Arquivo da tag: portal

Câmara de Bananeiras lança novo portal

O Presidente da Câmara Municipal de Bananeiras (CMB), Douglas Andrade, lançou nesta quinta-feira, o novo site da Casa Odon Bezerra, que promete dispor o maior número de informações possíveis para toda a sociedade. “Essa modernização se ancora nos fatores de desburocratização, pois esse novo site foi totalmente desenvolvimento e alimentado pela Assessoria Legislativa da Casa, gerando maior estabilidade e rapidez na disponibilização de conteúdos”, disse o presidente

O lançamento ocorreu antes da Sessão Ordinária (03), e a partir dessa semana o usuário encontra um site totalmente renovado, interativo, de fácil navegação, dispondo de maneira mais ampla os aspectos institucionais. Além do Acervo Legislativo (Leis, Decretos, Atas das Sessões etc), o leitor também poderá acompanhar a página de cada Vereador, que contém um pouco de sua história e também as proposituras.

O Presidente Douglas Andrade (PSB) propôs a Assessoria Legislativa a ideia de criação e desenvolvimento do novo portal da Casa, aproveitando o quadro de Servidores e dispondo todos os recursos disponíveis. A proposta do Presidente da Casa Odon Bezerra atentou para a modernização, facilitando a comunicação e a transmissão de informações para o usuário, que devido a sua interface responsiva pode ser acessado através de computadores ou smartphones.

Em concordância com os valores de inovação do Poder Legislativo, o site exibe uma mudança em seu layout, com um design moderno e dinâmico, atendendo ao que dispõe na Lei de Acesso à Informação (Lei Federal Nº12.527/2011). A divulgação de informações fomenta o desenvolvimento e o controle social na administração pública, o que está disponível em nosso Portal através do E-Sic, do Portal Transparência ou até mesmo de solicitação através de contato direto com a Casa Legislativa.

O portal disponibiliza ainda um conceito de governo eletrônico, reunindo serviços, notícias, espaço aberto para o público, fale com o Presidente, maior interatividade (Rádio Câmara e Tv Câmara), sistema de busca e toda informação detalhada sobre a gestão administrativa e orçamentária do Poder Legislativo Municipal.

Ascom-CMB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Portal de Belém-PB não resiste a ventania e desaba

Não completou o primeiro aniversário um dos portais de entrada do Município de Belém (PB). A obra inaugurada no dia 08 de dezembro de 2016, durante as comemorações de Nossa Senhora da Conceição, padroeira do Município, desabou na manhã desta terça-feira (04).

Ventos fortes foram registrados nas últimas horas em Belém. Ouvintes da Rádio Rua Nova 87,9 FM relataram a queda de duas árvores no Município. Internautas manisfestaram indignação e cobraram uma posição da empresa responsável pela execução da obra.

O portal que caiu ficava em Rua Nova e, apesar de ter caído na pista, não atingiu nenhum veículo e nenhuma pessoa.

A hipótese de remoção do segundo portal, no sentido de Caiçara, ganha força entre os belenenses. Imagens divulgadas nas redes sociais mostram que a estrutura de alumínio já está comprometida.

O Centro Visual para Avisos de Eventos Meteorológicos Severos para o Sul da América do Sul (Alert-AS), fez alertas de ventos costeiros fortes entre as 11h desta segunda-feira (3) e as 23h59 desta terça-feira (4) para as regiões do Litoral, Mata paraibana, Cariri, Brejo, Agreste e Seridó.

 

Rafael San 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Câmara Municipal de Bananeiras lança novo Portal  

camaraNeste 17 de maio, logo após a Sessão da Câmara, ocorreu o lançamento do Portal do Poder Legislativo de Bananeiras, juntamente com o Portal da Transparência e o Serviço de Informação ao Cidadão – SIC, com o endereço eletrônico www.cnbananeiras.pb.gov.br. Aconteceu no Plenário da Câmara e contou com a presença de diversas autoridades locais.

