Arquivo da tag: motoniveladoras

Solânea, Bananeiras, Areia e Remígio vão receber máquinas motoniveladoras pelo PAC2

 

luiz coutoO deputado Luiz Couto (PT-PB) fez o registro da iniciativa do governo federal que, por meio do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), adquiriu máquinas motoniveladoras para distribuir com os pequenos municípios.

 

Do plenário da Câmara Federal, Couto informou que 86 localidades das diversas microrregiões da Paraíba vão receber as máquinas. Alertou que os municípios que ainda não aderiram têm até sexta-feira (5/4) para se inscreverem, junto ao MDA.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Após lembrar que a medida representa uma nova fase da Ação de Aquisição de Máquinas e Equipamentos para a Recuperação de Estradas Vicinais, o parlamentar destacou que, inicialmente, 2.058 cidades foram selecionadas para serem beneficiados por esta medida que compõe o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2).

 

“Primeiro tivemos as retroescavadeiras, repassadas a cada uma das 3.394 cidades que já recebeu ou vai receber uma dessas máquinas, e agora as motoniveladoras. E assim o governo Dilma vai cumprindo muito bem o seu papel de contribuir com os municípios, ao cuidar das estradas vicinais por onde se deslocam todos os dias milhões e milhões de brasileiras e brasileiros”, enfatizou.

 

Confira a relação dos municípios que receberão as máquinas:

 

ÁGUA BRANCA

ALAGOA GRANDE

ALAGOA NOVA

ALAGOINHA

APARECIDA

ARAÇAGI

ARARUNA

AREIA

AROEIRAS

BANANEIRAS

BARRA DE SANTA ROSA

BELÉM

BELÉM DO BREJO DO CRUZ

BONITO DE SANTA FÉ

BOQUEIRÃO

BREJO DO CRUZ

CACIMBA DE DENTRO

CATOLÉ DO ROCHA

CONCEIÇÃO

CONDADO

COREMAS

CRUZ DO ESPÍRITO SANTO

CUITÉ

DESTERRO

ESEPERANÇA

FAGUNDES

GURINHEM

IBIARA

IMACULADA

INGÁ

ITABAIANA

ITAPORANGA

ITAPOROROCA

ITATUBA

JACARAÚ

JUAZEIRINHO

JURIPIRANGA

JURU

LAGOA SECA

LUCENA

MAMAGUAPE

MANAÍRA

MARI

MASSARANDUBA

MOGEIRO

MONTEIRO

MULUNGU

NATUBA

NAZAREZINHO

NOVA FLORESTA

OLHO D’AGUA

PAULISTA

PEDRAS DE FOGO

PILAR

PIRPIRITUBA

POCINHOS

POMBAL

PRINCESA ISABEL

QUEIMADAS

REMÍGIO

RIACHO DOS CAVALOS

RIO TINTO

SALGADO DE SÃO FELIX

SANTA LUZIA

SANTANA DOS GARROTES

SÃO BENTO

SÃO JOÃO DO RIO DO PEIXE

SÃO JOSÉ DA LAGOA TAPADA

SÃO JOSÉ DE PIRANHAS

SÃO JOSÉ DOS CORDEIROS

SÃO MAMEDE

SÃO SEBASTIÃO DE LAGOA DE ROÇA

SERIDÓ

SERRA BRANCA

SERRA REDONDA

SOLÂNEA

SOLEDADE

SUMÉ

TACIMA

TAPEROÁ

TAVARES

TEIXEIRA

TRIUNFO

UIRAÚNA

UMBUZEIRO

 

 

Focando a Notícia com Ascom Dep. Luiz Couto

Municípios têm até esta quarta (31) para concorrer à retroescavadeiras e motoniveladoras

Mais de 500 municípios de até 50 mil habitantes, que não enviaram propostas, devem se cadastrar

Albino Oliveira/Ministério do Desenvolvimento Agrário O programa disponibiliza recursos para a compra de motoniveladoras e retroescavadeiras que auxiliam na recuperação das estradas

  • O programa disponibiliza recursos para a compra de motoniveladoras e retroescavadeiras que auxiliam na recuperação das estradas

Os municípios que possuem até 50 mil habitantes têm até esta quarta-feira (31) para concorrerem a máquinas referentes à segunda fase do Programa de Aceleração de Crescimento (PAC 2). Mais de 500 prefeituras de municípios que não apresentaram propostas devem se enquadrar aos critérios estabelecidos pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), estabelecidos na Portaria nº 43/2012.

Nesta fase serão doadas pelo ministério, ao todo, 3.591 retroescavadeiras e 1.342 motoniveladoras, que se destinam à recuperação das vias que são de grande importância para o escoamento da produção da agricultura familiar, as chamadas estradas vicinais. São por essas vias, que ligam o campo à cidade, que os produtos da agricultura familiar são transportados até os pontos de comercialização.

