Arquivo da tag: números

Pesquisa TVMidia/ADVISE mostra os números para prefeito de Guarabira

A TVMidia encomendou uma pesquisa de intenção de votos para prefeito e vereador de Guarabira, devidamente registrada no TSE (PesqEle PB-00182/2020) cujo o resultado deveria ter sido divulgado no dia (5), porem uma ação na justiça eleitoral foi impetrada pela coligação do candidato Antônio Teotônio, que teve em seu favor uma liminar, impedindo a divulgação dos números, mas a assessoria jurídica da TVMidia representada pela advogada Raissa Cavalcante, deu entrada em um Mandado de Segurança, conseguindo a liberação parcial da pesquisa.

Foi liberada a divulgação apenas dos números para prefeito. Os dados foram coletados entre os dias 4 e 5 deste mês de novembro e 700 pessoas foram ouvidas na zona urbana e rural.

O candidato do PSDB Marcus Diôgo vence os adversários nos dois cenários questionados pela pesquisa: estimulada e espontânea.

Na espontânea foi perguntado: Para Prefeito de Guarabira, se a eleição fosse hoje, em quem o(a) Sr.(a.) votaria para ser o próximo Prefeito(a)? 

Marcus Diôgo (PSDB) 35,74

Roberto Paulino (MDB) 29,36

Antônio Teotônio  (PDT) 15,60

Branco / Nulo (Espontâneo) 3,13

Indeciso (Espontâneo) 16,17

Na estimulada foi perguntado: Dentre estes nomes que vou citar, em quem o senhor votaria para Prefeito de Guarabira, se a eleição fosse hoje?

Marcus Diôgo (PSDB) 37,73

Roberto Paulino (MDB) 30,92

Antônio Teotônio (PDT) 16,88

Branco / Nulo (Espontâneo) 2,70

Indeciso (Espontâneo) 11,77

O candidato Roberto Paulino é o mais rejeitado pela maioria dos eleitores guarabirenses.

(REJEIÇÃO) Dentre estes nomes que vou citar, em quem o senhor NÃO VOTARIA de forma alguma para Prefeito de Guarabira, se a eleição fosse hoje?

Roberto Paulino (MDB) 29,65

Marcus Diôgo (PSDB) 24,26

Antônio Teotônio (PDT) 20,71

 

 

portalmidia

 

 

PB Agora/Datavox divulga nesta quinta números da corrida eleitoral em Bananeiras

O portal PB Agora, em parceria com o Instituto Datavox, divulga nesta quinta-feira (15) os números da corrida eleitoral na cidade de Bananeiras, no Brejo paraibano. Os resultados das pesquisas apresentam a aferição da corrida eleitoral no município faltando exatos 30 dias para realização do pleito eleitoral.

A pesquisa Datavox para a cidade de Bananeiras foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral no dia 09 de outubro de 2020 com o Protocolo PB-06115/2020 – TSE – TRE. As entrevistas foram realizadas no mesmo dia e ouviu 400 pessoas com mais de 16 anos.

O intervalo de confiança estimado é de 95,0% e a margem de erro máxima estimada é de 4,9% pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados.

Na pesquisa, os entrevistados foram questionados sobre ’em quem votariam para prefeito de Bananeiras entre os candidatos Matheus Bezerra, Guga Aragão e José Baracho.

Dentre os candidatos apresentados, também foi questionado aos entrevistados em quem eles não votariam.

O portal PB Agora é o primeiro no segmento internet a trazer os números da pesquisa eleitoral na cidade.

 

PB Agora

 

 

Mega-Sena sorteia R$ 3 milhões; veja os números

A Caixa Econômica Federal sorteou, neste sábado (10), o concurso número 2.307 da Mega-Sena. O prêmio para quem acertar as seis dezenas está estimado pela Caixa em R$ 3 milhões.

Confira os números sorteados: 16 – 33 – 38 – 46 – 55 – 56.

Os ganhadores têm até 90 dias para resgatar o prêmio, sob o risco de ficarem sem a bolada.

Como apostar 

A aposta simples custa R$ 4,50 e pode ser feita nas casas lotéricas até as 19h do dia do sorteio. Ela também pode ser realizada pelo site da Caixa (www.loteriasonline.caixa.gov.br), com aposta mínima de R$ 30 para quem não é correntista do banco.

A probabilidade de acerto das seis dezenas é um a cada 50 milhões.

Para jogar pelo site o apostador deve ser maior de 18 anos e efetuar um pequeno cadastro. O cliente escolhe os palpites, insere no carrinho e paga suas apostas de uma só vez, utilizando cartão de crédito. O valor mínimo da compra é de R$ 30 e máximo de R$ 500 por dia.

