Arquivo da tag: Santuário

Deputado Chió inicia peregrinação de 18 dias e 500 km até o Santuário de Padre Cícero no Ceará

O deputado estadual Chió  iniciou desde o dia 9 de janeiro uma peregrinação por diversas cidades da Paraíba e do Ceará até chegar ao seu destino final que é o Santuário de Padre Cícero, em Juazeiro. O parlamentar que é adepto desde jovem as maratonas de rua e já realizou diversas campanhas de corrida nas cidades do interior do estado resolveu mudar o rumo dos treinos e aliar a atividade física com a fé que possui em ‘Padim Ciço’.

Segundo o deputado, o percurso vem sendo feito ao lado de seus velhos amigos e já dura sete dias. Ao todo serão 18 dias de caminhada a pé, cruzando 19 cidades, 2 Estados e mais de 500 km.

Além de celebrar o seu aniversário, no último dia 12 de janeiro andando a pé pelas estradas e ruas dos municípios, a peregrinação, segundo ele, também é uma forma de dialogar com a população desses locais.

O parlamentar ainda reforça que o movimento se concretiza dentro de um anseio espiritual. “Em penitência e ação de graças a todas as bençãos recebidas. Saímos do Santuário de Padre Ibiapina, localizado entre Solânea e Arara. Rogo a Deus que nos abençoe e nos dê forças em todo caminho. Levo comigo as preces e as intercessões de cada um de vocês”, comentou.

Acompanhe a jornada do peregrino no seu perfil no instagram.

 

 

clickpb

 

 

Devotos participam da 1ª Romaria de Nossa Senhora Aparecida no Santuário Frei Damião

romariaNa manhã deste domingo, 16, o Santuário Memorial Frei Damião,  promoveu a 1ª Romaria de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil.

Carros, motos e fieis devotos participaram do evento que terminou com a celebração da Missa do Romeiro presidida pelo padre José Renato, Reitor do Santuário Memorial Frei Damião.

A réplica da imagem do Santuário Nacional de Aparecida, em São Paulo, foi trazida em procissão acompanhada de cantos e orações.

O padre Renato avaliou que o evento foi um sucesso e deve ser mantido no calendário de atividades do Santuário.

“Frei Damião era muito devoto de Nossa Senhora, Mãe de Jesus e nossa, por isso, esta iniciativa é de muito júbilo para todos nós. Estamos pensando em construir um espaço específico para a devoção Mariana no Santuário”, revelou o padre Renato.

Rafael San

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Mais de 132 mil pessoas já passaram pelo Santuário Nacional de Aparecida

Eduardo Saraiva/A2IMG
Eduardo Saraiva/A2IMG

Pelo menos 132 mil pessoas estiveram no Santuário Nacional de Aparecida, no Vale do Paraíba, em São Paulo, até o horário das 13h desta quarta-feira (12), feriado nacional da padroeira do Brasil.

A contagem parcial de peregrinos foi divulgada pela assessoria de imprensa do santuário. Desta forma, deve ser superada a previsão inicial de que 167 mil devotos passassem pelo local durante todo o dia de celebração. No ano passado, 151 mil pessoas passaram pelo santuário. A contagem final de devotos neste ano só deverá ser divulgada às 11h de quinta-feira (13).

Ao longo do dia, já foram realizadas seis missas –uma delas, a missa solene presidida por dom Raymundo Damasceno Assis, teve com lotação máxima, aproximadamente 30 mil pessoas.

A missa de encerramento será realizada às 19h, presidida pelo reitor do santuário, João Batista. Antes haverá a procissão com a imagem de Nossa Senhora de Aparecida, que deve percorrer 1km das ruas da cidade até voltar à igreja.

Para a partir das 21h, estão programados shows de Renato Teixeira, Gino e Geno, Rio Negro e Solimões e o cantor Rick Sollo.

Leonardo Benassatto/Futura Press/Futura Press/Estadão Conteúdo

Fieis rezam no Salão das Velas, um dos pontos de grande visitação na Basília Nacional de Aparecida

Não há espaço para circulação dentro do templo, corredores estão lotados e muita gente se aperta nas entradas para conseguir ao menos enxergar uma das centenas de telas que transmitem ao vivo a celebração.

Milhares de peregrinos estão utilizando o acostamento da rodovia Presidente Dutra como o principal acesso ao templo religioso. Na região do Vale do Paraíba o tráfego está carregado. Não há uma estimativa oficial do número de romeiros a pé que chegam a Aparecida.