Um portal atualizado e interativo para favorecer o acesso dos cidadãos bananeirenses. Nele é possível solicitar informações sobre qualquer informação que necessitar através do SIC, com um prazo de receber a resposta em até 72 horas. No Portal da Transparência estão disponíveis todas as informações sobre as contas da Câmara, atualizadas ao final de cada mês, conforme recomendação da Controladoria Geral da União – CGU e do Tribunal de Contas.

Para o presidente do poder legislativo, Guga Aragão, o portal é mais um serviço prestado, com o objetivo de aproximar o cidadão dos serviços realizados pela Câmara Municipal. “Além de todas as informações oferecidas à população, também estará disponível o vídeo das sessões realizadas, para que cada pessoa possa acompanhar os trabalhos realizados. Como também, é possível encontrar outras diversas ferramentas no portal”, afirmou.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Com a intenção de aproximar os vereadores da população, foi disponibilizado o link “fale com seu vereador”, onde o eleitor pode ter um contato direto com o seu vereador, a mensagem desejada será enviada direto para o e-mail do parlamentar escolhido.

Assessoria

Câmaras não implantam Portal da Transparência e lei deixa de ser cumprida em 164 cidades da PB

portalA Lei da Transparência existe. É a 12.527, de 18 de novembro de 2011, que dispõe sobre os procedimentos a serem observados pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios, com o fim de garantir o acesso a informações previsto no Inciso XXXIII do Artigo 5º da Constituição que diz: “todos têm direito a receber dos órgãos públicos informações de seu interesse particular, ou de interesse coletivo ou geral, que serão prestadas no prazo da lei, sob pena de responsabilidade, ressalvadas aquelas cujo sigilo seja imprescindível à segurança da sociedade e do Estado”.

Entretanto, na Paraíba nenhuma dessas regras tem sido obedecida pela maioria das Câmaras de Vereadores, que insistem em desrespeitar as leis e também os cidadãos. De acordo com o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), 164 Parlamentos Municipais não possuem Portal da Transparência e, portanto, não disponibilizam à sociedade dados como as receitas e as despesas consolidadas por seus gestores.

Significa que 73,54% não atendem aos requisitos legais e fecham os olhos para a divulgação de informações obrigatórias, que são de interesse coletivo. Até novembro de 2014, conforme os dados do TCE, apenas 59 Câmaras Municipais cumpriam a lei e tinham, na internet, um Portal da Transparência.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O estudo revela, ainda, que 136 Casas Legislativas sequer possuem um site normal onde a população do município possa acompanhar as sessões e os fatos que ocorrem no interior da Casa e que são de interesse público. Isso representa 60,99% do total de Câmaras existentes na Paraíba. São apenas 87 as que matem uma página na internet com esse objetivo.

Quanto à possibilidade de solicitações de informações pela internet, verificou-se que apenas 20 Câmaras de Vereadores apresentavam um E-SIC, conforme disciplinado na Lei de Acesso à Informação.

Possuem esse tipo de abertura com o cidadão as Câmaras de: Aguiar, Alcantil, Bom Sucesso, Catingueira, Catolé do Rocha, Condado, Cubati, Curral Velho, Dona Inês, Frei Martinho, Igaracy, Itatuba, Juarez Távora, Juazeirinho, Lagoa Seca, Livramento, Patos, Pedra Branca, Pilões, Prata, Queimadas, Serra Branca, Taperoá e Uiraúna.

Municípios considerados de maior porte como Cabedelo, Conde e Guarabira são exemplos de localidade onde as Câmaras de Vereadores não possuem Portal da Transparência, de acordo com o TCE.

 

 

Por: Nice Almeida

blogdogordinho

Jornal O FAROL lançará seu novo PORTAL de notícias dia 11 de janeiro com show da rainha da seresta

