Arquivo da tag: Mossoró

Homem toma Viagra, fica com pênis ereto por 10 dias e vai parar no hospital em Mossoró

mossoroUm fato inusitado chamou a atenção em Mossoró. Um homem de 30 anos que teve a identidade preservada e sofre com problemas mentais está há cerca de 10 dias com o pênis ereto. Isso se deve a ele ter ingerido três comprimidos de Viagra oferecido por um desconhecido.
Segundo a mãe do rapaz contou ao blog Nas Garras da Polícia, o filho tomou os comprimidos sem saber do que se tratava e desde então ficou com o pênis ereto e se queixando de dores. A situação também gerou constrangimentos para a família que não podia sair de casa.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
A mãe levou o filho para o hospital Tarcísio Maia, onde permanece internado e segundo o médico que o atendeu é um caso de cirurgia e terá que ser transferido para realizar o procedimento em Natal nos próximos dias.
Com informações do blog Nas Garras da Políciavia qthdanoticia.blogspot.com

Em Mossoró, Baraúnas e Campinense decidem vaga na Série C

Raposa perdeu por 2 a 1 em Mossoró na primeira fase e agora quer dá o troco. Foto: Divulgação-Facebook/Joãodapaz

Expectativa, mistério e polêmica. Ingredientes que não faltaram na semana que antecedeu o duelo de logo mais, às 16h, entre Baraúnas e Campinense, decindo quem vai disputar a Série C 2013.

Partida válida pelas quartas de final da Série D, onde está em jogo o calendário futebolístico das duas equipes na próxima temporada. O palco será o Estádio Manoel Leonardo Nogueira, o “Nogueirão”, em Mossoró-RN, motivo de preocupação para os raposeiros.

Além do estado do gramado para o embate desta tarde, o calor do oeste potiguar preocupa o técnico da Raposa, Freitas Nascimento. Pensando nisso, durante a semana, o comandante rubro-negro antecipou o horário dos treinos para as 15h, tentando simular o clima que seus atletas vão encontrar ante o Baraúnas.

– A gente sabe que a temperatura em Campina Grande é diferente da de Mossoró, mas tudo é válido nesse momento. Os jogadores estão focados, as equipes se conhecem e acredito que o jogo vai ser decidido palmo a palmo. A raça, a vontade de ganhar, o espírito competitivo vai prevalecer nesse jogo, e foi isso que conversei esses dias com meus atletas – comentou Freitas.

O técnico raposeiro comandou dois coletivos e testou formações diferentes na preparação para a partida. Misterioso, Nascimento admitiu que só vai definir a equipe nos vestiários do Nogueirão.

– Isso já é certo. Meu time sabe as várias formas de jogar e essa situação me deixa tranquilo para definir os titulares apenas minutos antes da partida. O que venho conversando sempre com o grupo é a questão da entrega dentro de campo, da vontade e da disposição que precisamos ter. Tenho certeza que vamos lutar até o fim pelo acesso – pontuou.

Com exceção do zagueiro Diego Padilha, que por conta de uma lesão na perna direita só volta a atuar na próxima temporada, quase todos os jogadores estavam à disposição da comissão técnica. No entanto, no treino da última quinta-feira, o lateral direito Ferreira sentiu um incômodo em um dos joelhos e não viajou com o grupo.

Mesmo com o mistério de Freitas, pode-se imaginar que o treinador tenha apenas uma dúvida: o ataque. Levando em consideração a preocupação do Campinense com campo de jogo, Eduardo Rato tem chance de formar a dupla ofensiva com Warley, vez que a jogada áerea e seu poder de decisão foi bastante comentada nas entrevistas durante a semana. O restante do time seria o mesmo que empatou no último sábado, em 1 a 1, com a entrada de Mádson na direita.

Para se classificar, a Raposa precisa vencer por qualquer placar ou empatar por dois ou mais gols. A repetição do marcador (1 a 1) leva a disputa para os pênaltis e o 0 a 0 favorece aos donos da casa.

Baraúnas

A semana começou com polêmica para os lados do Rio Grande do Norte. Após informações que partiram de Campina Grande, a diretoria do Baraúnas resolver questionar a Confederação Brasileira de Futebol – CBF sobre a escalação do zagueiro Breno por parte do Campinense na partida de ida.

Um engano cometido pelo árbitro Mayron Novais no preenchimento da súmula de Horizonte 0x0 Campinense, no dia 15 de julho, gerou uma dúvida quanto ao terceiro cartão amarelo do defensor rubro-negro. Os mossoroenses cogitaram pedir a eliminação dos paraibanos na Justiça Desportiva.

Para a diretoria da Raposa, a CBF está ciente do engano e não há o que contestar. E para o técnico do Baraúnas, Wassil Mendes, não restou outra alternativa a não ser preparar a equipe para o jogo mais importante da temporada.

Com dois desfalques certos, o defensor Nildo, expulso em Campina Grande, e o volante Richardson, o qual acabou tomando o terceiro amarelo, o treinador pode abandonar o esquema com três zagueiros e partir para o tradicional 4-4-2. A tendência é que os meio-campistas Rafael Mattos e Romeu entrem nas duas vagas.

A diretoria do tricolor de Mossoró espera um público superior a quatro mil pessoas no Nogueirão.

paraibaonline