O processo de inscrição está dividido em três etapas: o cadastramento, já aberto e que vai até o dia 31 de outubro; a entrega de documentação e análise, de 1º a 16 de novembro; e a deliberação e divulgação das propostas selecionadas, no dia 19 de novembro.

Para definir os municípios contemplados, será utilizado o número de habitantes de cada cidade obtido com base na mais recente estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Passo a passo do cadastramento

O procedimento para realizar o cadastro é simples. O link: http://sistemas.mda.gov.br/sys/sispac2/login  deve ser copiado e colado no navegador de internet, em seguida, o campo usuário deve ser preenchido com o termo “município.” (com o ponto) e mais o código de seis dígitos do município no IBGE (exemplo: município.123456). Em seguida, deve ser informada a senha cadastrada no banco de dados do MDA.

Caso o solicitante da prefeitura ainda não tenha se cadastrado junto ao ministério, um ofício digitalizado com a assinatura do prefeito deve ser enviado para o e-mail pac2mda@mda.gov.br, informando ainda para qual e-mail deve ser enviada a senha de acesso.

Em caso de esquecimento da senha cadastrada, basta acessar o site do sistema do PAC 2 e clicar na opção “Esqueceu sua senha?”, para solicitar o envio automático de uma nova.

O início das entregas está previsto para o primeiro semestre de 2013. Confira a lista dos municípios já cadastrados.

Ações

Na primeira etapa do PAC, 1.299 municípios receberam 1.275 retroescavadeiras. A nova fase da ação irá universalizar a doação de retroescavadeiras a todos os municípios brasileiros que se enquadrem nos critérios estabelecidos pelo PAC 2 – que é ter até 50 mil habitantes e estar fora de regiões metropolitanas. As localidades já contempladas com retroescavadeiras poderão participar apenas da seleção de motoniveladoras.

Além dos mais de R$ 211 milhões já empregados na primeira ação, as novas compras de máquinas devem somar mais de R$ 1 bilhão.

Para que um número maior de municípios se beneficie das motoniveladoras, a orientação é de que os interessados se organizem e concorram por meio da modalidade associativa – ou seja, uma proposta apresentada por um conjunto de municípios, com no mínimo três e no máximo seis associados, todos com população inferior a 50 mil habitantes – ou via consórcios públicos já constituídos. A máquina será administrada e utilizada em conjunto pelos municípios.

Programa de Aceleração do Crescimento

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) foi criado em 2007 para promover a retomada do planejamento e execução de grandes obras de infraestrutura social, urbana, logística e energética do País, que contribuem para seu desenvolvimento acelerado e sustentável.

Nos primeiros quatro anos, o PAC ajudou a dobrar os investimentos públicos brasileiros – de 1,62% do PIB em 2006 para 3,27% em 2010 – e também ajudou o Brasil a gerar um volume recorde de empregos, somando 8,2 milhões de postos de trabalho criados no período.

Em 2011, o PAC entrou na sua segunda fase – o PAC 2 – com o mesmo pensamento estratégico, aprimorados pelos anos de experiência da fase anterior, mais recursos e mais parcerias com estados e municípios, para a execução de obras estruturantes que possam melhorar a qualidade de vida nas cidades brasileiras.

Estradas brasileiras

O PAC 2 prevê a construção de, aproximadamente, oito mil quilômetros (km) de rodovias e obras de manutenção em outros 55 mil km. No primeiro semestre do ano passado, foram iniciadas obras de duplicação em trechos das rodovias BR-101 no Nordeste e em Santa Catarina, BR-262 e BR-050 (ambas em Minas Gerais) e BR-386 (no Rio Grande do Sul). Outros 4.859 km rodovias estão em fase de construção e pavimentação.

Ainda no sistema rodoviário, o programa disponibilizará recursos para a compra de equipamentos, como motoniveladoras e retroescavadeiras, para auxiliar na recuperação das estradas do interior do Brasil e, consequentemente, melhorar a produção e a circulação de produtos e mercadorias em 1.299 municípios com até 50 mil habitantes.

Fonte:
Ministério do Desenvolvimento Agrário
Programa de Aceleração do Crescimento
Portal Brasil

Prorrogado prazo para municípios concorrerem à retroescavadeiras e motoniveladoras

Mais de 500 municípios de até 50 mil habitantes, que não enviaram propostas, devem se cadastrar

Os municípios que possuem até 50 mil habitantes têm até o dia 31 de outubro para concorrer a máquinas referentes à segunda fase do Programa de Aceleração de Crescimento (PAC 2). O prazo venceu na última terça-feira (18), mas foi estendido para que mais de 500 prefeituras de municípios – que ainda não apresentaram propostas para receber os equipamentos – se enquadrem nos critérios estabelecidos pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), estabelecidos na Portaria nº 43/2012.

