Arquivo da tag: sangue

ALPB derruba veto e homologa projeto de Tião Gomes que torna obrigatório testes da Covid-19 em doadores de sangue

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) derrubou o veto do governador João Azevêdo ao Projeto de Lei (PL) do deputado estadual Tião Gomes (Avante), que determina a realização de testes para detecção da Covid-19 em todos os doadores de sangue da Paraíba, durante a pandemia do novo coronavírus.

O veto ao projeto foi derrubado durante sessão remota da ALPB na última quarta-feira (23), onde a maioria dos parlamentares votou a favor do projeto que se tornará Lei provisória, a partir da publicação no Diário do Poder Legislativo.

Tião Gomes fez questão de agradecer aos colegas de parlamento por entenderem a importância do projeto e destacou que deverá ser implantado o mais rápido possível. O parlamentar explicou que os testes serão feitos após a doação do sangue.

“Através da nossa propositura, em até 48 horas após a entrada da amostra de sangue nos laboratórios dos Hemocentros os doadores receberão, de forma sigilosa, o resultado do teste. A ideia é que os doadores recebam por meio eletrônico esse resultados. Mesmo com todos os meios de controle nos Hemocentros, é fato que muitas pessoas possam portar a Covid-19 e estar assintomáticas, o que pode levar outras pessoas à contaminação por meio das gotículas de saliva ou por meio da doação de sangue”, pontuou.

De acordo com o PL, ficam os serviços públicos, filantrópicos ou privados de hemoterapia contratados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), no âmbito do Estado da Paraíba, obrigados a realizar teste de detecção da covid-19 em todas as amostras de sangue dos doadores. Caso o resultado do teste de detecção da covid-19 seja positivo, o doador será encaminhado à Secretaria de Saúde do município em que reside para o devido acompanhamento médico.

“A pandemia de Covid-19 não acabou, vimos recentemente dez municípios que receberam bandeira verde, regredindo para amarela. Com isso mudou a realidade sobre o número de doações realizadas nos hemocentros da Paraíba, sobretudo no âmbito dos doadores que podem estar infectados ou terem adquirido o novo Coronavírus e podem infectar outras pessoas de forma involuntária. Essa lei é justamente para que possamos proteger os pacientes que já estão internados por outras enfermidades”, ressalta Tião Gomes.

A iniciativa visa aumentar as hipóteses de testagem, que vem se mostrando como uma forma eficaz para a aplicação de medidas de prevenção ao contágio. Assim como também incentivar a doação de sangue através testagem de detecção para Covid-19.

Pois essa pandemia vem ocasionando a falta generalizada no estoque de todos os tipos de sangue e plaquetas em toda Paraíba.

 

WSCOM

 

 

Hemocentro da PB reforça campanha de doação de sangue no fim de ano

O Hemocentro da Paraíba reforça campanha de doação de sangue para manter seu estoque e renova o apelo aos doadores neste final de ano. A unidade necessita de todos os tipos sanguíneos, a fim de manter o estoque para atender a demanda imediata.

A intenção é sensibilizar a população da importância do ato de doar sangue regularmente e, ao mesmo tempo, formar um grupo de doadores fidelizados.

Devido a decretação de ponto facultativo nas repartições públicas nos dias 30 e 31 de dezembro, o Hemocentro funcionará excepcionalmente nesta segunda (30) e terça-feira (31), das 7h às 12h, para o atendimento aos candidatos à doação de sangue, sendo fechado na quarta-feira (1° de janeiro). As atividades normais serão retomadas na quinta-feira (2).

Vale lembrar que, apesar dos horários especiais para o atendimento a candidatos à doação, o setor de distribuição de hemocomponentes para as unidades de saúde permanece funcionando sem interrupções, 24 horas por dia, atendendo as solicitações das unidades de saúde.

Após os eventos festivos de final de ano, o Hemocentro seguirá funcionando de segunda a sexta, das 7h às 17h30 e aos sábados das 7h às 12h.

