemão sejam levadas em consideração.

Schumacher sofreu um acidente no último domingo, enquanto esquiava na Estação de Méribel, na França. Ele bateu a cabeça contra uma rocha, foi atendido consciente no local e depois levado de helicóptero ao Hospital de Grenoble, onde está, desde então, em coma induzido. Até agora, ele já passou por duas cirurgias, que visam a aliviar a pressão intracraniana.

Durante o período de internação, o maior campeão da história da Fórmula 1 completou 45 anos de idade. Do lado de fora do Hospital de Grenoble, fãs do piloto e da Ferrari fazem vigília por sua recuperação.

Schumacher teria sofrido o acidente quando saiu da pista de esqui para ajudar uma criança, filha de um amigo. Ele também estava na companhia de seu filho de 14 anos, já interrogado pela polícia. A câmera de vídeo acoplada ao capacete do heptacampeão da F-1 também foi entregue às autoridades.

 

iG

Schumacher completa 45 anos lutando para viver; fãs fazem vigília em hospital

Charles Platiau/Reuters
Charles Platiau/Reuters

Michael Schumacher completa 45 anos nesta sexta-feira, mas o clima não é de festa, e sim de torcida. Internado em estado grave desde o último domingo em Grenoble, na França, após chocar-se com uma rocha quando esquiava ao lado do filho Mick, o ex-piloto alemão luta pela vida.

Schumacher já passou por duas cirurgias para amenizar o traumatismo craniano e os hematomas internos formados após o impacto. Em coma induzido, com o estado de saúde estável, porém grave, a equipe médica do Hospital Universitário de Grenoble optou por divulgar novos boletins apenas quando houver alterações significativas.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Além de parentes, o ex-piloto tem recebido a visita de amigos, como Jean Todt, presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e com quem formou uma parceria vencedora de cinco títulos na Fórmula 1 com a Ferrari. A escuderia italiana, aliás, além das homenagens que já vem fazendo, vai promover nesta sexta, em frente ao hospital, uma vigília com fãs para um ato silencioso em homenagem a Schumacher.

Curiosamente, o gesto da Ferrari com os fãs afronta um pedido da família, que pediu privacidade, e da direção do hospital, que tem reclamado da aglomeração de pessoas e jornalistas no local, o que atrapalha o acesso ao pronto-socorro.

Maior campeão da Fórmula 1, com sete títulos (dois pela Benetton e cinco pela Ferrari), Schumacher tornou-se um ícone do esporte. Detém, entre outras marcas, o recorde de vitórias (91) e poles (68) da categoria. Após se aposentar em 2006, voltou às pistas em 2010, pela equipe Mercedes. Correu mais três temporadas, mas sem o mesmo sucesso que definiu sua carreira, indo ao pódio apenas uma vez, no GP da Europa de 2012.

 

iG

Estado de Schumacher piora, e franceses falam em risco de morte

Foto: Ricardo Moraes / Reuters
Foto: Ricardo Moraes / Reuters

O estado de saúde do ex-piloto alemão Michael Schumacher, que sofreu um grave acidente de esqui na manhã deste domingo, nos Alpes Franceses, se deteriorou com o decorrer do dia, de acordo com o jornal francês Le Dauphine.

 

A informação é de que o heptacampeão mundial da Fórmula 1 corre risco de morte, ao contrário dos relatos anteriores de que o traumatismo na cabeça, apesar de bastante sério, não inspirava possibilidade de óbito.

 

A instituição hospitalar de Grenoble, onde o alemão está internado, ainda se recusa a dar informações detalhadas sobre a condição de saúde do eterno ídolo da Ferrari. O diretor do hospital, Jean-Marc Grenier, afirmou que a entrevista coletiva de imprensa, prevista anteriormente, não ocorrerá mais. Ainda de acordo com o diário Le Dauphine, a assessoria do ex-piloto se manifestará nas próximas horas por intermédio de um comunicado.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O movimento foi intenso no hospital durante o dia. Após o relato sobre a grave queda, fãs e jornalistas foram para a porta em busca de informações. Além disso, o médico Gérard Saillant, diretor do instituto do cérebro e da medula espinhal, também se fez presente ao local.

 

Saillant é bem próximo de Schumacher. Ele, inclusive, realizou uma cirurgia na perna do alemão em 1999. O médico é um dos mais eminentes especialistas em medicina esportiva do mundo, tendo operado o ex-atacante brasileiro Ronaldo em uma das lesões no joelho que ele teve.

 

Mais cedo, em contato com a agência AP, a empresária de Schumacher, Sabine Kehm, disse que o alemão estava em uma viagem privada para esquiar. Ela ainda afirmou que o alemão não estava sozinho, mas pediu paciência por não poder dar informação precisa sobre o estado de saúde dele.

 

A AP apurou com autoridades francesas que o ferimento na cabeça é “relativamente sério” – a gravidade teria aumentado com o passar das horas.

 

Entenda o acidente
À rádio francesa RMC, o diretor da estação de esqui Christophe Gernignon-Lecomte confirmou o acidente. De acordo com ele, o alemão, que tem um chalé na estação onde se acidentou, bateu a cabeça em uma rocha fora da pista às 11h07 (horário local) e o resgate respondeu rapidamente, às 11h15 – ele foi levado ao hospital de helicóptero. O diretor ainda afirmou que a polícia já conduz investigações para descobrir a causa da queda.

Piloto alemão é experiente esquiador - na foto, esquia em 2005 Foto: Reuters
Piloto alemão é experiente esquiador – na foto, esquia em 2005
Foto: Reuters

 

Segundo o diretor, em entrevista à RMC, o alemão, que utilizava um capacete no momento do choque, estava consciente durante o transporte ao hospital, mas muito abalado e agitado.

 

A mesma rádio falou com o chefe da polícia de alta montanha, que explicou que o heptacampeão foi inicialmente levado ao hospital de Moutiers, mas acabou transferido às 12h45 local a Grenoble pela lesão ser mais séria do que se imaginava.

 

De acordo com relatórios preliminares, a queda foi causada por uma falha técnica. Ainda segundo o chefe da polícia, o acidente de Schumacher, que completará 45 anos no próximo dia 3 de janeiro, ocorreu no cruzamento das faixas “azul” e “vermelha” da estação de Méribel.

 

Terra