Arquivo da tag: minoria

Candidatos negros e pardos devem ser minoria nas eleições deste ano, segundo dados preliminares do TSE

Dados preliminares sobre o perfil dos candidatos nas eleições municipais deste ano sugerem que o total de negros e pardos podem diminuir em comparação ao pleito de 2016. O levantamento é do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Enquanto nas eleições de 2016, negros e pardos totalizavam 47,76% dos postulantes, neste ano, por enquanto, esse percentual alcançou 41,03%.

O número deve sofrer alguma modificação, já que termina às 19h do próximo sábado (26), o prazo para que partidos políticos e coligações enviem o requerimento de registros de candidatos.

Na última quarta-feira (23), dirigentes partidários, em reunião com o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, reclamaram da regra de distribuição proporcional de recursos de campanha entre candidatos negros e brancos. Segundo eles, não há tempo hábil para implementação da medida já neste ano.

Barroso tem sido um defensor enfático da divisão igualitária de recursos e fez um discurso contundente sobre o tema quando o TSE deliberou a matéria, em agosto deste ano. “Há momentos na vida em que cada um precisa escolher de que lado da história está. Hoje, nós do TSE estamos do lado dos que combatem o racismo. Estamos ao lado de quem quer escrever a história do Brasil com tintas de todas as cores.”

A norma, que segundo determinação do TSE deveria começar a valer em 2022, será obrigatória a partir das eleições deste ano. Isso ocorrerá por conta de uma liminar expedida no começo do mês pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski obrigando a aplicação da regra neste ano.

Gênero

No que diz respeito ao gênero, as mulheres continuarão a ser minoria nas eleições deste ano, apesar de uma leve melhora em quatro anos. Em 2016, elas representavam 31,9% dos concorrentes. Neste ano, segundo os dados preliminares, serão 33,1% do total de candidatos.

Para Carlos Enrique Bastos, mestre e doutor em Direito Constitucional pela Universidade Complutense de Madrid, na Espanha, a determinação da Justiça Eleitoral de 2018 que obriga partidos a destinarem um percentual mínimo de 30% para candidaturas femininas foi bastante importante para aumentar o número de mulheres que concorrem a cargos políticos.

“Esse percentual de 30%, sem dúvida nenhuma, fez com que as candidaturas femininas pudessem contar com alguma viabilidade. Sem esse financiamento, possivelmente elas não alcançariam êxito [para se candidatarem].”

Profissões

A ocupação de agricultor aparece em primeiro lugar no rol de profissões que mais aparecem entre os candidatos nas eleições deste ano, com 7,12% do total, seguida pelo cargo de servidor público municipal (34,29%), empresário (30,91%) e comerciante (27,58%).

Fonte: Brasil 61

 

 

RC diz que impasse na LOA é culpa de ‘uma minoria que se encastela na presidência da AL’

ricardo-coutinhoO governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), teceu duras críticas à oposição na Assembleia Legislativa e reclamou que o impasse com a Lei Orçamentária Anual (LOA) é responsabilidade ‘única e exclusivamente da minoria que se encastela na presidência’.

Em entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação nesta terça (14), o socialista soltou o verbo e reclamou que a oposição na AL não tem um debate construtivo e apelam para ‘essa brincadeira que parece menino buchudo’.

“Eu só lamento, porque o prejuízo é da população e dos próprios poderes. Acho que, com todo o respeito, a oposição ao governo na AL não consegue ter prumo e está completamente perdida”, bate.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Coutinho afirmou ainda que os deputados que fazem parte da oposição ‘não têm um debate construtivo para fazer e não dizem onde o governo está errando’. “Eles não conseguem dizer outra proposta, outro planejamento, outro projeto político (…). Acho que precisamos ter a grandeza suficiente para não nos perdemos em coisas tão miúdas”, reclama.

De acordo com o governador, a Paraíba está dando passos importantes e ‘só não vê quem não quer, é indiscutível’ e volta a atacar: “Uma parte da AL parece que vive eternamente na contramão, mas isso é problema deles, infelizmente também da Paraíba, mas essa questão será resolvida lá dentro e não me expresso mais sobre isso”, desabafa.

Marília Domingues / Fernando Braz

Apesar de ser minoria, Governo pode surpreender e garantir 20 votos pela aprovação do empréstimo da Cagepa

hervazio bezerraDepois de muito o impasse o empréstimo que terá como avalista o Governo do Estado para sanar as dívidas da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba enfim deverá ser aprovado.

Um levantamento feito pela reportagem do PB Agora durante a semana aponta que alguns deputados que integram a bancada de oposição ao Governo Ricardo Coutinho deverão deixar as picuinhas políticas de lado em prol do avanço da Paraíba.

Ninguém sabe se a mudança de postura deve-se ao poder de persuasão do líder do Governo na Casa, Hervázio Bezerra (PSDB), ou se à conscientização dos parlamentares.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Temos intensificado as conversas e contamos com votos da bancada governista e oposicionistas para garantir a aprovação da matéria. Ao meu ver, seria um contrassenso da Assembleia negar o aval do empréstimo com taxas vantajosas. Estou pedindo celeridade na chegada da matéria à Mesa Diretora já que o projeto foi longamente discutido e não existe hoje dúvida da sua importância, destacou Hervázio Bezerra.

Alguns deptuados já anunciaram voto pela aprovação do empréstimo, outros apenas se mostram favorável. Veja a lista dos deputados que devem votar com o Governo na matéria da Cagepa.

1 – João Gonçalves (PEN)

2 – Branco Mendes (PEN)

3 – José Aldemir (PEN)

4 – Wilson Braga (PEN)

5 – Toinho do Sopão (PEN)

6 – Edmilson Soares (PEN)

7 – Antonio Mineral (PSDB)

8 – Hervázio Bezerra (PSDB)

9 – João Henriques (DEM)

10 ? Lindolfo Pires (DEM)

11 ? Domiciano Cabral (DEM)

12 ? Doda de Tião (PPL)

13 – Gilma Germano (PPS)

14 – Léa Toscano (PSB)

15 – Eva Gouveia (PSD)

16 – Tião Gomes (PSL)

17 ? Ivaldo Morais (PMDB)

18 ? Iraê Lucena (PMDB)

19 ? Genival Matias (PT do B)

20- Jutay Meneses (PRB)

Márcia Dias e Vanessa de Melo