Arquivo da tag: pedras

Suspeito de furtar pedras de canal da transposição do Rio São Francisco é preso na PB

Um homem 48 anos foi preso em flagrante na tarde desta quinta-feira (30), suspeito de furtar pedras usadas no canal da transposição do Rio São Francisco. Segundo informações do delegado Cristiano Santana, o material foi furtado em um trecho da obra localizado em Monteiro, no Cariri paraibano.

De acordo com o delegado, o suspeito transportava as pedras em um caminhão caçamba. Em depoimento, ele confessou que furtava o material para uso particular.

O homem foi autuado pelo crime de furto. O delegado reforçou que quem for flagrado cometendo crimes semelhantes, deve responder judicialmente.

Foto: Edvaldo José/Arquivo pessoal

G1

 

Manifestantes queimam pneus e colocam pedras na saída de Araçagi

Moradores de pequenas comunidades que ficam próximas ao conjunto Emília Borges, no município de Araçagi (Brejo paraibano), fizeram protesto cobrando providências urgentes para diminuir o número de acidentes e atropelamentos naquele trecho. O episódio aconteceu no final da manhã desta segunda-feira (13).

Os manifestantes queimaram pneus, colocaram pedras e pedaços de paus no trecho para tentar evitar que os veículos trafegassem normalmente. Eles cobram a implantação de quebra mola, melhorias na sinalização e mais segurança na área, onde, “vários atropelamentos com vítimas fatais já foram registrados”.

Protesto contra acidentes Foto: reprodução/Araçagi

Os moradores alegam também que é corriqueiro acidentes envolvendo animais soltos e perambulando na pista. A polícia foi chamada para conter os ânimos e, por mais de uma hora, formou-se um grande congestionamento na saída de Araçagi, destino Itapororoca, na Paraíba.

 

paraiba.com.br

 

 

Polícia detém suspeitos de tráfico com mais de 200 pedras de crack

Duas pessoas suspeitas e um adolescente foram detidos pela Polícia Militar com drogas em um carro, em uma comunidade na zona sul de João Pessoa. A ação aconteceu durante a Operação Dia das Mães, realizada a partir de ações preventivas e ostensivas da PM neste fim de semana.

O trio, formado por dois adultos de 39 e 26 anos de idade, e um adolescente de 17, foi abordado na comunidade do Iraque, no bairro de Jacarapé, pelos policiais da Companhia de Choque. Eles estavam com mais de 200 pedras de substância análoga ao crack e tentaram se desfazer dos entorpecentes ao perceberem a chegada da PM. Os três foram encaminhados para a Central de Flagrantes e para a Delegacia do Menor para os procedimentos cabíveis.

Outras ações – Mais três pessoas foram detidas na região metropolitana de João Pessoa e encaminhadas para delegacias pois estavam com pequenas quantidades de drogas, entre elas maconha e cocaína. Elas foram localizadas a partir de denúncias ou abordagens nos bairros do Cristo Redentor e Ernesto Geisel, na capital, e também em Santa Rita.

PB Agora

 

 

Homem atira pedras em palco durante show na BA, atinge bailarina no rosto e cantor se irrita: ‘Ignorante’

(Foto: Reprodução/Prefeitura de Irecê)

Um homem bêbado foi detido após atirar pedras no palco em que se apresentava o cantor de forró Alcymar Monteiro, durante a festa de São Pedro da Boa Vista, na cidade de Irecê, no norte da Bahia. Uma bailarina foi atingida no rosto, e o cantor ficou irritado e interrompeu a apresentação. Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o momento em que o forrozeiro dá uma “dura” no rapaz.

“Eu queria que um policial viesse aqui, porque esse rapaz está jogando pedra no palco, aqui na gente. Desculpem eu interromper, mas isso não é coisa que se faça. Um policial aqui, por favor. Você vem para bagunçar o show dos outros, rapaz? Todo mundo em paz e você faz isso, rapaz? Jogando pedras nas pessoas, por quê? Larga de ser ignorante, rapaz. Faça isso não, meu amigo. Vocês, seguranças, deem um jeito nisso aí”, disse Alcymar, que é natural da cidade de Aurora, no Ceará.

O show, que ocorreu na noite de sábado (1º), foi interrompido por cerca de cinco minutos, enquanto a segurança do evento localizava o suspeito. O cantor também exigiu a presença da polícia. “Eu não costumo parar meu show por causa de violência de ninguém, mas não é possível isso. Como é que pode uma coisa dessas, hein? Interromper o trabalho de milhares de pessoas por causa de um cara desse. Não pode, não pode”, esbravejou o cantor.