 

FolhaPress

 

 

PB Agora/Datavox divulga hoje números da corrida eleitoral em Cacimba de Dentro

O portal PB Agora, em parceria com o Instituto Datavox, divulga no final da tarde desta segunda-feira (05), os primeiros números da corrida eleitoral pela prefeitura de Cacimba de Dentro.

O resultado trará o termômetro da disputa no município faltando pouco mais de um mês para a realização do pleito.

A pesquisa Datavox foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral no dia 29 de setembro de 2020 com o Protocolo PB-09932/2020 – TSE – TRE.

As entrevistas foram realizadas também no dia 29 de setembro de 2020 e ouviu 400 pessoas com mais de 16 anos.

O intervalo de confiança estimado é de 95,0% e a margem de erro máxima estimada é de 4,9% pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados.

As entrevistas foram pessoais com utilização de questionário elaborado de acordo com os objetivos da pesquisa e foram realizadas por uma equipe de entrevistadores do DATAVOX – Pesquisas de Opinião Pública e Estatísticas Ltda, devidamente treinada para abordagem deste tipo de público.

Na zona urbana, foram realizadas entrevistas nos seguintes bairros: Centro, Bairro Novo, Palmeira, Conjunto Benjamim Gomes, Frei Damião, Conjunto Bela Vista, Lúcia Braga, Conjunto Velho e Conjunto Francisco Gomes.

Já na zona rural, foram escolhidas as seguintes rotas:
Rota 1- Lagoa da Onça e Capivara.

Rota 2- Boi Manso, Mium e Caraúbas.

Rota 3- Lagoa Dágua e Timbaúba.

Rota 4- Lagoa de Pedra, Lagoa Salgada e Barreiros.

Rota 5- Mocotó, Cano, Boa Vista e Conceição

Rota 6- Distrito de Logradouro.

Rota 7- Três Lagoas e Matas do Riachão.

PB Agora

 

Mega-Sena: confira números sorteados neste sábado

O concurso 2.305 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 90 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorreu na noite deste sábado (3) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. A aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada pela internet – saiba como fazer.

Veja as dezenas sorteadas: 07 – 16 – 22 – 38 – 55 – 57.

O rateio ainda não foi divulgado pela Caixa.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

 

G1

 

 

Confira os números da Mega-Sena deste sábado

A Caixa Econômica Federal realizou neste sábado (15) o concurso 2.290 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 27,5 milhões para quem acertar as seis dezenas.

Os números sorteados foram: 05 – 18 – 36 – 44 – 57 – 60

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

 

G1

 

 

Tragédia em números: Saúde confirma 50 mortes por Covid-19 em Guarabira

No começo da noite desta quarta-feira (12), a Secretaria de Saúde de Guarabira, em boletim epidemiológico divulgado com os números da Covid-19, confirmou que foi atingida a terrível marca de 50 guarabirenses mortes pela doença.

O primeiro caso de vítima fatal em decorrência do novo coronavírus na cidade foi no dia 17 de maio. A senhora Dora da Verdura, moradora do bairro do Cordeiro, comerciante muito conhecida e querida na comunidade.

Quase 3 meses depois já se confirma que a tragédia está configurada com dezenas de mortos e milhares de familiares e amigos que ainda choram de saudade pela perda de tantas vidas. Sonhos foram interrompidos, mortes foram abreviadas, famílias inteiras tiveram corações dilacerados.

Um dos casos mais marcantes foi o dos irmão que morreram no mesmo dia vítimas da Covid-19, no dia 15 de junho. Jones Costa de Lima, 36 anos, e Jean Carlos Costa de Lima, 34 anos, estavam internados no Hospital Metropolitano de Santa Rita, mas não conseguiram se recuperar após infecção do novo coronavírus.A morte deles foi noticiada por veículos de comunicação de todo Brasil.

Essa semana a Paraíba e diversos estados brasileiros noticiaram a morte da mãe e da filha, que foram vítimas da Covid-19 num intervalo de 16 dias de diferença.

Quando a família tentava se reerguer para continuar a vida, após a morte de Maria Dalva Pontes, de 83 anos, Roseane de Freitas, de 49 anos, filha dela, também faleceu.

A mãe, dona Maria Dalva Pontes de Alburquerque, de 83 anos, morreu no dia 24 de julho. Ela tinha Alzheimer e a família só percebeu sintomas da Covid-19 no dia 7 de julho. No dia 10 de julho ela foi internada em um hospital particular de João Pessoa.

