Arquivo da tag: politiqueiro

Prefeitura não assina convênio com Estado e Cajazeiras poderá perder R$ 300 mil; Ricardo Coutinho taxa Rafael de politiqueiro

Governador Ricardo Coutinho concede entrevista coletiva na cidade do Casserengue

O secretário de Educação do Estado, Harisson Targino declarou nesse final de semana, que o governador Ricardo (PSB) Coutinho disponibilizou R$ 299,800 mil, para prefeitura de Cajazeiras, porém, os recursos não chegaram aos cofres do município porque o prefeito Carlos Rafael (PTB) não assinou o convênio, que é necessário para liberação do dinheiro.

“O prefeito não foi assinar o convênio para que o dinheiro seja liberado para a cidade de Cajazeiras, que deveria ser investido na educação”. Afirmou Harisson

O Governador
Durante a plenária do Orçamento Democrático em Cajazeiras na última sexta-feira (18), o governador Ricardo Coutinho disse que atitude de Prefeito Rafael deve ser definida como uma falta de respeito com os estudantes e taxou o gestor cajazeirense de politiqueiro.

“O prefeito que não quer receber dinheiro ele usa de politicagem barata, pequena, que não atende aos anseios e a necessidades da população.” Alfinetou o governador

Segundo Ricardo Coutinho, a verba está disponível para a prefeitura de Cajazeiras desde o dia 11 de maio, mas o chefe do executivo municipal não compareceu a Secretaria de Estado para assinar o documento.

“Conosco não tem essa bobagem ultrapassada de ficar fazendo guerrinha com município. Não vim para dividir a Paraíba, vim para governá-la e aqueles que insistem nessa política ultrapassada não conseguem dá reposta necessária à população”. Disparou Ricardo

O dinheiro liberado é referente ao convênio do transporte escolar e segundo informações chegadas a nossa reportagem, os motoristas estão sem receber salários há três meses.

O outro lado
A secretária de Educação do município, Maria do Carmo (Carminha), informou nesta segunda-feira (21), que Carlos Rafael assinou o convênio e a documentação foi encaminhada a Secretaria de Estado para liberação do dinheiro.

“Nós enviamos o plano de trabalho e o convênio assinados. Eu não estou entendendo essa afirmação do governador. Acho que está havendo falta de informação no Governo do Estado. Foi tudo dentro do prazo”. Informou a secretária

Carminha disse que está existindo interferência de ordem política, pois toda a documentação exigida pelo governador foi assinada pelo prefeito e encaminhada a Secretaria em tempo hábil.

“Eu tenho o protocolo assinado pela Secretaria que eles receberam essa documentação de Cajazeiras. Eu não faço nada a toa não”. Assegurou a auxiliar do Governo municipal

A secretária afirmou ainda, que Ricardo Coutinho está mal assessorado e insinuou que está existindo interferência política da oposição de Cajazeiras.

“Acho que o governador foi incitado de forma mirabolante, porque não tem condições. Alguém deve ter passado informação de forma maldosa, intencional. Estou preocupada porque como é que a gente pode confiar em um Governo desses. O governador tem que está mais informado”. Criticou Carminha

DIÁRIO DO SERTÃO

BRIGA DE BATINAS: Frei Anastácio ataca postura de Dom Aldo Pagotto e chama Arcebispo de ‘politiqueiro’

Você concorda com a presença dos Padres na política?. Pois foi justamente essa pergunta que provocou a indignação do deputado estadual, Frei Anastácio (PT), nesta quinta-feira (10).  O religioso, que recebeu uma votação expressiva no último pleito, se mostrou indignado com o posicionamento do colega de batina, Dom Aldo Pagotto, que em todos os períodos pré-eleitorais vai à mídia para criticar e condenar a participação de padres na política.

Para Anastácio, o arcebispo da Paraíba não tem moral para criticar a classe já que ‘ele é mais político dos que estão na política’. “Ele não é político no sentido bom não, ele é um politiqueiro de primeira”, alfinetou.

Anastácio ainda mandou um conselho para o colega e pediu para que dessa vez, no pleito de 2012, ele não cutucasse a participação dos religiosos no pleito. “Espero que dessa vez ele não vá para os guias eleitorais defender aqueles que não são bem aceitos”, provocou.

Anastácio ainda saiu em defesa da categoria e destacou que os padres que estão na política são exemplos e alem de terem uma historia, tem também um significado para a Igreja e para o povo da Paraíba.

Com informações de Henrique Lima

PB Agora

MÍDIA PARAÍBA