Arquivo da tag: perdão

Patroa da mãe de Miguel pede perdão em carta aberta

Sari Gaspar Côrte Real, patroa da mãe do garoto Miguel Otávio Santana da Silva, 5, que morreu nesta terça-feira (2) após cair do 9º andar de um prédio no Recife, pediu perdão em carta aberta.

O menino estava aos cuidados da patroa, enquanto sua mãe, Mirtes Renata de Souza, saíra para passear com a cadela da família.

“Te peço perdão. Não tenho o direito de falar em dor, mas esse pesar, ainda que de forma incomparável, me acompanhará também pelo resto da vida”, escreve Sari para a mãe do menino.

Ela diz que está sendo condenada pela opinião pública.”As redes sociais potencializam o ódio das pessoas. Tenho certeza que a Justiça esclarecerá a verdade.”

Em outro trecho, afirma que reza muito para que Deus possa amenizar o sofrimento de Mirtes e confortar o seu coração. “Na nossa casa, sempre sobrou carinho e amor por você, Miguel e Martinha. E assim permanecerá eternamente.”

Sari escreve que não há palavras para descrever o sofrimento da perda irreparável. “Como mãe, sou absolutamente solidária ao seus sofrimento. Miguel é e sempre será um anjo na sua vida e na sua família.”

A criança morreu nesta terça-feira (2) após cair do nono andar do edifício residencial Píer Duarte Coelho, mais conhecido como Torres Gêmeas, no bairro de São José. Sari Côrte Real permitiu que ele entrasse no elevador sozinho.

A Polícia Civil de Pernambuco prendeu Sari em flagrante por homicídio culposo após ela deixar que o menino se deslocasse até o andar mais alto, onde escalou um buraco de ar condicionado, caiu e morreu. Após pagamento de fiança no valor de R$ 20 mil, Sari foi liberada.

Investigadores afirmam que as imagens de circuito interno mostram a mulher observando o menino entrar no elevador no 5º andar e registram o momento em que ela apertou o botão para a cobertura. O menino, segundo o vídeo, acionou os botões do 7º e do 9º andar, onde desembarcou.

No início da tarde desta terça-feira, uma pergunta reverberou nas ruas do Recife durante ato de protesto contra a morte do garoto: “E se fosse ao contrário?”.

Os manifestantes se concentraram em frente ao Tribunal de Justiça de Pernambuco, no centro do Recife. Com cartazes que pediam justiça, seguiram em marcha até o prédio, também na área central da cidade.

Algumas pessoas se deitaram no chão e repetiram que “não foi um acidente”. Em frente ao edifício, gritaram a palavra “assassina”. Alguns vestiam uma camisa com uma imagem do garoto.

Em entrevista à Rede Globo, a mãe do garoto disse que confiou o filho à patroa e que esta não teria tido a paciência para retirá-lo do elevador.

“Se fosse ao contrário, eu não teria direito à fiança. É uma vida que se foi por falta de paciência. Não se deixa uma criança sozinha dentro de um elevador”, disse.

O nome de Mirtes Renata Souza, mãe de Miguel, consta no quadro de servidores da Prefeitura de Tamandaré, no litoral sul de Pernambuco, desde 2017. Ela trabalhava havia quatro anos como empregada doméstica na casa do prefeito do município, Sérgio Hacker (PSB), e da primeira-dama, localizada no Recife.

Em entrevista ao UOL, nesta sexta (5), Mirtes disse que recebia o salário das mãos dos patrões e se disse surpresa com a informação.

A Promotoria de Justiça de Tamandaré instaurou um inquérito civil com a finalidade de apurar possível prática de improbidade administrativa do prefeito Sérgio Hacker no caso da nomeação de Mirtes.

A Prefeitura de Tamandaré declarou que só vai falar sobre o assunto na próxima semana. Em nota, afirmou que o prefeito se encontra profundamente abalado e que, no momento próprio e de forma oficial, prestará informações aos órgãos competentes.

No fim da tarde, o PSB comunicou em nota que o partido defende a apuração do caso pelos órgãos de controle e que qualquer ato ilícito seja punido.

