Arquivo da tag: namorada

Guarabirense é apreendido após matar a namorada de 16 anos em Messias, AL

Um adolescente guarabirense de 16 anos foi apreendido na noite dessa segunda-feira (24) no município de Caiçara (PB) em uma ação conjunta das Polícias Civil e Militar de Guarabira, no Agreste da Paraíba. O menor infrator matou sua namorada, a adolescente Erika Monteiro dos Santos, de 16 anos.

O crime de feminicídio aconteceu no início da noite do domingo (23) na residência do casal no centro do município de Messias, na Zona da Mata de Alagoas. O corpo da adolescente estava no chão da cozinha com vários golpes de faca no pescoço.

Segundo a Polícia, após matar a namorada o jovem enviou mensagens para o WhatsApp da mãe dele confessando o crime. A PM de Alagoas não conseguiu localizar o adolescente tendo em vista que ele fugiu para o estado da Paraíba, em um transporte alternativo, locado pelo valor de R$ 500 reais.

Segundo a PM da Paraíba, ao chegar na Rodovia PB-073, entre as cidades de Sapé e Guarabira, o adolescente anunciou assalto ao motorista, desferiu quatro golpes de faca contra ele e em seguida fugiu com o veículo do mesmo. Bastante ferido no local, o motorista foi socorrido e encontra-se no Hospital de Trauma de João Pessoa em observação das cirurgias. De acordo com o tio da vítima, ele não corre risco de morte.

O adolescente acabou sendo localizado após um trabalho de buscas dos policiais militares da Guarnição do Comando do 4º BPM e civis do Grupo Tático Especial (GTE) da 8ª Delegacia Seccional. Na delegacia, ele confessou os delitos cometidos e sobre o crime da companheira, ele contou os detalhes em entrevista ao repórter Pedro Júnior do FontePB.

“Não queria ter feito isso mas, foi um momento de muito estresse. Escutei coisa que não queria escutar”, relatou acrescentando que matou a namorada após ela ter confessado uma traição.

O adolescente foi ouvido, confessou os crimes e em seguida foi autuado pelos atos infracionais cometidos. Ele ficará à disposição da Justiça dos dois Estados, explicou o Delegado Felipe Castellar.

FontePB

 

Homem é preso suspeito de manter namorada em cárcere privado, em João Pessoa

Um homem de 26 anos foi preso na noite desta terça-feira (11) suspeito de manter a namorada em cárcere privado, agredi-la e roubar o celular dela, no bairro de Miramar, em João Pessoa. De acordo com a delegada Amindonzele Oliveira, a vítima é uma estudante de psicologia de 19 anos. “Um passo para acontecer coisas piores”, declarou a delegada.

A polícia chegou até o local após denúncias de vizinhos, que informaram uma recorrência de brigas entre o casal. Foi constatado que a jovem estava presa e que o suspeito havia roubado o celular e a chave do apartamento dela. Além disso, a polícia também identificou que ela estava com marcas de agressão física.

Conforme a delegada, os dois estão juntos há dois anos, e a vítima já havia solicitado uma medida protetiva que não foi renovada. O homem está na carceragem da Central de Polícia Civil, aguardando audiência de custódia.

G1

 

Homem mata namorada grávida por não querer assumir filho

Um homem de 19 anos foi preso em flagrante, na madrugada desta quarta-feira (27), em Queimadas, no interior da Paraíba, horas após matar a tiros a namorada, também de 19 anos, que estava grávida. O crime aconteceu por volta das 21h30, em no Sítio Capoeiras, na Zona Rural do município.

De acordo com o delegado Cristiano Santana, com base no relato de uma tia da vítima, o homem matou a namorada porque se recusava a assumir o filho que ela esperava. “A vítima estava na casa dos tios, onde morava, e o namorado chegou lá de moto e a chamou para conversar. Ela saiu da casa, foi ao encontro dele e, instantes depois, os tios ouviram disparos de arma de fogo. Ao saírem, viram a jovem já caída no chão”, contou o delegado.

Ainda conforme Cristiano Santana, o suspeito fugiu para a cidade de Boqueirão, onde foi preso durante a madrugada. O suspeito foi levado para a Delegacia de Polícia Civil e autuado por feminicídio. Ele está à disposição da Justiça local.

 

portalcorreio

 

 

Homem é preso após matar namorada por estrangulamento

Um homem de 18 anos foi preso, na madrugada desta terça-feira (21), por matar a namorada, de 20 anos, por estrangulamento, em uma mata na cidade de Rio Tinto, Litoral Norte da Paraíba. O corpo da vítima foi encontrado sem roupas, após a prisão do suspeito.

