Arquivo da tag: registrou

Covid-19: nas últimas 24h, PB registrou mais de 1.580 novos casos da doença

Nas última 24h, 1.581 novos casos de Covid-19 foram registrados em 207 municípios da Paraíba. No mesmo período, mais 25 mortes decorrentes da doença foram notificadas, sendo que apenas uma aconteceu dentro das 24h.

Ao todo, a Paraíba já registrou 24.032pessoas contaminadas, 5.090 que já se recuperaram e 559 faleceram. 70.100 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados, entre testes rápidos e PCR. Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e foram emitidos no início da noite desta quarta-feira (10).

Os casos confirmados estão distribuídos por 207 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (10); Aguiar (1); Alagoa Grande (155); Alagoa Nova (72); Alagoinha (197); Alcantil (4) Alhandra (209); Amparo (12); Aparecida (9); Araçagi (89); Arara (33); Araruna (6); Areia (86); Areia de Baraúnas (1); Areial (16); Aroeiras (46); Assunção (20); Baia da Traição (75); Bananeiras (44); Baraúna (59); Barra de Santa Rosa (12); Barra de Santana (28); Barra de São Miguel (4); Bayeux (525); Belém (88); Belém do Brejo do Cruz (5); Bernardino Batista (2); Boa Ventura (1); Boa Vista (44); Bom Jesus (2); Bom Sucesso (5); Bonito de Santa Fé (1); Boqueirão (51); Borborema (2); Brejo do Cruz (21); Brejo dos Santos (1); Caaporã (523); Cabaceiras (2); Cabedelo (1332); Cachoeira dos Índios (14); Cacimba de Areia (5); Cacimba de Dentro (34); Cacimbas (20); Caiçara (34); Cajazeiras (192); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (27); Campina Grande (3221); Capim (63); Caraúbas (2); Carrapateira (1); Casserengue (41); Catingueira (6), Catolé do Rocha (71); Caturité (25); Conceição (4); Condado (47); Conde (155); Congo (11); Coremas (20); Coxixola (8); Cruz do Espírito Santo (142); Cubati (6); Cuité (15); Cuité de Mamanguape (18); Cuitegí (59); Curral de Cima (10); Curral Velho (1), Damião (2); Desterro (13); Diamante (2); Dona Inês (5); Duas Estradas (34); Emas (1); Esperança (122); Fagundes (14); Gado Bravo (48); Guarabira (1030); Gurinhém (77); Gurjão (16); Ibiara (5); Igaracy (2); Imaculada (10); Ingá (128); Itabaiana (353); Itaporanga (5); Itapororoca (45); Itatuba (71); Jacaraú (31); Jericó (3); João Pessoa (6905); Joca Claudino (1); Juarez Távora (53); Juazeirinho (68); Junco do Seridó (12); Juripiranga (178); Juru (5); Lagoa (3); Lagoa de Dentro (9); Lagoa Seca (193); Lastro (1); Logradouro (16); Lucena (97); Mãe d’Água (8); Malta (18); Mamanguape (392); Manaíra (2); Marcação (9); Mari (173); Marizópolis (4); Massaranduba (67); Mataraca (38); Matinhas (27); Mato Grosso (7); Matureia (14); Mogeiro (21); Montadas (15); Monteiro (38); Mulungu (56); Natuba (13); Nazarezinho (1); Nova Floresta (5), Nova Olinda (4); Nova Palmeira (12); Olho D´Água (23); Olivedos (8);Ouro Velho (1); Parari (1); Passagem (13); Patos (850); Paulista (35); Pedra Lavrada (14); Pedras de Fogo (487); Pedro Régis (2); Piancó (25); Picuí (36); Pilar (60); Pilões (21); Pilõezinhos (82); Pirpirituba (33); Pitimbu (171); Pocinhos (14);Pombal (88); Princesa Isabel (18); Puxinanã (71);Queimadas (188); Quixaba (15); Remígio (100); Riachão (2); Riachão do Bacamarte (146);Riachão do Poço (14); Riacho de Santo Antônio (5); Riacho dos Cavalos (2); Rio Tinto (133); Salgadinho (8); Salgado de São Felix (40); Santa Cecília (8); Santa Cruz (2); Santa Helena (2); Santa Inês (4);Santa Luzia (103); Santa Rita (822); Santa Terezinha (20); Santana dos Garrotes (2); Santo André (1); São Bentinho (13); São Bento (351); São Francisco (6);São João do Cariri (11); São João do Rio do Peixe (23); São João do Tigre (1); São José da Lagoa Tapada (15); São José de Caiana (20); São José de Espinharas (5); São José de Piranhas (12); São José do Bonfim (20); São José do Sabugi (86); São José dos Cordeiros (3); São José dos Ramos (28); São Mamede (19); São Miguel de Taipu (51); São Sebastião de Lagoa de Roça (62); São Sebastião do Umbuzeiro (4); São Vicente do Seridó (18); Sapé (301); Serra Branca (9); Serra da Raíz (12); Serra Grande (1); Serra Redonda (73); Serraria (20); Sertãozinho (24); Sobrado (31); Solânea (102); Soledade (27); Sossego (1), Sousa (335); Sumé (25); Tacima (32); Taperoá (35); Tavares (8); Teixeira (28); Tenório (2); Uiraúna (8); Umbuzeiro (17); Várzea (1); Vieirópolis (3); Vista Serrana (1).