Mirtes trabalhava na casa da suspeita e levou o filho, Miguel, ao local de trabalho por não tinha com quem deixá-lo.

Escolas e creches estão fechadas devido à pandemia do novo coronavírus, e a mulher continuava trabalhando para o casal apesar da alta incidência da doença em Recife. O próprio Hacker anunciou em abril que estava infectado pelo novo coronavírus.

“A responsabilidade legal naquela circunstância era da moradora. A criança permaneceu e estava sob a sua responsabilidade”, disse o delegado responsável pelo caso. “Ela tinha o poder e o dever de cuidar da criança e impedir, em última análise, o trágico resultado que adveio de uma tragédia.”

 

FOLHAPRESS

 

 

Livânia pode ter perdão judicial e pena de oito anos em ‘prisão domiciliar’

Denunciada no âmbito da Operação Calvário, a ex-secretário de Estado da Paraíba, Livânia Farias, se condenada, deverá cumprir sua pena em prisão domiciliar, com base em acordo de delação premiada.

Clique aqui e confira acordo de delação

De acordo com os termos propostos pelo Ministério Público da Paraíba, Livânia Farias e sua ex-assessora Maria Laura Caldas podem ser beneficiadas pelo fato de estarem colaborando com o órgão durante as investigações.

No caso da ex-assessora, o MP prevê que como colaboradora, Laura deverá cumprir pena de sete anos, sendo o primeiro em regime semiaberto, passará o dia fora da cadeia e dormirá no presídio. Os outros seis anos, ela cumprirá em regime semiaberto e aberto domiciliar, em vez de ir para o presídio, cumprirá a pena em casa.

Para a ex-secretária, caso condenada, a pena inicial seria de oito anos. Com base no acordo de delação, quatro anos serão cumpridos em regime semiaberto diferenciado com prisão domiciliar, e os outros quatro serão cumpridos em regime aberto diferenciado, também com prisão domiciliar. Ainda segundo o texto, Livânia não usará tornozeleira eletrônica.

 

PB Agora

 

 

Pastor suspeito de abusar de menores se ajoelhava e pedia perdão após sexo

Bayeux Jovem
Bayeux Jovem

Um pastor da igreja evangélica Assembleia de Deus da cidade de Bayeux, na Região Metropolitana de João Pessoa, foi preso nesta quarta-feira (5) suspeito de abusar sexualmente de menores do templo religioso que coordenava. Após o ato sexual, segundo divulgado pelo Polícia Civil, o pastor se ajoelhava e pedia perdão a Deus.

A prisão do pastor ocorreu sob força de um mandado expedido pela 1ª Vara da Comarca de Bayeux. De acordo com a Polícia Civil, o que mais chamou a atenção durante as investigações foi o fato da conivência por parte dos membros da comunidade religiosa com as práticas do pastor.

Ainda conforme a PC, um dos menores relatou que, após o ato sexual, o pastor se ajoelhava e a rezava para que fosse perdoado.

O suspeito foi levado para a sede da 5ª Delegacia de Bayeux, mas será transferido para a Central de Polícia Civil da Capital. Os menores abusados são acompanhados pelo Conselho Tutelar da cidade.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Senado aprova perdão de R$ 2 bilhões a planos de saúde

Jefferson Rudy/Agência Senado
Jefferson Rudy/Agência Senado

O Senado aprovou em sessão nesta terça-feira (15) uma medida provisória que determina a anistia de R$ 2 bilhões aos planos de saúde. O montante, estimado pelo Ministério da Saúde, refere-se a multas aplicadas aos planos pela ANS (Agência Nacional de Saúde). A presidente Dilma Rousseff tem até 15 dias para vetar ou sancionar a MP.

Originalmente, a matéria (627/2013) tratava apenas da tributação dos lucros obtidos por empresas brasileiras no exterior. Enquanto tramitou na Câmara dos Deputados, no entanto, o texto recebeu uma série de emendas que versam sobre temas estranhos ao assunto original. O relator na Câmara foi o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pivô de um desentendimento entre parlamentares peemedebistas e o PT no mês passado.

 

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Como o Senado não acrescentou ou retirou emendas do texto, a matéria segue direto para o gabinete da presidente. Dilma já sinalizou que pretende vetar a emenda que trata do perdão aos planos de saúde. O ministro da Saúde, Arthur Chioro, afirmou ser contrário a anistia das multas.

