Arquivo da tag: outubro

Paraíba registra 215 mortes por câncer de próstata entre janeiro e outubro de 2020

O mês de novembro dedicado ao alerta para o autocuidado do homem com a saúde terá campanha lançada no próximo dia 10, por meio de lives ao vivo. A Paraíba já registrou 215 óbitos por câncer de próstata de janeiro a outubro de 2020. Em 2019, foram 356. Já os óbitos por infarto agudo do miocárdio, até outubro deste ano, foram registrados 908, em 2019 foram 1.382. Devido à pandemia do novo coronavírus, as ações da campanha este ano serão concentradas em plataformas on-line e na Atenção Básica.

De acordo com a Secretaria de Saúde, os exames de antígeno prostático específico (PSA) que são usados principalmente para rastreamento do câncer de próstata chegou a registrar de janeiro a agosto de 2020, 10.395 exames realizados; em 2019, 43.559; em 2018, 39.046; e em 2017, 38.074 exames realizados.

Para fazer o exame do toque retal, a orientação é que seja a partir dos 50 anos, no entanto, se for negro ou tiver alguém da família que morreu com a doença e tenha parentesco de primeiro grau, a idade cai para 45 anos.

As ações da SES referente ao Novembro Azul se iniciam no dia 10 de novembro, no lançamento nacional da campanha, com um webnário com o coordenador nacional, monitores regionais e coordenadores estaduais. A programação on-line segue até o dia 24 de novembro, com lives abordando os diversos temas de saúde do homem como “Sífilis e o Pré-Natal do Parceiro”, “Covid-19 e os Impactos na Saúde do Homem”, “Mitos e Verdades como Causas do Câncer de Pênis e Próstata” e “Saúde Bucal”.

Dados apontam que as doenças que mais afetam os homens são: infarto agudo do miocárdio, fatores externos (acidentes/violência por arma de fogo ou arma branca), diabetes mellitus, pneumonia, acidente vascular cerebral hemorrágico, câncer de estômago, fígado e vias biliares intra-hepáticas e câncer da cavidade oral/ traqueia, brônquio e pulmão.

Segundo o coordenador da área técnica de Saúde do Homem da SES, Hélio Soares, existe outra doença, o câncer de pênis que colocou a Paraíba como o terceiro estado com mais óbitos do Nordeste. “Mas é importante atentarmos para a quantidade de óbitos por câncer de pênis, que coloca a Paraíba entre os três primeiros Estados do Nordeste e o 6º no país, sendo um câncer prevenível com hábitos de higiene íntima e cuidados em relação aos casos de fimose, que podem ser diagnosticadas e tratadas na infância”, observa.

Atualmente um dos desafios da pasta é estimular os municípios para a implantação da Política Nacional de Atenção à Saúde do Homem. Além disso, tem qualificado trabalhadores da Atenção Básica e gestores municipais para discussão do cuidado à população masculina, com a organização de serviços, a busca ativa e inserção dos homens nas ações de saúde dos municípios.

O coordenador explica que os encaminhamentos seguem os fluxos preconizados nos municípios, e geralmente são referenciados a partir da Atenção Básica. Por isso é recomendado que os homens procurem a Unidade de Saúde da Família mais próxima de sua residência pelo menos duas vezes ao ano para fazer exames de rotina e acompanhamento.

O tratamento do câncer pelo SUS na Paraíba é realizado no Hospital Napoleão Laureano e Hospital São Vicente de Paula, em João Pessoa, no Hospital da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP), no Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC) em Campina Grande e no Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, na Unidade de Oncologia do Sertão, Hospital do Bem, em Patos.

 

clickpb

 

 

Caixa libera saque do FGTS para nascidos em setembro e outubro

Dinheiro poderá ser retirado em aplicativo ou caixa eletrônico

Cerca de 10,2 milhões de trabalhadores nascidos em setembro e outubro podem retirar, a partir de sábado (31), R$ 1.045 do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O dinheiro poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem, que liberará a transferência para outra conta bancária, ou retirado em caixas eletrônicos, unidades lotéricas e correspondentes bancários.