De acordo com a produção de Alcymar Monteiro, a bailarina foi atingida no olho, mas sem gravidade. Ela foi atendida por médicos que estavam no local. A assessoria de comunicação da prefeitura confirmou o ocorrido e disse que o que foi atirado pelo homem no palco foram britas que estavam espalhadas pelo chão onde a festa era realizada. Confira abaixo íntegra de nota enviada pela prefeitura.

Em meio à beleza do show de Alcymar Monteiro, um acontecimento inesperado ocorreu: um homem embriagado jogou britas no palco, o que fez com que o cantor parasse a apresentação para chamar atenção do mesmo e solicitasse a presença da Polícia. Diante do ocorrido, a Prefeitura de Irecê informa que o rapaz foi encaminhado ao posto de polícia montado atrás do palco, no Colégio Marcionílio Rosa e foi constatado seu estado de embriaguez. Felizmente, não houve feridos. Desta forma, lamentamos o inconveniente e informamos que incidentes assim podem acontecer em eventos abertos, em meio a um público grande e diverso como o que foi registrado na noite de ontem, no bairro da Boa Vista. Reafirmamos o nosso compromisso com a segurança da população, através da convocação da Polícia Civil e especializada de Tóxicos e Entorpecentes, Polícia Militar, Caesa, Cavalaria, Esquadrão Asa Branca, Bombeiros Civis e Segurança Patrimonial. Além disso, oito câmeras permitem total controle do local e ruas de acesso ao circuito da festa.

Forrozeiro Alcymar Monteiro ficou irritado após homem jogar pedras em palco na BA (Foto: Reprodução/Prefeitura de Irecê)

Forrozeiro Alcymar Monteiro ficou irritado após homem jogar pedras em palco na BA (Foto: Reprodução/Prefeitura de Irecê)

Festa

O tradicional São Pedro da Boa Vista teve início no sábado e termina nesse domingo. No primeiro dia, além de Alcymar, se apresentaram Raquel Rodrigues, Marquinhos Matos, Zezé e Cia, Milton Lima, Banda Reluz, Página Virada e Cássio ANdré.

Neste domingo, as apresentações começam a partir das 16h30.O público vai poder conferir os shows de Pepe do Cavaco, Emanuela Rios, Diamante Negro, Forrozão Tropicana, Licor com Mel, Gil Baianinho, Menina Faceira, João Vitor e Forró Piá.

Assim como no sábado, também tem programação especial para crianças.Entre as atrações estão Trenzinho da Alegria do Palhaço Cuscuz, Seu Dukinho e sua turma, além de bricandeiras e prêmios.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Jovem é preso com 52 pedras de crack em Guarabira

acusadoLeonardo Pinheiro da Silva, 19 anos, foi preso pela segunda vez em menos de uma semana em Guarabira, Agreste Paraibano. A Polícia Militar efetuou a prisão na tarde desta terça-feira (25), na rua Joca Carteiro, bairro da Santa Teresinha.

Leonardo tinha sido preso na segunda-feira (17) após ser encontrado em atitude suspeita durante as abordagens rotineiras que acontecem na cidade, em seu nome constava um mandado de prisão em aberto.

A prisão de hoje ocorreu após a Polícia Militar receber uma denúncia de vizinhos que ouviram disparos de arma de fogo que vinham da casa do acusado. Durante as buscas da PM na residência de Leonardo, foram encontradas 52 pedras de crack.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O rapaz foi preso em flagrante e conduzido para 8ª Delegacia Seccional da Policia Civil em Guarabira, onde será autuado por tráfico de drogas.

O acusado negou que a droga fosse dele.

 

nordeste1

Polícia Federal desarticula grupo que ‘roubava’ pedras preciosas da PB e vendia no exterior

Reprodução/WhatsApp Operação acontece em cidades da PB, RN, MG e SP
Reprodução/WhatsApp
Operação acontece em cidades da PB, RN, MG e SP

