Arquivo da tag: paraibanos

Inquérito sorológico começa dia 26 de outubro e vai testar quase 2 mil paraibanos que convivem com crianças e adolescentes, diz secretário de Saúde da Paraíba

O inquérito sorológico, que testará paraibanos para covid-19 para saber a possibilidade de retorno das aulas presenciais na rede estadual de ensino na Paraíba, começa dia 26 de outubro, segundo informou ao ClickPB, o secretário de Estado da Saúde (SES), Geraldo Medeiros. Serão testados quase 2 mil pessoas que convivem com estudantes na faixa etária de ensino.

“Serão testados 1970 paraibanos em 130 municípios. Os usuários escolhidos foram aqueles que conviviam com crianças e adolescentes entre 03 e 17 anos com idosos acima de 60 anos ou aqueles que tenham doenças crônicas”, informou ao ClickPB, destacando que o inquérito começa dia 26 de outubro e a atuação em campo, dia 03 de novembro.

De acordo com Geraldo Medeiros, as famílias serão testadas e após dois meses, com o término do inquérito, vai ser possível mostrar o grau de imunidade da população e o que ocorrerá após a abertura das aulas presenciais. Mais de 160 mil pessoas que convivem com crianças e adolescentes têm mais de 60 anos ou algum tipo de comorbidade, ou seja, dentro do grupo de risco para a covid-19.

 

clickpb

 

 

Seleção que enfrenta Bolívia conta pelas primeira vez com dois paraibanos

Os paraibanos Santos (goleiro) e Matheus Cunha (atacante) estarão na noite desta sexta-feira (9) no banco da seleção brasileira durante a estreia do time contra a Bolívia, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar, em 2022. A partida será na Neo Química Arena, em São Paulo, a partir dàs 21h30.

Santos, que atua Athletico-PR está na sua quinta convocação enquanto Matheu, que joga no Hertha Berliner (ALE), faz sua estreia no elenco do time brasileiro. É a primeira vez que o selecionado tem dois atletas da Paraíba juntos.

Eles aguardam o momento de entrar em campo e defender as cores azul e amarelo da seleção canarinho. Até agora onze paraibanos já foram convocados para a Seleção Brasileira, ao longo de 90 anos de convocações.

Santos é de Campina Grande e Matheus é natural de João Pessoa. O técnico Tite convocou 23 atletas para as eliminatórias.

O Brasil começa a sua campanha rumo ao Mundial jogando em casa pela primeira vez na competição e também atuará sem público pela primeira vez em sua história de mais de 100 anos. A medida faz parte do protocolo de prevenção ao coronavírus.

O torneio começa com atraso de sete meses em razão da pandemia de covid-19 e deve durar até março de 2022. Assim como nos últimos anos, a América do Sul terá quatro vagas diretas no Mundial do Catar e mais um representante na repescagem intercontinental. Na segunda rodada, o Brasil vai enfrentar a seleção do Peru na terça-feira, às 21 horas (de Brasília), em Lima.

O retrospecto contra os bolivianos é amplamente positivo. Em 30 partidas, o Brasil venceu 21 vezes, empatou outras quatro e perdeu apenas cinco partidas. O adversário nunca venceu a seleção no País.

 

paraiba.com.br

 

 

Dirigentes de clubes paraibanos apelam para retorno de torcida aos estádios mesmo que seja com capacidade limitada

Depois de receber o aval do Ministério da Saúde, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informou, na última terça-feira (22), que vai se reunir com os clubes da primeira divisão para discutir o retorno de torcedores nos estádios para o Campeonato Brasileiro. Tal decisão provocou o interesses dos clubes paraibanos, que também querem a volta das suas torcidas nos estádios.

Para o presidente do Atlético de Cajazeiras, de Cajazeiras, Alisson Lira, se o estado não acompanhar a reabertura dos estádios ao público, como já foi autorizado pelo Ministério da Saúde e discutido na CBF, o Trovão Azul entrará em estado de falência. “Os bares e restaurantes estão todos abertos aqui no Sertão, os partidos políticos estão aqui fazendo suas convenções, sempre com muita gente, isso tudo sem obedecer nenhum protocolo, e porque o futebol, que está obedecendo um critério rígido para evitar a proliferação da doença, com exames e tudo mais, não pode ter público de forma disciplinada como flexibilizou o Ministério da Saúde, com apenas 30 por cento da capacidade dos estádios?”, comentou Alisson.