A Caixa Econômica Federal não abrirá as agências para o saque por causa do feriado prolongado de Dia de Finados (2 de novembro). Somente a partir de terça-feira (3), será possível retirar o dinheiro nas agências.

Quem não quiser retirar o dinheiro em espécie pode usar o aplicativo Caixa Tem. A ferramenta permite a transferência da conta poupança digital para outra conta, seja da Caixa ou de outras instituições financeiras de forma gratuita.

Nos últimos dois meses, a Caixa creditou R$ 6,4 bilhões nas contas digitais de poupança dos trabalhadores. O dinheiro havia sido depositado em 31 de agosto (no caso dos nascidos em setembro) e em 8 de setembro (no caso dos nascidos em outubro).

Desde então, os recursos podiam ser movimentados apenas por meio do Caixa Tem, que permite compras por cartão de débito virtual, compras por QR Code (versão avançada do código de barras) em estabelecimentos parceiros e o pagamento de boletos e de contas residenciais.

Medida de ajuda
Uma das medidas de ajuda à economia no meio da pandemia de covid-19, o saque emergencial do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) beneficia com até R$ 1.045 cerca de 60 milhões de trabalhadores, que receberam R$ 37,8 bilhões no total.

Todos os beneficiados receberam o depósito na conta poupança digital. O último lote, para os trabalhadores nascidos em dezembro, foi creditado em 24 de setembro.

O saque em dinheiro e a transferência bancária dos recursos do FGTS ainda estão sendo feitos em etapas escalonadas, conforme o mês de aniversário do trabalhador. Os nascidos em novembro e dezembro poderão retirar os recursos do FGTS em espécie a partir do próximo dia 14.

 

Agência Brasil

 

Casos de covid-19 crescem 8,5% em João Pessoa no mês de outubro, mas PMJP anuncia novas flexibilizações

O número de contaminados pelo novo coronavírus (covid-19) no mês de outubro foi superior a quantidade de casos registrados no mês de setembro. Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde (SES), que em setembro contabilizou 2.757 pessoas que testaram positivo.

Entre os dias 1º e 31 de outubro, 2.992 pessoas testaram positivo para a doença na Capital, um aumento de 8,5% em relação ao mês anterior.

Entre a sexta e o sábado, a capital paraibana foi a cidade que mais registrou casos de covid-19 em todo o estado. Foram 137 testes positivos, totalizando 32.788 novos casos. Ainda segundo a SES, 995 pessoas já morreram vítimas da covid-19 em João Pessoa.

Mesmo com a alta do número de casos, o prefeito Luciano Cartaxo, na última sexta-feira (30), anunciou novas medidas de flexibilização a partir do próximo dia 6. A PMJP liberou eventos em teatros, arenas auditórios e ginásios.

De acordo com o último boletim epidemiológico emitido neste sábado (31) pela Secretaria, a Paraíba registrou 419 novos casos de Covid-19 e 10 óbitos confirmados desde a última atualização, 05 deles ocorridos nas últimas 24h. Até o momento, 133.149 pessoas já contraíram a doença, 108.665 já se recuperaram e 3.101, infelizmente, faleceram.

GERALDO MEDEIROS

O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, teme que as novas medidas de flexibilização anunciadas pelo prefeito Luciano Cartaxo eleve os números de casos e, consequentemente, o número de mortos.

Medeiros declarou que a PMJP promove “uma flexibilização atabalhoada sem obedecer a 10ª atualização do Plano Novo Normal, cuja bandeira Amarela atual atingida por João Pessoa não permitiria aquela aberturas”, declarou o secretário.

 

PB Agora

 

Covid: PB registra quase mil casos a mais na segunda quinzena de outubro

Com base em informações divulgadas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), através de boletim epidemiológico da pandemia do novo coronavírus (covid-19), na segunda quinzena de outubro, o número de casos voltou a subir em todo o estado, em relação a primeira quinzena do mês.