Para doar sangue é preciso apresentar documento de identidade com foto, ter boas condições de saúde, peso superior a 50 kg, idade entre 16 e 69 anos, estar alimentado e não ter ingerido alimentos gordurosos nas últimas três horas nem bebida alcóolica nas últimas 12h.

Menores de 18 anos devem comparecer com o responsável legal. O intervalo entre uma doação e outra é de 60 dias para homens e 90 dias para mulheres.

PB Agora

 

 

Doar sangue pode reduzir risco de doenças cardíacas e até câncer

Doar sangue faz bem! Sim, além de salvar vidas, o ato promove uma série de benefícios à saúde do doador, que vão desde a redução de risco de doenças cardíacas e de alguns tipos de câncer à satisfação em promover uma boa ação. O médico João Rodolfo ressalta os benefícios dessa atitude, que já foi cercada de mitos e que hoje é um procedimento simples, seguro e indolor.

Ele explica que existem estudos que comprovam que a doação de sangue reduz a viscosidade do sangue, permitindo assim, que os doadores sejam menos propensos a desenvolver doenças do coração. Sem falar que, segundo ele, o processo funciona como uma espécie de ‘limpeza sanguínea’.

“O nosso sangue é produzido na medula e renovado a cada três, quatro meses. Nesse processo, de uma forma bem simbólica, é como se dentro desse período o sangue fosse para o lixo; a doação de sangue é pegar algo que é nosso, que leigamente vai para o lixo e ajudar pessoas. Um processo simples, seguro e indolor”, afirmou João Rodolfo que é diretor-geral, médico e intensivista do Hospital Geral do Hapvida, em João Pessoa.

A doação também colabora com a redução de certos tipos de câncer. “Já houve a comprovação que a doação sanguínea promove a redução de alguns tipos de câncer pela redução oxidativos. Com a doação há uma renovação das células, com isso, as células velhas são renovadas”, ressaltou João Rodolfo.

Outro benefício, conforme explicou o médico, é a possibilidade de fazer uma espécie de mini-checkup, já que o doador precisa ser submetido a uma bateria de exames para identificação de possíveis doenças infecto-contagiosas, a exemplo de AIDS, Sífilis, Doença de Chagas, contato prévio com hepatite B e C e vírus HTLV., permitindo que o voluntário esteja mais atento à saúde.

“Sem falar na satisfação de promover o bem: o sentimento de poder ajudar de uma a quatro pessoas com uma única doação. Não existe outra forma de salvar a vida de quem precisa de doação se não for doando. Dessa forma, é possível ter uma satisfação, fortalecer a autoestima e ter a sensação de felicidade”, destacou.

Junho Vermelho

João Rodolfo ainda aproveitou para lembrar que este mês é dedicado a campanha de doação de sangue, no movimento que foi denominado de Junho Vermelho. Ele elogiou a iniciativa e disse que no Nordeste a data é ainda mais importante por causa dos festejos juninos, que acabam levando a um aumento na quantidade de feridos, o que consequentemente, faz que mais pessoas precisem de sangue.

“Esclarecer a importância da doação é o principal caminho. É preciso levar informação clara e objetiva sobre a doação para combater as ‘Fake News’, que muitas vezes afastam os doadores. “Uma única doação de sangue é capaz de salvar quatro vidas. Além disso, para quem doa há o benefício de poder ajudar quem não tem outra opção para saúde para seguir com a vida”, reforçou.

 

portalcorreio

 

 

Cientistas testam exame de sangue capaz de ‘prever’ metástase do câncer de mama

Vários centros no mundo estão pesquisando testes que se baseiam nas chamadas “Células Circulantes de Tumor” (CTC, na sigla em inglês) (Foto: Pennsylvania State University/Creative Commons )

Pesquisadores do Houston Methodist Hospital, nos Estados Unidos, estão testando exame de sangue capaz de detectar com antecedência se células do câncer de mama tendem a se disseminar para o cérebro.

O teste se baseia na detecção de uma espécie de “assinatura genética” de células de tumores metastáticos — o que permite diferenciá-las de outras estruturas do tumor, mais antigas.