De acordo com o presidente do Botafogo, Orlando Soares, até o momento, a CBF só vai flexibilizar, com o consentimento do Ministério da Saúde, para as Séries A e B. Não se falou ainda nas Séries C e D. “Estas são exatamente as séries com os clubes que mais precisam das rendas dos jogos, porque não têm patrocínios nem grandes ajudas da CBF. A competição foi esticada até janeiro de 2021 e os clubes têm de pagar os salários e outras despesas. A situação é muito difícil”, apelou o dirigente a CBF.

 

pbagora

 

 

Quatro times paraibanos jogam pelo Brasileirão no fim de semana

O time do Campinense será o primeiro, entre os representantes paraibanos no Campeonato Brasileiro, a entrar em campo neste fim de semana. Neste sábado (19), a Raposa joga contra o América-RN, estreando na Série D, às 16h, na Arena das Dunas, em Natal-RN. O Treze enfrenta a Jacuipense-BA, às 17h, também neste sábado (19), no Amigão, em Campina Grande pela Série C.

Para o domingo (20), mais duas equipes paraibanas estarão em campo pela competição nacional. O Atlético de Cajazeiras faz seu primeiro jogo na Série D, às 16h, no estádio Perpetão, em Cajazeiras, contra o Globo-RN. O Botafogo da Paraíba visita o Remo-PA, às 18h, no estádio Mangueirão, em Belém-PA, pela Série C.

Campinense e Atlético de Cajazeiras vão iniciar uma caminhada na Série D, fazendo parte do mesmo grupo, enquanto Treze e Botafogo da Paraíba já estão envolvidos no Brasileiro da Série C. Os botafoguenses vão para a sétima partida da competição. Os trezeanos têm um jogo a menos, pois não atuaram contra o Imperatriz-MA na primeira rodada.

Estreia da Raposa

A missão do Campinense é dobrada. O rubro-negro luta para se classificar para a fase seguinte e depois buscar a queda de um tabu: a Raposa tenta sair da Série D depois de uma década. O clube fez 16 contratações, além de aproveitar uma base das disputas do certame estadual.

O treinador Givanildo Sales está convicto de levar o Campinense aos objetivos. Ele reconhece o tamanho da missão. O grau de dificuldade já começa na partida deste sábado, contra o América, em Natal, um clube tradicional do Rio Grande do Norte. Os americanos vêm o status de terem disputado a Série A.

Mas o América é apenas um dos fortes adversários que o Campinense terá no Grupo 3 da competição. Depois, a Raposa ainda vai encarar, na primeira fase da competição, Afogados-PE, Atlético de Cajazeiras, Floresta-CE, Guarany Sobral-CE, Globo-RN e Salgueiro-PE.

Treze

O Treze também joga neste sábado contra a Jacuipense-BA, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. Com apenas dois pontos em cinco partidas, o Galo da Borborema tem dois empates e três derrotas.

O Galo vai para o terceiro compromisso na condição de mandante. Antes, foram uma derrota de 3 a 0 para o Ferroviário-CE e um empate de 2 a 2 contra o Remo-PA. Aproveitar a condição de atuar em casa é a proposta do treinador Moacir Júnior, mesmo admitindo que na Série C não tem jogo fácil, sendo mandante ou visitante.

Para este jogo, o Treze tem quatro desfalques. Não conta com o lateral-esquerdo e o meia Marcos Vinícius, ambos punidos pelo cartão vermelho. Além disso, o ala Tales e o atacante Edson Carioca estão no departamento médico. O Treze vem de um empate (1×1) com o Manaus-AM.

Estreia do Atlético de Cajazeiras

Depois de 14 anos, o Atlético de Cajazeiras volta a disputar uma competição brasileira, enfrentando o Globo-RN, neste domingo, às 16h, no Perpetão. Terceiro colocado no Campeonato Paraibano no ano passado, o Trovão Azul é um dos representantes do estado na Série D, ao lado do Campinense.

O Atlético tem como objetivo ser o primeiro clube do Sertão paraibano a chegar na nova versão do Campeonato Brasileiro Série C. Para isso, o elenco do Trovão iniciou a fase de treinamentos logo após encerrar a participação na competição estadual.

Para travar a luta pela classificação e avançar na competição, o Atlético manteve a base da equipe e contratou vários reforços. Além do Globo-RN, o Trovão Azul vai encarar na fase de grupos os times Afogados-PE, Atlético de Cajazeiras, Floresta-CE, Guarany Sobral-CE, Campinense e Salgueiro-PE.

