Arquivo da tag: Pombal

João Azevêdo anuncia criação de mais cinco restaurantes populares em Guarabira, Pombal, Cajazeiras, Monteiro e São Bento

A Paraíba terá a criação de mais cinco restaurantes populares. O anúncio foi feito pelo governador João Azevêdo, no programa Fala Governador, na rádio Tabajara, na tarde desta segunda-feira (19).

O ClickPB apurou que serão criados novos restaurantes populares em Guarabira, Pombal, Monteiro, São Bento e Cajazeiras. Segundo confirmou o governador, essas unidades vão oferecer cerca de 1.000 refeições diárias, cada uma.

O Governo do Estado vai investir R$ 10 milhões anuais nos cinco novos restaurantes populares. A rede estadual de segurança alimentar, que tinha quatro restaurantes, agora terá o total de 10 restaurantes, com as cinco novas unidades e a que foi criada em Sousa, já na gestão de João Azevêdo.

“Isso é muito importante para que a gente possa oferecer segurança alimentar para tanta gente. Nesse tempo de pandemia, alguns perderam o emprego, outros perderam a renda em alguma atividade informal que tinham”, comentou o governador.

 

clickpb

 

 

Médico e ex-vice-prefeito de Pombal, Dr. Geraldinho, morre vítima de covid-19 nesta quinta-feira

O médico e ex-vice-prefeito de Pombal, no Sertão da Paraíba, Geraldo Arnaud de Assis Júnior, mais conhecido como Drº Geraldinho, faleceu nesta quinta-feira (6), aos 63 anos, vítima de covid-19. Ele estava internado em João Pessoa, após ser transferido em estado grave do hospital de Pombal.

O médico procurou atendimento no dia 22 de julho, com sintomas de covid-19. No dia 26, ele precisou ser transferido para uma UTI no Hospital Universitário Lauro Wanderley, em João Pessoa, precisando de aparelhos para respirar.

As informações de velório e sepultamento ainda não foram divulgadas.

A deputada Pollyanna Dutra, que foi prefeita de Pombal na época em que Drº Geraldinho era o vice-prefeito, emitiu nota de pesar lamentando a morte do amigo.

Confira a nota na íntegra

Dia de profunda tristeza! Hoje, perco mais um amigo, Geraldo Arnaud de Assis Júnior, carinhosamente conhecido como Dr. Geraldinho. Ele esteve ao meu lado, sendo meu braço direito, durante os anos em que estive à frente da missão de gerenciar o poder executivo do município de Pombal. Ao seu lado, consegui alçar voos e levar o nosso Sertão para o mundo, representando essa Paraíba pelos mais diversos lugares.

Em seu lugar, Dr. Geraldinho deixa um vazio, que jamais será substituído. Homem íntegro, dedicado ao seu povo, ele se vai em um momento extremamente difícil e por uma doença que o mundo luta para enfrentar, a Covid-19. Ele lutou até o fim, com força e fé, a fé que nos sustentará agora, nesse momento de tristeza e perda.

Neste momento, pouco realmente pode ser dito para confortar os que ficam, mas, aos familiares e amigos, desejo que Deus possa dar toda a força necessária para que essa dor se transforme em saudade e lembranças boas, que é o que realmente irá marcar para sempre. Ele parte, mas fica todo o seu legado, que jamais será esquecido por nenhum de nós.

Descanse em paz, meu amigo. Que Deus o receba com todo amor. Um dia iremos nos reencontrar! 

#PollyannaDutra

 

clickpb

 

 

Duas mulheres morrem com suspeita de coronavírus em hospital de Pombal, PB

Duas mulheres morreram na segunda-feira (30) no Hospital Regional de Pombal, cidade localizada a 371 km de João Pessoa, com suspeita de infecção pelo coronavírus. De acordo com secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, informou que até a manhã desta terça-feira (31), pelo menos 12 mortes na Paraíba seguiam sob investigação da Secretaria de Estado da Saúde (SES) para confirmação de Covid-19.

Segundo informações repassadas pela SES, as duas mulheres, que eram idosas, foram submetidas a coleta das amostras para análise do novo coronavírus. As duas vítimas estavam internadas em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Pombal.

De acordo com secretário Geraldo Medeiros, o alto número de casos descartados na Paraíba, 367 até o boletim divulgado pela SES na segunda-feira (30) tem relação com o período do ano, que naturalmente registra aumento de outras doenças.

“Temos muitos casos de outras doenças respiratórias no período, também temos muitos casos de arboviroses, como dengue, zika e chikungunya, tudo isso contribui para o aumento do número de casos suspeitos e consequentemente de casos descartados”, comentou.