luzineteO jornal O FAROL, empresa de Marketing e Comunicação, com sede na cidade de Mari, lançará em janeiro o seu mais novo portal. O site levará o nome do jornal e será Portal O FAROL, um portal que trará a cobertura de eventos de Mari e região, mas também focará uma diversidade de assuntos da PB, do Brasil e do mundo. “Na verdade, o jornal já tem um portal, que é o portal do professor Josa, o que vamos fazer é redimensioná-lo, otimizá-lo e dar um novo layout, com a marca do FAROL. Nosso objetivo maior é SERVIR BEM e deixar você bem informado, através de um jornalismo sério, justo e com ética, seguindo as trilhas do jornal impresso, que graças a Deus tem sido bem recebido em mais de dez cidades da região. Com o novo portal estaremos presentes onde você estiver”, disse Tânia Silva (foto), diretora superintendente da empresa O FAROL. Tânia também falou das novidades que o site trará. “Muitas novidades o site trará para você. Queremos divulgar a sua empresa, com um baixo custo. Uma novidade do portal é que sua editoria trará além de vídeos, galeria de fotos, informações diversas, a cobertura de eventos públicos e das sessões de diversas Câmaras Municipais. A partir de então, você poderá, em casa, assistir pela TV O FAROL as sessões realizadas pelos seus vereadores nas diversas Câmaras Municipais, através da internet”. Um Layout moderno e bem organizado está sendo produzido por uma empresa de Web Design de Guarabira. “Tudo está sendo trabalhado pensando em você, no leitor (a), nos nossos apoiadores (as) e anunciantes”, revelou Tânia Silva.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O lançamento do PORTAL O FAROL, que substituirá o PORTAL DO PROFESSOR JOSA, está programando para o dia 11 de janeiro, na churrascaria do Zezé em Mari, com show já confirmado de Luzinete, a rainha da seresta. “Já fechamos a programação do evento que será dia 11, na churrascaria do Zezé em Mari, com show de Luzinete, a rainha da seresta. Queremos contar com sua presença, o que será de grande importância para nós”, ressaltou a diretora e superintendente do jornal.

Da redação

Pilõezinhense tem nome registrado em Portal Nacional de Jornalistas

 

pedro oliveiraO jornalista paraibano e editor-chefe de jornalismo do site NotíciaPB.com, Pedro Oliveira dos Santos Júnior, acaba de receber mais uma conquista para sua carreira profissional.

Pedro Júnior teve o nome deferido e agora faz parte do seleto de profissionais registrados no portal dos Jornalistas, bem como estreou como radialista na Rádio Pilõezinhos FM da cidade de Pilõezinhos-PB.

Confira o perfil de Pedro Júnior no Portal dos Jornalistas:

http://portaldosjornalistas.com.br/perfil.aspx?id=13852

SOBRE O PORTAL DOS JORNALISTAS:

Jornalistas Editora é uma empresa fundada no início dos anos 1990, que se especializou em desenvolver atividades editoriais focadas no Jornalismo e nos jornalistas. Seu principal produto é a newsletter semanal Jornalistas&Cia, lançada em setembro de 1995 e que circula às quartas-feiras, com audiência estimada em 35 mil leitores.

Dela nasceram projetos como as séries Protagonistas da Imprensa Brasileira (15 edições) e Entrevista (10 edições), dedicadas a personalidades do Jornalismo Brasileiro; Jornalistas&Cia – Imprensa Automotiva, lançada em abril de 2009, também com periodicidade semanal e circulação às sextas-feiras – audiência estimada em 2.200 leitores, entre jornalistas especializados no segmento automotivo e assessores de imprensa de empresas e organizações da área automotiva; Prêmio Jornalistas&Cia/HSBC de Imprensa e Sustentabilidade, criado em 2010 com o apoio do HSBC Bank e que está entre os maiores do País em valores; e Grande Baile da Imprensa, a maior festa de confraternização da imprensa brasileira, realizado na data de celebração de aniversário de Jornalistas&Cia, na última semana de setembro.

No início de 2011, a empresa associou-se à Maxpress no projeto Gestão do Reconhecimento, em que as duas empresas usam sua expertise na organização e realização de prêmios para organizar projetos nesse campo para terceiros (em regime de associação ou individualmente). O produto mais recente da Jornalistas Editora é o Portal dos Jornalistas.

Missão, visão e valores

Missão:“Acompanhar o que de mais relevante acontece nos mercados jornalístico e da comunicação corporativa, transformando esse acompanhamento em informações úteis para os profissionais que neles atuam e contribuindo para a integração e o relacionamento dos profissionais dessas áreas”.