Segundo a Polícia Militar, denúncias anônimas informaram sobre o desaparecimento da vítima e apontaram que o namorado dela, última pessoa com quem a jovem foi vista, poderia ter cometido algum crime. Policiais foram até a casa do rapaz, que, inicialmente, negou ter ligação com o sumiço da namorada. No entanto, após a mãe dele apresentar à polícia uma camisa suja de sangue, ele acabou confessando. O homem disse que o crime ocorreu depois de uma discussão, mas não informou o motivo da briga. Ele falou ainda que estava sob efeito de drogas e álcool e indicou o local do assassinato.

O suspeito preso foi levado para a Delegacia de Polícia Civil, em Mamanguape.

portalcorreio

 

Namorada de estudante da UFPB morto a tiros não é vista desde o dia 16

A namorada de Clayton Tomaz, o Alph, estudante da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), que foi encontrado morto no dia 17 de fevereiro de 2020, conhecida como Selena Foxx, não é vista pelos familiares e amigos desde o dia 16 de fevereiro.

A última publicação feita por Selena nas redes sociais foi no mesmo dia e ela cobrou investigações sobre o desaparecimento de Alph.

A polícia foi procurada e o desaparecimento de Selena registrado.

Os amigos e familiares estão  fazendo um apelo pelas redes sociais.

PB Agora

 

 

Jovem derruba portão de escola com carro após discussão com namorada, em João Pessoa

Um jovem derrubou o portão de uma escola pública com um carro, na manhã desta quarta-feira (9), no bairro de Tambiá, em João Pessoa. O caso aconteceu depois de uma discussão com a namorada dele, que é aluna da Escola Estadual Maria Geny.

De acordo com as informações da Polícia Militar, após a aluna entrar na escola, o namorado bateu o carro no portão, chegando a derrubá-lo. Depois ele foi embora ameaçando as pessoas da escola. Uma funcionária da escola contou que a aluna teve uma discussão com o namorado ainda no carro, antes de entrar na escola.

A Secretaria de Estado da Educação informou que o caso foi um incidente isolado e que a escola tomou as providências cabíveis no momento do ocorrido. “A polícia vai garantir a segurança na escola, inclusive nas imediações”, informou a assessoria de comunicação da Secretaria.

O portão foi colocado no lugar, mas quando a Polícia Militar chegou ao local o jovem já havia ido embora e a aluna dele não estava mais na escola. Os alunos foram liberados e as aulas foram suspensas. O jovem ainda não foi encontrado pela polícia até as 14h10.

G1

 

Jovem é preso suspeito de matar namorada adolescente e queimar corpo, no Cariri da PB

Um jovem de 21 anos de idade foi preso na manhã desta quarta-feira (3) suspeito de matar e queimar o corpo da namorada. A vítima, uma adolescente de 17 anos que morava em Soledade, desapareceu no mês de junho de 2018. Uma ossada foi encontrada em outra cidade, quase dois meses depois do desaparecimento, e a polícia suspeita que seja da adolescente desaparecida.

O pintor de 21 anos foi preso por força de um mandado de prisão temporária. Segundo a Polícia Civil, o caso está sendo investigado há 9 meses. A suspeita de que ele é o autor do crime surgiu depois de depoimentos prestados na delegacia. No dia em que a menina desapareceu, ela foi vista pela última vez com o namorado em uma moto.

De acordo com o delegado Durval Barros, a principal linha de investigação é para o crime de feminicídio. “Esse casal morava junto e tivemos a informação de que ela não queria mais viver com ele e disse que iria embora para a cidade de Soledade, onde iria encontrar com um ex-namorado. Uma testemunha disse que viu a jovem pela última vez com o suspeito na moto”, explicou ele.

Uma ossada foi encontrada no dia 29 de julho, no município de Boa Vista, também no Cariri paraibano. O corpo havia sido carbonizado. Segundo a Polícia Civil foi coletado material genético da mãe da adolescente para fazer uma perícia e confirmar se ossada é dela, mas ainda não há resultado do exame de DNA.

O delegado Durval Barros explicou que antes de encontrar a ossada, a Polícia Civil já havia pedido a prisão preventiva do suspeito, tendo em vista os depoimentos. “Quando fizemos o pedido, a justiça negou pois não havia uma prova material. No caso o encontro da ossada permitiu esse novo pedido, que foi aceito”, disse o delegado.

No pedido de prisão, a Polícia Civil também destacou outros elementos, como o local onde o corpo foi deixado. “Saindo de Soledade, o trajeto até o local onde o corpo estava seria de 25 km de Soledade até a Praça do Meio do Mundo e mais 5 km com destino a Boa Vista. Acreditamos que ele matou ela em Soledade e levou o corpo para Boa Vista”, disse o delegado.