O exame é particularmente importante, apontam os cientistas, porque cerca de 20% dos cânceres de mama vão sofrer metástase para o cérebro com o passar do tempo.

O artigo foi publicado nesta sexta-feira (4) na “Nature Communications” e se baseia em linhas de pesquisa que têm ganhado força no estudo de tumores metastáticos: as que investigam as chamadas “Células Circulantes de Tumor” (CTC, na sigla em inglês).

O feito do grupo Houston, liderado pelo pesquisador Dario Marchetti, foi confirmar que as CTCs de tumores de cérebro são diferentes de outras células circulantes.

A investigação dessas células para diferentes tipos de câncer é forte candidata para o desenvolvimento de variados testes capazes de analisar a progressão do câncer no futuro; e, com isso, permitir com que intervenções sejam feitas mais rapidamente.

Contribuição da pesquisa

O exame pode identificar “micro metástases” de um tumor de mama que ainda não estão visíveis em exames de imagem como a ressonância magnética.

Uma outra aplicação do teste é em pacientes que já tiveram tumores de cérebro detectados em exames de imagem – nesses casos, o exame poderia avaliar o sucesso ou não do tratamento a partir da detecção de células metastáticas no sangue.

Pesquisadores também pretendem que o exame possa ser um substituto para a biópsia, consideradas mais invasivas.

 G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Hemocentro da Paraíba registra estoque de 50% da capacidade das bolsas de sangue

(Foto: Edemir Rodrigues/Subsecom)

A média de doações de diárias de sangue no Hemocentro da Paraíba caiu pela metade nos últimos dias. Segundo registros da sede do órgão, que fica na avenida Dom Pedro II, a unidade recebe cerca de 200 doações por dia, mas atualmente o atendimento se aproxima de apenas 100, fazendo com que o estoque de bolsas de sangue estejam em apenas 50% da capacidade.

“Estamos trabalhando no limite”, diz a coordenadora do núcleo de ações estratégicas do Hemocentro, Divane Cabral, que diz que o déficit é registrado em todos os tipos sanguíneos. “Fazemos um apelo para que as pessoas venham doar. Lembramos que é um ato solidário e que salva vidas”, afirmou. A coordenadora explica que um dos efeitos da situação é que em breve cirurgia eletivas podem chegar a ser adiadas.

Os doadores podem procurar o Hemocentro da Paraíba de segunda a sexta de 7h às 17h, e no sábado de 7h às 16h30. Para doar, é preciso estar com aspecto saudável, ter entre 18 e 67 anos, pesar no mínimo 50 kg.

Os doadores devem apresentar documento de identidade visual com foto e não devem estar em jejum, tenha dormido pelo menos seis horas na noite anterior, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter fumado até duas horas antes, não ter ingerido alimentos gordurosos nas últimas três horas e não ter feito atividades físicas nas últimas 12 horas.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Hemocentro faz campanha para doação de sangue

HemocentroCom o intuito de manter o estoque de bolsas de sangue, o Hemocentro da Paraíba vai lançar a campanha de Carnaval nesta segunda-feira (6), às 9h, em sua sede, na avenida Pedro II, nº 1119, em João Pessoa. Com o tema “Chegou Carnaval! Bora Doar? Seja solidário. Doe sangue!”, a campanha contará com atividades lúdicas de incentivo à doação de sangue, e acolhimento especial.

A campanha contará com uma programação diferenciada e apresentações de integrantes das agremiações do Carnaval Tradição da capital durante este mês. O foco das ações será buscar sensibilizar e incentivar as pessoas para não deixar a doação para depois do Carnaval.

“Nesta época do ano, a demanda costuma crescer devido ao aumento do número de acidentes, mas a quantidade de doadores cai em quase pela metade. A campanha de Carnaval do Hemocentro quer reverter este quadro e conseguir aumentar o estoque de sangue”, frisa a coordenadora do Núcleo de Ações Estratégicas do Hemocentro Coordenador, Divane Cabral.

