Arquivo da tag: queimado

Homem tem 45% do corpo queimado na Feira Central de Campina Grande

Um homem teve 45% de seu corpo queimado na tarde desta quarta-feira (16), na Feira Central de Campina Grande. Ele foi levado em estado grave pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital das Clínicas e lá ele precisou ser entubado e sedado. Deve passar por cirurgia e está no aguardo de uma vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para ser transferido.

Segundo a Polícia Militar da Paraíba, o homem estava cheirando solvente no local. Um vigilante, então, foi tomar satisfação com ele, gerando um início de confusão. Neste momento, parte do solvente caiu por cima do homem.

Algumas testemunhas alegam que, pouco depois, houve uma pequena explosão e o homem começou a pegar fogo. A polícia vai investigar se foi um acidente ou se o vigilante tem responsabilidade no início do fogo.

De acordo com o médico Jhony Bezerra, do Hospital das Clínicas de Campina Grande, o paciente está, além de todas as extensas queimaduras em seu corpo, com comprometimento das vias aéreas. Ele foi entubado porque não estava conseguindo respirar, mas agora o seu quadro clínico está estável.

G1

 

Jovem tem parte do corpo queimado após esposo jogar água quente

Mais um caso de violência foi registrado nesta quarta-feira (25) no estado. É que uma mulher teve parte do corpo queimadas após o companheiro jogar água quente nela. O episódio aconteceu na cidade de Campina Grande, a 120 quilômetros de João Pessoa.

A vítima tem 22 anos e teve que ser levado para o Hospital de Emergência e Trauma da cidade.

Apesar de já ter tido alta, a mulher teve queimaduras de 2º e 3º graus. O estado de saúde dela é considerado estável.

O caso foi registrado através de um boletim de ocorrência, mas até o fechamento desta matéria o suspeito não havia sido localizado. A polícia segue em diligência para tentar prendê-lo.

paraiba.com.br

 

 

Morador de rua morre em hospital de Campina Grande após ser espancado e queimado, na PB

Um morador de rua morreu na quarta-feira (11) no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, onde estava internado desde o dia 4 de dezembro deste ano, após ser espancado e queimado vivo na cidade de Itaporanga, no Sertão paraibano. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito do crime foi preso ainda no dia do crime.

Conforme o Hospital de Trauma de Campina Grande, Fabio Pedro da Silva deu entrada na unidade de saúde no dia 4 de dezembro, com ferimentos causados por espancamentos e queimaduras. A vítima estava internada na Unidade de Tratamento Intensivo, mas não resistiu e morreu na quarta-feira (11).

G1 não conseguiu contato com o delegado responsável pelo caso, mas a Polícia Civil de Itaporanga informou que o suspeito do crime permanece preso à disposição da Justiça. O corpo de Fábio Pedro da Silva foi encaminhado ao Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande.

G1

 

Homem morre em hospital após ser queimado por companheira com isqueiro e acetona, diz polícia

Um homem morreu na tarde desta sexta-feira (1º) no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, doze dias após sofrer queimaduras de 2º grau. De acordo com a delegada de Homicídios, Nercília Dantas, que acompanha o caso, o homem sofreu as queimaduras após a companheira dele jogar acetona no corpo dele e, em seguida, acender um isqueiro. Após a morte do homem, a mulher se apresentou na Central de Polícia Civil e confessou incendiou o homem após descobrir uma traição.

Tercio Andrade Ferreira, de 26 anos, estava internado no Hospital de Trauma de Campina Grande desde o dia 21 de outubro deste ano. Conforme a delegado, até então nenhum parente dele havia ido até a delegacia registrar um Boletim de Ocorrência. Mas, após a morte da vítima nesta sexta-feira, a mulher e a família da vítima foram até a polícia e relataram o caso.

“Ela conta que descobriu uma traição dele. No dia, eles dois estavam bebendo e, ao chegar em casa, quando ele dormiu, ela jogou acetona no corpo dele e depois acendeu um isqueiro. Ela ainda diz que, após fazer isso, se arrependeu e tentou socorrer ele, mas ele já estava todo queimado”, relatou a delegada.

Em depoimento à polícia, a família da vítima disse que, após a mulher queimar Tercio Andrade, o homem correu para a casa do pai dele, que ficava próximo à residência do casal. “Ele foi levado para o Hospital, deu entrada já inconsciente e precisou ser entubado urgentemente. Esse tempo todo ele estava em estado grave e, infelizmente, não resistiu”, explicou Nercília Dantas.

Ainda conforme relato de testemunhas à polícia, antes de cometer o crime, a mulher já havia ameaçado tocar fogo no companheiro. “A mulher se apresentou e disse que se arrependeu do que fez, inclusive que está sendo ameaçada pelos parentes da vítima. Ela pediu pra ficar presa, mas isso não é possível já que não houve flagrante e não há mandado de prisão contra ela ainda”, salientou a delegada.

A delegada informou que a mulher vai responder por homicídio doloso, mas que, por não haver flagrante, e a morte da vítima ter sido registrada 12 dias após o fato, até então ela deve responder em liberdade. “Se durante o processo for necessário a prisão preventiva dela, aí é que devemos prendê-la”, concluiu Nercília Dantas.