Outro indício apontado pela investigação foi em relação ao depoimento do suspeito. Segundo o delegado, ao ser questionado sobre ter sido visto com a jovem na moto no dia que ela desapareceu, ele não soube explicar onde teria ido com ela ou o que ela teria feito após descer da moto.

Perfil “Fake”

Ainda de acordo com a Polícia Civil, depois do desaparecimento da adolescente, um primo dela recebeu mensagens em uma rede social de um perfil que tinha a foto da adolescente desaparecida, dizendo que estava bem e perguntado por parentes. Porém, a Polícia Civil acredita que trata-se de um perfil falso que foi feito para deixar a impressão de que a adolescente estaria viva.

G1

 

Jovem é assassinado enquanto caminhava com namorada em rua de Mamanguape

(Foto: Reprodução/WhatsApp)
(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Um jovem de 17 anos foi assassinado a tiros na noite desta segunda-feira (17) enquanto caminhava com a namorada na Rua do Meio, no Centro da cidade de Mamanguape, no Litoral Norte da Paraíba. De acordo com a polícia, o crime pode ter sido uma emboscada.

O homicídio aconteceu por volta das 17h. Segundo moradores da localidade, o jovem Severino da Silva Gonçalves não tinha envolvimento com a criminalidade. A namorada que estava com disse à polícia que não viu quem efetuou os disparos. A PM realiza diligências.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

manchetepb

Polícia prende acusado de decapitar namorada em Pernambuco por causa do whatsapp

presoPoliciais militares do 9º BPM de Garanhuns, conseguiram prender o acusado de esfaquear e degolar a companheira Patrícia Pereira da Silva de 20 de idade, na cidade de Angelim/PE, na última quinta-­feira (19). Segundo informações da Polícia, Renato Guilherme da Silva, foi preso na cidade de Canhotinho no Agreste na noite deste sábado.

Antes de fugir de moto, ele passou na casa dos pais e disse: “Chamem a polícia, porque eu matei Patrícia”. Os pais então foram até a casa onde os dois moravam, e viram que ele, de fato, tinha matado a mulher e chamaram a polícia.

O crime ocorreu na madrugada da quinta­feira (19). A vítima, que tinha 20 anos, estava dentro de casa com o companheiro quando começaram uma discussão. À época, a PM comunicou que os dois teriam ido ao quintal, onde ela recebeu golpes de faca.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Ainda de acordo com informações, a briga e a morte foi motivada pela descoberta de conversas da jovem com outro homem no whatsapp. Vazaram imagens na internet sugerindo que a vitima estaria mantendo relações sexuais com outro homem.

Nas imagens a moça pratica sexo oral no amante. O mesmo avisa em seguida sobre o vazamento das fotos. Ao saber do vazamento a moça diz ao amante que o namorado vai matá-la.

Em outro trecho diz que o celular teria sido roubado, quando na verdade já estava em posse do namorado.

A imagem com fotos do momento intimo entre os amantes mostra também um trecho da conversa entre Patrícia e o rapaz identificado por Neto, em um momento a moça prevê sua própria morte. “Meu namorado vai me matar”, diz a moça preocupada.

Da Redação 
Com Portais

Jovem é suspeito de atear fogo na namorada de 14 anos por ciúmes

queimadoUm jovem de 18 anos é suspeito de jogar álcool e atear fogo na namorada, de 14 anos, na madrugada desta sexta-feira (5), segundo a Polícia Militar. O crime ocorreu na residência onde eles moravam juntos, no Setor Vila Aurora, em Goiânia. Segundo a vítima, que teve 40% do corpo queimado, o motivo da agressão foi ciúmes.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Encaminhada ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), a menina segue internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Conforme o último boletim médico, o estado de saúde dela é regular. Ela está consciente e respira sem a ajuda de aparelhos. De acordo com a polícia, a jovem sofreu queimaduras de 2º e 3º graus, mas o hospital não confirmou a informação.

A adolescente relatou aos militares que atenderam à ocorrência que vivia com o jovem havia cinco meses. Ela contou que eles brigaram porque o companheiro desconfiou que ela o traiu. Durante a confusão, o suspeito jogou álcool nela e ateou fogo.
A menina pediu ajuda a vizinhos, que acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Inicialmente, ela foi levada ao Pronto Socorro de Queimaduras. No entanto, como não tinha vaga de UTI na unidade, a encaminharam ao Hugo.
De acordo com a Polícia Militar, o suspeito segue foragido até a tarde desta sexta-feira. A vítima relatou aos militares que ele é usuário de drogas.
O caso será investigado pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam).

180 Graus