Entre os dias 14 e 28 de outubro, houve quase mil casos a mais sobre o período de 1º a 13 do mesmo mês. O número de vítimas fatais em decorrência da doença também foi maior.

Entre os dias 1º e 13 de outubro, 109 pessoas morreram e 4.274 testaram positivo para covid-19. Já do dia 14 até esta quarta-feira (28), o número de mortos foi de 118, enquanto que os casos de infectados somam 5.188. um total de 914 casos a mais.

Nesta quarta, a Paraíba registrou 544 novos casos de Covid-19 e 06 óbitos confirmados desde a última atualização, 04 deles ocorridos nas últimas 24h. Até o momento, 131.979 pessoas já contraíram a doença, 107.933 já se recuperaram e 3.076, infelizmente, faleceram. Até o momento, 413.092 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 39%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 43%. Em Campina Grande estão ocupados 25% dos leitos de UTI adulto e no sertão 45% dos leitos de UTI para adultos.

Os casos confirmados estão distribuídos por todos os 223 municípios paraibanos. A diferença de casos de ontem para hoje é de 544, nos quais 10 municípios concentram 361 casos, o que representa 66,36% dos casos em toda a Paraíba. São eles:

João Pessoa, com 223 novos casos, totalizando 32.449; Cajazeiras, com 27 casos novos, totalizando 2.656; Patos, com 21 novos casos, totalizando 4.778; Cabedelo, com 18 novos casos, totalizando 3.231; Campina Grande, com 14 novos casos, totalizando 13.752; Santa Rita, com 14 novos casos, totalizando 3.571; Aparecida, com 13 novos casos, totalizando 288; Bayeux, com 13 novos casos, totalizando 2.128; Mari, com 09 novos casos, totalizando 1.204; São José de Piranhas, com 09 casos novos, totalizando 627. 

Até hoje, 174 cidades registraram óbitos por Covid-19. Os 06 óbitos registrados nesta quarta ocorreram em residentes de 05 municípios entre 22 de junho e 28 de outubro, 04 deles ocorridos nas últimas 24 horas:

 Alagoa Grande (1), Campina Grande (1), Carrapateira (1), João Pessoa (2) e São José de Piranhas (1).

 

PB Agora

 

Estado paga salários de outubro dos servidores na quinta e sexta-feira

O pagamento do funcionalismo público estadual referente ao mês de outubro será efetuado nos próximos dias 29 e 30, quinta e sexta-feira, respectivamente. No dia 29, serão pagos os vencimentos dos aposentados, pensionistas e reformados. Já o pagamento dos servidores da ativa, das administrações direta e indireta, será efetuado na sexta-feira (30).

O calendário de pagamento dos servidores públicos foi anunciado pelo governador João Azevêdo, nesta segunda-feira (26), durante o programa ‘Fala, governador’, transmitido em cadeia estadual pela Rádio Tabajara. “Mesmo diante da pandemia e da queda de receita, o pagamento do funcionalismo público está garantido. Com essa injeção de recursos na economia do Estado, estamos contribuindo para a geração de emprego e renda e com a condição de sustentabilidade de setores econômicos do Estado, como o comércio e serviços”, disse o gestor.

Calendário:
29/10 – aposentados, pensionistas e reformados
30/10 – servidores da ativa (administração direta e indireta)

 

WSCOM

 

 

Municípios: Prazo para inscrição no programa Tempo de Aprender termina no dia 30 de outubro

O prazo para estados e municípios aderirem ao programa Tempo de Aprender se encerra em 30 de outubro.

Destinado à pré-escola e ao 1º e 2º ano do ensino fundamental das redes públicas estaduais, municipais e distrital, o programa foi desenvolvido a partir das diretrizes da Política Nacional de Alfabetização (PNA) e tem o objetivo de enfrentar as deficiências da alfabetização no Brasil.

