Arquivo da tag: partido

Presidente do PT em João Pessoa reafirma candidatura de Anísio Maia e diz que quem se dispõe a ser vice de Ricardo Coutinho vai contra decisão do partido

A presidente do PT em João Pessoa, Giucélia Figueiredo, disse que qualquer membro do partido que se dispuser a ser vice de Ricardo Coutinho (PSB) está indo contra a decisão do diretório, que escolheu Anísio Maia como candidato próprio à Prefeitura de João Pessoa, e Percival Henriques como vice.

Diversos portais noticiaram que o advogado Antônio Barbosa, que integra os quadros do PT, teria aceitado um convite para compor a chapa de Ricardo Coutinho. Ao ClickPB, Giucélia Figueiredo afirmou que não recebeu nenhum comunicado oficial sobre o assunto, mas já adiantou que qualquer decisão nesse sentido vai contra as orientações do partido.

”Nós reafirmamos a candidatura do companheiro Anísio Maia e Percival Henriques como vice. Estamos em plena campanha”, disse. Ela ressaltou que na manhã desta segunda-feira (21), Anísio e Percival já possuem agenda de campanha na comunidade do Porto do Capim.

 

clickpb

 

 

Site nacional do PT ignora Anísio Maia e destaca apoio do partido em João Pessoa à candidatura de Ricardo Coutinho

Em nota intitulada “Sobre a situação eleitoral em João Pessoa”, a executiva nacional do Partido dos Trabalhadores ratificou em seu site oficial o apoio integral da sigla à candidatura do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) na corrida pela sucessão municipal em detrimento da postulação do deputado estadual Anísio Maia (PT), que já registrou seu nome na disputa junto ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba.

Anísio, no entanto, aguarda uma decisão judicial para deixar a postulação. Ele, inclusive, participou do primeiro debate da TV entre os prefeitáveis, ratificando a intenção de encarar a disputa e tratando o apoio do PT ao PSB como vexatório.

CONFIRA A PUBLICAÇÃO 

SOBRE A SITUAÇÃO ELEITORAL EM JOÃO PESSOA

Com a mudança da conjuntura eleitoral em João Pessoa (PB), na quarta-feira (16) o Diretório Nacional do PT decidiu, por ampla maioria de votos, apoiar a candidatura do companheiro Ricardo Coutinho (PSB) à prefeitura da capital, retirando a candidatura do companheiro Anísio Maia, que havia sido indicado em convenção com a presença dos filiados daquele Diretório Municipal.

O lançamento do nome do ex-governador Ricardo Coutinho, de reconhecida relevância no processo político local e nacional, à Prefeitura de João Pessoa levou o Diretório Nacional do PT a rever o lançamento do companheiro Anísio Maia, que também tem papel importante junto ao PT e à Paraíba. Mas diante do novo quadro no município, avaliamos como mais importante formar um bloco que proporcione a unidade da esquerda em torno da candidatura do PSB e construir essa aliança também com o PCdoB, que já caminhava conosco.

Esta aliança eleitoral e política do PT em João Pessoa não é novidade, dada a histórica relação do partido com Ricardo Coutinho e o PSB da Paraíba, que sempre estiveram ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da ex-presidenta Dilma Rousseff, mesmo nos momentos mais difíceis. O PT sempre contou com o apoio e a força de Ricardo Coutinho para denunciar arbitrariedades e ataques à democracia.

A aliança para a disputa eleitoral de 2020 retoma a unidade programática no campo das esquerdas e a disposição de reconstruirmos a democracia brasileira, sob ataque do governo Bolsonaro, num compromisso que tem como referência os interesses populares.

17 de Setembro de 2020

Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT

José Guimarães, coordenador do GTE nacional

 

 

PB Agora

 

Partido Democratas realiza convenção próximo domingo, em Solânea

Acontecerá no próximo domingo (06) a Convenção Municipal do Partido Democratas (DEM). O presidente do partido, Kayser Rocha, divulgou edital de convocação para a reunião, que será realizada a partir das 14h25 no Teatro Municipal Jacob Soares sendo adotadas medidas sanitárias e preventivas devido a pandemia.

De acordo com a pauta divulgada, estarão entre os assuntos tratados a coligação majoritária, escolha dos candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores. O Democratas deverá confirmar coligação majoritária com o PTB e demais partidos aliados.

O acesso ao local será limitado aos convencionais e pré-candidatos em razão das restrições decorrentes da pandemia do Covid-19.

 

Assessoria

 

 

Tião Gomes diz que Avante não é “casa de noca” e negará legenda a quem não seguir orientação do partido

O Avante declarou nesta quinta-feira (20), apoio ao pré-candidato a prefeito Cícero Lucena (PP), dos seis vereadores do partido, apenas Tanílson Soares compareceu ao evento, algo que Tião Gomes considerou inaceitável.