Botafogo-PB

O Botafogo da Paraíba tenta se firmar na Série C do Brasileiro, faltando três partidas para completar os jogos de ida da primeira fase. Para o compromisso deste domingo (20), às 18h, contra o Remo-PA, o mais preocupante que encarar um adversário difícil é não contar com o goleiro Felipe. Ele pegou pena de quatro jogos de suspensão no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

O meia Juninho, que cumpriu suspensão no jogo passado, volta a ficar à disposição para o compromisso deste domingo. Com isso, o time comandado por Rogério Zimmermann ganha um importante reforço para armar o esquema tático. O Botafogo vem de um empate de 0 a 0 contra o Vila Nova-GO.

Com uma campanha preocupante, ocupando a oitava colocação no Grupo A do Brasileirão, o Botafogo soma seis pontos, uma média de um ponto por rodada. São três empates, uma vitória e duas derrotas. Por isso, a missão dos botafoguenses é engordar a pontuação, nas próximas rodadas, para respirar nas partidas de volta.

*Por: Franco Ferreira

 

 

Paraibanos que receberam auxílio emergencial de forma indevida já devolveram R$ 6 milhões, apenas 10% do total

O Governo Federal já começou a receber parte dos valores dos paraibanos que receberam o auxílio emergencial de forma indevida. O montante chega a R$ 6 milhões, o que representa 10% do valor total no Estado, que é estimado em R$ 60 milhões, conforme informou em entrevista ao ClickPB, o superintendente da Controladoria Geral da União (CGU) na Paraíba, Severino Queiroz.

Parte dos valores devolvidos são referentes as quantias recebidas por proprietários de veículos de luxo, embarcações e empresários que não justificaram a necessidade de receber o benefício financeiro que é concedido a trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados que ficaram sem opções para enfrentar a crise resultante da pandemia do novo coronavírus.

As pessoas acima citadas já foram notificadas pela CGU na Paraíba para devolução dos valores recebidos. Cada situação foi avaliada, aqueles que não conseguiram apresentar os motivos reais foram orientados a devolver a quantia recebida. Para devolver, basta acessar essa página do Governo Federal e seguir as orientações.

 

clickpb

 

 

Por dia, 32 paraibanos descobrem que tem câncer e ‘Live do Bem’ faz alerta para prevenção da doença

Todos os dias 32 pessoas na Paraíba descobrem algum tipo de câncer. Estimativas do Instituto Nacional do Câncer mostram que ao todo serão 11.800 casos da doença descobertos no estado, sendo 685.960 novos casos em todo o Brasil. Para alertar sobre a prevenção e ajudar o Hospital da FAP no tratamento da doença, será realizada em Campina Grande, nesta sexta-feira (28), a ‘Live do Bem’ comandada pelo cantor Beto Barbosa e com participação confirmada de 19 artistas, entre cantores e poetas.

O evento, que está na reta final dos preparativos, substitui a 4ª edição da Corrida do Bem em Campina Grande, que não pode ser realizada por conta da pandemia causada pelo coronavírus, e tem o objetivo de ajudar o Hospital da FAP na aquisição do software que atualiza o aparelho de radioterapia e o acelerador. A conta para contribuir com o Hospital da FAP é a do Banco do Brasil (001), Agência: 0063-9 e a Conta: 13.315-9.

O comandante da ‘Live do Bem’, o cantor Beto Barbosa teve câncer em 2019 e venceu a luta contra a doença, decidiu abraçar a causa para ajudar quem mais precisa. Além dele, outros artistas confirmaram presença: Gitana Pimentel, Cezinha e Chico Pessoa, Os 3 do Nordeste,  Débora Nunes, Jeito Nordestino, João Lacerda, Cláudio Coruja e Alinny Suisy, Coruja, Ramon Schnayder, Waldones, Jefferson Arretado, Poeta Francinaldo, Niedson Lua, Garotinho, Forró Campina, Tom Oliveira, Estela Alves e Forró 3×4. A Live do Bem terá a apresentação de Kleber Oliveira, Samya Maia e Walber Vidal.

A primeira edição da ‘Live do Bem’ fará uma homenagem ao centenário da dramaturga Lourdes Ramalho, carinhosamente como ela era chamada pela família, Lourdinha, que nasceu em 23 de agosto de 1920, em Jardim do Seridó, no Rio Grande do Norte (RN). Residiu em Campina Grande desde 1958. É autora de mais de 100 textos teatrais em prosa e em verso (cordel), voltados para o público adulto e infantil.