Para adesão, os entes federativos devem preencher um formulário eletrônico disponível na página do Ministério da Educação.

De acordo com o MEC, mais de 70% dos municípios e mais de 60% dos estados já aderiram ao programa.

Fonte: Brasil 61

 

 

Inquérito sorológico começa dia 26 de outubro e vai testar quase 2 mil paraibanos que convivem com crianças e adolescentes, diz secretário de Saúde da Paraíba

O inquérito sorológico, que testará paraibanos para covid-19 para saber a possibilidade de retorno das aulas presenciais na rede estadual de ensino na Paraíba, começa dia 26 de outubro, segundo informou ao ClickPB, o secretário de Estado da Saúde (SES), Geraldo Medeiros. Serão testados quase 2 mil pessoas que convivem com estudantes na faixa etária de ensino.

“Serão testados 1970 paraibanos em 130 municípios. Os usuários escolhidos foram aqueles que conviviam com crianças e adolescentes entre 03 e 17 anos com idosos acima de 60 anos ou aqueles que tenham doenças crônicas”, informou ao ClickPB, destacando que o inquérito começa dia 26 de outubro e a atuação em campo, dia 03 de novembro.

De acordo com Geraldo Medeiros, as famílias serão testadas e após dois meses, com o término do inquérito, vai ser possível mostrar o grau de imunidade da população e o que ocorrerá após a abertura das aulas presenciais. Mais de 160 mil pessoas que convivem com crianças e adolescentes têm mais de 60 anos ou algum tipo de comorbidade, ou seja, dentro do grupo de risco para a covid-19.

 

clickpb

 

 

Gasolina sobe 0,64% na primeira quinzena de outubro

Levantamento da ValeCard aponta ligeira alta no preço do combustível no período em relação a setembro

O preço médio da gasolina comum no Brasil subiu 0,64% na primeira quinzena de outubro em comparação com o mês de setembro, segundo levantamento realizado pela ValeCard, empresa especializada em soluções de gestão de frotas. Nas duas primeiras semanas do mês, o preço médio do combustível no país foi de R$ 4,586 por litro. Em setembro, o valor médio cobrado nos postos do País foi de R$ 4,556.

A maior alta de preços na quinzena ocorreu no Distrito Federal (3,54%). Por outro lado, sete Estados registraram redução no valor do combustível no período: Acre (-0,74%), Bahia (-1,28%), Espírito Santo (-0,16%), Paraíba (-0,06%), Pernambuco (-0,38%), Piauí (-0,02%) e Santa Catarina (-0,54%).

Obtidos por meio do registro das transações realizadas de 1º a 13 de outubro com o cartão de abastecimento da ValeCard em cerca de 20 mil estabelecimentos credenciados, os dados mostram que, entre as capitais, Salvador (R$ 3,927) e Curitiba (R$ 4,128) registraram os valores mais baixos na quinzena.

Fonte: ValeCard

 

Preço médio por Estado

Estado Outubro – 1ª Q (R$) Setembro (R$) Variação (Valor) Variação (Percentual)
AC 5,067  5,106 -0,0380 -0,74%
AL 4,758 4,718 0,0392 0,83%
AM 4,501 4,402 0,0998 2,27%
AP 4,044 4,016 0,0279 0,70%
BA 4,349 4,406 -0,0564 -1,28%
CE 4,696 4,674 0,0218 0,47%
DF 4,641 4,482 0,1589 3,54%
ES 4,451 4,458 -0,0071 -0,16%
GO 4,621 4,579 0,0424 0,93%
MA 4,520 4,498 0,0215 0,48%
MG 4,703 4,662 0,0406 0,87%
MS 4,559 4,510 0,0488 1,08%
MT 4,619 4,593 0,0260 0,57%
PA 4,743 4,732 0,0106 0,22%
PB 4,377 4,380 -0,0026 -0,06%
PE 4,569 4,586 -0,0175 -0,38%
PI 4,540 4,540 -0,0007 -0,02%
PR 4,245 4,227 0,0181 0,43%
RJ 4,938 4,920 0,0175 0,36%
RN 4,724 4,622 0,1020 2,21%
RO 4,671 4,607 0,0637 1,38%
RR 4,311 4,297 0,0144 0,34%
RS 4,536 4,506 0,0298 0,66%
SC 4,238 4,261 -0,0232 -0,54%
SE 4,671 4,631 0,0401 0,87%
SP 4,218 4,194 0,0240 0,57%
TO 4,818 4,794 0,0243 0,51%
Geral 4,586 4,556 0,0293 0,64%

