Arquivo da tag: pessoas

Secretaria de Saúde da Paraíba anuncia que testará 9.600 pessoas para covid-19 a partir do dia 3

A Secretaria de Saúde da Paraíba anunciou, em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira (21), que o inquérito sorológico, que testará 9.600 paraibanos para a covid-19, será iniciado no próximo dia 3.

Os primeiros trabalhos relativos ao inquérito serão iniciados já nesta segunda-feira (26), como havia sido anunciado anteriormente, mas a pesquisa de campo só começa no dia 3. O resultado norteará a flexibilização de atividades no estado, incluindo a possibilidade de retorno das aulas presenciais nas escolas.

O secretário de Saúde, Geraldo Medeiros, explicou que a pesquisa será feita em 130 cidades, escolhidas de acordo com o número de casos de covid-19 notificados e com o perfil do Censo do IBGE. Os entrevistados serão submetidos ao teste para covid-19 em visitas domiciliares que serão feitas por um entrevistador e profissional de saúde, que coletará as amostras. A expectativa é que a pesquisa dure 60 dias.

 

clickpb

 

 

Número de pessoas na fila da adoção é nove vezes maior que o de crianças disponíveis, na PB

O número de pessoas que estão na fila da adoção é nove vezes maior que o de crianças disponíveis, na Paraíba, de acordo com Conselho Nacional de Justiça. O estado tem 50 crianças disponíveis e 467 pretendentes na fila.

No entanto, essa grande diferença entre uma quem quer adotar e quem deseja ser adotado, esbarra nas categorizações que são impostas pelos pretendentes. De acordo com dados do Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento (SNA) do CNJ, a maioria dos pretendentes (380) só aceitam crianças de até seis anos. Além disso, 61% quer adotar apenas uma crianças, enquanto 36,2% adotaria duas.

Ainda conforme os dados, os adolescentes com mais de 12 anos são os que mais aguardam na fila de adoção, na Paraíba, sendo 26 crianças disponíveis a partir dessa idade. Há 32 crianças em processo de adoção mas a maioria tem até seis anos e não tem irmãos.

Os dados divulgados pelo CNJ ainda mostrando que 42 crianças foram adotadas desde janeiro de 2019, a maioria com até 9 anos de idade.

Uma criança ou adolescente pode receber a medida protetiva de acolhimento institucional ao se detectar uma situação de risco, negligência, abandono, maus-tratos, entre outras violações de direitos. A medida tem caráter temporário, até o retorno da acolhida, por adoção ou reintegração familiar, considerando o interesse da criança e do adolescente.

Na Paraíba, 278 crianças foram acolhidas, a maioria com 12 anos ou mais.

Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

G1

 

Carro cai em buraco e deixa 4 pessoas feridas, na cidade de Pedras de Fogo

Um grave acidente deixou quatro pessoas ficaram feridas envolvendo dois veículos, na manhã deste domingo (11), na PB-036, em uma estrada de barro próximo da Usina da Giasa, em Pedras de Fogo, no Litoral Sul paraibano.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, três delas ficaram gravemente feridas. O acidente aconteceu por volta das 11h30. Ao todo, foram deslocadas até o local sete viaturas do Corpo de Bombeiros, uma do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), além do helicóptero Acauã.

 

pbagora

 

 

Pesquisa aponta que 87% das pessoas foram impactadas por campanhas do Setembro Amarelo

Maior parte dos entrevistados pela Toluna viu anúncios em sites e em redes sociais; apenas 30% lembram de ações realizadas por empresas

As campanhas realizadas por entidades e por empresas em relação ao Setembro Amarelo, mês de conscientização para prevenção do suicídio, impactaram 87% das pessoas, indica pesquisa feita pela Toluna com 850 respondentes.

A forma de comunicação mais efetiva, segundo a pesquisa, foram anúncios em sites na internet: 45% dos entrevistados disseram ter sido impactados nessa mídia. Logo na sequência aparecem as campanhas em redes sociais (43%), os posts de amigos ou conhecidos nessas redes (39%) e anúncios em rádio ou TV (37%).

O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização para a prevenção do suicídio, criada em 2015 no Brasil pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Centro de Valorização da Vida (CVV), com a proposta de associar a cor amarela ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio.

Quando perguntados se viram alguma ação promovida por empresas relacionada à campanha, apenas 30% dos pesquisados respondeu afirmativamente; 51% respondeu que não viram, 19% não souberam dizer. As marcas mais citadas foram (em ordem alfabética):  Bradesco, Globo, Itaú, Natura, O Boticário, Spotify, Uber e Unilever.