“É inadmissível que queiram usar o partido apenas para se eleger. O Avante não é casa de noca e tem que punir quem não seguir as orientações do presidente municipal Felipe Leitão. Estão brincado com o partido? Não vamos aceitar! Estamos com Cícero Lucena e quem não quiser apoiá-lo, as portas de saída do Avante estão abertas”, disse Tião.

O deputado ainda reforçou o posicionamento de Felipe Leitão que afirmou não aceitar nenhum desertor, vereador ou filiado, declarando apoio a outra pré-candidatura que não seja a de Cícero.

 

portaldolitoralpb

 

 

Adriano Galdino implora para ser expulso de partido: “Se alguém do PSB estiver me ouvindo e quiser me expulsar, eu ficaria muito grato”

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado Adriano Galdino, apelou para ser expulso do PSB para poder se filiar ao Avante. Em entrevista ao Arapuan Verdade nesta quinta-feira (13), ele disse que seria um favor que o PSB lhe expulsasse porque isso daria a ele a oportunidade de se filiar de imediato ao Avante.

“Se houvesse possibilidade jurídica, eu já teria saído. Se por acaso o PSB me fizer esse favor, eu ficaria muito grato. Se alguém do PSB estiver me ouvindo e quiser me expulsar, eu ficaria muito grato de sair do PSB na condição de expulso. Porque na condição de expulso eu posso me filiar a outra legenda”, pediu Galdino.

Ele confirmou a vontade de ‘marchar’ de imediato para o Avante, partido onde já está sua esposa na presidência estadual. “Marcharia de imediato para o Avante para comandar o Avante na Paraíba e tornar o Avante protagonista da política paraibana.”

 

clickpb

 

 

Menor apoio à criação do partido de Bolsonaro foi da Paraíba e estado registrou apenas 53 assinaturas a favor do Aliança pelo Brasil

O partido do presidente Jair Bolsonaro conseguiu apenas 53 assinaturas na Paraíba para que conseguisse ser oficialmente reconhecido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A coleta na Paraíba foi a menor de todos os estados que apoiaram a criação da legenda, o que aconteceu em apenas 13 das 27 unidades federativas do Brasil.

No total, o Aliança pelo Brasil coletou 8.034 assinaturas válidas de apoio em todo o país. São necessárias 492 mil assinaturas apresentadas junto ao TSE. A soma evidencia que houve apenas 1,6% de assinaturas da meta a ser alcançada.

Não houve assinaturas de apoio ao Aliança, por exemplo, no Acre, Amapá, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Pará, Roraima e Tocantins.

O Distrito Federal tem o maior número de assinaturas a favor da criação do Aliança: 1.444 pessoas assinaram.

Após essa baixa adesão, o Aliança desistiu de tentar disputar as Eleições 2020.

Veja os números nos estados, incluindo na Paraíba:

Rio Grande do Sul (1.337)

Santa Catarina (1.282), Paraná (1.196)

Mato Grosso do Sul (711)

Minas Gerais (697)

Amazonas (605)

Rondônia (209)

São Paulo (209)

Maranhão (139)

Rio de Janeiro (77)

Alagoas (75)

Paraíba (53)

 

clickpb

 

 

João faz alerta sobre Previdência: “Não se trata de partido político ou ideologia

O governador João Azevêdo rechaçou, nesta sexta-feira (13), durante agenda na cidade de Araçagi, as críticas apregoadas inclusive por alguns deputados do PSB sobre a PEC que trata sobre a reforma da Previdência.

De acordo com João não se trata de partido político ou ideologia, a necessidade do Estado é por conta da legislação que foi aprovada em Brasília.

“Não se trata de partido político ou ideologia, é uma necessidade real e obrigatória por conta da legislação que foi aprovada em Brasília. Nós lutamos para que a reforma não fosse injusta, quando nós tiramos a alteração do BPC (Benefício de Prestação Continuada) e vários itens que prejudicariam a população e a reforma tivesse o menor impacto sobre os servidores” disse.

Ainda de acordo com o gestor estadual ele não faz a discussão da demagogia e da hipocrisia.

“Existe uma previdência aprovada pelo governo federal e os estados são obrigados a fazer alterações. A discussão da demagogia e da hipocrisia eu não faço. Sou governador e tenho responsabilidade com toda população, não vou quebrar o estado para fazer demagogia e dizer que não precisa fazer reforma. Precisa fazer essa adequação por conta da legislação aprovada e do déficit da previdência. Estou para governar, não estou para fazer acordo com meia dúzia como gostaria que fizesse. Estou aqui para dizer que não serei fantoche de quem quer que seja” concluiu.

PB Agora

 

 

Presidente de partido considera ex-presidente Lula favorito em 2018: “As pesquisas mostram que é!”

charlintonO Professor Charliton que é presidente estadual do PT da Paraíba,concedeu entrevista o PB Agora nesta quinta, (26) e declarou toda sua paixão pelo ex-presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva (PT), ao fazer uma projeção política acerca dos possíveis presidenciáveis para as eleições de 2018. Avesso ao governo do atual presidente Michel Temer (PMDB), Machado afirmou que Lula é imbatível.