Visão:“Defender o Jornalismo como um patrimônio da sociedade e uma atividade transformadora das relações humanas, tendo os jornalistas como construtores desse patrimônio e agentes dessa transformação”.

Valores:“Atuar com responsabilidade, garantir a pluralidade de opiniões, agir com ética, independência e imparcialidade e respeitar os valores humanos e a dignidade profissional”.

 

 

Assessoria

Prefeituras buscam informações sobre captação de recursos no Portal de Convênios

Gestores e técnicos municipais podem acessar o Portal para conhecerem ações e saber como captar recursos do Siconv para seu município

SiconvSaber quais transferências voluntárias foram realizadas por sua cidade nos últimos anos e divulgar a utilização do Sistema de Convênios do Governo Federal (Siconv) como uma forma de captar recursos públicos da União, são algumas das informações que gestores e técnicos municipais têm ao acessar os dados do Portal Brasileiro de Dados Abertos (dados.gov.br).

Os dados do Siconv estão disponíveis no sítio gerenciado pelo Ministério do Planejamento (MPOG) desde o ano passado. Neste formato, permitem a sua utilização, cruzamento e compartilhamento por qualquer pessoa.

Sílvia Fonseca, servidora da Secretaria Municipal de Educação de Igarapé-Miri (PA) – cidade localizada a cerca de 78km de Belém – entrou em contato com a equipe da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) para saber em quais programas do Ministério da Educação (MEC) houve a adesão de seu município. Sílvia é responsável pela coordenação de planejamento da secretaria e relata que os técnicos da gestão anterior da cidade de mais de 50 mil habitantes não passaram as informações. “Isso prejudica as ações das novas equipes de trabalho”, afirma.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Já em Ribeirão Pires (SP), a captação de recursos das transferências voluntárias da União motivou o secretário de assuntos estratégicos da cidade, Paulo de Tarso Gonçalves dos Santos, a buscar informações no dados.gov.br. No cargo há quatro anos, Paulo relata que os dados disponíveis são importantes para a democratização das informações e que ele pretende angariar recursos por meio do sistema. “Estou tentando disseminar a cultura do Siconv no corpo funcional”, conclui.
Siconv

Instituído em 2008, o Siconv é uma ferramenta eletrônica que reúne e processa informações sobre as transferências voluntárias da União para estados, Distrito Federal, municípios e entidades privadas sem fins lucrativos. Esse repasse pode acontecer por meio de contratos de repasse, termos de parceria e convênios destinados à execução de programas, projetos e ações de interesse comum.

Os dados do em formato aberto do Siconv estão disponíveis diretamente no api.convenios.gov.br/

 

Fonte

Ministério do Planejamento

TV Tambaú lança projeto Verão 3.0, que vai oferecer conteúdo exclusivo através do Portal Tambaú 247

 

A TV Tambaú, afiliada do SBT na Paraíba, lança, neste sábado (19), o projeto Verão 3.0, que vai oferecer ao telespectador meia hora de conteúdo exclusivo de programas e eventos cobertos pela emissora através do Portal Tambaú 247 (www.tambau247.com.br). A ideia é que, assim que acabar a exibição na TV, o telespectador assista no site o material produzido especificamente para a web.

No sábado, quando será feita a primeira transmissão dentro do projeto Verão 3.0, os internautas poderão acompanhar mais do show do cantor Márcio Dhuka, da banda Marreta You Planeta, que vai animar os telespectadores do programa Feminíssima de Verão.

Outro momento em que os internautas poderão acompanhar conteúdo exclusivo será o show da cantora Alcione, no dia 26 de janeiro, dentro do projeto Extremo Cultural – Onde o Som Toca Primeiro, em João Pessoa.

O gerente de marketing da Sistema Tambaú de Comunicação, Gabriel Freire, revela que outros projetos do gênero serão desenvolvidos ao longo do ano pela emissora. “Estamos investindo pesado em tecnologia para trazer o melhor para os nossos telespectadores. Nossa satisfação com o projeto é saber que ele é pioneiro no Estado”, afirmou.