G1

 

Idoso tenta apagar fogo em capim e morre queimado pelas chamas, em Alagoa Grande

Um homem de 79 anos morreu queimado no início da tarde da última segunda-feira 25, em Alagoa Grande, no Brejo do estado.
Conforme informações, ao perceberam que o capim estava pegando fogo, os donos de uma casa tentaram localizar o caseiro seu João, como era conhecido, mas já o encontraram sem vida no meio do capim queimado.
Uma equipe do Samu esteve no local onde foi confirmada a morte. O corpo foi levado para a GEMOL da cidade de Guarabira
O proprietário do terreno informou que não é a primeira vez que vândalos colocam fogo no capim.
PB Hoje

 

Homem com problemas mentais morre queimado após atear fogo no próprio corpo, na Grande JP

Um homem identificado como Claudivan dos Santos Nascimento, de 33 anos de idade. morreu queimado após atear fogo no próprio corpo, na noite de ontem, sábado (5), no bairro de Mário Andreazza, em Bayeux, município da Grande João Pessoa, quando estava dentro de casa.

Segundo informações colhidas pela polícia, a vítima sofria de transtornos mentais. O pai do homem contou que o filho estava  cheirando um recipiente com gasolina durante a noite, e o fogo pode ter inciado depois que ele acendeu um cigarro em casa, próximo de onde estava o combustível.

O Samu chegou a ser acionado, mas quando chegou ao local encontrou o corpo já carbonizado.

 

PB Agora

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Suspeito de estuprar menina de 10 anos é queimado em fogueira

O principal suspeito de estuprar uma menina de 10 anos foi encontrado morto, na manhã desta terça-feira (10), na cidade de Alhandra, no Litoral Sul paraibano.  O corpo foi encontrado carbonizado dentro de um fogueira, na comunidade Novo Monte.

A principal suspeita é de que Joselito do Vale Silva, 33 anos, tenha sido cercado, imobilizado pela população e levado para execução. A garota foi abordada pelo homem ao se dirigir a uma mercearia da cidade.

De acordo com a mãe da criança, o suspeito ofereceu um par de sapatos para a menina, e então levou a levou até a parte de trás de um colégio, onde abusou sexualmente da criança. Ao Portal MaisPB o tenente Diolindo explicou que a polícia foi acionada, mas ao chegar ao local o corpo já estava em chamas.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Agricultor é encontrado morto queimado e com corpo perfurado no Agreste da PB

(Foto: Felipe Valentim/TV Paraíba)

Um agricultor de 57 anos foi encontrado morto com várias perfurações pelo corpo e parte dele carbonizado, na comunida de Jenipapo, que fica entre os municípios de Campina Grande, Lagoa Seca e Puxinanã, no Agreste paraibano. A Polícia Civil ainda não tem informações sobre suspeitos.

O corpo de Paulo de Sousa Lima foi encontrado em um terreno próximo a um aterro sanitário. Segundo o Instituto de Polícia Científica (IPC), o homem estava com várias perfurações pelo corpo, que também chegou a ser parcialmente carbonizado. A suspeita do IPC é de que a vítima teria sido queimada ainda viva.

A Polícia Civil está investigado o caso, mas ainda não tem informações sobre suspeito ou motivação para o crime. Um detalhe que chamou a atenção da equipe de investigação é que foi encontrada a quantia de R$ 1 mil em espécia, no bolso da vítima.

Paulo de Sousa Lima morava em Lagoa Seca e, segundo parentes, não havia relatado se estava sendo ameaçado de morte. Sobre o dinheiro no bolso, parentes do agricultor informaram que ele sempre costumava andar com todo o dinheiro que tinha para não deixar em casa.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Homem tem 70% do corpo queimado após incêndio em sua casa

Um homem sofreu queimaduras em 70% de seu corpo neste domingo (29) no Conjunto Colibris, no bairro José Américo, em João Pessoa. O acidente aconteceu devido a um incêndio em sua casa.

De acordo com informações, o homem de 44 anos teria esquecido uma panela no fogo e foi dormir. Quando acordou por causa da alta temperatura, a casa estava em chamas.

Na tentativa de conter o fogo, o proprietário do imóvel teve grande parte do corpo queimado, sendo socorrido por uma guarnição do Corpo de Bombeiros que estava em deslocamento para atender outra ocorrência, quando percebeu o imóvel em chamas.

O homem foi socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa.

ClickPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Pintor tem 40% do corpo queimado e sofre amputações após choque em rede elétrica, na PB

Um pintor de 56 anos teve 40% do corpo queimado e sofreu amputações de dedos após sofreu um choque elétrico, na manhã desta terça-feira (24), quando pintava a fachada do Hospital Municipal de Cuité, município do Agreste paraibano, a 225 quilômetros de João Pessoa.

O caso aconteceu por volta das 9h enquanto o pintor segurava uma haste, onde o rolo de pintar estava fixado, mas acabou encostando o equipamento na rede elétrica, sofrendo uma descarga de energia.

Ferido, o pintor recebeu os primeiros atendimentos médicos no próprio hospital, mas, segundo uma enfermeira da unidade, foi transferido para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.

Em contato com o Portal Correio, o diretor da unidade, Geraldo Medeiros, afirmou que o pintor teve 40% do corpo queimado, principalmente membros inferiores e superiores, e passou por amputação de dois dedos de uma das mãos e um dedo do pé.

Ainda segundo o diretor do Trauma, o pintor vai passar por cirurgia, permanecer internado e o estado de saúde é considerado grave.

Portal Correio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br