Na abertura da campanha no dia 6, a animação ficará por conta da Orquestra de Frevo Paraíso Tropical que vai se apresentar no Hemocentro Coordenador a partir das 9h. A palhaça Bom Te Ver também participará da animação no primeiro dia de campanha.

Na quinta-feira (9), a Ala Ursa coordenada por DalZapata vai participar da campanha. Já na segunda-feira (13), caberá à Escola de Samba Malandros do Morro, do bairro da Torre, levar alegria para os doadores de sangue.

As coletas externas programadas para complementar as atividades acontecerão no dia 17, na Faculdade de Enfermagem e de Medicina (Facene/Faneme), no dia 18 no município de Baía de Traição/Rio Tinto e no dia 21 no Hospital de Emergência e Trauma da capital..

REQUISITOS PARA DOAÇÃO – Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais. Não é necessário estar em jejum, apenas devem-se evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e bebidas alcoólicas 12 horas antes.

EXPEDIENTE ESPECIAL – O Hemocentro funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 17h30, aos sábados, as atividades vão das 7 às 17h. Na semana do Carnaval, o horário de funcionamento será diferenciado. Funcionará 24 horas por dia para liberação de bolsas de sangue para os hospitais, e as doações poderão ser feitas no sábado de Carnaval (25), das 7h às 17h, e na segunda-feira (27) das 7h às 13h. No feriado de terça-feira (28) não haverá expediente, e na quarta-feira (1ª de março) o atendimento volta das 12h até as 17h30.

Secom-PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Excesso de açúcar no sangue (mesmo sem ter diabetes) é um problema comum

acucarVocê anda sentindo fome constantemente?

Esse é apenas um sintoma do elevado índice de açúcar no sangue.

Há quem pensa que apenas os diabéticos sofrem com a elevação de açúcar no sangue.

Mas isso não é verdade – qualquer pessoa pode sofrer com os sintomas provocados por alimentos muito doces.

Portanto, refrigerante, bombons, bolos e biscoitos recheados, por exemplo,  devem ser evitados por todos.

Então, para que fique claro: dependendo do que se come, todos em algum momento podem ter elevação do açúcar no sangue.

O verdadeiro problema, porém, é quando os níveis de açúcar no sangue permanecem elevados por um longo período de tempo, pois isso pode causar problemas de saúde mais graves.

Veja o que mais pode causar a elevação do açúcar no sangue:

– Uso de medicamentos químicos

– Alguns problemas de saúde

– Estresse

– Falta de exercícios físicos

Estar com o nível de açúcar elevado não significa necessariamente que você tem diabetes – este é apenas um sintoma dela.

Outros sintomas que indicam a elevação do açúcar no sangue são:

Boca seca

Aumento da sede

Vontade de fazer xixi frequentemente

fome constante

cansaço extremo

pele seca

ganho de peso e excesso de gordura abdominal

dificuldade de concentração

Visão embaçada

infecções recorrentes

problemas de estômago

problemas de nervos

cicatrização lenta de feridas e cortes

Impotência sexual

Para diminuir os sintomas de alto teor de açúcar no sangue, a recomendação é aumentar o consumo de alimentos de baixo índice gliêmico.

Se você não for diabético, apenas isso pode ser o bastante para resolver o problema.

Os alimentos com baixo IG são digeridos e absorvidos lentamente.

Eles produzem aumento gradual do açúcar no sangue.

Os alimentos de baixo IG são muito benéficos para a saúde, pois reduzem os níveis de açúcar e a resistência à insulina.

As dietas de baixo IG também têm benefícios para o controle de peso, porque elas ajudam a controlar o apetite e atrasar a fome.

Aqui está uma relação com alimentos de baixo IG – coma-os com frequência e sentirá a diferença:

ameixa (fresca)

maçã

cereja

pera

melão

kiwi

limão

laranja

cenoura

iogurte natural

kefir

brócolis

quinua

grão-de-bico

brotos

batata-doce

cebola

feijão-branco

lentilha

nozes

castanha-do-pará

farinhas funcionais (coco, banana verde, berinjela, maracujá, linhaça)

E a melancia?

É um caso especial que merece explicação.

