Arquivo da tag: objeto

Família denuncia que objeto foi esquecido em gestante na Cândida Vargas

Um grupo composto por familiares e amigos de Kelyane Neri do Nascimento, de 28 anos, realizaram um protesto na manhã de hoje em frente à Maternidade Cândida Vargas, no Centro de João Pessoa, denunciando suposto erro médico no parto da moça, realizado no dia 11 de setembro deste ano. Kelyane deu a luz um menino saudável, recebeu alta e foi para casa, mas passou a se sentir mal, com febre e dores abdominais, quadro que a levou de volta à Cândida Vargas, onde está internada em estado grave. A família afirma que um objeto metálico teria sido esquecido no corpo da paciente.

“Pegaram minha filha, mandaram para casa. Um mês depois, ela começou a ter dores e febre. Aqui no Cândida Vargas, deram antibiótico e disseram que era uma bactéria. Falaram para minha irmã que tinha uma peça de metal e gaze na minha filha, além de terem tirado uma parte do intestino da minha filha, que pesava 1,1 kg”, denunciou Maria das Dores Lima, mãe de Kelyane.

O secretário de Saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, participou do Jornal da Manhã da Rádio Jovem Pan e comentou o caso:

“Estamos dando toda a assistência à paciente que fez uma cesárea em setembro, depois teve uma complicação e voltou, fez duas cirurgias por causa de dores pélvicas e está tendo todo o atendimento protocolar. Obviamente que o estado dela é grave. Toda a documentação e prontuário que segue estão à disposição da família. Aliás, o prontuário da paciente é propriedade da família. Eu vou determinar à Cândida Vargas que faça uma apuração do que aconteceu, mas fazer juízo de valor não leva a nada. A família tem todo direito de estar indignada, mas temos que investigar o que foi que aconteceu e assumimos publicamente que isso será feito”, disse Fulgêncio.

 

Parlamentopb

 

 

‘Objeto estranho’ no céu assusta moradores de cidade da Paraíba e faz sucesso nas redes sociais

Reprodução/ Cuité 24h
Reprodução/ Cuité 24h

Um objeto luminoso e não identificado chamou a atenção dos moradores da cidade de Nova Floresta, distante 249 de João Pessoa, nessa terça-feira (16). Filmado por um morador, as imagens tiveram centenas de compartilhamento nas redes sociais.

O objeto se movimentava devagar deixando parte da população assustada por pensar que o  ponto luminoso se tratava de um óvni. O assunto ganhou os comentários tanto nas ruas como na internet.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Em sua página do facebook, o cinegrafista amador identificado como Hemerson Dantas, assustado disse que “não deu para ver exatamente o que era, acabei de filmar isto aqui em casa, provavelmente um objeto não identificado no céu de Nova Floresta”.

 

 

portalcorreio

Cordel de Fábio Mozart é objeto de projeto de lei na Câmara de Mari

CulturaO cordel “Mari, Araçá e outras árvores do paraíso”, de Fábio Mozart, será inserido na grade curricular da rede de ensino do município de Mari. É o que propõe projeto de lei que será apresentado pelo vereador Gugu Xavier (PTdoB) na primeira sessão da Câmara de Vereadores de Mari, no dia 19 de fevereiro.
Na justificativa, o vereador explica que a literatura de cordel é um veículo de fabuloso fomento à identidade regional, tendo nas camadas populares seus mais constantes e fiéis consumidores, sendo através dos tempos valorizada e cultuada como a verdadeira e autêntica literatura nordestina, o livro de bolso do povo da região. “O estudo de nossa história através do cordel “Mari, Araçá e outras árvores do paraíso”  vem recuperar nossa identidade, com ótimo resultado na auto estima do aluno que entrará em contato com o gênero mais identificador de nossa cultura, ao mesmo tempo em que aprenderá sobre os fatos marcantes da história de Mari e seus filhos ilustres”, diz Gugu no documento.
O vereador é filho do poeta repentista José Xavier Gonçalves, que teve como parceiros artistas do nível de Manoel Xudu e José Laurentino. “Como filho de poeta, reconheço o valor da obra de Fábio Mozart e sua importância para o estudo da história de minha terra”, disse ele. “Ter o cordel nas escolas pode representar um passo extremamente valioso para o devido reconhecimento e resgate desse tipo de literatura e dar à nova geração a oportunidade de apreciar a riqueza e expressividade da nossa cultura”, finalizou Gugu Xavier.
O autor do cordel, Fábio Mozart, foi convidado para presenciar a sessão da Câmara de Mari que apreciará o projeto. “Agradeço ao vereador Gugu Xavier por apresentar este projeto, entendendo o potencial pedagógico da nossa obra para ser utilizada no ambiente escolar, nesta cidade pela qual tenho grande afeição”, disse o poeta.
www.pccn.wordpress.com