As multas perdoadas variam de R$ 5.000 a R$ 1 milhão, segundo informou o jornalista Elio Gaspari, colunista da Folha de S.Paulo, e referem-se ao não cumprimento dos contratos com os clientes.

A MP estabelece um teto para o pagamento das infrações. Por exemplo, o plano autuado de duas a 50 vezes com multas da mesma natureza, para apenas duas deles; o que recebeu de 50 a cem autuações, pagará quatro multas; acima de mil multas, serão cobradas apenas 20 multas.

Para ilustrar, um plano que recebeu cem multas de R$ 50 mil, pagará R$ 200 mil, em vez de R$ 5 milhões.

De acordo com dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), os planos de saúde doaram R$ 12 milhões para campanhas de 157 candidatos, filiados a 19 partidos diferentes, nas eleições de 2010. No pleito de 2006, as doações alcançaram R$ 7,1 milhões.

 

Uol

Donos de motos até 150 cc têm opção da cota única do IPVA para garantir perdão de dívidas

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Os proprietários de motocicletas com até 150 cilindradas na Paraíba têm ainda a opção do pagamento  dacota única para garantir o perdão de débitos atrasados do IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) e de taxas de serviços acumuladas até 31 de dezembro do ano passado.

Para assegurar o direito, os proprietários precisam efetuar o pagamento do IPVA e do Seguro Obrigatório de forma integral e à vista até o dia 15 de dezembro deste ano. Essa opção também garante o perdão das dívidas do IPVA e de taxas de anos anteriores da categoria.

Para buscar a regularização e emitir o boleto de pagamento, nos casos dos veículos licenciados em João Pessoa ou em Campina Grande, os proprietários devem procurar a repartição fiscal localizada nas respectivas sedes do Detran-PB, enquanto os proprietários de veículos licenciados nos demais municípios deverão dirigir-se à respectiva coletoria fiscal mais próxima ou agências regionais.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Com base na Medida Provisória (MP) 226 e da Portaria, já publicadas no Diário Oficial do Estado, até o mês de junho os proprietários de motocicletas tinham duas opções: o parcelamento do IPVA deste ano e do seguro obrigatório e o pagamento em cota única até 15 de dezembro. Contudo, o proprietário precisava pagar a primeira parcela do IPVA e do seguro obrigatório até o dia 30 de junho para os contribuintes assegurarem a regularização das pendências anteriores do veículo junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e à Secretaria de Estado da Receita. De julho até dezembro, os proprietários de motocicletas até 150 cilindradas têm apenas, agora, a opção da cota única.

Para efeitos de acompanhamento e de controle, o Detran-PB informará à Secretaria de Estado da Receita, diariamente, por meio de arquivos de distribuição, as guias geradas para pagamento dos parcelamentos, referentes ao IPVA, que devem ser emitidas com o código Febraban (Federação dos Bancos do Brasil) do IPVA. Já o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) somente será emitido após o cumprimento das condições e obrigações previstas.

Secom-PB

Proprietários de motocicletas até 150 cilindradas têm opção da cota única do IPVA para garantir perdão de dívidas

detranOs proprietários de motocicletas com até 150 cilindradas na Paraíba têm ainda a opção do pagamento da cota única para garantir o perdão de débitos atrasados do IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) e de taxas de serviços acumuladas até 31 de dezembro do ano passado.

Para assegurar o direito, os proprietários precisam efetuar o pagamento do IPVA e do Seguro Obrigatório de forma integral e à vista até o dia 15 de dezembro deste ano. Essa opção também garante o perdão das dívidas do IPVA e de taxas de anos anteriores da categoria.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Para buscar a regularização e emitir o boleto de pagamento, nos casos dos veículos licenciados em João Pessoa ou em Campina Grande, os proprietários devem procurar a repartição fiscal localizada nas respectivas sedes do Detran-PB, enquanto os proprietários de veículos licenciados nos demais municípios deverão dirigir-se à respectiva coletoria fiscal mais próxima ou agências regionais.

