Arquivo da tag: Policial

Adolescente de 14 anos é baleado após tentar fugir de abordagem e entrar em luta corporal com policial civil em Campina Grande

Um adolescente de 14 anos foi baleado nessa quarta-feira (21), após tentar fugir de uma abordagem e entrar em luta corporal com policial civil, no Conjunto Ronaldo Cunha Lima, localizado no bairro Três Irmãs, em Campina Grande. A Polícia Civil informou ao Portal ClickPB, que uma equipe policial estava em diligência no local para cumprir quatro mandados de prisão contra Ronkaly Alves de Brito, conhecido como “Mortes”.

Os policiais encontraram Ronkaly acompanhado de um adolescente caminhando na rua do bairro, quando abordaram os dois e deram voz de prisão a Ronkaly. O adolescente por sua vez, saiu correndo pela rua e entrou em residências, sendo perseguido pelos policiais.

O adolescente foi alcançado por um dos policiais no quintal de uma das casas. No local eles entraram em luta corporal e teria tentado roubar a arma do agente.

O policial então conseguiu atirar contra o adolescente e o atingiu nas duas pernas. O adolescente foi socorrido pelos policiais para o Hospital de Trauma de Campina Grande. O estado de saúde é considerado estável.

A Polícia informou que o alvo dos mandados não reagiu a prisão e foi levado para a Central de Polícia Civil de Campina Grande. Familiares do adolescente disseram que ele correu pois se assustou com a abordagem.

O caso será investigado.

 

clickpb

 

 

Carro de candidata à prefeitura é baleado em ação policial na Paraíba

O carro de uma candidata à Prefeitura de Conde, na Grande João Pessoa, foi atingido por tiros na madrugada desta quinta-feira (1º), na cidade. Karla Pimentel (PROS) não sofreu ferimentos, mas duas pessoas que estavam com ela no veículo foram baleadas.

Conforme apuração da TV Correio, Karla estaria voltando de um salão de beleza quando teve problemas com o carro em Jacumã, distrito de Conde. A polícia fazia rondas para apurar o que seria a invasão de uma casa na área, quando sinalizou que iria abordá-los, mas eles teriam se assustado, achando que haveria alguma ocorrência no local, e tentaram fugir rapidamente. Os policiais teriam iniciado os tiros.

Um policial penal e um comissário da Justiça estavam com a candidata e acabaram baleados. Os homens de 30 e 33 anos foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samnu) para o Hospital de Trauma de João Pessoa, onde foram atendidos e, até o começo da manhã desta quinta (1º), estavam em observação.

De acordo com a 1ª Companhia Independente, a PM foi chamada para atender um morador que estava com medo de ter a casa invadida por uma dupla que estaria com atitude suspeita perto da residência, na praia de Carapibus, em Conde.

Ao sair da base de Jacumã, os policiais identificaram dois homens com armas em punho, ao lado de um carro, quase em frente ao posto policial. De acordo com a PM, foi pedido reforço e quando as viaturas chegaram, os dois homens entraram rapidamente no carro e saíram em direção a Carapibus, onde foram interceptados após acompanhamento policial.

Os dois homens seriam os que estavam com a candidata, mas foram tratados pela polícia como suspeitos. O caso foi levado para a delegacia de Polícia Civil em Alhandra.

*Com informações da TV Correio

 

 

Policial militar dirige na contramão, colide com moto e deixa motociclista ferido no bairro dos Bancários

Um acidente envolvendo um carro e uma moto deixou na madrugada desta sexta-feira (11), o motociclista ferido, no bairro dos Bancários, em João Pessoa. O acidente aconteceu na Avenida Bancário Sérgio Guerra, próximo a Praça da Paz.

De acordo com testemunhas que estavam no posto de gasolina, um homem que se apresentou como policial militar estava bebendo e resolveu pegar a contramão sentido Bancários-Centro, para pegar um retorno. O carro colidiu de frente com uma moto que seguia no sentido contrário. Com o impacto da batida, o condutor da moto foi parar em cima do veículo.

