Arquivo da tag: prevenção

Arcebispo Dom Delson cobra mais rigor nas medidas de prevenção à covid e não descarta fechamento das igrejas

O arcebispo de João Pessoa, Dom Delson Pedreira, admitiu e criticou o relaxamento nos cuidados sanitários que evitam a disseminação do novo coronavírus, agente causador da covid-19.

O religioso exigiu mais rigor na implantação das medidas contra a pandemia até dentro das igrejas. Dom Delson alertou que as igrejas poderão voltar a ser fechadas caso padres e fieis descumpram os protocolos sanitários. “Estamos vivendo mais um momento crítico da pandemia. Nessa nova onda, os hospitais estão cheios e o número é crescente de infectados pela covid-19. A igreja assumiu com as autoridades públicas o protocolo de saúde, que é inspirado no cuidado que todos devemos ter pela vida. Depois de muitos meses seguindo o protocolo, houve por parte de todos um certo relaxamento das normas”, declarou o Dom Delson.

O religioso orientou a todos que voltem a seguir os protocolos e destacou que o Ministério Público da Paraíba está preocupado com a situação e sugeriu que a população volte a ficar em casa, saindo apenas para atividades essenciais e que façam também o uso da máscara. “Idosos, crianças e aqueles do grupo de risco não saiam de casa. Nas igrejas, os senhores padres devem seguir as normas e os protocolos, pois se o contágio continuar aumentando poderemos ter as igrejas fechadas novamente. O momento é de precaução”, argumentou o arcebispo.

 

PB Agora

 

SES reforça medidas de prevenção contra Covid-19 para o dia das eleições

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) está reforçando as recomendações para a prevenção contra o novo coronavírus durante as eleições municipais, que serão realizadas neste domingo (15). Devido ao pleito, a circulação de pessoas terá um aumento nas ruas e nos locais de votação; logo, será necessário redobrar os cuidados com o uso de máscaras, higiene das mãos e distanciamento social. As orientações fazem parte do Plano Novo Normal Paraíba, que visa manter as flexibilizações gradativas e seguras das atividades no Estado.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, esta será uma eleição atípica, em que a população terá que se adaptar e estar atenta à prevenção contra a Covid-19. “Há uma série de medidas de prevenção que podem ser feitas pelo eleitor, como ter disponível fácil nas mãos o documento com foto, ou no celular o aplicativo do e-título, respeitar a demarcação do distanciamento na fila, usar álcool em gel antes e depois da votação e levar a própria caneta para evitar o compartilhamento de objetos”, reforça.

O protocolo das eleições 2020 prevê ainda outras recomendações para a população tais como: manter o distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas; evitar contato físico entre as pessoas; Só permitir acesso ao local de votação/seção eleitoral o eleitor que fizer o uso obrigatório da máscara; não circular livremente pelas seções eleitorais; evitar que crianças e adolescentes com menos de 16 anos sejam levados às seções eleitorais.

O secretário explicou ainda que as atitudes tomadas no domingo irão refletir diretamente na situação epidemiológica do vírus no estado. “Se as pessoas não tiverem cautela no domingo, haverá um aumento significativo nas contaminações por Covid-19 no Estado, lembrando que não são recomendados beijos, abraços e apertos de mão, o que é bem comum durante as comemorações pela vitória dos candidatos. É preciso ter responsabilidade para que a Paraíba não vivencie um aumento significativo de casos e consequentemente de ocupação de leitos nos meses de dezembro e janeiro”, observa o secretário.

As recomendações da SES abrangem ainda os locais de votação, a segurança pública e os candidatos. Todas as orientações estão disponíveis no site.

 

Secom

 

Por dia, 32 paraibanos descobrem que tem câncer e ‘Live do Bem’ faz alerta para prevenção da doença

Todos os dias 32 pessoas na Paraíba descobrem algum tipo de câncer. Estimativas do Instituto Nacional do Câncer mostram que ao todo serão 11.800 casos da doença descobertos no estado, sendo 685.960 novos casos em todo o Brasil. Para alertar sobre a prevenção e ajudar o Hospital da FAP no tratamento da doença, será realizada em Campina Grande, nesta sexta-feira (28), a ‘Live do Bem’ comandada pelo cantor Beto Barbosa e com participação confirmada de 19 artistas, entre cantores e poetas.