Uma das mortes que estão sob investigação é a do publicitário Mateus Zerbone Carlos, filho do empresário Eduardo Carlos, presidente da Rede Paraíba de Comunicação. A SES informou que o resultado do exame que pode confirmar a causa da morte do publicitário e dos outros 11 casos investigados deve sair nesta terça-feira (31).

Mortes suspeitas de coronavírus na Paraíba

Seis mortes já foram investigadas e descartadas por suspeita de coronavírus na Paraíba. Duas mortes que tinham sido classificadas por suspeita de coronavírus foram descartadas pela SES no sábado (28), o resultado foi divulgado no domingo (29). Estão descartadas a morte da mulher de 40 anos na cidade Patos e da criança de 10 anos na cidade de Conceição, ambas localizadas no Sertão paraibano.

Ainda de acordo com a SES, a morte da mulher de 40 anos no Hospital Regional de Patos não foi causada por nenhum vírus respiratório, com base nos exames realizados na paciente. Por sua vez, o caso do menino de 10 anos que morreu no Hospital e Maternidade Caçula Leite (HMCL) de Conceição foi descartado para Covid-19, seguindo as investigações para outros tipos de vírus respiratórios.

As duas mortes descartadas eram as que faltavam ser investigadas entre os casos que tinham sido notificados como mortes suspeitas por Covid-19. Antes, outras quatro mortes foram descartadas para coronavírus. Na última terça-feira (24) exames descartaram que as mortes de três pacientes da Paraíba tenham sido causadas pelo novo coronavírus. Na quinta-feira (26), mais uma morte que estava sendo investigada como suspeita do coronavírus também foi descartada.

Mortes descartadas para Covid-19

  • Mulher, de 29 anos, que morava em João Pessoa
  • Homem, de 67 anos, que morava em Zabelê
  • Mulher, de 34 anos, que morava em João Pessoa
  • Mulher, de 39 anos, que morava em João Pessoa
  • Mulher, de 40 anos, que morava em Patos
  • Criança, de 10 anos, que morava em Conceição

Caso descartado segue investigado

A morte de Quézia Leite Batista, de 34 anos, servidora pública que trabalhava na maternidade Frei Damião, em João Pessoa, descartada para Covid-19 segue sob investigação. De acordo com a SES, apesar da coleta e do resultado obtido no Laboratório Central de Saúde Pública da Paraíba (Lacen-PB), uma amostra foi enviada para o Instituto Evandro Chagas.

Ainda de acordo com a SES, a amostra foi enviada ao mesmo tempo em que era analisada no Lacen-PB. Como não houve um diagnóstico preciso da causa da morte dela, a amostra foi enviada para o Pará.

G1

 

Em Pombal: homem morre após sofrer descarga elétrica em fábrica

Um homem, identificado como José Arimateia Pereira, de 32 anos, morreu nesta sexta-feira (14)  vítima de uma descarga elétrica, em uma fabrica de redes, localizada no bairro Nova Vida, na cidade de Pombal, Sertão da Paraíba.

De acordo com informações, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou a ser acionado, mas apenas constatou o óbito.

O acidente aconteceu quando vítima teria encostado em uma parte da máquina de tear.

O corpo de Dedé, como era conhecida a vítima, foi encaminhado ao Instituto de Polícia Cientifica (IPC) na cidade de Patos, onde será submetido a exames cadavéricos para posteriormente ser entregue aos familiares para velório e sepultamento. As informações são do HW Comunicação.

 

 

pbagora

 

 

Prefeito alega crise financeira e exonera mais de 100 servidores em Pombal

(Foto: Camila Bezerra)

O prefeito Abmael de Sousa Lacerda, do município de Pombal, no Sertão do Estado, publicou portaria determinando a exoneração de todos os servidores detentores de Cargos em Comissão e Funções de Confiança ou gratificada do Poder Executivo do Município. O decreto foi publicado na edição desta segunda-feira (04) do Diário Oficial dos Municípios.

O prefeito alega a crise financeira no país e a queda nos valores de repasse do FPM em todos os municípios.

Segundo a administração municipal, a medida foi tomada em consideração à necessidade de corte de gastos e redução de despesas para manter o equilíbrio entre a receita e a despesa do município. De acordo com o texto do decreto, as exonerações foram feitas levando em consideração o compromisso de manter em dia o pagamento dos fornecedores e servidores municipais.

Conforme o ato do chefe do Executivo municipal, foram poupadas as servidoras gestantes ou em gozo da licença maternidade, além do secretário de Finanças, diretora do Departamento de Administração e Finanças vinculado à Secretaria de Saúde e a procuradora-geral do Município.

Ficou determinado pelo decreto, no entando, que os servidores vinculados ao quadro efetivo de pessoal de cada repartição permanecerão no exercício de suas atribuições respondendo pelo expediente dos órgãos até que seja feita a nomeação dos titulares.