Gabriel TV Tambaú para o Focando a Notícia

Governo lança portal de enfrentamento à violência contra a mulher

Foto: José Marques/Secom-PB

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana, lançou, na tarde dessa terça-feira (14), o portal www.violenciacontramulher.pb.gov.br e firmou um Termo de Mútua Cooperação com a Companhia Estadual de Habitação Popular (Cehap) que prevê o acesso à moradia como superação das desigualdades de gênero, raça e etnia. A solenidade ocorreu no Salão Nobre do Palácio da Redenção e contou com a presença do governador Ricardo Coutinho e auxiliares de governo, entre outras autoridades.

O portal será uma importante ferramenta de divulgação das políticas públicas de proteção à mulher desenvolvidas pelo Governo do Estado e pela Rede de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher. O site informa o telefone Disque Denúncia 197, da Polícia Civil; a Lei Maria da Penha; orienta as mulheres a denunciarem qualquer tipo de violência; apresenta os serviços que beneficiam a mulher vítima de violência; lista convênios já existentes e municípios engajados.

O termo firmado entre a Secretaria da Mulher e da Diversidade e a Cehap tem por objetivo estabelecer um regime de cooperação mútua visando garantir a Política Estadual de Habitação de Interesse Social, por meio de ações que venham fortalecer e valorizar as mulheres como agentes de desenvolvimento local, proporcionando o acesso à moradia como superação das desigualdades de gênero, raça e etnia.

O governador Ricardo Coutinho fez uma convocação a todas as secretarias e órgãos do Governo do Estado a se engajarem na divulgação e colaboração com a Rede de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher, destacou que as Secretarias da Educação e da Saúde podem fazer muito por esta causa, assim como a Defensoria Pública Estadual. Ele citou ainda como exemplo o jornal A União, que pode difundir as políticas em defesa da mulher vítima de violência.

“Nós temos um exército enorme com capacidade de propagar informações. É preciso usar esses espaços. Eu estou chamando o governo e cada secretaria a se posicionar, a dizer o que pode fazer e é fundamental que a gente multiplique ações”, afirmou o governador. Ricardo disse que o portal da transparência da violência contra a mulher, juntamente com o convênio e as demais políticas que estão sendo desenvolvidas, trazem uma perspectiva de formatação de uma sociedade em que homens respeitem mulheres e vice-versa.

O governador lembrou que no ano passado o Estado instalou em João Pessoa a Casa Abrigo para proteger as mulheres e seus filhos que estejam sendo vítimas de ameaças ou agressões e determinou estudos para que outra unidade seja aberta em Campina Grande.  E lembrou também a criação do Empreender Mulher para possibilitar, do ponto de vista da conquista da liberdade, a emancipação através do trabalho.

Foto: José Marques/Secom-PB

Cooperação mútua – Sobre o convênio entre a Secretaria da Mulher e a Cehap, o governador Ricardo Coutinho explicou que esse instrumento vai favorecer as mulheres vítimas de violência no sentido de que elas tenham um encaminhamento mais ágil e uma espécie de cota no acesso a um novo teto para morar.

Constituem prioridades deste Termo de Cooperação desenvolver ações voltadas para a ampliação das oportunidades ao acesso à moradia com habitabilidade para as mulheres em situação de vulnerabilidade socioeconômica, trabalhadoras domésticas, mulheres vítimas de violência doméstica atendidas na Casa Abrigo, e mulheres responsáveis pela unidade familiar.  A Cehap vai priorizar na fase de inscrição e regularização que as unidades habitacionais sejam registradas em nome das mulheres.

No termo de cooperação mútua, a Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana vai coordenar e realizar cursos, oficinas e palestras para as equipes técnicas dos programas, projetos e ações dos partícipes que atuam na Política Estadual de Habitação de Interesse Social;  coordenar a realização de Diagnóstico Socioeconômico das Mulheres em Situação de Vulnerabilidade Social, Trabalhadoras Domésticas, Mulheres Vítimas de Violência Doméstica atendidas na Casa Abrigo e Mulheres Responsáveis pela Unidade Familiar. Tanto a Cehap quanto a Secretaria Mulher e da Diversidade vão acompanhar e monitorar através de relatórios semestrais as demandas encaminhadas e/ou atendidas.