Fonte: ValeCard

 

Rio Branco e Rio de Janeiro têm os maiores preços nas capitais

Conforme o levantamento da ValeCard, Rio Branco (R$ 4,96), Rio de Janeiro (R$ 4,926) e Belém (R$ 4,926) tiveram os preços mais altos entre as capitais do país na primeira quinzena de outubro.

 

Capital Outubro – 1ªQ (R$)
Rio Branco 4,960
Rio de Janeiro 4,926
Belém 4,926
Palmas 4,799
Natal 4,729
Aracaju 4,707
Porto Velho 4,695
Fortaleza 4,684
Brasília 4,640
Maceió 4,625
Goiânia 4,576
Belo Horizonte 4,549
São Luís 4,527
Campo Grande 4,523
Recife 4,463
Cuiabá 4,434
Manaus 4,434
Boa Vista 4,434
Porto Alegre 4,406
Teresina 4,392
Macapá 4,356
Florianópolis 4,322
João Pessoa 4,269
São Paulo 4,252
Vitória 4,244
Curitiba 4,128
Salvador 3,927
Total Geral 4,536

Fonte: ValeCard

 

 

Caixa paga abono salarial para nascidos em outubro

A Caixa Econômica Federal inicia nesta quarta-feira (14) o pagamento do abono salarial para os trabalhadores nascidos em outubro que ainda não receberam por meio de crédito em conta. Espécie de 14º salário pago a trabalhadores formais que recebem até dois salários mínimos, o abono salarial varia de R$ 88 a R$ 1.045 conforme o número de meses trabalhados com carteira assinada no ano anterior.

Para trabalhadores da iniciativa privada, os valores podem ser sacados com o Cartão do Cidadão e senha nos terminais de autoatendimento, unidades lotéricas e nos correspondentes Caixa Aqui, além das agências. Segundo a Caixa, mais de 731 mil trabalhadores nascidos em outubro têm direito ao saque do benefício, totalizando R$ 565 milhões em recursos disponibilizados neste lote.

Já para os funcionários públicos ou de empresas estatais, vale o dígito final do número de inscrição do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). A partir desta quarta (14), o benefício fica disponível para inscritos com final 3.

Os trabalhadores que nasceram entre julho e dezembro recebem o abono salarial do PIS ainda neste ano. Os nascidos entre janeiro e junho terão o recurso disponível para saque em 2021.

Os servidores públicos com o final de inscrição do Pasep entre 0 e 4 também recebem neste ano. Já as inscrições com final entre 5 e 9, em 2021. O fechamento do calendário de pagamento do exercício 2020/2021 será em 30 de junho de 2021.

Quem tem direito

Tem direito ao abono salarial 2020/2021 o trabalhador inscrito no Programa de Integração Social (PIS) há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2019, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou eSocial, conforme categoria da empresa.

Recebem o benefício na Caixa os trabalhadores vinculados a entidades e empresas privadas. Em todo o calendário 2020/2021, a Caixa deve disponibilizar R$ 15,8 bilhões para 20,5 milhões trabalhadores.