De acordo com dados do Sagres, até o mês de setembro, existiam na Prefeitura Municipal de Pombal mais de 100 servidores nos quadros que serão exonerados.

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

TSE aprova tropas federais para CG, Esperança, Pombal e Sousa

tropasfederaisO Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, durante sessão realizada nesta quinta-feira (29), o envio de tropas federais para reforçar a segurança das eleições em Campina Grande, Sousa, Pombal, Esperança e mais 11 municípios do interior da Paraíba.

De acordo com o presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), José Aurélio da Cruz, afirmou que todos os pedidos apresentados pela Paraíba foram aprovados pelo TSE.

O relator do processo relativo a Campina Grande, ministro Napoleão Nunes Maia Filho, votou a favor do envio das tropas federais e destacou resposta apresentada pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) que não se opôs ao reforço na segurança durante as eleições. O voto do relator foi acompanhado pelos demais ministros.

A requisição de tropas federais foi feita pelas juízas eleitorais com base no histórico de acirramento e para prevenir os crimes eleitorais.

Na mesma sessão, os ministros do TSE  aprovaram o envio de tropas federais para o município de Pombal. A relatora do pedido, Rosa Weber ressaltou os argumentos apresentadas pela juíza eleitoral, entre eles, o risco da ação de grupos criminosos e bandos armados.

O pedido de tropas federais para o município de Sousa foi relatado e aprovado pelo ministro Luiz Fux. A partir da aprovação, as tropas serão enviadas para os municípios de Sousa, Marizópolis, Lastro, Aparecida, Santa Cruz, Nazarezinho, Vieirópolis, São Francisco e São José da Lagoa Tapada.

O envio das tropas para os municípios de Esperança, Areial e Montadas. Entre os motivos que justificaram o envio está o tráfico de drogas nas cidades.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Menino encontrado morto em Pombal pode ter sido vítima de afogamento ou choque elétrico, diz PM

erickErick Gabriel Muniz de Sousa, de 11 anos, encontrado morto na sexta-feira (22), em Pombal, pode ter sido vítima de afogamento ou choque elétrico, conforme informações repassadas ao comandante da Polícia Militar na cidade, capitão Davi Batista.

Ao Portal Correio, o oficial disse que as hipóteses foram levantadas de forma preliminar por peritos que estiveram no local onde o corpo da criança foi encontrado. A área é próxima a um rio e também ao parque de vaquejada da cidade.

A chance de morte por descarga elétrica foi levantada devido à presença de cercas energizadas e fios elétricos de uma bomba de água. O comandante da PM falou ainda que o corpo do menino não apresenta marcas de violência. Ele estava vestido, calçado e com uma corda de laçar animal em uma das mãos.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Erick Gabriel Muniz de Sousa desapareceu na segunda-feira (18). Em mensagens compartilhadas nas redes sociais, a família informou que o menino era autista. O corpo dele foi levado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal de Campina Grande (Numol), onde passa por perícia para confirmação da causa morte.

 

 

portalcorreio

Improbidade Administrativa: Justiça determina bloqueio de bens da prefeita de Pombal

pollyanna-dutraO relator João Batista Barbosa, em substituição a desembargadora Maria das Neves do Egito Ferreira, atendeu ao pedido do Ministério Público da Paraíba que moveu ação de improbidade administrativa contra Prefeita de Pombal, Pollyanna Dutra e determinou o bloqueios dos bens da gestora.

A ação de improbidade já havia sido negada pelo juiz da 3ª Vara da Comarca de Pombal e o MP apelou ao Tribunal de Justiça, baseando-se em que a auditoria do Tribunal de Contas do Estado constatou irregularidades no exercício de 2009 de Pombal como abertura e utilização de crédito adicional sem fonte de recurso no valor de mais de R$ 1 milhão, despesa sem licitação no valor de mais de R$ 200 mil, além de número elevado de contratação de pessoal.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O Juiz observou também que ainda que o TCE houvesse aprovado as contas da prefeitura o MP poderia ter entrado com ação de improbidade. Barbosa deu provimento e determinou o imediato bloqueio dos bens da prefeita de Pombal. A prefeita pode recorrer da decisão.

Confira o despacho abaixo:

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 2007012-52.2014.815.0000.