Os óbitos decorrentes da contaminação pelo novo coronavírus aconteceram nas cidades de:

Alagoa Nova (1), Alagoa Grande (1), Alagoinha (1), Bayeux (5), Caaporã (1), Campina Grande (2), Catingueira (1), Guarabira (3), João Pessoa (1), Mamanguape (2), Patos (4), Paulista (1), Santa Rita (2).

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 69%. Na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 84%. Em Campina Grande, estão ocupados 70% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 54% dos leitos de UTI para adultos.

O índice de Isolamento Social foi de apenas 40,5%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%, mesmo com a adoção de medidas rígidas na região metropolitana de João Pessoa.

 

PB Agora

 

 

Paraíba tem 195 casos confirmados para Covid-19; estado registrou mais duas mortes

O Governo da Paraíba, através da Secretaria de Estado da Saúde, divulgou nesta quinta-feira (16) boletim atualizado dos casos registrados de pacientes com a Covid-19 no estado.

De acordo com o órgão, dos 195 casos confirmados, 80 já se recuperaram, 26 pessoas morreram e 26 estão hospitalizados, destes, 9 em leitos de UTI. Os demais se recuperam em isolamento domiciliar acompanhados pelas secretarias municipais de saúde.

Os casos estão distribuídos em 14 municípios: João Pessoa (142), Santa Rita (17), Campina Grande (8), Cabedelo (7), Bayeux (6), Junco do Seridó (3), Patos (5), Serra Branca (1), Sapé (1), Sousa (1), Igaracy (1), Taperoá (1), São João do Rio do Peixe (1) e Pombal (1).

Dos óbitos confirmados nesta quinta, trata-se:

Homem, 67 anos, morador do município Campina Grande, portador de câncer. Estava internado em unidade pública vindo a óbito em 15/04.

Homem, 42 anos, residente do município de Patos. Portador de Câncer. Estava internado em hospital público e veio a óbito no dia 12/04

No momento, 75 pessoas estão internadas com notificação de suspeita para Covid-19, sendo 57 em enfermaria (32 público/ 25 privado) e 18 na UTI (10 público/ 8 privado). Os demais casos hospitalizados e com resultado não detectável seguem em investigação para demais vírus.

 

Secom

 

 

PB já registrou 1.229 acidentes com eletricidade em dias de chuva

A Paraíba já registrou 1.229 acidentes com eletricidade em dias de chuva entre 1º de janeiro e 13 de fevereiro, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (27) pela Energisa. Em 2019, foram 9.320 ocorrências. A concessionária explica a água é um condutor natural de energia elétrica e, em contato com a eletricidade, pode causar choques e outros acidentes. Além disso, as chuvas muitas vezes vêm acompanhadas de ventos fortes e raios, que podem inclusive danificar a rede de energia.

Para evitar acidentes com eletricidade em dias chuvosos, é possível se proteger com hábitos simples. Ter mais atenção garante segurança. Confira dicas da Energisa para períodos de chuva:

Precauções em áreas externas

Quando estiver na rua, fique atento para não pisar em fios caídos. Evite encostar em grades, principalmente durante eventos abertos, como shows. Ficar em lugares descampados ou embaixo de árvores na chuva também é perigoso por conta do risco de descargas elétricas naturais, como raios. Se observar algum galho ou árvore arremessada na rede elétrica, não chegue perto e ligue para Energisa imediatamente.

Verifique as instalações elétricas

É importante verificar as instalações elétricas internas com regularidade. Qualquer desgaste nos fios e tomadas pode desencadear acidentes. O ideal é contratar um profissional para checar se há fios expostos, desencapados, danificados ou com emendas. As caixas, quadros, antenas e interruptores também precisam ser verificados para evitar mau contato e choques.

Para quem tem crianças em casa, a atenção tem que ser redobrada, pois elas não têm a maturidade para manusear corretamente, com os devidos cuidados. O ideal é instalar protetores nas tomadas e não as deixar ligar ou desligar aparelhos.