Questionados se conhecem ações voltadas ao Setembro Amarelo feitas pelo governo ou por ONGs, 62% disse conhecer, mas não ter participado. Já 23% disse conhecer e ter participado ativamente das ações, e 15% disse não saber.

Com relação ao CVV, que atua desde 1962 oferecendo serviço voluntário de apoio emocional em todo o país, 44% dos entrevistados afirmou conhecer e saber sobre o trabalho desempenhado pela entidade; já 43% disse já ter ouvido falar do Centro, mas não conhece seu trabalho; e 12% não conhece a organização. Entre os que conhecem seu trabalho do CVV, 80% considera suas ações satisfatórias.

A preocupação com o estado mental de outras pessoas foi identificada como predominante entre os participantes da pesquisa. 62% afirmou que costuma ajudar ou já ajudou quem esteja enfrentando esse problema, independente da relação; 34% também disse ajudar, mas especialmente se for da família ou alguma relação muito próxima. Apenas 3% disse não se importar.

A pesquisa da Toluna também questionou sobre a importância do governo em ações de prevenção ao suicídio. 93% respondeu que os cuidados com a saúde devem ser prioridade; 5% disse que são fundamentais, desde que não gerem custos elevados; 1% afirmou não saber e 1% disse que não, pois o governo tem outras prioridades.

A escola foi indicada pelos entrevistados como local ideal para abordar temas relacionados à prevenção do suicídio. Questionados sobre a necessidade de falar abertamente sobre o assunto nas escolas, 79% dos respondentes afirmou que sim, é importante falar abertamente sobre suicídio com os jovens; 15% disse ser favorável ao debate com os jovens, mas com cautela e somente com estudantes de ensino médio; 2% respondeu não saber e 2% disse ser contra, com receio de que isso possa incentivar os jovens. Já 1% disse que esse assunto não deve ser debatido nas escolas, mas sim em casa pelos pais.

A pesquisa ainda questionou os 850 entrevistados sobre a ocorrência de pensamentos suicidas, e se haviam buscado ajuda profissional. 60% respondeu nunca ter pensado em suicídio. Entre os que responderam que sim, 15% disse não ter pedido ajuda, 11% disse ter pedido ajuda a familiares e profissionais, 8% afirmou ter contado só com o auxílio de pessoas próximas e 4% buscou direto ajuda profissional.

A pesquisa da Toluna foi realizada entre os dias 20 e 22 de setembro de 2020, com 850 pessoas das classes A, B e C, segundo critério de classificação de classes utilizado pela Abep – Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa, onde pessoas da classe C2 tem renda média domiciliar de R$ 4.500 por mês. Estudo feito com pessoas acima de 18 anos, de todas as regiões brasileiras, com 3 pontos percentuais de margem de erro e 95% de margem de confiança.

Recentemente a Toluna passou por um processo de rebranding e tornou-se a marca principal e holding do grupo que conta também com a Harris Interactive e KuRunData. As três empresas têm um histórico de fornecer insights sob demanda para muitas das principais empresas, agências e organizações do mundo, empregando 1.500 pessoas em 24 escritórios em seis continentes. Com 20 anos de inovação, a Toluna reforça sua visão contínua de democratizar a pesquisa de mercado.

 

Sobre a Toluna

A Toluna fornece insights em tempo real sobre os consumidores na velocidade da economia sob demanda. Ao combinar a escala global e a experiência local com tecnologia inovadora e design de pesquisa premiado, ajudamos os clientes a explorar o amanhã, agora. A Toluna é a empresa controladora da Harris Interactive Europe e da KuRunData. Juntos, elas se esforçam para levar o campo da pesquisa de mercado para um amanhã melhor. Para mais informações, visite tolunacorporate.com.

 

 

Batida frontal entre caminhão e van mata 12 pessoas na BR-365

Uma batida frontal entre um caminhão e uma van na BR-365 deixou 12 mortos e 1 ferido em Patos de Minas, em Minas Gerais, na madrugada deste domingo (20).

Segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, os mortos são 11 passageiros que estavam na van, que seguia para Patrocínio (MG), e o motorista do caminhão, que tem placa de Itabaiana (SE).

Um passageiro da van foi socorrido para o Hospital Regional de Patos de Minas em estado grave, com ferimentos na cabeça, no abdome e no joelho.

Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Patos de Minas, que ainda não divulgou a identidade das vítimas.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a suspeita é que o motorista da van tentou desviar de uma árvore que caiu na pista por conta de uma queimada e atingiu o caminhão que estava no sentido contrário.

“A árvore na estrada pode ter sido o resultado de uma queimada às margens da rodovia. A base da árvore estava queimada, danificada pelo fogo. Ela caiu e bloqueou metade da pista de rolamento”, explicou o PRF João Alvarenga.

 G1

Auxílio emergencial de R$ 300 é pago hoje a mais de 16,3 milhões de pessoas

A Caixa Econômica inicia nesta quinta-feira (17), o pagamento das parcelas do Auxílio Emergencial Extensão para mais de 12,6 milhões de famílias cadastradas no Programa Bolsa Família e consideradas elegíveis ao recebimento do benefício. No total, o pagamento de R$ 4,3 bilhões será feito para mais de 16,3 milhões de pessoas.

O pagamento do benefício obedece ao calendário habitual do Programa, que segue até 30 de setembro. Os primeiros a receber são os beneficiários com Número de Identificação Social (NIS) final 1.

Para o pagamento do auxílio, os beneficiários do Bolsa Família tiveram avaliação de elegibilidade realizada pelo Ministério da Cidadania e recebem o valor do Programa Bolsa Família complementado, em até R$ 300 ou em até R$ 600, no caso de mulher provedora de família monoparental. Se o valor do Bolsa Família for igual ou maior que R$ 300 ou R$600, o beneficiário receberá o valor do Bolsa.

O recebimento do auxílio emergencial é da mesma forma que o benefício regular, utilizando o cartão nos canais de autoatendimento, unidades lotéricas e correspondentes Caixa Aqui; ou por crédito na conta Caixa Fácil.

Confira:

Quinta-feira (17/09):

• 1,6 milhão de pessoas de 1,2 milhão de famílias beneficiárias do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 1

Sexta-feira (18/09):

• 1,6 milhão de pessoas de 1,2 milhão de famílias beneficiárias do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 2

Segunda-feira (21/09):

•1,6 milhão de pessoas de 1,2 milhão de famílias beneficiárias do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 3

Terça-feira (22/09):

•1,6 milhão de pessoas de 1,2 milhão de famílias beneficiárias do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 4

Quarta-feira (23/09):

•1,6 milhão de pessoas de 1,2 milhão de famílias beneficiárias do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 5

Quinta-feira (24/09):

•1,6 milhão de pessoas de 1,2 milhão de famílias beneficiárias do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 6

Sexta-feira (25/09):

•1,6 milhão de pessoas de 1,2 milhão de famílias beneficiárias do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 7

Segunda-feira (28/09):

•1,6 milhão de pessoas de 1,2 milhão de famílias beneficiárias do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 8

Terça-feira (29/09):

•1,6 milhão de pessoas de 1,2 milhão de famílias beneficiárias do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 9

Quarta-feira (30/09):

•1,6 milhão de pessoas de 1,2 milhão de famílias beneficiárias do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 0

pbagora

 

Juíza revela que partidos são os responsáveis por quaisquer danos à saúde das pessoas em eventos nestas eleições

A recente decisão do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) de uma consulta formulada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) sobre os eventos de campanha política em plena pandemia que considerou que estão todos permitidos – comícios, passeatas e carreatas –, desde que observadas às normas sanitárias consideradas pelos órgãos de saúde, foi analisado pela relatora do processo, juíza ouvidora Michelini de Oliveira Dantas Jatobá, que responsabilizou os partidos por quaisquer danos a saúde das pessoas nestes eventos.

Segundo a juíza ouvidora Michelini de Oliveira Dantas Jatobá, o mesmo deve ser considerado para as atividades e reuniões de pré-campanha, ficando a direção dos partidos como principal responsável pelo protocolo e pelas medidas de precaução.

Os cinco questionamentos do Ministério Público também incluíram ações de propaganda eleitoral, como distribuição de folhetos e de adesivos com a população, assim também quanto à programação dos formatos para a realização das convenções. As perguntas foram todas compactadas em uma só resposta que aponta em todos os casos para a permissão, com a ressalva somente de que as normas sanitárias vigentes sejam rigorosamente cumpridas. As normas, conforme a relatora, alertam para a pandemia do novo coronavírus e estão amparadas no parecer técnico emitido por autoridades sanitárias da União e do Estado.