ORIGEM: 3ª VARA DA COMARCA DE POMBAL. RELATOR: Dr (a). Joao Batista Barbosa, em substituição a (o) Desa. Maria das Neves do Egito D Ferreira. AGRAVANTE: Ministério Público do Estado da Paraiba. AGRAVADO: Yasnaia Pollyanna Werton Dutra. ADVOGADO: Johnson Gonçalves de Abrantes. AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO CIVIL PÚBLICA POR ATO DE IMPROBIDADE. INÚMERAS IRREGULARIDADES APONTADAS PELA AUDITORIA DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO. DOCUMENTO HÁBIL À COMPROVAÇÃO DA VEROSSIMILHANÇA DAS ALEGAÇÕES, QUE CONSUBSTANCIA O ÚNICO REQUISITO PARA A INDISPONIBILIDADE DOS BENS. RECURSO PROVIDO MONOCRATICAMENTE. 1. É pacífica a jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça no sentido de que, em ação de improbidade, tratando-se de indisponibilidade de bens, faz-se necessária a demonstração, apenas, da fumaça do bom direito, já que o periculum in mora é sempre presumido. 2. Ainda que haja a aprovação das contas do agente público, pode ser deduzida, pelos legitimados, a ação de improbidade administrativa (vide: STJ, REsp 757.148/DF, Rel. Ministro Herman Benjamin, Segunda Turma, julgado em 11/11/2008, DJe 11/11/ 2009), cujo rito deve ser assegurado, com muito mais ênfase, quando a auditoria da Corte de Contas aponta irregularidades na contabilidade, como demonstra o caso sub examine. 3. Recurso provido, para determinar a indisponibilidade dos bens da agravada. Vistos etc. À luz do exposto, dou provimento ao agravo de instrumento, para, modificando a decisão recorrida, determinar a imediata indisponibilidade de todos os bens da recorrida, o que faço com base no art. 557, § 1º-A, do Código de Processo Civil. Por fim, cabe advertir que, estando a presente decisão fundamentada em entendimento jurisprudencial pacífico, a eventual oposição de embargos de declaração ou agravo interno poderá ensejar aplicação de multa processual. Intimações necessárias. Oficie-se à autoridade processante. Cumpra-se.

paraiba.com.br

Agentes da PRF realizam parto dentro de um carro em Pombal      

 

Parto TaysaPoliciais rodoviários federais realizaram um parto dentro de um carro na tarde desta quarta-feira (6), em frente ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Pombal, Sertão da Paraíba.

 

A gestante Iris Beatriz Custódio, de 24 anos, estava indo do município de Lagoa com destino à maternidade da cidade de Alexandria, Sertão paraibano, onde seria internada para dar a luz nesta próxima quinta-feira. Às 16h um Gol vermelho parou em frente à unidade da PRF de Pombal, localizado na BR 230, e o motorista desceu gritando: “ela está nascendo”. Surpresos, os três agentes da PRF que lá se encontravam correram até o carro e perceberam que a jovem estava entrando em trabalho de parto. De imediato, iniciaram os procedimentos dentro do próprio veículo. Três minutos depois a criança nasceu; uma menina, que será registrada como Taysa Iane Custódio.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Parto Taysa IIIris já é mãe de outras duas crianças, de 7 e 2 anos. A jovem mora no Sítio Barroquinha, que fica em Lagoa.

 

Após o parto uma equipe do SAMU chegou ao posto, onde cortaram o cordão umbilical e, em seguida, transportaram mãe e filha até o Hospital Regional de Pombal.

 

 

Obs.:O vídeo e fotos são de autoria do PRF Thyago Batista

 

Assessoria de Comunicação Social/PRF

 

 

STF acata recurso; Polyana se mantém na Prefeitura de Pombal, no Sertão

stfO Supremo Tribunal Federal (STF) acatou, por unanimidade, durante julgamento nesta quinta-feira (22), Recurso Extraordinário (RE) 758461, da prefeita de Pombal, Polyana Dutra (PT), pedindo a anulação da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que cassou o registro de sua candidatura nas eleições municipais de 2012. Com a decisão, Polyana permanece no cargo.

Antes do TSE, O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) já havia negado o registro de candidatura da prefeita, por entender que ela disputaria um terceiro mandato, já que foi casada com Jairo Feitosa, eleito prefeito de Pombal nas eleições de 2004 e que faleceu em setembro de 2007, após acidente automobilístico. Polyanna venceu as eleições de 2008 e foi reeleita em 2012.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo esse entendimento da Justiça Eleitoral paraibana, sua eleição logo após a morte do ex-marido teria consubstanciado uma continuidade do mesmo núcleo familiar no poder. A defesa, entretanto, contesta esse argumento, lembrando que, na época do falecimento do prefeito, o então vice-prefeito assumiu o cargo até o final do mandato.

O recurso de Polyana teve como relator o ministro Teori Zavascki.

O procurador-geral da República Rodrigo Janot deu parecer pela inelegibilidade de Polyanna. O procurador-geral destacou que a dissolução do vínculo conjugal pela morte não afasta a inelegibilidade, pois haveria a continuidade do mesmo núcleo familiar no terceiro mandato consecutivo. Segundo ele, este foi o entendimento do TSE ao barrar a candidatura de Polyanna. A tese foi rejeitada pela corte do STF.

Cristiano Teixeira – MaisPB