O evento, que está na reta final dos preparativos, substitui a 4ª edição da Corrida do Bem em Campina Grande, que não pode ser realizada por conta da pandemia causada pelo coronavírus, e tem o objetivo de ajudar o Hospital da FAP na aquisição do software que atualiza o aparelho de radioterapia e o acelerador. A conta para contribuir com o Hospital da FAP é a do Banco do Brasil (001), Agência: 0063-9 e a Conta: 13.315-9.

O comandante da ‘Live do Bem’, o cantor Beto Barbosa teve câncer em 2019 e venceu a luta contra a doença, decidiu abraçar a causa para ajudar quem mais precisa. Além dele, outros artistas confirmaram presença: Gitana Pimentel, Cezinha e Chico Pessoa, Os 3 do Nordeste,  Débora Nunes, Jeito Nordestino, João Lacerda, Cláudio Coruja e Alinny Suisy, Coruja, Ramon Schnayder, Waldones, Jefferson Arretado, Poeta Francinaldo, Niedson Lua, Garotinho, Forró Campina, Tom Oliveira, Estela Alves e Forró 3×4. A Live do Bem terá a apresentação de Kleber Oliveira, Samya Maia e Walber Vidal.

A primeira edição da ‘Live do Bem’ fará uma homenagem ao centenário da dramaturga Lourdes Ramalho, carinhosamente como ela era chamada pela família, Lourdinha, que nasceu em 23 de agosto de 1920, em Jardim do Seridó, no Rio Grande do Norte (RN). Residiu em Campina Grande desde 1958. É autora de mais de 100 textos teatrais em prosa e em verso (cordel), voltados para o público adulto e infantil.

Assim como a Corrida, a Live do Bem tem por objetivo também, aumentar a conscientização da população paraibana a respeito do câncer, incentivando a prevenção da doença, estimulando hábitos saudáveis e reforçando a necessidade do diagnóstico precoce, fator primordial na busca pela cura.

Prevenção – Para o diretor técnico do Hospital da FAP, Max Joffily de Souza, o diagnóstico precoce é fundamental para o tratamento do câncer. Apesar disso, o médico reforça que prevenção não é apenas remédio ou exame. Ter hábitos saudáveis também é uma forma de evitar a doença.

“A prevenção do câncer é a pedra angular para que todas as pessoas tenham um desfecho mais favorável aquela doença. Quanto mais no início o tumor é diagnosticado, as chances de cura aumentam exponencialmente com menos mutilação. É importante tomarmos alguns cuidados como evitar exposição ao sol, ter uma alimentação adequada, ter uma prática constante de exercício físico e ter um sono tranquilo. Essas também são formas de nos prevenirmos contra a doença”, afirmou Max Joffily.

FAP – A Fundação Assistencial da Paraíba é uma entidade filantrópica, fundada em março de 1965, na cidade de Campina Grande. O atendimento foi ampliado em 1999, com o atendimento a um paciente acometido de câncer com a inauguração do “Centro de Cancerologia Dr. Ulisses Pinto”.

Assessoria 

 

 

Reabertura do comércio terá horários restritos e medidas de prevenção à Covid-19 obrigatórias em Belém, PB

Foi publicado neste domingo, 31, na Edição Extraordinária do Diário Oficial do Município, o Decreto nº 41/2020 sobre a reabertura temporária do comércio e de serviços em Belém, com horário restrito, das 8h às 17h, pelo prazo de quinze dias, a partir desta segunda-feira, 1º de junho, além de medidas obrigatórias de prevenção à Covid-19.

A medida leva em consideração a Escala NEW-FAST-COVID sobre casos suspeitos e confirmados de Covid-19, em Belém, apresentar pontuação menor ou igual a 2, entre outras considerações no âmbito jurídico.

Os estabelecimentos que não cumprirem as determinações poderão sofrer sanções administrativas e os seus proprietários poderão responder criminalmente por violação do Art. 268 e 330 do Código Penal Brasileiro.