Assim como a Corrida, a Live do Bem tem por objetivo também, aumentar a conscientização da população paraibana a respeito do câncer, incentivando a prevenção da doença, estimulando hábitos saudáveis e reforçando a necessidade do diagnóstico precoce, fator primordial na busca pela cura.

Prevenção – Para o diretor técnico do Hospital da FAP, Max Joffily de Souza, o diagnóstico precoce é fundamental para o tratamento do câncer. Apesar disso, o médico reforça que prevenção não é apenas remédio ou exame. Ter hábitos saudáveis também é uma forma de evitar a doença.

“A prevenção do câncer é a pedra angular para que todas as pessoas tenham um desfecho mais favorável aquela doença. Quanto mais no início o tumor é diagnosticado, as chances de cura aumentam exponencialmente com menos mutilação. É importante tomarmos alguns cuidados como evitar exposição ao sol, ter uma alimentação adequada, ter uma prática constante de exercício físico e ter um sono tranquilo. Essas também são formas de nos prevenirmos contra a doença”, afirmou Max Joffily.

FAP – A Fundação Assistencial da Paraíba é uma entidade filantrópica, fundada em março de 1965, na cidade de Campina Grande. O atendimento foi ampliado em 1999, com o atendimento a um paciente acometido de câncer com a inauguração do “Centro de Cancerologia Dr. Ulisses Pinto”.

Assessoria 

 

 

Todos os 223 municípios paraibanos confirmam casos de Covid-19

Todos os 223 municípios paraibanos possuem casos de Covid-19 confirmados. Isso é o que aponta o Informe Epidemiológico dos casos confirmados de coronavírus divulgado nesta sexta-feira (14). O Informe é produzido pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Gerência Executiva de Vigilância em Saúde.

“Era esperada a chegada do novo coronavírus em todas as cidades do estado. A positividade de casos nos 223 municípios é uma consequência da expansão e interiorização que temos observado da doença”, disse a gerente da Vigilância em Saúde, Talita Tavares.

Talita lembrou ainda sobre a importância do acompanhamento dos casos no interior. “Um ponto prioritário é acompanharmos a evolução da doença no interior do estado, principalmente o comportamento do agravo com a retomada das atividades em várias regiões”, observou.

De acordo com o Informe desta sexta (14), são 94.660 casos confirmados, em todo estado, 2.113 óbitos e 50.326 casos recuperados. As cidades com os maiores números de casos confirmados e óbitos, por macrorregião, são: João Pessoa, com 24.182 casos confirmados e 751 óbitos (primeira macro); Campina Grande, com 11.640 casos confirmados e 253 óbitos (segunda macro) e Patos, com 3.223 casos confirmados e 73 óbitos (terceira macro).

Entre os casos confirmados, 55% são em mulheres (52 mil) e, entre os casos mais graves, os homens lideram com 55% (2.772).

Entre os fatores de risco mais comuns, diabetes aparece em primeiro lugar; em seguida, a hipertensão arterial e, em terceiro, as cardiopatias.

Desde o início da pandemia, até agora, foram aplicados 275 mil 724 testes, entre o PCR e os testes rápidos.

 

Secom

 

 

CGU identifica que mais de 10 mil novos servidores paraibanos receberam indevidamente auxílio emergencial

A Controladoria-Geral da União (CGU), em parceria com o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, fez novo cruzamento de dados do Auxílio Emergencial com as folhas de pagamento do Governo do Estado e das Prefeituras e Câmaras de Vereadores da Paraíba, referentes ao mês de maio de 2020. Foi constatada a existência de mais 10.526 servidores públicos que receberam indevidamente o Auxílio Emergencial na Paraíba.

Com o resultado desse novo cruzamento de dados, o número de servidores públicos no estado que receberam o benefício de forma indevida atinge o total de 36.775 e o montante de R$ 48.465.000,00 pagos indevidamente. Assim como fez na ocasião anterior, a CGU enviará as novas listas ao Governo do Estado, às Prefeituras e às Câmaras de Vereadores, para que orientem seus servidores a devolver os valores recebidos, e ao Ministério Público Federal e à Polícia Federal para as providências cabíveis.