 

pbagora

 

 

Seis pessoas morrem por coronavírus na Paraíba em 24 horas

A Paraíba contabilizou, nas últimas 24 horas, mais 688 casos confirmados de Covid-19, totalizando 112.706. O número de óbitos em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus subiu de 2.604 para 2.616 entre essa sexta-feira (11) e este sábado (12). Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

De acordo com o boletim da SES, 85.475 pessoas já se recuperaram da doença. A última atualização aponta que 338.779 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados na Paraíba.

Resumo | Últimas 24h na Paraíba

  • Confirmados: 112.706 (eram: 112.018)
  • Descartados: 147.604 (eram: 146.920)

Dentre os casos confirmados:

  • Recuperados: 85.475 (eram: 84.520)
  • Isolados em casa: 24.345 (eram: 24.624)
  • Internados: 270 (estável)
  • Mortos: 2.616 (eram: 2.604)

Mortes

Dos 12 óbitos confirmados neste sábado (12) pela SES, seis ocorreram nas últimas 24 horas. Os pacientes tinham idade entre 19 e 90 anos. Três deles tinham menos de 65 anos. Hipertensão foi a comorbidade mais frequente. As vítimas são sete homens e cinco mulheres. Cinco delas não possuíam ou não informaram às autoridades sanitárias, comorbidades.

Ocupação de leitos

A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto, pediátrico e obstétrico em todo o estado é de 39%, menos que os 41% do dia anterior. Se for feito um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa (RMJP), 38% estão ocupados, também menos que os 41% dessa sexta (11).

Em Campina Grande, estão ocupados 42% de leitos de UTI adulto, número menor que os 47% do dia anterior, e, no Sertão, 57%, percentual maior que os 51% dessa sexta (11).

Leitos para Covid-19 ativos em todo o estado

  • Enfermaria: 510 (140 ocupados)
  • UTI: 314 (130 ocupados)

73,1% das cidades já registraram morte por Covid-19

De acordo com o boletim da SES, 163 Municípios já registraram pelo menos um óbito por coronavírus desde o início da pandemia. O dado mostra que 73,1%, dos municípios paraibanos já computaram mortes pela doença. O número permanece inalterado com relação a essa sexta (11).

Desde o dia 14 de agosto, os casos confirmados do novo coronavírus estão distribuídos em todos 223 municípios paraibanos. A última cidade a ter um contaminado com o patógeno foi Ouro Velho, no Cariri paraibano.

 

portalcorreio

 

 

Brasil tem 78% de pessoas curadas da Covid-19

O Ministério da Saúde divulgou os números relativos à pandemia da Covid-19 no Brasil. O país registrou 117.665 mortes por causa do coronavírus, o que representa um aumento de 1.085 óbitos nas últimas 24h. Entre a quantidade de pessoas infectadas pela doença, o país chegou à marca de 3.717.156 casos.

O número de pacientes recuperados está em 2.908.848 e já representa 78% das pessoas que estiveram doentes. Permanecem em investigação, 2.889 casos suspeitos de Covid-19. Esses são dados baseados nas informações enviadas por estados e municípios.

Fonte: Brasil 61

 

 

Partes humanas encontradas na Ponte do Baralho, entre João Pessoa e Bayeux, são de pelo menos quatro pessoas, diz delegado

As partes humanas encontradas na manhã desta quarta-feira (29), em sacos plásticos jogados na Ponte do Baralho, que fica entre João Pessoa e Bayeux, são de pelo menos quatro pessoas, segundo revelou ao ClickPB, o delegado de Crimes contra a Pessoa, Diego Garcia. Nos sacos havia cinco pernas e algumas delas envolvidas por gases e etiquetas.

Os sacos foram encontrados por ribeirinhos da localidade que ligaram para as polícias para apuração da ocorrência. “Como não se trata de um homicídio, o caso será investigado por uma delegacia competente”, frisou. Uma das linhas de investigação é que se trata de um descarte irregular de uma unidade hospitalar, mas isso só poderá ser constatado após investigações da Polícia Civil.

Segundo o delegado Diego Garcia, nos sacos havia pelo menos cinco pernas humanas amputadas. “Ainda não sabemos muitas informações, mas a princípio é de que as partes são de pelo menos quatro pessoas”, revelou.

Em algumas das partes havia etiquetas com nomes, o que pode indicar ser de membros amputados em unidade hospitalar. No entanto, tudo ainda vai ser apurado. O material foi levado para o Instituto de Polícia Científica (IPC), da Capital. É importante destacar que o descarte irregular é proibido conforme a Política Nacional de Resíduos Sólidos e o Código Penal.

 

clickpb