Cuidado com aparelhos

Evite manusear aparelhos elétricos com as mãos molhadas ou pés descalços, prevenindo o risco de choque. Ao retirar eletrônicos da tomada, não toque em partes metálicas. Essas dicas são válidas para qualquer período do ano, mas, quando está chovendo, os cuidados devem ser redobrados.

Além disso, aparelhos eletrônicos sensíveis estão mais propensos a serem danificados em períodos chuvosos, por conta de uma possível instabilidade na rede elétrica provocada por condições climáticas não esperadas. O ideal é desligar e retirar da tomada computadores, por exemplo, e demais eletrônicos.

Medidas de emergência

Se estiver chovendo muito e a casa estiver alagando, desligue imediatamente o disjuntor.  Em caso de curto-circuito, contate um eletricista. E, se houver princípio de incêndio, não tente apagar com água, já que o líquido é um condutor elétrico. Por isso, o recomendado é desligar a energia e ligar para o Corpo de Bombeiros (telefone 193).

A Energisa está sempre à disposição para orientar e tirar suas dúvidas, de modo a evitar acidentes e perdas materiais. Se houver algum problema na rede elétrica, ligue gratuitamente para 0800 083 0196. A população também pode entrar em contato pelo aplicativo Energisa On, disponível para smartphone, ou acessar o site da concessionária de energia elétrica.

 

portalcorreio

 

 

Em 2019, Paraíba já registrou 22 casos de estupros contra mulheres

De janeiro até maio deste ano, foram registrados 22 casos de estupro contra mulheres na Paraíba. Os números fazem parte do levantamento realizado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. Somados com casos de homens e sexo não identificados, os registros de violência sexual chegam a 25.

Apesar dos dados contemplarem desde o começo do ano, o primeiro registro de abuso sexual foi feito em março, que também foi o mês com mais ocorrências de estupro.  Já as vítimas do sexo feminino do crime de homicídio doloso somam 30 ocorrências no estado, neste ano.

Os dados de todos as unidades federativas são reunidos pela Secretaria Nacional de Segurança Público(Sinesp) após a consolidação desses dados na Base Nacional. As informações ajudam a análise de microdados e produção de estatísticas.

Em João Pessoa existem Delegacias da Mulher, onde mulheres podem fazer a denúncia e registrar a ocorrência. Pelo estado, as vítimas também têm direito a apoio jurídico, psicológico e médico.

MaisPB

 

 

Queimadas: Paraíba já registrou 103 focos de incêndio só este ano

O tamanho do estrago das queimadas na floresta amazônica ainda é incerto, mas o certo é que elas podem afetar o clima no Nordeste. Mesmo estando longe da floresta “pulmão do mundo”, a Paraíba pode sofrer com os efeitos das queimadas.

A fumaça que se espalha entre o centro e o sul da África, na altura da República Democrática do Congo, Zâmbia e países vizinhos, já está alcançando o litoral do Nordeste.
Na Paraíba, a Associação Paraibana de Astronomia (APA), identificou que o pôr do sol está mais avermelhado recentemente, algo normalmente percebido somente na época de colheita da cana, o que não é o caso.

Segundo o Centro de Monitoramento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), setembro começou com 10 focos de queimadas ativos na Paraíba e foram registrados 103 até o fim de agosto deste ano, número pouco menor que os 102 vistos no mesmo período de 2018.

A partir de imagens de satélite, a APA concluiu que a alteração na coloração do céu de João Pessoa não vem das queimadas no estado, mas das que ocorrem no continente africano, que estão espalhando fumaça também no litoral do Nordeste por meio de correntes de vento que atravessam cerca de 6 mil km do Oceano Atlântico.

O geógrafo e professor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) Hermes Alves de Almeida aponta que a Amazônia é importante não somente para o Brasil, mas para todo o planeta. Um estudo divulgado no ano passado pela Universidade de São Paulo (USP) apontou que o bioma é um dos maiores estoques de carbono em ambientes terrestres do mundo.

Em 2018, o setor de Estatísticas do Corpo de Bombeiros registrou 1.565 incêndios em vegetação, terrenos baldios ou em resíduos em todo o Estado.

SL
PB Agora

 

 

Levantamento aponta que de 2016 a 2017 a PB registrou 259 pessoas desaparecidas

Dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública em pesquisa para o Comitê Internacional da Cruz Vermelha, revelaram ontem (29), que cerca de oito pessoas desaparecem a cada hora no Brasil.

No estado da Paraíba foram registrados em 2016 e 2017 o número absoluto de 259 desaparecidos, segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2018. Visando garantir melhor eficácia na busca e localização de pessoas desaparecidas, o Estado adotou o Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos (Plid) do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

O Plid funciona por intermédio de um programa informatizado com abrangência nacional (Sinalid – Sistema Nacional de Localização e Identificação de Desaparecidos), com o objetivo de localizar e identificar pessoas desaparecidas, sejam elas vítimas de crimes ou não.