MEDIDAS OBRIGATÓRIAS PARA COMÉRCIOS E SERVIÇOS:

* Manter álcool 70% na entrada dos estabelecimentos para a devida higienização dos clientes;

* Não permitir o acesso dos clientes ao interior dos estabelecimentos sem o uso de máscara;

* Limitar o acesso a uma pessoa por família, evitando assim aglomeração;

* No caso de restaurantes, deverá manter distância de 2 (dois) metros entre as mesas, vedando mais de três pessoas por mesas;

20 MEDIDAS OBRIGATÓRIAS PARA O FUNCIONAMENTO DE ACADEMIAS:

  1. Horário de Funcionamento: 5h às 20h;
  2. Limitar o acesso ao local, considerando a área comunitária para prática de exercícios, limitando a quantidade de clientes que entram na academia: ocupação simultânea de 1 usuário a cada 4m²;
  3. Disponibilizar álcool 70 % (setenta por cento) em gel ou líquido na entrada e saída do local para higienização dos frequentadores;
  4. Limpeza dos aparelhos com álcool 70% (setenta por cento) líquido ou em gel, água e sabão com limpeza eficaz ou hipoclorito a cada troca de usuário;
  5. Uso obrigatório de máscara facial (proteção respiratória) de acordo com a norma da Anvisa para uso de máscara para não profissionais da saúde;
  6. Higienizar, preferencialmente após cada utilização e sempre quando do início das atividades da manhã, da tarde e da noite os pisos, as paredes, o forro e o banheiro, preferencialmente com água sanitária ou outro produto adequado;
  7. Respeitar à distância de 2 (dois) metros entre os aparelhos e equipamentos;
  8. Vedar o uso compartilhado de aparelhos e equipamentos pelos usuários antes da higienização;
  9. Instruir os usuários para que permaneçam a 2 (metros) de distância um do outro;
  10. Proporcionar a ventilação do ambiente, deixar portas e janelas abertas, objetivando a circulação de ar;
  11. Disponibilizar lixeira exclusiva para materiais contaminados (máscaras descartáveis e luvas se for o caso), o lixo pode ser descartado fechado junto ao lixo dos sanitários;
  12. Não promover atividades que envolvam aglomeração como aulas de dança ou ginástica;
  13. Só permitir o acesso de usuários após realizar a lavagem de mãos ou assepsia com álcool 70% na entrada do estabelecimento e a cada troca de aparelho e na saída deste;
  14. Só permitir o acesso de usuários fazendo uso da máscara facial de acordo com o item acima mencionado;
  15. Só permitir o acesso de usuários que portar a sua própria garrafa com água, de uso individual, não deve ser compartilhado com os demais;
  16. Só permitir o acesso de usuários que portar a toalha para secar o suor durante e após o treino;
  17. Não permitir o acesso de usuários antes do horário da aula/treino, vedando a permanência após o treino/aula;
  18. Não permitir em qualquer hipótese o acesso de usuários às academias se estes apresentarem sintomas gripais, ficando a academia obrigada a avisar aos serviço de saúde sobre tal fato;
  19. Para usuários de idade igual ou superior a 60 anos, deverá ser ofertado obrigatoriamente os horários de menor fluxo;
  20. Em obediências ao manual do CREF, deve as academias, realizar a verificação da temperatura dos usuários, bem como, manter gráfico que mostre aos clientes mesmos os horários de maior fluxo.

CLICK AQUI E CONFIRA NA ÍNTEGRA DECRETO-041.2020-REABERTURA-1

Assessoria

 

 

Areia registra primeira morte por Covid-19 e população cobra da Prefeitura ações de prevenção

O município de Areia registrou neste sábado (23) a primeira morte por Covid-19. A vítima foi o areiense, Zezinho Araújo, um conhecido feirante que trabalhava e vivia na cidade e que após vários dias lutando pela vida em um hospital de Campina Grande, veio a óbito.

Além da morte registrada hoje, o município ainda registra 36 casos confirmados de coronavírus e tem 128 pessoas com sintomas da doença que estão em isolamento social e sendo monitoradas até o resultado dos exames.

Porém, de acordo com a população, a Prefeitura está inerte e poucas ações estão sendo realizadas pela gestão do Prefeito João Francisco (PSDB), dentre as quais decretos, sendo um deles autorizando a reabertura do comércio e feira livre há um mês quando ainda não havia nenhum caso na cidade.