Quem trabalha no setor público tem inscrição no Pasep e recebem o benefício no Banco do Brasil (BB). Nesse caso, o beneficiário pode optar por realizar transferência (TED) para conta de mesma titularidade em outras instituições financeiras nos terminais de autoatendimento do BB ou no portal www.bb.com.br/pasep, ou ainda efetuar o saque nos caixas das agências.

Para o exercício atual, o BB identificou abono salarial para 2,7 milhões de trabalhadores vinculados ao Pasep, totalizando R$ 2,57 bilhões. Desse montante, aproximadamente 1,2 milhão são correntistas ou poupadores do BB, e aqueles com final de inscrição de 0 a 4 receberam seus créditos em conta antecipadamente no dia 30 de junho, no total de R$ 580 milhões, segundo a instituição financeira.

Abono salarial anterior

Cerca de 2 milhões de trabalhadores que não sacaram o abono salarial do calendário anterior (2019/2020), finalizado em 29 de maio deste ano, ainda podem retirar os valores. O prazo vai até 30 de junho de 2021. O saque pode se feito nos canais de atendimento com cartão e senha Cidadão, ou nas agências da Caixa.

A consulta do direito ao benefício, bem como do valor disponibilizado, pode ser realizada por meio do aplicativo Caixa Trabalhador, pelo atendimento Caixa ao Cidadão (0800-726-0207) e em página da Caixa.

No caso do Pasep, cerca de 360 mil trabalhadores não sacaram o abono referente ao exercício 2019/2020, pago até 29 de maio deste ano. De acordo com resolução do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), esses recursos ficam disponíveis para saque por cinco anos, contados do encerramento do exercício. Os abonos não sacados são disponibilizados automaticamente para o próximo exercício, sem necessidade de solicitação do trabalhador.

 

Agência Brasil

 

 

Covid: outubro apresenta redução de mortes e contaminação

Os doze primeiros dias do mês de outubro apresentam importante redução nos números de casos e também de mortes em decorrência da contaminação pelo novo coronavírus (covid-19).

Do dia 1º de outubro até esta segunda-feira (12), com base em dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES), houve redução de quase 36% no número de mortes, em relação ao mesmo período de setembro. Nos doze primeiros dias do mês passado, 151 óbitos foram registrados, já em outubro, apenas 95 mortes foram contabilizada.

Também houve redução no número de casos positivos da doença no mês de outubro. De 1º a 12 de setembro, 6.101 pessoas contraíram a covid-19. No mesmo período do mês atual, ainda segundo boletim epidemiológico da SES, 4.124 pessoas testaram positivo. Uma redução de aproximadamente 33%.

De acordo com boletim emitido nesta segunda-feira, nas últimas 24h, a Paraíba registrou 56 novos casos de Covid-19 e 08 óbitos confirmados desde a última atualização, 07 deles ocorridos entre ontem e hoje.

Ao todo, 125.933 pessoas já contraíram a doença, 101.388 já se recuperaram e 2.930, infelizmente, faleceram. Até o momento, 389.646 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

Os casos confirmados estão distribuídos por todos os 223 municípios paraibanos. A diferença de casos de ontem para hoje é de 56, nos quais 05 municípios concentram 43 casos, o que representa 76,78% dos casos em toda a Paraíba. São eles: Cajazeiras, com 14 casos novos, totalizando 2.238; Cruz do Espírito Santo, com 11 novos casos, totalizando 551; Água Branca, com 08 novos casos, totalizando 96; Patos, com 06 novos casos, totalizando 4.630; Ingá, com 04 novos casos, totalizando 1.523. 

Até hoje, 171 cidades registraram óbitos por Covid-19. Os 08 óbitos registrados nesta segunda ocorreram em hospitais públicos entre os dias 10, 11 e 12 de outubro, entre residentes de 05 municípios:

Brejo do Cruz (1), João Pessoa (3), Jericó (1) Logradouro (1) e Piancó (2).

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 39%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 33%. Em Campina Grande estão ocupados 37% dos leitos de UTI adulto e no sertão 64% dos leitos de UTI para adultos.

 

PB Agora