Tanto a moto quanto o carro ficaram destruídos. Ainda de acordo com testemunhas, o condutor do carro ficou bastante violento e disse que estava armado. O suspeito de causar o acidente foi detido e passará pelo teste do bafômetro.

O condutor da moto foi socorrido para o Hospital de Trauma de João Pessoa. O estado de saúde não foi divulgado.

 

clickpb

 

 

Homem tenta assaltar policial militar e é baleado, em João Pessoa

Um homem ficou ferido na manhã desta terça-feira (14) depois de tentar assaltar um policial militar, no bairro do Rangel, em João Pessoa. Quando anunciou o assalto, armado, o PM reagiu.

De acordo com informações da Polícia Militar, o PM atirou contra o suspeito, atingindo o braço e o abdômem do homem. Além disso, dentro da mochila dele foram encontrados alguns celulares, o que, segundo a PM, indica que ele poderia estar realizando assaltos na região. A arma também foi apreendida.

Ele foi socorrido pelo Samu, está com os movimentos preservados, mas requer cuidado. Ele foi encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.

Foto: Walter Paparazzo/G1

G1

 

Mais um policial descredencia decreto do Governo da PB e chama pandemia de “bicho de sete cabeças”

Mais um vídeo de um policial militar paraibano descredenciando o decreto de isolamento social do governo está circulando nas redes sociais. Depois do caso registrado na cidade de Guarabira, onde um PM fala que está na hora de todos voltarem ao trabalho, agora o Cabo Rui, de João Pessoa, fez um vídeo na recepção do Hospital Clementino Fraga chamando a pandemia do novo Coronavírus de “bicho de sete cabeças”.

Os policiais contrariam as determinações do governador João Azevêdo, que tem seguido a orientação das autoridades em saúde do Brasil e do mundo, onde a orientação principal é o isolamento social para evitar a proliferação da Covid-19 na população.

O próprio ministro da Saúde, Luiz Mandetta, tem confirmado diariamente em suas entrevistas coletivas que ficar em casa é a melhor alternativa para se manter longe da contaminação.

A Paraíba tem 41 casos confirmados da doença e mais de mil estão em investigação, de acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde. No momento, 25 pacientes estão internados em UTI (14 em estabelecimentos públicos e 11 no privado) e 107 em leitos de isolamento (69 em estabelecimentos públicos e 38 no privado), seguindo em investigação para Covid-19. Os demais casos hospitalizados e com resultado não detectável seguem em investigação para demais vírus.

Dos casos confirmados, três encontram-se hospitalizados (1 em UTI e 2 em isolamento), 11 já se recuperaram da Covid-19 e 23 seguem em isolamento domiciliar. Segue em investigação de 20 óbitos por SRAG onde será investigado Covid-19 e outros vírus respiratórios.

Veja o vídeo abaixo:

Redação FN

 

 

Prefeituras da PB querem ajuda da força policial para quem descumprir isolamento

A Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) fez, nesta sexta-feira (20), novas recomendações aos prefeitos para adotarem medidas restritivas necessárias diante do grave panorama que se instala por conta da propagação do coronavírus. Entre as orientações está a determinação de fechamento de todos os serviços como: salões de beleza e correlatos, clubes sociais, shopping centers, hotéis, motéis e pousadas, bares, restaurantes e lanchonetes; além de solicitação da força policial para quem não respeitar a quarentena.

De acordo com as recomendações da Famup, os bares, restaurantes e lanchonetes poderão funcionar apenas para entregas. Ou seja, manter abertos apenas os serviços essenciais a exemplo de: farmácias, supermercados, panificadoras e serviços de saúde, mas com redução de horário de atendimento. Dentro das recomendações está também a suspensão de todas as feiras de animais; além de adotar medidas em feiras livres.

Também fica a orientação para que os prefeitos determinem a restrição do atendimento em Unidades de Saúde da Família para casos de urgência, com o objetivo de reduzir a aglomeração de pessoas; suspender o atendimento odontológico de rotina nas Unidades de Saúde; realizar vacinação domiciliar das pessoas em grupo de risco e idosos; proibir visitas a pacientes que estejam internados; e disponibilizar atendimento via telefone para tirar dúvidas sobre o coronavírus.