Aloisio Mauricio/Fotoarena/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Fiéis rezam na Basílica de Nossa Senhora Aparecida nesta quarta-feira (12)

Segundo a assessoria de imprensa da Basílica, a previsão é que outubro supere um milhão de visitantes –como já ocorreu em 2015 com os 1.165 milhão de pessoas que passaram pelo santuário.

Dario Oliveira/Código19/Estadão Conteúdo

Peregrinos celebramo feriado no Santuário Nacional, na cidade de Aparecida, no interior de São Paulo

Para o ano que vem, são esperados números ainda maiores em função das comemorações dos 300 anos da descoberta da imagem da santa por três pescadores no rio Paraíba do Sul.

Luciano Claudino/Código19/Estadão Conteúdo

Fiéis participam de missa em frente à Catedral de Campinas, no interior de São Paulo, em homenagem ao dia de Nossa Senhora de Aparecida, na manhã desta quarta-feira (12)

Na capital paulista, o feriado da padroeira é celebrado com uma missa solene no Vale do Anhangabaú, na região central, presidida pelo cardeal Odilo Pedro Scherer, arcebispo metropolitano de São Paulo. (Com Estadão Conteúdo)

Marivaldo Oliveira/Código19/Estadão Conteúdo

Movimentação de fiéis na tradicional celebração do Dia de Nossa Senhora de Aparecida, a padroeira do Brasil, no Santuário Nacional, na cidade de Aparecida

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Beto do Brasil participa das homenagens ao Padre Ibiapina no Santuário de Santa Fé ao lado de autoridades do Estado e região do brejo

 

 

betoO Prefeito Beto do Brasil participou, na ultima quarta-feira (19), ao lado do vice-prefeito Kaiser Rocha, da celebração em homenagem aos 131 anos de morte do Padre Ibiapina. A celebração aconteceu no Santuário de Santa Fé, localizado município de Solânea. Mesmo sob forte chuva, milhares de fiéis participaram da missa campal, que foi presidida pelo bispo da diocese de Guarabira, Dom Lucena.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo o Prefeito Beto do Brasil, a homenagem dos fiéis ao padre Ibiapina, que ficou conhecido por Apóstolo do Nordeste, demonstra o respeito pela vida dedicada a fé , pois mesmo debaixo de forte chuva, compareceu ao santuário para conhecer o santo lugar( no caso daqueles que visitavam pela primeira vez) e agradecer pelas bênçãos recebidas. Isto sem contar que o momento era de renovação das esperanças de um município cada vez melhor , mais pacifico e justo, para os filhos e filhas solanenses. Beto destacou ainda o trabalho missionário e a dedicação que o padre Ibiapina tinha com os mais humildes.

O vice-prefeito Kaiser Rocha também presente no evento, ressaltou a importância do padre Ibiapina em prol dos menos favorecidos. “O padre Ibiapina disponibilizou um trabalho importantíssimo, auxiliando os mais necessitados. As homenagens a este, que tanto fez pelo povo de nossa região demonstram a gratidão de nossa gente”, ressaltou Kaiser Rocha.

O evento contou com as presenças do Governador Ricardo Coutinho, o vice-governador Rômulo Gouveia, prefeitos das cidades circunvizinhas, tais como, o Prefeito de Arara Heraldo Pereira, o Prefeito de Casserengue Carlos Francisco(Carlinhos), dentre outros. Alem destes, participaram também, vereadores, secretários e outros componentes da administração solanense.

 

 

 

 

Fonte : Assessoria de Comunicação

Santuário Nacional inicia novena da Padroeira do Brasil, bispos marcam presença

missa-de-abertura-novena-henrique-ribeiro-3 640x454Teve início no último da 3 a novena de Nossa Senhora Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil. O Santuário Nacional, em Aparecida (SP) realiza, até o próximo dia 12, extensa programação com celebrações de missas e novenas, acolhendo devotos e meditando o tema “Com a Mãe Aparecida, seguimos Jesus, nossa luz”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com o prefeito de Igreja do Santuário Nacional, Irmão João Batista de Viveiros, a temática segue a meditação dos mistérios do Rosário, iniciada no ano passado. Em entrevista ao Portal A12, ele explicou a reflexão deste ano de 2014. “Nesse processo, queremos contemplar a vida de Jesus. O terço é uma oração mariana, mas é Cristocêntrica também. Por isso vamos refletir sobre a vida, a missão e a pessoa de Jesus. Consequente, vamos refletir sobre a nossa missão na Igreja, em função dos Mistérios da Luz”, esclareceu.