Através das redes sociais da própria prefeitura, moradores cobram do Prefeito ações de prevenção, informações sobre serviços, testes, atendimento, além de doações de máscaras e cestas básicas para os mais carentes. E ainda há reclamações que os administradores da página da Prefeitura apagam os comentários negativos contra a gestão.

Nessa semana, a vereadora Ana Paula cobrou transparência da Prefeitura nos investimentos dos recursos para o combate ao coronavírus, tendo em vista que não existe nenhum tipo de ação na cidade.

Segundo informações do SAGRES – a ferramenta do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) que acompanha os gastos dos municípios – a cidade tem um saldo de quase R$ 7 milhões em caixa, que deveria ser usado no combate a doença, porém quase não existem ações sendo executadas.

A população lamenta a abertura do comércio por determinação do prefeito que contribuiu para fazer com que os casos de covid-19 subisse de 0 para 36, com uma morte, tendo ainda 128 casos suspeitos que estão em isolamento social e sendo monitorados até o resultado dos exames.

portaldolitoralpb

 

 

Araruna Moto Fest 2020 é cancelado por prevenção ao COVID-19

Em razão do surto do novo coronavírus (COVID-19), a Prefeitura de Araruna informa o cancelamento da edição 2020 do encontro de motociclistas (Araruna Moto Fest), que aconteceria de 05 a 07 de junho.

Inserido no Calendário Oficial de Eventos do Estado da Paraíba, o Araruna Moto Fest, evento idealizado pelo vice-prefeito, Iran Motos foi realizado pela primeira vez em 2011. A partir da 6ª edição, em 2017, o evento passou a ser organizado e patrocinado pela Prefeitura de Araruna com apoio dos motoclubes da cidade. O encontro costuma reunir motociclistas de diversos locais do Brasil e tem como finalidade incentivar o turismo e divulgar as riquezas culturais do município.

O prefeito Vital Costa ressaltou a importância do evento para o turismo e geração de renda no município. “Este evento é de parceria entre a Prefeitura, os motoclubes e o Comércio”, disse Vital, lembrando que o que faz o Motofest ser um grande evento é a “boa receptividade do ararunenses”. Para o gestor, o Moto Fest é um evento que contribui na divulgação de Araruna como destino turístico, injeta recursos financeiros na economia local, além de ser uma excelente opção de entretenimento para todos. “Sabemos da importância do evento para o nosso município, más neste momento, precisamos ter prudência no enfrentamento da pandemia e salvar vidas”, declarou o prefeito.

 

ararunaonline

 

 

Governo de Solânea instala lavatórios portáteis para prevenção ao Covid-19

Lavatórios fabricados por equipe da Secretaria de Ação Social: ” Investimos menos de 30% do valor dos equipamentos a disposição no mercado e temos a mesma utilidade”.

A instalação de lavatórios portáteis em locais públicos para higienização das mãos é mais uma medida adotada pelo Governo de Solânea em combate ao Coronavírus (Covid-19). Os equipamentos foram fabricados e instalados pela “Equipe em AÇÃO”, da Secretaria de Ação Social e Cidadania, e tiveram o custo de R$ 300,00 por unidade.

O prefeito de Solânea, Kayser Rocha, disse que essa medida foi tomada para incentivar a higienização das mãos pela população, já que essa ação é uma das mais importantes formas de prevenção de disseminação do vírus. “É importante também chamar a atenção que esses lavatórios foram produzidos pela equipe da Secretaria em custo reduzido e com excelente qualidade. Investimos menos de 30% do valor dos equipamentos a disposição no mercado e temos a mesma utilidade”, explicou. A Secretária de Ação Social, Márcia Belísio, informou que os lavatórios serão instalados em locais de maior fluxo de pessoas como na Feira Livre e no comércio da cidade.

 

Prefeito Douglas Lucena decreta novas medidas emergenciais de prevenção à Covid-19

O Prefeito Douglas Lucena, no uso de suas atribuições legais, divulgou nesta segunda-feira (04), um novo decreto com medidas temporárias e emergenciais de prevenção ao contágio pela doença viral respiratória (COVID-19), também conhecida como Coronavírus.