Com base na Medida Provisória (MP) 226 e da Portaria, já publicadas no Diário Oficial do Estado, até o mês de junho os proprietários de motocicletas tinham duas opções: o parcelamento do IPVA deste ano e do seguro obrigatório e o pagamento em cota única até 15 de dezembro. Contudo, o proprietário precisava pagar a primeira parcela do IPVA e do seguro obrigatório até o dia 30 de junho para os contribuintes assegurarem a regularização das pendências anteriores do veículo junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e à Secretaria de Estado da Receita.  De julho até dezembro, os proprietários de motocicletas até 150 cilindradas têm apenas, agora, a opção da cota única.

Para efeitos de acompanhamento e de controle, o Detran-PB informará à Secretaria de Estado da Receita, diariamente, por meio de arquivos de distribuição, as guias geradas para pagamento dos parcelamentos, referentes ao IPVA, que devem ser emitidas com o código Febraban (Federação dos Bancos do Brasil) do IPVA. Já o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) somente será emitido após o cumprimento das condições e obrigações previstas.

Secom-PB

Prazo do perdão de dívidas para motos de até 150 cilindradas termina dia 31

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Quase 40 mil proprietários de motocicletas com até 150 cilindradas já recorreram aos benefícios da remissão e regularizaram a situação do veículo. Os que estão com licenciamento em atraso têm até o próximo sábado, 31 de maio, para aproveitar os benefícios da lei que concede a remissão do IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) e das taxas de serviço do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) para dívidas vencidas até 31 de dezembro de 2013, para motocicletas até 150 cilindradas.

benefício foi assegurado pela Medida Provisória 215, publicada no Diário Oficial de 30 de dezembro de 2013, transformada na Lei nº 10.312, em 15 de maio deste ano, e publicada no Diário Oficial do dia 21 de maio.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Para as motocicletas até 150 cilindradas, o Governo do Estado concedeu o perdão das dívidas referentes a IPVA, taxa de prevenção contra incêndio, taxa de licenciamento anual e taxa diária (no caso de veículos recolhidos ao pátio). O proprietário só precisa quitar o licenciamento 2014 para ter o perdão da dívida dos exercícios anteriores. Não são perdoadas dívidas referentes à infrações no trânsito, que devem ser quitadas.

“Ao conceder o benefício da remissão, o Governo do Estado oferece a um grande número de usuários paraibanos a oportunidade de regularizar a situação do veículo e poder voltar a circular livre de qualquer risco de ter a motocicleta aprendida”, disse o superintendente do Detran, Rodrigo Carvalho. Ele lembra que, segundo o Código de Trânsito Brasileiro, transitar com o licenciamento do veículo em atraso é uma infração gravíssima, com sete pontos na carteira nacional de habilitação. A multa é de R$ 191,54 e o veículo é apreendido.

Inadimplência

Na Paraíba, o calendário anual de licenciamento divide a frota de acordo com o número final da placa. Hoje, a frota paraibana tem 988.689 veículos e mais de 356 mil estão com o licenciamento em atraso.

Segundo dados do Detran, estão registradas na Paraíba 409 mil motocicletas até 150 cilindradas e 204.842 estavam com o licenciamento em atraso quando o Governo do Estado decidiu conceder o benefício.

De acordo com o calendário 2014, toda a frota deve estar licenciada até o dia 31 de outubro, prazo estabelecido para o licenciamento dos veículos com final “zero”. O prazo para o licenciamento 2014 da frota com finais 1 e 2 venceu em 31 de março e da frota com finais 3 e 4, após prorrogação, venceu em 9 de maio.

No dia 30 de maio vence o prazo para o desconto de 10% no IPVA 2014, em cota única, para veículos com placa final “7” e o prazo para o licenciamento 2014 da frota final ‘5”.

 

portal correio

Em Pombal: Pintor comete suicídio e deixa carta pedindo perdão

pintorO pintor Francinaldo Barbosa de Lucena, de 46 anos, conhecido por “Naldo Pintor”, que morava na rua José de Almeida Filho, bairro Vida Nova, cometeu suicídio no início da noite desta sexta-feira (21) através de enforcamento, usando uma corda.

