Arquivo da tag: polêmica

‘Toda e qualquer vacina está descartada’, diz Bolsonaro após polêmica com Doria

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) descartou a compra de vacinas pelo governo na manhã desta quarta (21) até que haja comprovação de eficácia.

“Toda e qualquer vacina está descartada por enquanto. A vacina precisa de comprovação científica para ser usada, não é como a hidroxicloroquina”, disse Bolsonaro.

A declaração foi feita durante visita às instalações do Centro Tecnológico da Marinha (CTMSP) em Iperó (a 126 km da capital paulista). Ele estava acompanhado pelo chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, e pelo ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, havia anunciado na terça (19) investir R$ 2,6 bilhões para colocar mais 46 milhões de doses da Coronavac, vacina da farmacêutica chinesa Sinovac, no programa de imunização. No Brasil, ela é produzida pelo Instituto Butantan.

“A vacina do Butantan será a vacina do Brasil”, disse Pazuello em teleconferência com os governadores. “O Butantan já é o grande fabricante de vacinas para o Ministério da Saúde, produz 75% das vacinas que nós compramos.”

Bolsonaro, no entanto, atribuiu hoje a declaração a uma má fé do governador de São Paulo, João Doria, que participou da reunião. Disse que o valor anunciado é “vultuoso” e que está afinado com o ministério da Saúde “na busca de uma vacina confiável “.

O presidente, no entanto, afirmou também ter mandado cancelar um protocolo de intenções do ministério, que falava sobre a compra da vacina. “Não abro mão da minha autoridade.”

A Folha de S.Paulo mostrou que o ministro Eduardo Pazuello enviou no dia 19 de outubro ao diretor-geral do Instituto Butantan, Dimas Covas, um ofício em que confirma a compra de 46 milhões de doses da CoronaVac. “Fora isso é especulação e jogo político”, disse. “A população já está inalada com discursos de terrorismo desde o início da pandemia. Perseguimos a vacina, lá atrás destinamos recursos a Oxford, não para comprar vacina, mas para participar de pesquisa e desenvolvimento com uma cota de vacina para nós. Nada será despendido agora com uma vacina chinesa que eu desconheço.”

Anteriormente, o presidente já havia criticado a Coronavac ao atacar o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Os dois travam um debate público sobre a obrigatoriedade de tomá-la.

Atualmente, o Brasil tem quatro testes de vacinas em andamento. Além da Sinovac, há uma desenvolvida em parceria entre a Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca, e que será produzida pela Fiocruz.

A Anvisa também já deu aval a estudos clínicos de uma vacina em desenvolvimento pela Pfizer e de outra da Janssen, braço farmacêutico da Johnson&Johnson.

 

FOLHAPRESS

 

 

Proibição do uso de celulares em unidades de Saúde de JP causa polêmica

Uma verdadeira polêmica se deu após a secretaria de Saúde de João Pessoa proibir que paciente e acompanhantes utilizem os telefones celulares dentro das unidades de saúde municipais, incluindo UPAs e Unidades de Saúde da Família (USF).

A medida, que anteriormente não passava de recomendação, passa agora a ser determinação.

A justificativa é de que a higienização incorreta dos aparelhos telefônicos, pode facilitar a transmissão da covid-19, além de outros vírus.

Logo após o decisão se tornar pública, internautas questionaram se não seria uma forma de impedir que irregularidades sejam filmadas ou fotografadas dentro das unidades de saúde.

O secretário, porém, sustenta que trata-se de uma questão sanitária, visando a segurança dos usuários.

PB Agora

 

 

Marcelinho Paraíba deixa os gramados aos 44 anos, após carreira polêmica, AVC e conversão à religião

Grande reportagem do portal UOL nesta segunda-feira (20) traz um pouco da história e trajetória do craque paraibano, Marcelinho Paraíba, que pendurou as chuteiras aos 44 anos de idades

Marcelinho Paraíba tem o futebol no sangue. E não é jeito de falar. O pai, Pedrinho Cangula, foi jogador. A bola foi passando de geração em geração e a alegria de jogar é tanta que o mais famoso deles demorou a dizer o difícil adeus. A carreira de Marcelinho chegou ao fim apenas no último dia 15 de março, aos 44 anos.