Albino Oliveira/Ministério do Desenvolvimento Agrário O programa disponibiliza recursos para a compra de motoniveladoras e retroescavadeiras que auxiliam na recuperação das estradas

  • O programa disponibiliza recursos para a compra de motoniveladoras e retroescavadeiras que auxiliam na recuperação das estradas

Nesta fase serão doadas pelo ministério, ao todo, 3.591 retroescavadeiras e 1.342 motoniveladoras, que se destinam à recuperação das vias que são de grande importância para o escoamento da produção da agricultura familiar, as chamadas estradas vicinais. São por essas vias, que ligam o campo à cidade, que os produtos da agricultura familiar são transportados até os pontos de comercialização.

O processo de inscrição está dividido em três etapas: o cadastramento, já aberto e que vai até o dia 31 de outubro; a entrega de documentação e análise, de 1º a 16 de novembro; e a deliberação e divulgação das propostas selecionadas, no dia 19 de novembro.

Para definir os municípios contemplados, será utilizado o número de habitantes de cada cidade obtido com base na mais recente estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Passo a passo do cadastramento

O procedimento para realizar o cadastro é simples. O link: http://sistemas.mda.gov.br/sys/sispac2/login  deve ser copiado e colado no navegador de internet, em seguida, o campo usuário deve ser preenchido com o termo “município.” (com o ponto) e mais o código de seis dígitos do município no IBGE (exemplo: município.123456). Em seguida, deve ser informada a senha cadastrada no banco de dados do MDA.

Caso o solicitante da prefeitura ainda não tenha se cadastrado junto ao ministério, um ofício digitalizado com a assinatura do prefeito deve ser enviado para o e-mail pac2mda@mda.gov.br, informando ainda para qual e-mail deve ser enviada a senha de acesso.

Em caso de esquecimento da senha cadastrada, basta acessar o site do sistema do PAC 2 e clicar na opção “Esqueceu sua senha?”, para solicitar o envio automático de uma nova.

O início das entregas está previsto para o primeiro semestre de 2013. Confira a lista dos municípios já cadastrados.

Ações

Na primeira etapa do PAC, 1.299 municípios receberam 1.275 retroescavadeiras. A nova fase da ação irá universalizar a doação de retroescavadeiras a todos os municípios brasileiros que se enquadrem nos critérios estabelecidos pelo PAC 2 – que é ter até 50 mil habitantes e estar fora de regiões metropolitanas. As localidades já contempladas com retroescavadeiras poderão participar apenas da seleção de motoniveladoras.

Além dos mais de R$ 211 milhões já empregados na primeira ação, as novas compras de máquinas devem somar mais de R$ 1 bilhão.

Para que um número maior de municípios se beneficie das motoniveladoras, a orientação é de que os interessados se organizem e concorram por meio da modalidade associativa – ou seja, uma proposta apresentada por um conjunto de municípios, com no mínimo três e no máximo seis associados, todos com população inferior a 50 mil habitantes – ou via consórcios públicos já constituídos. A máquina será administrada e utilizada em conjunto pelos municípios.

Programa de Aceleração do Crescimento

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) foi criado em 2007 para promover a retomada do planejamento e execução de grandes obras de infraestrutura social, urbana, logística e energética do País, que contribuem para seu desenvolvimento acelerado e sustentável.

Nos primeiros quatro anos, o PAC ajudou a dobrar os investimentos públicos brasileiros – de 1,62% do PIB em 2006 para 3,27% em 2010 – e também ajudou o Brasil a gerar um volume recorde de empregos, somando 8,2 milhões de postos de trabalho criados no período.

Em 2011, o PAC entrou na sua segunda fase – o PAC 2 – com o mesmo pensamento estratégico, aprimorados pelos anos de experiência da fase anterior, mais recursos e mais parcerias com estados e municípios, para a execução de obras estruturantes que possam melhorar a qualidade de vida nas cidades brasileiras.

Estradas brasileiras

O PAC 2 prevê a construção de, aproximadamente, oito mil quilômetros (km) de rodovias e obras de manutenção em outros 55 mil km. No primeiro semestre do ano passado, foram iniciadas obras de duplicação em trechos das rodovias BR-101 no Nordeste e em Santa Catarina, BR-262 e BR-050 (ambas em Minas Gerais) e BR-386 (no Rio Grande do Sul). Outros 4.859 km rodovias estão em fase de construção e pavimentação.

Ainda no sistema rodoviário, o programa disponibilizará recursos para a compra de equipamentos, como motoniveladoras e retroescavadeiras, para auxiliar na recuperação das estradas do interior do Brasil e, consequentemente, melhorar a produção e a circulação de produtos e mercadorias em 1.299 municípios com até 50 mil habitantes.

Portal Brasil