Roseane de Freitas Guilherme Pereira, de 49 anos, fica de Maria Dalva, apresentou sintomas no dia 8 de julho e foi internada no dia 22 de julho, no Hospital Metropolitana, em Santa Rita. Ela faleceu nesta segunda-feira (10).

Os casos de contágio ainda não diminuíram e as mortes só aumentam. Mesmo assim, com as medidas de relaxamento, essa semana os bares e restaurantes foram autorizados a voltar a funcionar.

 

portal25horas

 

 

Paraíba ultrapassa uma semana com queda nos óbitos por Covid-19, mas números ainda são preocupantes

A Paraíba ultrapassou uma semana entre os estados brasileiros que apresentam queda na taxa de óbitos causadas pela Covid-19, conforme os dados do Consórcio de Imprensa. Há mais de sete dias, o Estado se mantém nas cores “azul” do mapa do Consórcio.
Além da Paraíba, estão em queda, o Rio de Janeiro, o Amapá, Paraná, Roraíma, Rondônia, Alagoas, Maranhão, Rio Gande do Norte, Alagoas, Sergipe e Pernambuco.

Apesar da redução do número de mortes, o´índice de pessoas infectadas pela doença continua subindo, e as autoridades Epidemiologia e sanitária lutam para controlar o vírus, insistindo que o isolamento social e o uso permanente de máscara e álcool em gel, ainda são medidas eficazes.

Os dados ainda são preocupantes. Desde que a Organização Mundial de Saúde (OMS), decretou o novo coronavírus como uma pandemia, mais de 90 mil pessoas foram infectadas na Paraíba. Ao todo, são 90.082 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas neste domingo (9). O número de mortes confirmadas por Covid-19 subiu para 2.000 no estado desde o início da pandemia. Já são 221 cidades da Paraíba com casos registrados da doença

A Paraíba dobrou, em pouco mais de um mês, o número de mortes causadas pela Covid-19. No início julho, o estado alcançou a marca de mil pacientes que morreram pela doença, enquanto nesse domingo (9) chegou em 2 mil óbitos causados pelo novo coronavírus.
Ao todo, 145 cidades da Paraíba já registram mortes por Covid-19 até esse domingo (9).

Severino Lopes
PB Agora

 

PB entra no 4º mês de pandemia do coronavírus com números crescentes

A Paraíba entra, neste sábado (18), no quarto mês de pandemia do novo coronavírus. O estado já contabiliza 66.971 infectados e 1.477 mortos, de acordo com o boletim mais recente da Secretaria de Estado da Saúde (SES), divulgado neste sábado (18). O primeiro caso de Covid-19 na Paraíba foi registrado em 18 de março e, o primeiro óbito, em 31 do mesmo mês.

Evolução do coronavírus na Paraíba:

  • 18 de março – 1º caso
  • 18 de abril – 236 casos
  • 18 de maio – 4.786 casos
  • 18 de junho – 31.712 casos
  • 18 de julho – 66.971 casos

O recorte dos últimos 30 dias mostra um acréscimo de 111,2% no número de casos de Covid-19 na Paraíba. Há um mês, o número de mortos pela doença no estado era 696. Em comparação com o número atual, 1.477, o salto foi de 112,2%. A Covid-19 já é uma realidade em 221 dos 223 municípios da Paraíba.

Resumo | Últimas 24h na Paraíba

  • Confirmados: 66.971 (eram: 66.347)
  • Descartados: 76.179 (eram: 76.102)
  • Cidades atingidas: 221 (estável)

Dentre os casos confirmados:

  • Recuperados: 24.437 (eram: 24.390)
  • Isolados em casa: 40.614 (eram: 40.068)
  • Internados: 443 (estável)
  • Mortos: 1.477 (eram: 1.446)

Mortos

Neste sábado (18), foram confirmadas mais 31 mortes por coronavírus no estado. As vítimas são 18 homens e 13 mulheres, com idades entre 37 e 90 anos. Quinze delas não possuíam, ou não informaram às autoridades de saúde, comorbidades.

99,1% das cidades afetadas

Os casos confirmados estão distribuídos por 221 dos 223 municípios paraibanos. O número mostra que 99,1% dos municípios paraibanos já registraram pelo menos um caso do novo coronavírus. Apenas as cidades de Ouro Velho e São Domingos não registraram casos confirmados de Covid-19 até este sábado (18).