A melancia tem um índice glicêmico elevado, mas uma carga glicêmica baixa.

Traduzindo: a glicose proveniente da melancia é absorvida rapidamente, mas o total de glicose é baixo.

Isso significa que, numa dose moderada, a melancia não aumenta a glicemia.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

curapelanatureza

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Chapa “Puro Sangue’ em Serraria: O ex-vereador Edísio Morais será vice de Antonio Eduardo, do PSB

Ex-vereador Edísio Morais
Ex-vereador Edísio Morais

Acabaram as especulações de quem seria o vice de Antonio Eduardo, pré-candidato a prefeito do PSB, para disputar à prefeitura de Serraria, nas eleições municipais deste ano. No início desta terça-feira (02) foi definido que o ex-vereador Edísio Percílio de Morais, que também é filiado ao PSB é o pré-candidato a vice-prefeito, que será homologado na convenção do partido marcada para a próxima sexta-feira.

Essa será uma chapa denominada de “Puro Sangue”, haja vista, ambos pertencem à mesma sigla partidária.

Balbino Silva

MÍDA PARAÍBA

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

R7 repercute caso em que filha matou o pai e bebeu sangue dele em Casserengue

r7Entre as manchetes de destaque deste domingo (19), do portal R7, uma delas é o caso da jovem paraibana, que matou o próprio pai, no município de Casserengue, e ainda bebeu o sangue dele.

A manchete do R7 destaca o depoimento da jovem, que disse “ser docinho” o sangue do genitor.

De acordo com a jovem, o crime aconteceu porque o pai dela a teria estuprado quando ela ainda era menor de idade.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

CONFIRA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA

Filha mata pai a tiros e bebe o sangue da vítima: “Era docinho”

Rosângela dos Santos de Aguiar, de 22 anos, aparece em um vídeo contando como matou o seu pai nesta quarta-feira (15), na Paraíba. De acordo com a jovem, o crime aconteceu porque o pai de Rosângela a teria estuprado.

Nas imagens, Rosângela conta como o crime aconteceu. A jovem teria chegado de moto e falado para a mãe o quanto a amava e que não voltaria a vê-la. Depois, ela teria encontrado o pai, o qual teria ferindo com uma faca e o executado com uma arma.

Rosângela conta que queria ter arrancado a cabeça da vítima e pendurado em uma estaca, mas não conseguiu. E, por fim, faz uma revelação chocante ao ser questionada sobre a suspeita dela ter bebido o sangue do pai.

— Não me arrependo. Mataria de novo. Beberia o sangue dele de novo. Era docinho.

Junto com Rosângela, outras três pessoas foram presas suspeitas de participar do crime e teriam confessado participação no assassinato. A suspeita nega que teve ajuda.

Veja o vídeo:

PB Agora

Após matar e beber sangue do pai, mulher diz que a intenção era degolá-lo

Jovem é suspeita de planejar e participar da morte do pai Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Jovem é suspeita de planejar e participar da morte do pai Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Após a prisão, a filha que confessou ter arquitetado e participado da morte do pai disse que não se arrependeu de ter cometido o crime e que faria tudo novamente. As declarações foram dadas em depoimento a polícia.

Em um vídeo, Rosângela Santos Aguiar, de 22 anos, deixa claro que matou o pai com tiros e golpes de arma branca. Ela afirma ainda que bebeu e beberia novamente o sangue do pai e que a intenção era degolá-lo e colocar a cabeça em uma estaca.

Segundo as primeiras informações divulgadas pela PM, as investigações apontavam que o crime podia estar relacionado à venda de um um animal. Mas a Polícia Civil disse que, em seu depoimento, a suspeita alegou que “fez isso porque passou a vida sendo estuprada por ele [o pai] e presenciou por várias vezes sua mãe sendo espancada”.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O crime aconteceu na tarde da última quarta-feira (15), em Casserengue. A acusada foi presa na manhã desta quinta em Arara, juntamente com as outras três pessoas que tiveram participação no homicídio. Armas e drogas foram apreendidas com eles.

Veja o que diz Rosângela:

 

manchetepb