Caso Fernanda: Polícia encontra vestígio de sangue e objeto feminino em casa no Alto do Mateus

Policiais militares localizaram em uma casa abandonada no bairro Alto do Mateus, em João Pessoa, um colchão com vestígio de sangue, um diadema (objeto feminino) e uma espingarda calibre 12 com munições. O material foi encontrado em uma residência no conjunto Jardim Mônica, na tarde desta sexta-feira (11).

De acordo com o sargento Aurélio, da Unidade de Polícia Solidária ( UPS), do mesmo bairro, a polícia estava fazendo uma varredura pela comunidade quando localizou a casa. “Moradores disseram que o local é bastante frequetando por traficantes. Fizemos uma vistoria na casa e encontramos os objetos”.

O sargento revelou que o diadema será encaminhado para os pais da estudante Fernanda Hellen, 11 anos, para saber se objeto pertence a garota que está desaparecida desde a última segunda-feira (7) após sair de casa com direção a escola, localizada no mesmo bairro em que mora, no Alto do Mateus.

Cerca de 130 homens da Polícia Militar procuram a garota Fernanda Ellen, 11 anos, em um matagal que liga os bairros da Ilha do Bispo e Alto do Mateus, em João Pessoa. Participam da operação homens da Polícia Ambiental, Corpo de Bombeiros, Bope, Cavalaria e Canil.

Segundo o sargento Aurélio, da Unidade de Polícia Solidária (UPS) do bairro, não houve denúncia de que a criança estaria no local. “Não recebemos nenhuma denúncia, apenas estamos fazendo uma ‘varredura’ na área, que é próximo a casa dela e não tinha sido procurado ainda”, disse.

Nesta quinta-feira (10), o caseiro da escola onde a garota estudava foi detido para averiguação, tendo em vista que, em sua residência, foram encontrados materiais pornográficos e ainda, fotografias infantis. Apesar da detenção, não há provas que confirmem a participação do caseiro no sumiço de Fernanda Ellen, por isso ele prestou depoimento na Secretaria de Segurança Pública da Paraíba e foi liberado.

Sob a suspeita de que a menina poderia estar envolvida com a criminalidade, familiares destacaram à polícia que a menor era discreta, caseira, evangélica e apresentava um comportamento tranquilo em sua residência.

Guarnições da Polícia Militar, integradas a Unidade de Polícia Solidária (UPS) do Alto do Mateus seguem realizando diligências em busca de localizar Fernanda. Além das buscas, eles ainda checam informações repassadas sobre o possível paradeiro da menina, que chegam através do número 190.

Os familiares informaram que esta havia sido a primeira vez que a menina tinha saído sozinha de casa. “Ela sempre saía ou com o pai ou com a mãe. Apesar de ter 11 anos, suas atitudes foram sempre bem infantis, de brincar como uma criança mesmo”, afirmou uma das tias da menina.

Imagens: 190pb.com.br

Hyldo Pereira, com Felipe Silveira e Pollyana Sorrentino