Os servidores públicos que pediram e receberam o Auxílio Emergencial indevidamente podem vir a responder pelos crimes de falsidade ideológica e/ou peculato, ambos previstos no Código Penal Brasileiro, cujas penas previstas são de reclusão e multa, além de configurarem possíveis infrações disciplinares. As ocorrências demandam apuração individualizada, a fim de detectar os casos onde houve ou não má-fé.

Pela forma de operacionalização do benefício, é possível que os servidores não tenham feito solicitação para seu recebimento, mas que tenham sido incluídos como beneficiários do Auxílio Emergencial de forma automática por estarem no Cadastro Único para programas sociais ou por serem beneficiários do Programa Bolsa Família. Outra possibilidade é que o CPF tenha sido inserido como solicitante do auxílio de forma indevida por outra pessoa e não necessariamente pelo próprio servidor.

Para efetivar a devolução dos valores recebidos indevidamente, de forma espontânea, basta entrar no endereço eletrônico https://devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br/devolucao, preencher os dados, gerar a Guia de Recolhimento da União (GRU) e pagar na rede bancária. Em caso de dúvidas, ligar para os números (83) 2108-3047 e 2108-3046, bem como enviar e-mail para cgupb@cgu.gov.br.

 

CGU

 

 

Covid-19: dos 223 municípios paraibanos, 218 têm registros da doença

A Paraíba possui 223 municípios, destes, apenas cinco não registraram contaminação pelo novo coronavírus (covid-19) mesmo com o avanço da doença no interior. Nas últimas 24h, o estado contabilizou 1.270 novos casos e 25 mortes em decorrência da doença.

De acordo com o mais recente boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), 57.614 pessoas que já contraíram a doença, 20.604 que já se recuperaram e 1.196 faleceram.

A Paraíba, segundo o Ministério da Saúde, é o estado que mais testa para covid-19 na Região Nordeste. Até o momento, 170.080 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

Os casos confirmados estão distribuídos por 218 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (35); Aguiar (19); Alagoa Grande (514); Alagoa Nova (195); Alagoinha (559); Alcantil (22); Algodão de Jandaíra (4); Alhandra (387); Amparo (12); Aparecida (36); Araçagi (328); Arara (116); Araruna (140); Areia (192); Areia de Baraúnas (2); Areial (33); Aroeiras (103); Assunção (27); Baia da Traição (278); Bananeiras (96); Baraúna (119); Barra de Santa Rosa (23); Barra de Santana (67); Barra de São Miguel (9); Bayeux (1028); Belém (445); Belém do Brejo do Cruz (13); Bernardino Batista (3); Boa Ventura (3); Boa Vista (58); Bom Jesus (6); Bom Sucesso (7); Bonito de Santa Fé (6); Boqueirão (161); Borborema (7); Brejo do Cruz (146); Brejo dos Santos (8); Caaporã (799); Cabaceiras (16); Cabedelo (1969); Cachoeira dos Índios (45); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (61); Cacimbas (39); Caiçara (283); Cajazeiras (747); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (103); Camalaú (2); Campina Grande (7775); Capim (127); Caraúbas (26); Carrapateira (26); Casserengue (145); Catingueira (15), Catolé do Rocha (174); Caturité (62); Conceição (113); Condado (87); Conde (470); Congo (40); Coremas (40); Coxixola (12); Cruz do Espírito Santo (227); Cubati (55); Cuité (121); Cuité de Mamanguape (64); Cuitegí (175); Curral de Cima (15); Curral Velho (1), Damião (3); Desterro (37); Diamante (3); Dona Inês (33); Duas Estradas (44); Emas (4); Esperança (303); Fagundes (56); Frei Martinho (3); Gado Bravo (76); Guarabira (2581); Gurinhém (226); Gurjão (19); Ibiara (13); Igaracy (4); Imaculada (24); Ingá (410); Itabaiana (774); Itaporanga (49); Itapororoca (298); Itatuba (174); Jacaraú (150); Jericó (5); João Pessoa (15817); Joca Claudino (2); Juarez Távora (198); Juazeirinho (125); Junco do Seridó (28); Juripiranga (335); Juru (13); Lagoa (4); Lagoa de Dentro (50); Lagoa Seca (480); Lastro (15); Livramento (45); Logradouro (77); Lucena (215); Mãe d’Água (14); Malta (25); Mamanguape (1531); Manaíra (7); Marcação (89); Mari (562); Marizópolis (8); Massaranduba (203); Mataraca (120); Matinhas (50); Mato Grosso (7); Matureia (25); Mogeiro (86); Montadas (34); Monteiro (131); Mulungu (214); Natuba (45); Nazarezinho (8); Nova Floresta (24), Nova Olinda (7); Nova Palmeira (39); Olho D´Água (35); Olivedos (44); Parari (4); Passagem (30); Patos (1952); Paulista (66); Pedra Lavrada (23); Pedras de Fogo (1044); Pedro Régis (29); Piancó (84); Picuí (112); Pilar (188); Pilões (39); Pilõezinhos (173); Pirpirituba (127); Pitimbu (530); Pocinhos (66); Poço Dantas (3); Pombal (173); Prata (2); Princesa Isabel (45); Puxinanã (201); Queimadas (646); Quixaba (26); Remígio (179); Riachão (31); Riachão do Bacamarte (192); Riachão do Poço (40); Riacho de Santo Antônio (18); Riacho dos Cavalos (5); Rio Tinto (593); Salgadinho (11); Salgado de São Felix (126); Santa Cecília (21); Santa Cruz (14); Santa Helena (10); Santa Inês (21); Santa Luzia (178); Santa Rita (1441); Santa Terezinha (38); Santana de Mangueira (4); Santana dos Garrotes (6); Santo André (5); São Bentinho (24); São Bento (677); São Domingos do Cariri (26); São Francisco (11); São João do Cariri (37); São João do Rio do Peixe (90); São João do Tigre (4); São José da Lagoa Tapada (18); São José de Caiana (32); São José de Espinharas (10); São José de Piranhas (75); São José de Princesa (1); São José do Bonfim (51); São José do Brejo do Cruz (5); São José do Sabugi (164); São José dos Cordeiros (4); São José dos Ramos (116); São Mamede (33); São Miguel de Taipu (77); São Sebastião de Lagoa de Roça (127); São Sebastião do Umbuzeiro (4); São Vicente do Seridó (26); Sapé (626); Serra Branca (85); Serra da Raíz (14); Serra Grande (8); Serra Redonda (153); Serraria (36); Sertãozinho (50); Sobrado (97); Solânea (193); Soledade (99); Sossego (7), Sousa (631); Sumé (90); Tacima (81); Taperoá (51); Tavares (32); Teixeira (86); Tenório (11); Triunfo (13); Uiraúna (28); Umbuzeiro (45); Várzea (8); Vieirópolis (4); Vista Serrana (2), Zabelê (6).