Uma quadrilha especializada no contrabando de turmalina paraíba, uma das pedras preciosas mais valiosas do mundo, foi desarticulada na madrugada dessa quarta-feira (27) na Operação Sete Chaves, deflagrada pela Polícia Federal e Ministério Público Federal em cidades da Paraíba, Rio Grande do Norte, Minas Gerais e São Paulo. Entre as pessoas investigadas na operação estão um deputado e empresários. Segundo informações repassadas ao Portal Correio, as residências do deputado estadual João Henrique (DEM) em João Pessoa e Monteiro (Cariri do estado, a 305 km da Capital) foram alvos da operação. Policiais federais apresentaram mandados de busca e apreensão para vistoriar as propriedades, mas não apreenderam nada nos locais.  A polícia ainda não divulgou o número de pessoas presas, nem os nomes dos envolvidos no esquema.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

De acordo com a Polícia Federal, a quadrilha extraía a turmalina paraíba em São José da Batalha, distrito do município de Salgadinho (Borborema paraibana, a 280 km de João Pessoa) e levada à Parelhas, no Rio Grande do Norte, onde era esquentada com certificados de licença de exploração. De lá, as pedras seguiam para Governador Valadares, em Minas Gerais, para a comercialização em mercados do exterior como Bangkok, na Tailândia, Hong Kong, na China, Houston e Las Vegas, nos Estados Unidos.

Cerca de 130 policiais federais de todo o Nordeste dão cumprimento simultâneo a 35 medidas judiciais, sendo 8 de prisão preventiva, 19 mandados de busca e apreensão e 8 de sequestro de bens. Na Paraíba, os trabalhos são desenvolvidos em João Pessoa, Monteiro e Salgadinho. A operação também acontece em Natal e Parelhas, no Rio Grande do Norte; em Governador Valadares, nas Minas Gerais; e na capital paulista.

Ainda conforme a Polícia Federal, organização criminosa era formada por diversos empresários e por um deputado estadual, que se utilizavam de uma rede ‘offshore’ (empresas abertas em paraísos fiscais) para suporte das operações bilionárias nas negociações com pedras preciosas e lavagem de dinheiro. Os policiais suspeitam que um gigantesco volume dessas pedras já esteja nas mãos de joalheiros e de particulares no exterior.

Em razão de suas características particulares, de seu azul incandescente, a gema paraibana provoca fascínio em todo o mundo, sendo utilizada nas joias confeccionadas por grifes nacionais (Amsterdan Sauer e H Stern) e internacionais (Dior e Tiffany & Co UK). O mercado clandestino da pedra tem gerado uma movimentação milionária de capital ilícito, no Brasil e no exterior. Uma única pedra de turmalina azul pode chegar ao valor de R$ 3 milhões.

A operação contou com a colaboração de fiscais do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) e da Secretaria da Receita Federal. Todos os investigados responderão pelos crimes de lavagem de dinheiro, usurpação de patrimônio da União, organização criminosa, contrabando e evasão de divisas.

O termo Sete Chaves é uma referência feita aos negociadores no mercado restrito da pedra, turmalina azul, que guardavam à “sete chaves” o segredo sobre a existência de uma pedra extra valorizada e pouco conhecida no mercado de pedras preciosas.

 

Portal Correio

Sucos cítricos ajudam a evitar a formação de pedras nos rins

sucosNem todo mundo gosta do verão e muito menos do calorão que atinge vários estados brasileiros. As grávidas são as que mais sofrem. Isso porque, de acordo com os médicos, a gravidez já aumenta normalmente a temperatura corporal das mamães de meio a um grau. O Bem Estar desta quarta-feira (28) falou sobre os efeitos do calor no corpo. Participaram do programa o ginecologista e consultor do programa José Bento e o nefrologista Décio Mion.

As grávidas sofrem mais enjoos no calor porque ficam mais sensíveis aos efeitos hormonais. Para amenizar a temperatura, o nosso consultor orienta que as futuras mamães devem chupar gelo, picolé, comer frutas cítricas e precisam comer a cada três horas.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

E a atenção com hidratação deve ser redobrada. No verão, casos de pedra no rim aumentam 30%. Para prevenir o surgimento das pedras deve-se aumentar a ingestão de água e diminuir o consumo de sal, carnes e frituras. A perda de líquido corporal causada pelo suor e os excessos na alimentação influencia na quantidade de impurezas que os rins precisam filtrar.

Por isso, mantenha-se hidratado, com ingestão média de dois a três litros de água por dia. Prefira sucos cítricos que originam o citrato, com ação que impede a formação de pedras. Evite os excessos de consumo de carne ou produtos de origem animal como manteigas. Nas refeições, diminua a ingestão de sal. Evite alimentos embutidos ricos em sódio, além de industrializados.