O Decreto nº 09/2020 leva em consideração o estado de emergência em Saúde Pública, decretado pelo Ministério da Saúde; a condição de pandemia anunciada pela Organização Mundial de Saúde OMS; as recomendações decretadas pelo Estado da Paraíba acerca do isolamento social, da prevenção e combate ao vírus para que seja evitado a disseminação; o crescente aumento da quantidade de casos diagnosticados em todo o território nacional e também no âmbito do Estado da Paraíba bem como na nossa microrregião do brejo paraibano; além da Recomendação nº 001/2020 do Ministério Público da Paraíba, através da Promotoria de Justiça de Bananeiras, que orienta prorrogação do isolamento e fiscalização do cumprimento dos Decretos restritivos;

Art. 1. Diante da necessidade de manutenção das medidas de restrição previstas no Decreto nº 02/2020, de 16 de março de 2020, prorroga até o dia 18 de maio de 2020, a suspensão do funcionamento de:

I – Eventos de qualquer natureza com público superior a 5 (cinco) pessoas;

II – Atividades de academias de ginástica e congêneres, salão de beleza, cabelereiros (as), barbeiros e congêneres, áreas de lazer e esportivas, públicas ou privadas, além de casas de show;

III – Atividades de transporte alternativo;

IV – Atividades de hotéis e pousadas e congêneres, no âmbito municipal;

V – Centros comerciais, bares, restaurantes, lanchonetes, casas de festas, casas noturnas, boates e estabelecimentos similares;

VI – Teatros, circos, parques de diversão e estabelecimentos congêneres, públicos e privados;

VII – Lojas e estabelecimentos comerciais;

VIII – Proibição de realização de missas, cultos e quaisquer cerimônias religiosas na forma presencial.

A suspensão de atividades a que se refere o inciso IV ocorrerá, em caráter excepcional, excetuada a recepção de hóspedes que justificarem permanência no município em função de serviços essenciais para a sociedade, a exemplo de manutenção de rede de energia, a serviço do governo federal, estadual ou municipal, médicos e profissionais da área de saúde, garantindo aos seus funcionários o fornecimento de EPI’S.

Os restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres poderão funcionar exclusivamente para entrega em domicílio (delivery), inclusive por aplicativos, e como pontos de coleta pelos próprios clientes. Assim como lojas e outros estabelecimentos comerciais, podendo funcionar, exclusivamente por meio de serviço de delivery, por aplicativos, vedado, em qualquer caso, o atendimento presencial de clientes dentro das suas dependências. Estes estabelecimentos estão inclusos no aplicativo Delivery Bans, disponível no site oficial da Prefeitura.

Art 2. Não incorrem na vedação de que trata o artigo VII do artigo 1º – sobre a suspensão do funcionamento de lojas e estabelecimentos comerciais – o funcionamento das seguintes atividades e serviços.

I – Consultórios médicos de saúde suplementar;

II – Laboratórios de análises clínicas (em escala de trabalho para atendimento das demandas de urgência);

III – Farmácias;

IV– Supermercados, mercados, mercearias, padarias, açougues e hortifrutigranjeiros;

V – Distribuidoras de gás e água mineral;

VI– Postos de combustíveis;

VII- Oficinas e borracharias;

VIII – Lojas de produtos veterinários e afins, exclusivamente para venda de ração para animais sob o regime de pronta entrega (delivery);

IX – Correios;

X – Agências bancárias, lotéricas e correspondentes bancários;

XI– Clínicas de atendimento odontológico e veterinário somente com plantões e casos de urgência;

XII – Atividades da construção civil, com a limitação de 1(um) trabalhador para cada 50 m² de intervenção, limitado a 6 (seis) trabalhadores por obra; XIII – Lojas de Materiais de Construção, desde que respeitadas a liberação de área de circulação de 10 m² para cada cliente em atendimento;

XIV – Serviços funerários;

XV -Óticas e estabelecimentos que comercializem produtos médicos/hospitalares, que poderão funcionar, exclusivamente, por meio de entrega em domicílio, inclusive por aplicativos, e como ponto de retirada de mercadorias (takeaway), vedando-se a aglomeração de pessoas; XVI – os órgãos de imprensa e os meios de comunicação e telecomunicação em geral;

Os estabelecimentos autorizados a funcionar por este decreto e também pelos decretos nº 02/2020, 03/2020, 04/2020 e 07/2020, devem observar cumprimento pleno e irrestrito de todas as recomendações de prevenção e controle para o enfrentamento da COVID-19 expedidas pelas autoridades sanitárias competentes, ficando obrigados a fornecer máscaras para todos os seus empregados, prestadores de serviço e colaboradores. Os estabelecimentos citados anteriormente, não devem permitir o acesso e a permanência no interior das suas dependências de pessoas que não estejam usando máscaras, que poderão ser de fabricação artesanal ou caseira.