Nada parou o meia em quase 30 anos de carreira. Nada mesmo. Nem o maior susto para ele, um acidente vascular cerebral que poderia não só colocar um fim à carreira, como ter deixado sequelas graves. “15 dias depois eu voltei a jogar”, contou ao UOL Esporte. “Minha saúde está excelente, poderia continuar jogando. Não tenho a mesma velocidade de quando eu jogava no Hertha, mas meu físico ainda é muito bom. Resolvi para agora não por saúde ou condicionamento físico e sim porque queria começar uma nova carreira como treinador”, completou.

A longa carreira, com mais de 20 mudanças de clubes, foi cheia de títulos e polêmicas — que Marcelinho admite se arrepender. O agora ex-jogador mora na Paraíba e quer viver a vida como, muitas vezes, não conseguiu quando estava na ativa: tranquilamente. Em entrevista ao UOL, falou de religião, de arrependimentos e do sonho de virar treinador.

 

CLIQUE AQUI E CONFIRA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA

 

pbagora

 

 

Polêmica sobre Previdência Municipal de Bananeiras é esclarecida e oposição se cala

Bancada de oposição

Na Sessão Ordinária da Câmara de Bananeiras, dessa terça-feira (09), o vereador Paulo Brito, representando os vereadores da base de sustentação do governo municipal, trouxe dados esclarecedores sobre o Instituto Bananeirense de Previdência Municipal, tendo em vista as inúmeras denúncias divulgadas pela bancada de oposição de Bananeiras.

O vereador apresentou a informação que o município encontra-se em dia, no que se refere as contribuições descontadas dos servidores municipais e apresentou uma nota expedida pela municipalidade, que relata e rebate os argumentos dos denunciantes referente a previdência municipal (IBPEM).

O parlamentar fez questão de destacar que “Douglas é um prefeito responsável e zeloso com o patrimônio público e muito trabalhador, conforme se verifica em várias ações nas zonas urbana e rural de Bananeiras”, frisou.

A Câmara de Bananeiras se reúne sempre ás terças feiras, as 17 horas.

Ofarolpb.com

 

 

Prefeita de Duas Estradas esclarece polêmica sobre ser convocada como concursada por ela mesma

A prefeita de Duas Estradas Joyce Renally Felix Nunes realizou um concurso para ser psicóloga antes de assumir a gestão e foi convocada por ela mesma, agora prefeita, para atuar na saúde da cidade. No entanto, ela negou que tenha sido empossada. Ela destacou que um mês após sua convocação ela apresentou o termo de desistência dia 19 de fevereiro de 2018.

No entanto, ao ser questionada durante entrevista a Correio FM, a prefeita não negou a prática de nepotismo na gestão. Onde vários familiares ocupam cargos de secretários, como irmão, namorado, tios.

“Não havia interesse meu de assumir o cargo, até porque já sou aprovada em outra cidade e por ser prefeita da cidade não ia assumir esse cargo. Eu desisti de assumir, mas eu tinha que me convocar, para poder chamar os próximos da lista de aprovados. Sobre meus familiares, são cargos de confiança e eles estão lá trabalhando. O Tribuna de Contas sabe de todas as contratações. Estamos pagando em dia, contratando concursados, trabalhando pelo povo e não estamos cometendo ilegalidades”, observou a prefeita.

 

pbagora

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Padre de MT causa polêmica após postar foto com arma em rede social

(Foto: Reprodução)

Uma postagem do padre Thiago Bruno da Paróquia de São José dos Quatro Marcos, município a 343 km de Cuiabá, causou polêmica nesta terça-feira (2). Numa foto publicada no WhatsApp Status, o padre aparece deitado numa cama apontando uma arma e a mensagem #2018 escrita. A foto circula nas redes sociais.

Procurado pelo G1, o sacerdote afirmou que ainda deve se manifestar sobre o caso através de uma nota.

Após a repercussão da polêmica, um suposto amigo do padre afirma que a foto foi tirada na casa dele no dia 1º de janeiro. O homem alega que a arma usada na foto é um artigo de decoração e foi trazida junto com outros objetos da Espanha.

“São armas de decoração, que não dão tiro. São apenas armas do estilo faroeste daqueles filmes que comprei para fazer decoração”, declara o homem no vídeo.

Nas redes sociais, internautas repercutiram a foto com cometários a favor e contra o padre.

“Não importa se a arma é de brinquedo ou não! O que importa é a mensagem que ele passa, que não é nenhuma mensagem de paz”, diz um comentário.