Programação

São diversos horários de missas no Santuário Nacional. As novenas são celebradas em dois horários: às 15h, presidida pelos Missionários Redentoristas, e às 19h, sob a presidência dos bispos. Mais de 1.600 colaboradores atuam nestes dias no acolhimento dos devotos, com o reforço de diversos voluntários, 400 apenas para as coreografias.

Durante a novena e Festa da Padroeira, os fiéis são convidados a realizar um gesto concreto, com a oferta de itens de alimentação e higiene que são doados às instituições sociais de Aparecida e região. A cada dia, é pedido um tipo de doação que os participantes entregam durante o ofertório das celebrações da novena.

A primeira novena, celebrada na tarde desta quinta-feira, 3 de outubro, foi presidida pelo Superior Provincial dos Redentoristas de Goiás, padre Fábio Bento da Costa. A novena solene da noite será presidida pelo bispo auxiliar de São Paulo, dom Sérgio de Deus Borges.

No dia 12 de outubro, o Santuário Nacional estará em comunhão com outros 10 Santuários marianos do Mundo, com a oração do Santo Terço, às 14h. Na ocasião, será veiculada uma mensagem do Santo Padre, o Papa Francisco.

Confira a agenda final da programação com a presença dos bispos na novena solene, às 19h:
10/10 – Dom Geraldo Lyrio Rocha, arcebispo de Mariana (MG)

11/10 – Dom Leonardo Steiner, bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário geral da CNBB

12/10 – Dia da Padroeira do Brasil
9h – Missa Solene da Festa, presidida pelo Cardeal Raymundo Damasceno Assis, arcebispo de Aparecida (SP) e presidente da CNBB

Fonte: CNBB

Padre Domingos Sávio, o novo reitor do Santuário Nacional de Aparecida

No dia 2 de fevereiro, o Missionário Redentorista, padre Domingos Sávio, tomará posse como novo reitor do Santuário Nacional de Aparecida, em substituição ao monsenhor José Darci Nicioli, recém-nomeado bispo auxiliar da arquidiocese de Aparecida.[bb]

Em recente entrevista ao Portal A12, padre Domingos Sávio falou da alegria de trabalhar no Santuário e, assim, poder realizar um sonho ainda dos tempos de quando iniciou os estudos no Seminário. Sobre as expectativas em relação aos trabalhos na reitoria, padre Domingos disse que “o mais importante é colocar Nossa Senhora na frente de todos os trabalhos do Santuário, acolher o romeiro com o coração e carinho de Nossa Senhora Aparecida e fazer de tudo para que todos possam encontrar Jesus e em Jesus o sentido de sua vida“.

Ainda sobre a nova missão, padre Domingos destacou que terá como objetivo “ajudar os romeiros a fazerem uma experiência de fé, seja no Santuário ou pelos meios de comunicação (rádio, TV e Portal), de forma que possam sentir o lado materno de Deus na Casa da Mãe”, disse.

Histórico

Padre Domingos Sávio da Silva, conhecido como padre Domingos, nasceu no dia 17 agosto de 1947, em Lorena. Ordenou-se diácono no dia 30 de novembro de 1974, aos 27 anos e foi ordenado padre no dia 29 de junho do ano seguinte, na Catedral de Lorena.

Formado bacharel em Filosofia pelo Instituto Redentorista de Estudos Superiores de São Paulo, e em Teologia, concluiu o mestrado em Sagrada Escritura pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma, na Itália. Neste mestrado, fez dois semestres na Universidade Hebraica de Jerusalém em Israel. É  também doutor em Ciências da Religião com concentração em Bíblia pela Universidade Metodista de São Paulo.

Já exerceu o cargo de pároco por um ano, de vigário paroquial por 3 anos, por outros 3 anos atuou nas atividades pastorais do Santuário Nacional, além de ter coordenado o Noviciado Redentorista da Província de São Paulo por 7 anos, e o Pré-Noviciado no mesmo local por outros 2 anos. Em 2012, retornou à pastoral do Santuário em Aparecida.[bb]

CNBB

Santuário de Santa Fé, na Paraíba, tem o primeiro memorial do Nordeste para vítimas do trânsito

 

Começou no último dia 18 e se encerra na terça (25) a Semana Nacional do Trânsito, proclamada pela Organização das Nações Unidas (ONU), que este ano tem como tema “Não Exceda a Velocidade, Preserve a Vida”.