O fato aconteceu por volta das 18h30, e de acordo com familiares Naldo chegou em casa e disse que iria dormir no seu quarto.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Instantes após, uma tia o viu sentado na rede, escrevendo em um caderno.

Ela disse que perguntou o que ele estava fazendo, e o mesmo informou que era “uma carta”.

O detalhe é que era a carta de despedida dele.

Naldo subiu na rede e pendurou-se na corda amarrada na linha da casa.

Na carta deixada, ele pede perdão à ex-esposa, Ana, a quem chama de “amor da minha vida”.

Ainda dá adeus à sua sobrinha.

Parentes disseram que não havia um motivo aparente para o mesmo tirar a própria vida. Informaram que a única suspeita seja pelo fato do mesmo estar desempregado.

Ele deixa três filhos.

Naldo Silva- Liberdade 96 FM
Colaborou Dayana Trigueiro

Deputado diz que AL não se recusou votar perdão de multas para motos

Assembleia-LegislativaO deputado estadual Arnaldo Monteiro (PSC) rebateu nesta segunda-feira (23) as informações disseminadas pelo Governo do Estado de que a Assembleia Legislativa da Paraíba teria se recusado a votar o projeto de lei que autoriza a remissão de débitos de multas do Imposto sobre a Propriedade de Veículos automotores (IPVA). “A bancada de situação esvaziou o plenário e ficamos sem quórum para votar essa matéria, que julgamos de extrema importância para o povo paraibano”, disse.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O projeto em questão dá o perdão de multas e taxas do Detran aos proprietários de motos com potência até 150 cilindradas, que tenham sido apreendidas por órgãos estaduais. para liberar esses veículo, o proprietário pagaria apenas o emplacamento de 2014.

O deputado Arnaldo Monteiro presidia a sessão do dia 18 (quarta-feira) e foi iniciada uma discussão em torno de outro projeto de lei, o 1.797, que dispõe sobre a criação da taxa de registro de contratos de financiamento com cláusula de alienação fiduciária, de arrendamento mercantil, de compra e venda com reserva de domínio ou de penhor de veículos automotores no âmbito do Estado da Paraíba. “Não podíamos votar a matéria, uma vez, que a deputada Olenka Maranhão (PMDB) pediu vista neste projeto na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) e não podemos atropelar os trâmites legais”, explicou.

De acordo com Arnaldo Monteiro, o líder da situação, deputado Hervázio Bezerra (PSB), tentou atropelar o Regimento da Casa, e que isso não podia permitir na presidência da sessão. “Temos que zelar pelo regimento ao presidir a sessão. Até entendo o desespero de Hervázio para dar uma satisfação ao Governo, mas não podemos abrir mão da legalidade”, disse, acrescentando que a Casa não se furta de votar qualquer matéria, desde que ela tenha tramitado de forma correta.

“O chefe do Executivo e seus subordinados devem se informar melhor e os integrantes da sua bancada na Assembleia devem ter coragem de contar a verdade. Em nenhum momento nos recusamos a votar a isenção do IPVA, pois sabemos que ela é de extrema importância para aqueles que mais precisam e dependem das suas motos para se deslocar. O projeto não foi votado porque não tinha quórum, a bancada de situação se retirou do plenário”, destacou, lamentando a atitude dos governistas de abandonarem o plenário e de não votarem um projeto de tamanha importância.

Assessoria de Arnaldo Monteiro 

Jovens gravam vídeo e pedem perdão ao morador da zona rural

jovensNo final da tarde deste sábado, 30, através do perfil de Vinícius Nascimento, no Facebook, os jovens participantes do vídeo divulgado na mídia pelo Portalindependente.com foram as redes sociais e pediram perdão publicamente ao jovem morador da zona rural pelos danos e constrangimentos causados, bem como a população.

Durante o vídeo de 0:59 segundos, os jovens pedem sinceras desculpas por todo mal-estar causado e qualificam a brincadeira com “de mau gosto” e inconsequente.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

 

Confira:

Assim como publicamos o vídeo que repercutiu em toda Paraíba, nossa equipe também se preocupou em publicar os pedidos sinceros de perdão dos jovens a fim de preservar o dever de imparcialidade do portal independente

portalindependente