“As pesquisas mostram que é e precisamos observar a situação do pais que tende a piorar, onde todos os índices mostram que o Brasil esta passando por uma grande estagnação econômica, desemprego alto e é claro que o Brasil terá uma alternativa para que a esquerda possa disputar 2018”, frisou.

Charlinho enumerou algumas condições indispensáveis para a vitória de Lula

“É importante que ela esteja unificada, que ela tenha um único sentimento que é a retomada de um programa social e o nome de Lula sem sobra de duvidas é o nome mais forte com 35% em todas as pesquisas, demonstrando que seu legado tem muita força histórica e condições para disputa em 2018”, destacou.

Machado também saiu em defesa da da ex-primeira dama Marisa Letícia, que sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e continua internada no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Minutos após a informação circular entre os veículos de comunicação, muitas manifestações começaram a ocorrer nas Redes Sociais.

“Não tem como não se assustar com o nível de ódio propagado na internet, e em especial nas Redes Sociais. O antipetismo superou os limites elementares da civilidade política, e pessoas não tiveram a vergonha de desejar publicamente a morte de uma mulher que nada fez contra ninguém. O erro dela, pela lógica grotesca deles, é ser a esposa do melhor presidente que o Brasil já teve, do homem que tirou milhões da miséria. Um operário que conseguiu ser por duas vezes presidente do Brasil, e isso eles nunca irão perdoar”, pontuou.

Henrique Lima

PB Agora

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Presidente de partido na Paraíba diz que crise fez eleitor vender voto

chico-do-sitramO presidente do Partido Pátria Livre (PPL), na Paraíba, Francisco de Assis Pereira, o Chico do Sintram (foto), diz avaliar que a mine-reforma eleitoral recentemente aprovada, no Congresso Nacional, pouco alterou o processamento do voto, no Brasil, do ponto de vista da cultura política da população. Para o dirigente partidário, a crise econômica, com desemprego, fez eleitor vender o voto, na última Eleição.

Para ele, o maior causador dessa situação é a crise econômica que se verifica, no País, como consequência – principalmente – da onda de escândalos investigada pela Operação Lava-Jato, situação que se agrava, mais ainda e, segundo ele, com os elevados índices de desemprego que acomete as classes trabalhadoras, bem como a mão-de- obra informal.

O grau de desconfiança da população, frente à crise de credibilidade pela qual passa a classe política brasileira, segundo avalia Chico do Sintram, é o que mais tem concorrido, nos tempos mais recentes, para a descrença do povo nas propostas dos postulantes ao pleito eleitoral recém-findo, em todo o País.

“Um Governo que nomeia, para seu Ministério, em pleno processo eleitoral de massa, políticos diretamente envolvidos em escândalos de ordem moral e legal, com sérias implicações nos tribunais superiores do País, o que poderia fazer para contribuir com as mudanças ansiadas pela sociedade”, questiona o sindicalista, para ressaltar que o PPL jamais reconhece a Gestão Michel Temer como legítima e democrática, o que sugere, para ele, a imediata realização de Eleições gerais, no Brasil, mediante consulta plebiscitária.

MaisPB com Assessoria

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

PSOL é o partido com o maior nº de candidatos a prefeito nas capitais

psolO PSOL é o partido com o maior número de candidatos a prefeito nas capitais do país, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Das 26 capitais, o PSOL participa da disputa às prefeituras em 24 – fica de fora apenas em Macapá e Rio Branco.

O curioso é que Macapá foi a primeira capital do país a ter um prefeito do PSOL na história. Clécio Luis, eleito em 2012, deixou, no entanto, o partido, e hoje concorre à reeleição pela REDE.

Já o PT concorre à vaga em 18 capitais – fica de fora em Salvador, São Luís, Cuiabá, Teresina, Rio de Janeiro, Porto Velho, Florianópolis e Aracaju.

Outros dois partidos também têm candidatos em mais da metade das capitais nestas eleições. São eles o PMDB (16 disputas) e o PSTU (14). Já o PSDB concorre em exatamente metade das cidades (13).

Já na outra ponta do ranking, cinco siglas participam de apenas uma disputa a prefeito no país: PTC (em Maceió), PTdoB (Belo Horizonte), PCB (Belém), NOVO (Rio de Janeiro) e PSL (Porto Alegre).

A cidade com a disputa com mais candidatos é Campo Grande, em que 15 pessoas vão disputar a vaga a prefeito. Campo Grande, aliás, é o município com mais candidatos não apenas entre as capitais, mas entre as 5.568 cidades do país.

Se forem levadas em conta todas as cidades do país, o PMDB aparece na frente: disputa em 2.352 cidades. O PSDB aparece em segundo, em 1.734 municípios. O PT, que chegou a concorrer em 1.829 cidades em 2012, hoje busca vencer em 991.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br