A secretária da Mulher e da Diversidade Humana, Iraê Lucena, fez uma explanação das ações de proteção à mulher vítima de violência e apresentou dados estatísticos no Brasil e na Paraíba. A apresentação do portal www.violenciacontramulher.pb.gov.br foi feita pela secretária executiva Gilberta Soares, observando que a página ainda está tendo ajustes para o internauta ter o melhor acesso possível.

Secom-PB

Cultivo de flores no município de Pilões (PB) é destaque no Portal Uol

As flores mudaram a vida das agricultoras de Pilões, município do interior da Paraíba. Foi o cultivo delas que garantiu a 22 mulheres renda para suas famílias, após o fechamento de uma usina que tirou empregos nos canaviais. O negócio se mostrou promissor e, hoje, a cooperativa que elas criaram vende o produto na Paraíba e em outros Estados.

A ideia de trabalhar com flores foi de Maria Helena dos Santos, que tinha um terreno, e Karla Cristina. Mas o cultivo da planta era desconhecido na região. Todas as flores comercializadas na Paraíba vinham de Recife e São Paulo. “Não sabíamos plantar, nem como começar. A única certeza que tínhamos era que precisávamos ganhar dinheiro”, Maria Helena.

Mas era necessário trabalhar com uma atividade próxima à realidade delas. Chegou-se à conclusão que tinha de ser com terra.

A outra opção era investir na plantação de bananas, negócio não muito rentável, visto que era preciso concorrer com grandes proprietários de terra. “Diante dessa realidade sentimos a necessidade de fazer alguma coisa para ter uma renda”, diz.

Após testes, perceberam que no brejo a flor daria certo. O terreno de Maria Helena foi doado ao grupo. Em troca, a associação oferecia 10% da renda.

Projeto pioneiro já foi premiado

O percurso foi marcado por dificuldades. Ninguém acreditava nelas: nem o banco, nem os amigos, nem os próprios maridos. Com exceção do Sebrae-PB, serviço de apoio às micro e pequenas empresas, que de imediato acreditou na iniciativa e passou a apoiar o sonho daquelas mulheres. Surgia a Cofep (Cooperativa de Flores de Pilões).

Agora, o projeto pioneiro é sinônimo de sucesso e conta com o apoio do Banco do Brasil e do Governo da Paraíba.  De acordo com a cooperativa, por mês são produzidos, em média, 700 pacotes de flores. No início eram 200.

O rendimento mensal é muito variável, mas nunca inferior a R$15 mil. A cooperativa trabalha com 12 variedades de flores, desde a rosa vermelha até a gérbera. O objetivo é ampliar a produção para mil pacotes até o próximo ano.

A Cofep já ganhou vários prêmios de reconhecimento e Maria Helena o prêmio Mulher Empreendedora do Sebrae-PB.São mais de sete hectares de terra de cultivo.

Mulheres enfrentaram resistência em casa, mas hoje colhem reconhecimento

Até 1999, em Pilões, a única ocupação das mulheres era ficar em casa tomando conta das crianças, enquanto os maridos trabalhavam em uma usina da cidade, que declarou falência e deixou várias famílias sem nenhuma perspectiva de vida.

A situação era difícil. Sem emprego, alguns arriscaram ir embora para São Paulo ou Rio de Janeiro, na esperança de uma vida mais digna. De uma forma geral, a pobreza predominava nas casas daquelas famílias.

Mas nada foi fácil. As mulheres tiveram de enfrentar o machismo de seus maridos, que não aceitavam a ideia. “Achavam loucura”, conta Maria Helena. As flores, símbolo do amor e do romantismo, por pouco não causou divórcio na localidade.

Nada disso foi mais forte que a força de vontade. “Chegamos a pensar em fábrica de redes, de doces, de sandálias, mas depois vimos que o melhor mesmo era cultivar flores”, declara.

As mulheres de Pilões quebraram as barreiras e o machismo. Hoje, trabalham na cooperativa 22 mulheres e seis homens. “As flores trouxeram renda e até melhoraram a convivência com nossos maridos. A vida agora é outra. Tudo são flores”, diz.

Do UOL