Destacando este acontecimento, o padre José Floren, que é reitor do Santuário Padre Ibiapina, com sede em Santa Fé, na divisa Arara/Solânea (PB), informou na quinta-feira (20/9) que o local tem o primeiro memorial do Nordeste para vítimas do trânsito.

O religioso disponibilizou as fotos para a reportagem do FOCANDO A NOTÍCIA e lembrou que no Brasil morrem 143 pessoas por dia em decorrência de acidentes. “E as cruzes estão aumentando”, acrescentou.

O memorial apresentado pelo vigário retrata uma realidade preocupante. Matéria publicada no site do ministério dos Transportes revela que atualmente, no mundo, cerca de 2 milhões de pessoas morrem por ano vítimas da violência no trânsito, e o número de feridos é ainda mais alarmante.

Segundo o levantamento, os principais fatores que influenciam no crescimento da taxa de mortalidade no trânsito são a relação comportamento e segurança dos usuários e o excesso de velocidade.

O texto cita, ainda, que para tentar coibir esses delitos no Brasil, o Conselho Nacional de Transito (Contran) definiu como prioridade a necessidade de unir esforços intersetoriais, visando à redução dos acidentes de trânsito. “Assim, todos os órgãos do Sistema Nacional de Trânsito trabalharão focados em ações de conscientização nos estados e municípios brasileiros”, conclui.

 

Redação/Focando a Notícia

Missa dominical no Santuário Nacional de Aparecida lembra os 50 anos do Vaticano II

 

Dom Odilo Pedro Scherer, Cardeal Arcebispo de São Paulo, presidiu a celebração da Eucaristia para uma multidão de fiéis e para os mais de 300 bispos que participam da 50a. Assembleia Geral da CNBB que estavam presentes no Santuário Nacional de Aparecida (SP). A cidade recebeu nesse domingo, 22 de abril, cerca de 100 mil pessoas, segundo estimativa da Assessoria de Imprensa do Santuário.

A celebração marcou o início das homenagens pelo jubileu de 50 anos do início dos trabalhos do Concílio Vaticano II e a conclusão do retiro feito pelos bispos com a pregação de dom Paulo Mascarenhas Roxo, bispo emérito de Mogi das Cruzes (SP). O tema do retiro, em sintonia com com o assunto principal da assembleia geral, foi : “A Palavra de Deus na vida do bispo”. Iniciado no começo da tarde de ontem, sábado, 21 de abril, o retiro foi realizado nas dependências do Centro de Eventos Pe. Vítor Coelho de Almeida, próximo ao Santuário de Nossa Senhora Aparecida.

Logo após a saudação na missa, tomou a palavra dom José Mauro Ramalho, bispo emérito de Iguatu (CE). Ele é um dos oito bispos que participaram das sessões do Concílio e continuam presentes na vida da Igreja no Brasil. Em seu depoimento, dom Ramalho disse que foi nomeado bispo muito jovem, aos 36 anos de idade, e que o Vaticano II o “ensinou a ser bispo”. Na verdade, ele tomou posse de sua diocese dez meses antes do início dos trabalhos em Roma, em janeiro de 1962.

Na homilia, Dom Odilo, depois de se referir à liturgia da Palavra deste domingo que apresenta uma das aparições do Ressuscitado, lembrou que haverá uma série de atos para celebrar a memória dos 50 anos da realização daquele que foi um dos mais importantes fatos da história da Igreja nos últimos séculos. O Cardeal sublinhou que este tempo de comemorações é um tempo, antes de tudo, de ação de graças a Deus pelo bem representado pelo Concílio. É também tempo de rememorar, retomar os seus textos, seus documentos e suas intenções para com a Igreja.

Para dom Odilo, este tempo comemorativo é propício para que os mais jovens, aqueles que não tinham nascido na época da realização do Vaticano II, possam “viver” o Concílio. É tempo também de avaliar os reflexos que aquele encontro produziu na liturgia, no ecumenismo, no diálogo com a cultura, na defesa da pessoa e dos seus direitos inalienáveis.  Esta comemoração, concluiu Arcebispo de São Paulo, é oportuna para esse tempo “difícil, mas também promissor para a Igreja”.

Fonte: cnbb
Focando a Notícia