Arquivo da tag: paralisa

Acidente entre batedores de moto e bicicleta paralisa Tour da Tocha em SP

Um acidente envolvendo uma moto e uma bicicleta da Polícia Militar que faziam a segurança do Tour da Tocha Olímpica foi registrado esta tarde na cidade paulista de Osasco. Um policial perdeu o controle de sua motocicleta e avançou contra o outro batedor, que estava de bicicleta. Os dois foram ao chão, sendo rapidamente socorridos pela ambulância que acompanhava o comboio. Nenhum deles se feriu com gravidade. Um homem que acompanhava o revezamento não perdeu a chance de fazer um selfie do momento. Sacou seu celular, ficou no meio da pista e registrou o momento.

Veja:

O acidente ocorreu logo no início do revezamento em Osasco, o último destino da chama olímpica nesta quinta-feira. O cabo de embreagem da moto teria se danificado, provocando a perda do controle do veículo. Por sorte, nem o condutor da tocha nem qualquer outro integrante do revezamento foi atingido. Cerca de 20 minutos depois, o tour retomou seu caminho.

A chama olímpica começou seu 80º dia de viagem visitando a cidade de Indaiatuba. Em seguida, passou por Itu e chegou em Jundiaí, onde ocorreu outro incidente: um manifestante tentou apagar a tocha atirando refrigerante no condutor. Homens da Força Nacional contiveram o agressor imediatamente.

GloboEsporte

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Hospital da Grande JP paralisa atendimento e funcionários queimam pneus por falta de salários

hospitalFuncionários do Hospital e Maternidade Flávio Ribeiro Coutinho que fica no município de Santa Rita, na Grande João Pessoa, estão realizando um protesto, com apitaço, interdição de rua e queima de pneus, na noite desta segunda-feira (17), pedindo que a Prefeitura Municipal de Santa Rita efetue o pagamento do repasse dado ao hospital para o pagamento do salário dos funcionários. Apenas casos de urgência estão sendo atendidos.

Em contato com o hospital, o Portal Correio foi informado por um dos funcionários que o repasse deste mês está atrasado desde o quinto dia útil.

“A paralisação é simbólica e reivindicamos que a prefeitura repasse os recursos para o pagamento dos nossos salários. A prefeitura tem até o quinto dia útil de cada mês para fazer isso, mas o prazo esgotou e estamos sem o pagamento”, disse um dos funcionários.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Ainda segundo o funcionário da unidade, apenas atendimentos de urgência, tanto na maternidade quanto no hospital, estão sendo realizados pelos médicos e funcionários, causando prejuízos a população.

“Mantivemos o atendimento para as urgências, mas estamos reivindicando nosso direito. A prefeitura, até agora, não deu explicação para a não realização do repasse”, concluiu o funcionário.

O Portal Correio tentou contato com a Prefeitura Municipal de Santa Rita para conseguir um posicionamento sobre o atraso no repasse, mas não teve as ligações atendidas até o fechamento desta matéria.

 

 

Portal Correio

Conselho Tutelar de Bananeiras paralisa atividades em função de chacina em Pernambuco

Conselho-Tutelar-de-BananeirasOs conselhos tutelares de todo o Brasil paralisarão suas atividades nesta quinta-feira (12), em solidariedade aos três conselheiros assassinados em chacina ocorrida na cidade de Poção, no Agreste pernambucano, no último dia 06.

Em nota, o Conselho Tutelar de Bananeiras anunciou que vai acompanhar o movimento no país, aderindo a paralisação nacional, e estará atendendo em forma de plantão apenas casos de maior urgência.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Leia a nota na íntegra:

ESTADO DA PARAÍBA

CONSELHO TUTELAR DE BANANEIRAS
Rua Professor Francisco Falcão, 38
Criada pela LEI Federal. Nº 8.069/90
Lei Municipal 125/97

O CONSELHO TUTELAR de Bananeiras – PB, Órgão Permanente não Jurisdicional, encarregado pela sociedade de zelar pelos direitos da criança e do adolescente, definidos pela Lei Federal 8.069/90 e Lei Municipal 125/97, localizado na Rua Professor Francisco Falcão, N°38, Centro, Bananeiras- PB, CEP: 58220-000, vem em solidariedade aos companheiros de trabalho vitimas de um ato covarde e abominável que ceifou a vida de três conselheiros tutelares da cidade de Poção, em Pernambuco aderir a ‪#‎PARALISAÇÃO‬ ‪#‎NACIONAL‬ nesta quinta-feira (12/02/15).