 

pbagora

 

 

Operação Festejos Juninos já registrou mais de 2 mil infrações na Paraíba

A Operação Festejos Juninos já fiscalizou 5,5 mil veículos em todo o Estado da Paraíba, o que resultou em pelo menos 2 mil infrações de trânsito, conforme informação divulgada nesta quinta-feira (20) pelo Núcleo de Comunicação da Polícia Rodoviária Federal.

Até o momento 57 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool, 19% a mais do que foi registrado no ano passado.

Ainda foram registrados 67 acidentes com 73 pessoas feridas e 3 mortes, 29 foram detidas pelo cometimento de crimes, três veículos roubados foram recapturados, além de duas pistolas e quatro quilos de cocaína apreendidos.

A Operação acontece desde o dia 7 deste mês.

 

pbagora

 

 

Campanha eleitoral na PB ainda não registrou nenhuma denúncia, mas discurso de ódio nas redes sociais preocupa, diz juiz

Distância do cidadão do processo político eleitoral na Paraíba está fazendo com que o início da campanha eleitoral no Estado da Paraíba tenha um gostinho de ‘paz e amor’.

É que mesmo após uma semana do início oficial da campanha, o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba não registrou, até agora, nenhuma denúncia sequer.

Para o juiz da propaganda eleitoral, Marcos Sales, esse ano as farpas do eleitorado estão mais direcionadas às redes sociais que ao corpo a corpo. Os conflitos que antes começavam nas ruas, agora começam nas redes sociais.

“O eleitor tem se mantido com um certo distancioamento crítico, inclusive com relação ao poder judiciário. Mas, diferentemente das ruas, as mídias sociais trazem em si um certo discurso do ódio, essa é a nossa maior preocupação, por isso fazemos um apelo par aque esse discurso não chegue às ruas, pois eleição passa”, disse.

O juiz ressalta que quem quiser fazer denúncia, deve estar munido de provas, para não ser processado pela denunciação caluniosa.

“O eleitor pode procurar a justiça eleitoral ou pode comunicar o fato via smarphone, porque todo denúncia deve ser efetivada por meio de provas. Se a denúncia for caluniosa, o responsável pagará as medidas cabíveis”, ressatou.

 

 

PB Agora

PM registrou mais de 1 mil ocorrências de poluição sonora no carnaval; multas chegam a R$ 50 mil

 (Foto: divulgação/BPAmb)
(Foto: divulgação/BPAmb)

Somente no período do carnaval, a Polícia Militar recebeu 1.008 chamados para ocorrências de poluição sonora na Paraíba. De acordo com PM, 859 ocorrências foram registradas em João Pessoa e em cidades do Litoral Norte e Sul.

Outros 133 registros ocorreram na região de Campina Grande. Em relação ao crime de poluição sonora, o Batalhão de Polícia Ambiental apreendeu 10 paredões de som durantes as festas de carnaval. O valor das multas aplicadas chega a R$ 50 mil.

Entre a sexta-feira (24) e as 7h desta quarta-feira (1), a PM prende 30 pessoas por porte ilegal de arma, 25 por roubo, 21 com drogas, 15 por furto, 13 por homicídio ou tentativa, 10 por crime ambiental, duas em cumprimento a mandado de prisão, uma por estelionato e uma por contrabando de cigarros.

Veja os dados da ‘Operação Carnaval’

– 3.338 solicitações atendidas pela PM;

– 118 suspeitos presos/apreendidos;

– 38 armas apreendidas;

– 18 veículos roubados recuperados;

– 15 kg de drogas (maconha, crack e cocaína) e 6 litros de loló apreendidos;

– 10 ‘paredões’ de som apreendidos;

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Paraíba registrou 1.485 reconhecimentos de paternidade e 661 exames de DNA em 2012

O ‘Nome Legal’, um dos projetos que integram o Planejamento Estratégico do Ministério Público da Paraíba (MPPB), fecha o ano de 2012 com 1.485 reconhecimentos de paternidade, com 8.408 procedimentos instaurados, em 66 mutirões realizados.

O projeto, coordenado pela promotora de Justiça Renata Carvalho da Luz, ainda registrou 145 investigações de paternidade impetradas, com 661 exames de DNA realizados.

De acordo com dados da Gerência de Planejamento e Gestão (Geplag) do Ministério Público paraibano, 31 Promotorias de Justiça aderiram ao projeto, com 45 promotores de Justiça atuando em todo o estado. Até dezembro deste ano, 12 projetos foram concluídos e 105 escolas municipais de toda a Paraíba foram atendidas.

clickpb