Em outro texto, um internauta critica a atitude. “A atitude dele não condiz com a imagem que ele tem que passar para sociedade. Sem contar que armas não trazem a paz”, diz trecho de uma declaração.

Já em defesa do padre, alguns usuários da rede social dizem não ver maldade na foto. “Que mal tem isso? Uma pessoa de bem com uma arma? Ele também pode ter carro, faca, moto, etc”, diz o comentário.

Padre Thaigo Bruno de São José dos Quatro Marcos (Foto: Facebook/Reprodução)

Padre Thaigo Bruno de São José dos Quatro Marcos (Foto: Facebook/Reprodução)

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Lulu Santos cria polêmica: ‘Impressão é que a MPB regrediu para fase anal’

Foto: Leo Aversa / Agência O Globo

Lulu Santos entrou numa polêmica ao compartilhar um desabafo no Twitter nesta segunda-feira(18). O cantor escreveu em seu perfil na rede social: “Caramba! É tanta bunda, polpa, bum bum granada e tabaca que a impressão que dá é que a MPB regrediu pra fase anal. Eu, hein?”.

O post levou os internautas a associarem a crítica do jurado do “The voice Brasil” a Anitta. Em “Vai Malandra”, música que a artista lançou hoje, ela conta com a parceria de MC Zaac, intérprete dos funks “Vai Embrazando” e “Bumbum Granada”.

Em instantes, dezenas de seguidores opinaram sobre o post do cantor, e levaram seu nome aos assuntos mais comentados do dia. Pela internet, o artista chegou a discutir com um fã e rebateu, dizendo que não estava se referindo à Anitta:

“Se você vê ódio numa opinião, você está paranoico. Não me refiro exclusivamente ao funk muito menos a Anitta, que admiro. Também não falo da dança mas das letras sexistas, derrogatória e babonas”.

Em outro momento, Lulu Santos usou sua rede social para lembrar que na carreira já gravou alguns batidões, entre eles, canções com funkeiros famosos do Rio de Janeiro: “Levei o Mr Catra pro Rock in Rio, toquei três anos com SanyPitbull, gravei Marcinho e com Buchecha (que aliás RT neste post). Agora senta.

Caramba! É tanta bunda, polpa, bum bum granada e tabaca q a impressão q dá é q a MPB regrediu pra fase anal. Eu, hein?

Mesmo com os argumentos, os internautas criticaram a postura do cantor de soltar a crítica no dia em que Anitta divulgou sua nova música de trabalho:

Lulu Santos não falou mal da Anitta apenas, falou mal do Funk em geral… a pergunta é; Alguém tá te obrigando a ouvir lindo ?

Após a repercussão, Lulu Santos usou a ironia para encerrar o assunto e chegou a xingar uma seguidora de “Otária”.

Nesta tarde, o cantor voltou a enfatizar que suas críticas não foram direcionadas a Anitta, e postou conteúdos marcando MC Buchecha e mencionando os tipos de funks que aprova:

Extra

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Em coletiva, prefeito de Bananeiras fala sobre polêmica com a Justiça Eleitoral

O prefeito de Bananeiras Douglas Lucena (PSB) concedeu uma coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira (06). O objetivo da entrevista foi esclarecer o processo eleitoral que a cidade vem vivenciando nos últimos dias.

Durante a coletiva, o prefeito destacou alguns pontos daquilo que ele vê como armação contra seu nome, citando pressões por parte da Justiça Eleitoral contra sua coligação durante o período eleitoral, a presença do desembargador José Ricardo Porto como presidente do Tribunal de Justiça em exercício para comandar pessoalmente as eleições na cidade. Ele citou as entrevistadas concedidas pela promotora antes e após a sentença de cassação. Falou também sobre a conversa com o juiz após a sentença e o motivo da gravação.

Douglas ainda destacou alguns pontos do processo que gerou sua cassação e se defendeu afirmando que foi uma decisão equivocada da Justiça Eleitoral. Todo o teor da coletiva está no vídeo abaixo.