Infelizmente esse foi o desfecho de uma tragédia já anunciada em centenas de eventos, seminários, fóruns e capacitações realizados em todo território brasileiro. O assassinado dos conselheiros Carmen Lúcia Silva, Daniel Farias e Linderberg Vasconcelos é o mais grave resultado já obtido através das distorções das atribuições do Conselho Tutelar. Portanto, para que o sangue derramado dos conselheiros tutelares não caia no esquecimento e se torne apenas um dado estatístico, decidimos aderir à #PARALISAÇÃO #NACIONAL do dia 12 de fevereiro de 2015, a fim de reivindicar o que segue:
1. Absoluto respeito por parte das autoridades municipais à autonomia e autoridade do Conselho Tutelar;
2. Absoluto respeito por parte das autoridades municipais, às atribuições elencadas no artigo 136 do Estatuto da Criança e do Adolescente;
3. Absoluto respeito por parte das autoridades municipais à característica fundamental do órgão Conselho Tutelar, que é zelar pelos Direitos Humanos de crianças e adolescentes;
4. O reconhecimento das autoridades municipais, de que o Conselho Tutelar não é um órgão executor de ações, e sim garantidor de direitos através do exercício legítimo da requisição de serviços públicos e representação daqueles que cometem infrações administrativas ou penais contra os Direitos Humanos de nossas crianças e adolescentes;
5. O reconhecimento da importância do trabalho do Conselho Tutelar na comunidade através de remuneração compatível com a complexidade da função;
6. O reconhecimento dos direitos sociais já garantidos através de Lei Federal 12.696/2012, com a adequação imediata das leis municipais e do pagamento retroativo à data da publicação da lei;
7. Investimento em estrutura para o funcionamento do Conselho Tutelar conforme resoluções do CONANDA – Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente;
8. Investimento em estrutura administrativa e de equipe técnica para assessoramento do trabalho do Conselho Tutelar;
9. Investimento em capacitação continuada para os membros do Conselho Tutelar, equipe técnica e administrativa e rede de atendimento;
10. Ação imediata do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Superior do Ministério Público Federal na orientação dos juízes e promotores, em todos os níveis, em relação à autonomia, autoridade e atribuições do Conselho Tutelar.

Contudo, o colegiado/membros deste Conselho Tutelar se compromete na data de 12 de fevereiro de 2015 (quinta-feira) com a PARALISAÇÃO NACIONAL a não interrupção do atendimento da população mantendo atendimento mínimo através de sobreaviso/plantão nos telefones disponíveis na sede. Através deste movimento, queremos externar apoio e solidariedade aos familiares dos Conselheiros Tutelares chacinados e aos outros dois integrantes do Conselho Tutelar de Poção – Pernambuco.

Nenhuma criança ou adolescente ficará sem atendimento durante a Paralisação Nacional dos Conselhos Tutelares.

Desde já agradecemos a compreensão e atenção!

Bananeiras, 11 /02/2015
Atenciosamente,
Valnize da Silva Pereira
Presidente do CONSELHO TUTELAR

Bananeiras Online

Polícia Federal da Paraíba paralisa suas atividades nesta terça-feira

Policia FederalA Polícia Federal está programando uma paralisação nesta terça-feira (11) como forma de protesto ao governo federal. A paralisação de 24 horas foi convocada nacionalmente e que os paraibanos decidiram aderir.

Em assembleia realizada na última quarta-feira (05) pelo Sindicato dos Policiais Federais no Estado da Paraíba, a classe aprovou a inclusão da paralisação no calendário de mobilização. A manifestação deve ser realizada em frente aos prédios da SR/DPF/PB e das delegacias de Polícia Federal em Campina Grande e Patos a partir das 9h.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Na última sexta-feira (07), um “algemaço” foi realizado em frente à sede da Polícia Federal, localizada em Ponta de Campina, Cabedelo. O vice-presidente do sindicato da categoria, Tércio Fagundes, alertou que serão feitas paralisações gradualmente, e caso as reivindicações da categoria não sejam atendidas, poderá ser deflagrada uma greve durante a Copa do Mundo de 2014, a ser realizada em junho.

 

click pb