Medidas de prevenção diminuem

Mesmo com os altos números de infectados e de mortos, as medidas que restringem o funcionamento de serviços como forma de prevenir a disseminação do vírus passam por relaxamento. O Estado criou um esquema de bandeiras para avaliar como cada município deve operar no plano de retomada gradual das atividades.

A escala de condições, da melhor para a pior, é a seguinte: verde, amarela, laranja e vermelha. O mapa do ‘Novo Normal’ chegou à terceira edição no último domingo (12), com 182 municípios na bandeira amarela, 23 na verde, 18 na laranja e nenhum na vermelha.

O esquema leva em consideração as taxas de obediência ao isolamento, progressão de novos casos da Covid-19 e ocupação hospitalar. Os dados são analisados em intervalos de 15 dias. Na avaliação passada, 136 municípios estavam com a bandeira laranja; 79 com a amarela; oito com a vermelha e nenhum com a verde.

Em João Pessoa e Campina Grande, municípios que concentram cerca de 40% dos casos de Covid-19 do estado, houve flexibilização do comércio, com abertura de shoppings, além do retorno e ampliação da circulação de ônibus.

Por que houve flexibilização

Outros dados importantes têm sido utilizados pelas autoridades públicas para decidir sobre as medidas de flexibilização das atividades econômicas.

Taxa de mortalidade baixa

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) atribui a baixa taxa de mortalidade de 2,2% ao alto número de testagem e à assistência adequada prestada à população paraibana.

Até a última atualização, 197.312 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados na Paraíba. Para a gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Talita Tavares, ações de testagem e isolamento e os cuidados prestados ao povo paraibano foram efetivos para controlar uma doença de fácil transmissão e com o cenário pandêmico como a Covid-19 e manter a taxa de letalidade baixa.

“Trabalhamos inicialmente com os testes nas referências e portas de entrada para os casos suspeitos. À medida que ampliamos a distribuição junto aos municípios, ofertamos também os testes na Atenção Primária e captamos mais casos leves de Síndrome Gripal. Hoje, a proporção dos casos confirmados é de que 95% deles são leves. Essa estratégia de testagem ampliada foi importante para conter os casos do novo coronavírus na Paraíba”, afirma.

Ocupação regular de leitos

De acordo com relatório divulgado pelo Governo do Estado em 1º de julho, a Paraíba possui 1.330 leitos destinados ao tratamento da Covid-19 pelo Sistema Único de Saúde (SUS), sendo 432 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 898 de enfermaria.

Neste sábado (18), a taxa de ocupação dos leitos hospitalares chegou a 51% em todo o estado, um ponto percentual (p.p) a mais que os 50% do dia anterior; 57% na Grande João Pessoa, dois p.p a mais que os 55% dessa sexta (17). Em Campina Grande, estão ocupados 48% dos leitos de UTI adulto, valor menor que os 46% dessa sexta, e, no Sertão, 52%, número estável nas últimas 24 horas.

Tombo na economia

No dia 8 de julho, a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-PB) informou que deixou de arrecadar R$ 238,9 milhões com impostos relativos a circulação de mercadorias e serviços (ICMS), propriedade de veículos automotores (IPVA) e herança e doação (ITCD) entre abril e junho deste ano. Houve também perda de R$ 57,7 milhões no repasse do Fundo de Participação dos Estados (FPE). Os números foram divulgados no relatório que aborda os impactos econômicos da pandemia de coronavírus.

Os dados mais recentes do Cadastro Geral de Empregados Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério da Economia em maio, mostram que a Paraíba gerou 42.296 admissões e 60.950 desligamentos em empregos formais, ficando com saldo negativo de 18.654 postos de trabalho. Em todo o país, o saldo negativo é de 1.144.875.

Na última quarta-feira (15), o governo estadual apresentou um plano com 21 medidas fiscais em apoio às empresas paraibanas. A iniciativa procura amenizar o fluxo do caixa das empresas, manter empregos e reduzir a burocracia. A maior parte das medidas está direcionada às micro e pequenas empresas, optantes do Simples Nacional. Outras dessas medidas dependem ainda da anuência do Comitê Gestor do Simples Nacional e dos Estados.

 

portalcorreio

 

 

Mega-Sena: veja os números sorteados no concurso 2.245

Os números sorteados no concurso 2.245 da Mega-Sena neste sábado (21) foram: 33 – 11 – 14 – 34 – 15 – 18.

A Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 16 milhões para quem acertar as seis dezenas. Até última atualização desta matéria, a Caixa ainda não havia divulgado se alguma aposta acertou as seis dezenas.

O sorteio foi feito em São Paulo (SP). A aposta mínima da Mega-Sena custa R$ 4,50.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

 

G1