Os estabelecimentos comerciais citados nos incisos deste artigo 2º, também devem passar a atender da mesma forma disposta no inciso II deste artigo, passando a respeitar a medida de 10 m² de área de circulação de atendimento para cada cliente.

Ficam suspenso todos os festejos previstos para acontecer nos próximos 90 dias, no âmbito do município de Bananeiras-PB.

De acordo com o Art. 3º – O uso da máscara será obrigatório em todos os espaços públicos e estabelecimentos comerciais, em todo o território municipal, ainda que produzida de forma artesanal ou caseira. A exigência irá vigorar durante o período de estado de emergência em virtude da pandemia do novo Coronavírus.

A permanência das medidas de enfrentamento da emergência de saúde estabelecidas através do Decreto Municipal nº 02/2020, que regulamenta, no Município de Bananeiras- PB, medidas temporárias para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da Covid-19, conforme previsto na Lei Federal n° 13.979, de 6 de fevereiro de 2020.

Também foram prorrogadas, até o dia 18 de maio de 2020, as disposições contidas nos decretos nº 02/2020, 03/2020, 04/2020 e 07/2020 que tratam do funcionamento dos serviços públicos Municipais. Assim como a prorrogação da suspensão das aulas presenciais nas escolas, da rede pública e privada até o dia 18 de maio de 2020. Todas as deliberações anteriormente adotadas relativas ao combate da pandemia do novo Coronavírus ficam mantidas.

O novo Decreto determina em seu Art 8, a comissão de fiscalização do cumprimento do Decreto Municipal, composta pelos seguintes servidores municipais: João Barbosa Clementino, Ivson Danilo Rocha Pereira e Estevão Araújo Paiva de Castro.

Os estabelecimentos que descumprirem os termos do Decreto 09/2020, podem receber uma multa diária no valor de R$3.000,00 (três mil reais), em caso de persistência da desobediência a atividade comercial poderá ter seu alvará cassado, além de responder administrativa e penalmente.

Dúvidas ou consultas acerca das vedações e permissões estabelecidas no presente decreto poderão ser dirimidas através de consulta formulada à nossa central, através do telefone (83) 99177-7675.

Ascom – PMB

 

Campanha em Bananeiras incentiva o uso de máscaras para a prevenção da Covid-19

Uma campanha lúdica e criativa tem movimentado as redes sociais na cidade de Bananeiras, no brejo paraibano.

A campanha “Bananeiras de máscara” tem ao fundo pontos turísticos da cidade e pessoas utilizando máscaras de proteção. Essa foi a maneira que Eduardo Guimarães, Secretário de Cultura e Turismo, viu como uma forma de contribuir neste período de pandemia.

As orientações são de que todos que circulem na cidade estejam de máscara, como forma de prevenção, uma vez que é comprovado que o uso do utensílio diminui, consideravelmente, a contaminação entre as pessoas.

Vale destacar o desempenho da Prefeitura Municipal que tem realizado um trabalho constante com a distribuição de máscaras e álcool 70% para higienização nas principais ruas da cidade.

Outra medida a ser implantada nos próximos dias será a instalação de lavatórios nos principais pontos de maior circulação de pessoas.

Todos contra a Covid-19 com prevenção e esclarecimentos para a população.

 

Ascom-PMB

 

 

Durante assalto em Lucena, assaltante usa máscara para prevenção do coronavírus

Durante um assalto a uma residência na cidade de Lucena, no Litoral paraibano, um trio rendeu a família e fez um arrastão no imóvel.

Na ação, dois dos criminosos estavam usando capacetes e o terceiro suspeito estava usando uma máscara cirúrgica, muito utilizada neste período para se proteger do covid-19.

As câmeras de segurança registraram toda a ação e as imagens irão ajudar a polícia a identificar os criminosos já que em determinado momento um deles tira o capacete.

PB Agora