Nesta quinta-feira, os óbitos registrados ocorreram nas seguintes cidades:

Arara (1), Belém (2), Boa Vista (1), Campina Grande (2), Conde (1), Coremas (1), Guarabira (1), Itabaiana (1), João Pessoa (9), Pedras de Fogo (1), Pitimbu (1), Santa Rita (1), São Bento (1) e Sapé (2).

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 57%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 64%. Em Campina Grande, estão ocupados 55% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 52% dos leitos de UTI para adultos.

O índice de Isolamento Social foi de apenas 40 %, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

 

PB Agora

 

Assembleia aprova projetos para proteger servidores paraibanos do covid-19

Testagem mensal de servidores da saúde e da segurança pública, de funcionários do Estado que trabalham em repartições com casos confirmados de covid-19 e a implantação de barreira física para proteção de auxiliares administrativos em unidades públicas de saúde. Estes foram três projetos de lei aprovados pela Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), nesta quarta-feira (8), durante sessão extraordinária realizada de forma remota.

O projeto de lei 1736/2020, de autoria do deputado Wallber Virgolino, dispõe sobre a realização pela Administração Pública do Estado da Paraíba, mediante requerimento do interessado, de exames laboratoriais para detecção do novo Coronavirus Sars-Cov-2, em servidores dos órgãos públicos onde houver pessoas já diagnosticadas com a doença.

Já o projeto de Lei 1806/2020, de autoria do deputado estadual Buba Germano, determina a testagem para Covid-19 em todos os profissionais que atuam na área de Saúde e Segurança Pública, a cada 30 dias, independente de apresentar ou não sintomas da doença.

A adoção de barreira física transparente para proteção e diminuição do contágio dos auxiliares administrativos que atuam na portaria, recepção, cadastro, bem como triagem de pacientes em Unidades Públicas de Saúde, também foi aprovada, através do projeto de lei 1808/2020, de autoria da deputada estadual Estela Bezerra.

Todas as matérias aprovadas agora seguem para sanção do governador João Azevêdo.

 

agenciaalpb