G1

Explosão em abertura de galeria arremessa pedras a 150 m e causa danos no Sertão da Paraíba

Reprodução/CatoléNews
Reprodução/CatoléNews

No final da tarde desta quinta-feira (09), um fato bastante incomum poderia ter causado uma verdadeira tragédia no município de Catolé do Rocha, no Sertão, a 411 km de João Pessoa. Uma explosão com o objetivo de abrir caminho para a rede de esgoto, no bairro Luzia Maia, fez com que pedras de tamanhos diferentes voassem numa distância de até 150 metros do local, atingindo casas e veículos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Informações preliminares indicaram que problemas ocasionados pela má colocação de abafadores nas rochas, teriam feito com que estas se espalhassem, provocando uma ‘chuva de pedras’. A obra é de responsabilidade da Prefeitura Municipal de Catolé do Rocha.

Três residências próximas ao local foram atingidas. Não havia ninguém nelas durante a explosão. Também nas imediações se situa um ‘lava-jato’ e um Posto de Combustíveis, onde automóveis e caminhões foram atingidos.

Felizmente, ninguém se feriu, havendo apenas danos materiais. O prefeito Leomar Benício Maia, em companhia do vice Laurinho e secretários municipais foram até o local, onde prestaram assistência aos proprietários dos imóveis e veículos danificados, dando a garantia de ressarcimento dos prejuízos.

A Polícia Civil informou que investigará o caso e irá ouvir os responsáveis pela obra.

 

 

portalcorreio

PM deflagra operação em bairro de Guarabira, encontra plantação de maconha e pedras de crack

Pés de maconha apreendido (Foto: Jaceline Marques)
Pés de maconha apreendido (Foto: Jaceline Marques)

Por volta das 15h desta quinta-feira (14) a polícia militar do 4º BPM conseguiu apreender vários pés de maconha, no Bairro Alto da Boa Vista, no município de Guarabira, no Brejo da PB.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A plantação da erva, foi localizada em baldes e garrafas pets, sobre um lajeiro de pedras que fica por traz das residências, no referido Bairro. Os policiais encontraram ao todo, 11 (onze) pés de maconha que segundo informações seriam comercializadas.

suspeitos  (Foto: Jaceline Marques)
Pessoas envolvidas no tráfico na localidade (Foto: Jaceline Marques)

Após a apreensão da plantação, o comandante do 4º BPM, coronel Arilson Valério iniciou a operação denominada “Republicana”, com o apoio da Força Tática e RP conseguindo apreender e tirar de circulação 40 (quarenta) pedras de crack. “Essa operação foi realizada nas imediações no intuito de encontrar e apreender mais drogas”, frisou o comandante.

De acordo com o comandante, aproximadamente 25 policiais em 06 guarnições participaram desta operação com êxito, tirando de circulação esses materiais ilícitos. A polícia finalizou com a apreensão de oito pessoas que serão averiguadas como suspeitas de envolvimento com as apreensão.

 

portalmidia

Pedras que ‘andam’ e deixam rastro intrigam turistas em vale dos EUA

travocPedra deixa rastro na Racetrack Playa, no Death Valley, EUA (Foto: Creative Commons/TravOC)

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Um fenômeno misterioso atrai turistas a um parque na Califórnia, nos EUA. Na Racetrack Playa, em Death Valley, diversas pedras se movimentam e deixam um claro rastro no solo.

Uma vez no leito seco do lago, elas se movem – algumas “viajaram” por até 450 metros. Há também aquelas que se movimentam em pares, deixando dois rastros tão sincronizados que parecem ter sido feitos por um carro.

Segundo a Nasa (agência espacial americana), ninguém viu as pedras se movendo de fato, mas a mudança de posição e as trilhas que elas deixam têm intrigado cientistas desde os anos 1940.

“As explicações mais óbvias – ação de animais, gravidade ou tremores de terra—foram descartadas, deixando espaço para várias especulações ao longo dos anos”, afirma a agência em seu site.

Uma das teorias mais aceitas sugere que uma rara combinação de condições de chuva e vento é responsável pelo fenômeno. Segundo uma pesquisa, a chuva molha a superfície do solo, deixando-o firme, mas escorregadio, enquanto ventos fortes empurram as pedras.

Pedras que deslizam na Racetrack Playa, no Death Valley, EUA (Foto: NASA/GSFC/Maggie McAdam)Vista de cima das pedras e seus rastros na Racetrack Playa (Foto: NASA/GSFC/Maggie McAdam)
Fonte: G1 em São Paulo