Fica recomendado ainda a solicitação de apoio policial e da população para identificar as pessoas que chegaram ao município através de ônibus clandestinos ou carros particulares; pedir apoio da força policial em caso de descumprimento da quarentena; disponibilizar um telefone para que a população repasse informações das pessoas que chegaram de outros estados; e utilizar carros de som para levar informações à população, evitando distribuição de material impresso que pode estar contaminado.

O presidente da Famup, George Coelho, lembra que a experiência tem mostrado que todos os lugares do mundo onde estão conseguindo reverter a escalada da pandemia pelo coronavírus, realizam o isolamento social, diminuindo, consideravelmente, o número de pessoas nas ruas. “Entendemos o grande impacto socioeconômico na vida de todos, mas devemos adotar medidas severas para que em um breve futuro, possamos retomar as nossas atividades dentro da normalidade. Pedimos que cada município adote as recomendações que julgar necessário de acordo com a sua realidade e necessidade”, destacou o presidente.

Confira o documento na íntegra

 

pbagora

 

 

Policial militar é baleado após tentar impedir assalto, em João Pessoa

Um policial militar, de 48 anos, foi baleado após tentar impedir um assalto nesta segunda-feira (10), em João Pessoa. Segundo informações da PM, a vítima estava de folga e foi atingida por um tiro na região da coxa.

Ainda segundo a polícia, o policial estava perto da casa onde mora quando viu dois homens tentando assaltar uma pessoa. Ele teria perseguido os suspeitos e houve troca de tiros.

O policial foi socorrido para o Hospital de Trauma de João Pessoa. A unidade hospitalar informou que o estado de saúde dele é regular. Até as 20h20 desta segunda-feira, a dupla não havia sido detida.

G1

 

Fantástico destaca Paraíba entre os estados com baixa letalidade policial

A baixa letalidade da Polícia Militar e da Polícia Civil da Paraíba foi destaque em matéria nacional do Fantástico, exibida na Rede Globo na noite desse domingo (19). A reportagem de Sonia Bridi citou o Estado como uma das poucas unidades da federação onde o número geral de assassinatos está caindo e as mortes por policiais permanecem baixas. Os motivos apontados foram o treinamento dos integrantes das forças de Segurança, abrangendo tanto situações de risco quanto abordagens na rua, frisando a atuação do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar e do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil, assim como ações sociais desenvolvidas em localidades consideradas de risco.

“Nós estamos na rua, procurando combater o crime e aplicar a lei, de acordo com os princípios fundamentais que estão na nossa Constituição. A polícia aqui não sai caçando”, frisou o secretário Jean Nunes, da Segurança e da Defesa Social (Sesds) na matéria, que trouxe o uso do simulador de tiros na Academia de Polícia Civil como elemento importante para a baixa letalidade, por promover treinamento para a correta tomada de decisão no disparo de arma de fogo.

Em um dos trechos da reportagem, a diretora-executiva do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), Samira Bueno, disse que “tem polícias que não produzem mortes, que não matam, que não têm essa prática em seu repertório”. Um dos exemplos utilizado foi a ação realizada pelo Bope no município de Lucena, que resultou na prisão de uma quadrilha especializada em assaltos a banco, com a exibição do momento exato em que os criminosos que explodiram um carro-forte foram rendidos pelos policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar, na cidade de Lucena, em 2018.

Na área social, a matéria trouxe o trabalho das Unidades de polícia Solidária (UPS) da Polícia Militar da Paraíba, que atua nas periferias para reduzir os homicídios, patrulhar ruas, negociar conflitos e acolher jovens. O projeto desenvolvido no bairro do Mário Andrezza, em Bayeux, com teatro, música e dança, mostrou que os índices de criminalidade tiveram diminuição.

A reportagem destacou ainda que, na Paraíba, o Governo paga um prêmio para os polícias pela redução da criminalidade e que no Estado as mortes provocadas por agentes de segurança pública contam como crime nas estatísticas.