Focando a Notícia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

PM e UEPB fazem acordo de aproximação após polêmica entre policial e professora

Uma reunião entre o comandante-geral da Polícia Militar na Paraíba, coronel Euller Chaves, e o Reitor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), professor Rangel Júnior, procurou colocar fim a uma polêmica que aconteceu na última terça-feira (31), envolvendo uma professora de processo civil e uma policial militar aluna do 7º período de direito, que foi impedida de fazer uma prova por estar fardada e armada, dentro do campus da UEPB de Guarabira, no Brejo, a 98 km de João Pessoa. O encontro para apaziguar a situação aconteceu no próprio campus, nesta sexta-feira (3), onde as duas instituições fizeram um acordo para desenvolver atividades para aproximar integrantes da universidade e da PM, a exemplo de especializações e um curso de direito penal militar que a UEPB vai oferecer.

Antes de chegar ao campus, coronel Euller se reuniu por mais de uma hora com a aluna policial militar envolvida no fato, a quem prestou solidariedade e apoio por causa da repercussão que o episódio teve. Em seguida, o comandante-geral participou de um encontro com todos os policiais militares do 4º Batalhão que estudam na Universidade Estadual da Paraíba, onde reafirmou a importância da qualificação profissional e acadêmica e conversou sobre a rotina deles na UEPB.

“Houve uma repercussão muito grande acerca do fato. Optamos por ir pessoalmente conversar com a nossa policial, escutamos atentamente as palavras dela e prestamos todo o apoio necessário. Conversamos também com os policiais que estudam no campus da UEPB e, em seguida, fomos a uma reunião com o reitor e professores. O caso está superado, colocamos nossas posições acerca do episódio na discussão e ficou decidida essa parceria para engrandecer as duas instituições, pois temos na educação e segurança a esperança de dias melhores e, quando esses dois campos estão em conflito, a sociedade é quem perde,” destacou Euller. 

O Reitor da UEPB, Rangel Júnior, falou que o fato vai aproximar ainda mais a universidade da Polícia Militar. “Foi um fato isolado, que já foi resolvido e o que ficou de importante foi a disposição das duas partes em promover parcerias para aproximar mais ainda as duas instituições”, disse.

A reunião contou também com o comandante do Policiamento Regional I, coronel Almeida Martins; comandante do 4º Batalhão, Tenente-Coronel Gilberto Felipe; do chefe adjunto do departamento de direito do campus da UEPB em Guarabira, Agassiz Almeida; representantes dos alunos da universidade e professores.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Interação de criança com homem nu gera polêmica após abertura de exposição no MAM

A participação de uma criança em uma performance protagonizada por um homem nu deu início a nova polêmica sobre a liberdade artística nas redes sociais, desde a noite desta quinta-feira, 28. Fotos e vídeos registrados no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) mostram uma menina, que aparenta ter em torno de cinco anos, tocando os pés de um artista nu que estava imóvel e deitado sobre o chão.

Em nota divulgada no Facebook, o MAM ressalta que a criança estava acompanhada da mãe e que a sala onde ocorria a performance estava “devidamente sinalizada sobre o teor da apresentação, incluindo a nudez artística”. O museu também garante que o trabalho, entitulado “La Bête”, não tem qualquer conteúdo erótico.

A apresentação ocorreu na abertura da Mostra Panorama da Arte Brasileira, realizada na última terça-feira, 26. Trata-se de uma leitura interpretativa da obra “Bicho”, de Lygia Clark, segundo o MAM. O coreógrafo Wagner Schwartz se posiciona nu sobre um tatame, manipulando um origami de papel, de forma a sugerir a interação. Em fotos de divulgação, participantes o abraçam, o mudam de posição e grande parte o filma.

Já as imagens da interação da menina com a apresentação foram divulgadas por fontes desconhecidas na internet – e, por isso, não são publicadas nesta reportagem. A criança parece mostrar curiosidade enquanto engatinha pelo tatame, vendo uma mulher adulta tocar os pés do artista. A mulher a incentiva a participar, a menina ri, toca rapidamente os dedos dos pés dele, e volta à plateia diante de sorrisos do público.

Críticas. As críticas, que se multiplicaram em publicações durante a madrugada, acusam o museu de “incentivo à pedofilia”. O teor dos comentários é o mesmo daqueles que levaram o Santander Cultural a encerrar a exposição Queermuseu, alvo de protesto ligado ao Movimento Brasil Livre (MBL) em Porto Alegre. O MAM não mostra qualquer intenção de cancelar a mostra ou a performance. “As referências à inadequação da situação são fora de contexto”, diz a nota do museu.

Estadão

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br


INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627