Baixa letalidade em números – De acordo com o Núcleo de Análise Criminal e Estatística (Nace) da Sesds, os casos de mortes provocadas por confronto com integrantes das forças de Segurança da Paraíba tiveram uma redução de 14% em relação a 2018. Naquele ano, foram registrados 29 casos, enquanto em 2019 aconteceram 25 ocorrências. Os números demonstram que a taxa caiu de 0,73 para 0,62 mortes por 100 mil habitantes.

A Paraíba também tem se destacado no número geral de assassinatos registrados em seu território. O Estado é o único do Brasil a reduzir as ocorrências de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), que são os homicídios ou qualquer outro crime doloso que resulte em morte, durante oito anos consecutivos.

PB Agora

 

 

Policial de PE é preso após atirar e deixar feridos durante confusão no Fest Verão

Duas pessoas ficaram feridas após um policial militar de Pernambuco atirar durante uma confusão em um festival que acontece na praia de Intermares, em Cabedelo, na Região Metropolitana de João Pessoa, na madrugada deste domingo (19). De acordo com a Polícia Civil, o PM é da cidade de Serra Talhada e teria atirado depois que um homem soltou uma cantada para a namorada do policial.

Segundo a Polícia Civil, após o PM atirar uma vez, seguranças do festival foram até o local e durante a abordagem ao suspeito, ele atirou novamente, atingindo um segurança. Após o crime, o PM foi levado para o 1º Batalhão da Polícia Militar de João Pessoa, onde aguarda audiência de custódia.

A assessoria de comunicação do Fest Verão Paraíba 2020, evento onde aconteceu o crime, informou, às 14h30, que uma das vítimas foi atingida na perna e está internada em estado regular em um hospital particular de João Pessoa. A outra vítima foi atingida de raspão e não há informações sobre se ela deu entrada em nenhuma unidade hospitalar.

Ainda de acordo com a assessoria do festival. Ao entrar na arena onde acontece o evento, as pessoas são revistadas e todos que têm porte de arma e que são integrantes de força de segurança pública têm o nome e as informações da arma registradas. Ainda é sugerido para estas pessoas que guarde a arma em um cofre do evento, mas essa opção não é obrigatória e não foi seguida pelo suspeito.

A Polícia Militar de Pernambuco informou que vai emitir uma nota sobre o caso ainda neste domingo (19).

G1

 

Policial de PE é preso na PB suspeito de estuprar cinco filhas menores

Um comissário de Polícia Civil de Pernambuco foi preso na manhã desta segunda-feira (30) na cidade de Conde, na Grande João Pessoa, após ter retornado do Paraguai, para onde fugiu em 2018, segundo a Polícia Civil da Paraíba, por ser suspeito de ter praticado estupro contra as cinco filhas menores.

Segundo informações do delegado de Conde, Marcos Paulo Sales, o preso, de 67 anos, já foi conduzido para a delegacia de Rio Doce, em Olinda (PE), onde está instaurado o inquérito por estupro de vulnerável, e será apresentado à Justiça de Pernambuco.

A prisão dele aconteceu em ação conjunta da Polícia Civil da Paraíba, através da Delegacia de Conde, com a Delegacia de Rio Doce (PE), em cumprimento a mandado de prisão preventiva emitido pela Justiça pernambucana.

“No último dia 23 a delegacia de Conde obteve informes de que o suspeito tinha se estabelecido neste município, sendo contatada a delegacia de Rio Doce , através do delegado Felipe Monteiro, responsável pela investigação, que se dirigiu até este município e realizou a prisão do foragido em ação conjunta com agentes paraibanos”, esclareceu o delegado Marcos Paulo.

O suspeito estava foragido desde dezembro de 2018. “Depois de retornar do Paraguai, onde ficou escondido desde que ocorreu o fato, o indiciado se estabeleceu na cidade de Conde. O trabalho investigativo de nossos policiais confirmou a presença dele no município e entramos em contato com as autoridades do estado vizinho, Pernambuco”, concluiu o delegado seccional do Litoral Sul da Paraíba, Aneilton Castro.

 

portalcorreio