Arquivo da tag: matar

Polícia do RJ prende acusado de matar o avô a pauladas, em Alagoa Grande

A Polícia Militar prendeu nesta terça-feira, dia 27, o foragido da Justiça Natanael Ferreira Borges, vulgo Natan, de 18 anos. O jovem é acusado de ter cometido um homicídio no município de Alagoa Grande, na Paraíba, em agosto. Natanael assassinou o avô a pauladas com o objetivo de ficar com o dinheiro da aposentadoria.

O crime foi de forte comoção cidade por causa da crueldade cometida pelo agressor contra o avô, de 83 anos. Após o assassinato, Natanael fugiu para o Rio, onde tentava levar uma vida normal trabalhando em uma madeireira.

O criminoso estava sendo monitorado pela Superintendência de Inteligência e Análise, NI da 1° UPP/ 16 BPM e P2 do 27º BPM, onde através de cruzamento de dados, e com algumas informações do Disque Denuncia, foi descoberto sua localização em Guaratiba. Natan começou a ser monitorado por frequentar o Complexo da Fazendinha, onde possuía um relacionamento amoroso, e foi capturado em sua residência enquanto lanchava.

Quem tiver qualquer informação a respeito de algum dos envolvidos neste crime, pedimos que denuncie anonimamente pelos canais abaixo:

Whatsapp Portal dos Procurados: (21) 98849-6099
Facebook/(inbox): https://www.facebook.com/procuradosrj/,
Telefone do Disque-Denúncia (21) 2253-1177
APP “Disque Denúncia RJ “.

Por Redação FontePB
*Com informações de O Dia

 

 

Suspeito de matar ex-namorada foi atropelado por companheiro da vítima antes de ser preso

Arthur Lima Aires, suspeito de matar a ex-namorada em Boqueirão, na Paraíba, na noite desta segunda-feira (19), foi atropelado pelo namorado da vítima antes de ser preso, de acordo com a Polícia Civil. Após o crime, o outro rapaz jogou o carro contra Arthur, para impedi-lo de fugir, segundo o delegado Ilamilton Simplício.

O ato, até agora, é considerado como legítima defesa, já que foi a forma que o rapaz encontrou para impedir que Arthur fugisse, de acordo com o delegado. Arthur foi socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande para receber atendimento e, em seguida, levado para a delegacia, onde foi autuado por feminicídio.

Segundo o delegado Ilamilton Simplício, Arthur disse em depoimento que é inocente, e que o namorado de Viviane Alves Faria teria atirado acidentalmente contra ela.

Ainda de acordo com informações do delegado, Arthur e o namorado da vítima entraram em luta corporal, após Arthur encontrar Viviane com o mesmo. Durante a briga, Arthur alega que o outro jovem teria atirado acidentalmente em Viviane, que tentava apartar os dois.

Viviane Alves Farias, de 18 anos, foi morta com tiro na cabeça, em Boqueirão, na Paraíba — Foto: Reprodução/TV Paraíba

Viviane Alves Farias, de 18 anos, foi morta com tiro na cabeça, em Boqueirão, na Paraíba — Foto: Reprodução/TV Paraíba

De acordo com a Polícia Civil, as informações iniciais do momento do crime são de que o suspeito teria chegado armado à rua Amaro Antônio Barbosa. No depoimento prestado após ser preso, Arthur também disse que a arma não era dele.

A arma do crime ainda não foi encontrada e as investigações continuam. Os familiares da vítima ainda serão ouvidos, segundo o delegado.

A polícia também irá solicitar imagens de câmeras de segurança e o acesso ao celular de Viviane, para analisar se a jovem era ameaçada por Arthur Lima Aires. Até o momento, de acordo com o delegado Ilamilton Simplício, não há informações de que o jovem era violento.

Em entrevista à TV Paraíba, Jacione Gonçalo, mãe de Viviane, disse que o namoro de Arthur e Viviane tinha terminado há quatro meses e que ele já teria ido até a casa da vítima tirar satisfações sobre o término, de maneira violenta. “Eu disse que ele não tinha mais nada a ver com minha filha, para procurar outra pessoa, que ele não viesse mais na minha casa”, diz.

Arthur foi levado à delegacia e será transferido para a carceragem da Central de Polícia de Campina Grande, onde aguardará uma decisão da Justiça.

G1

 

Homem é preso após matar ex-namorada com tiro na cabeça

Um homem de 22 anos foi preso, na noite dessa segunda-feira (19), após matar a ex-namorada com um tiro na cabeça, na cidade de Boqueirão, Cariri do estado. Viviane Alves Farias, de 18 anos, estava em casa, na companhia do novo namorado, quando foi surpreendida pela chegada do suspeito. Ele não aceitava o novo relacionamento de Viviane.

Segundo a Polícia Militar, com base no relato de testemunhas, o suspeito chegou armado e começou a brigar com o atual namorado de Viviane Farias. A vítima tentou defender o namorado, momento em que acabou atingida por um tiro na cabeça. Ela ainda foi socorrida para um hospital, mas não resistiu ao ferimento.

O suspeito tentou fugir, porém não conseguiu. Moradores da localidade queriam agredi-lo e houve tumulto na hora da prisão. A situação foi controlada pela Polícia Militar, que socorreu o suspeito para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. Em seguida, o homem foi levado para a Delegacia de Queimadas.

 

portalcorreio

 

 

Homem é preso após matar amigo por dívida de R$ 50

A Polícia Militar prendeu em flagrante um homem de 25 anos que matou o amigo, de 42 anos, por causa de uma dívida de R$ 50, na noite dessa terça-feira (6), na cidade de Itapororoca, a 69 km de João Pessoa. O crime aconteceu em um bar, onde suspeito e vítima estavam bebendo juntos.

Conforme informações do comandante da 2ª Companhia Independente da PM (2ª CIPM), major Alberto Filho, durante a bebedeira houve a cobrança da dívida.

“O que apuramos foi que em determinado momento o suspeito perguntou pelos R$ 50, mas como recebeu a negativa do pagamento para o momento, resolveu pegar a faca e matar a vítima. Nossas equipes foram acionadas e a Força Tática interceptou a fuga do suspeito, que confessou o crime e a motivação”, disse.

A arma do crime também foi encontrada pela PM. O caso foi levado para a delegacia de Polícia Civil, em Mamanguape.

 

portalcorreio

 

 

Sogro tenta matar radialista Jota Carlos na cidade de Sapé

O radialista Jota Carlos da Rádio Sapé FM, que também é socorrista do Samu do município de Sapé, Zona da Mata da Paraíba, sofreu uma tentativa de homicídio no início da tarde desta quinta-feira (25).

Jota Carlos é bastante conhecido da imprensa da grande João Pessoa e logo o assunto ganhou as telas da TV, nos programas policiais.

O autor do sinistro é o sogro da vítima, segundo o mesmo afirma, que foi conduzido para a delegacia.

Em entrevista à TV Correio, o radialista disse que o sogro estava embriagado quando chegou na casa do agressor para deixar seu filho de 3 anos para ficar com a avó. O sogro, de acordo com Jota Carlos, costuma ficar valente quando está sob efeito de bebida acoólica e sacou uma faca peixeira o ameaçando de morte.

A residência onde ocorreu a confusão fica perto do pelotão da Polícia Militar, que foi acionada e rapidamente conseguiu impedir que o sogro atentasse contra a vida do genro.

Ele foi encaminhado á delegacia de Polícia Civil para ser ouvido pleo delegado.

portal25horas

 

 

Criança de três anos é estuprada e tio tenta matar suspeito com um facão

Uma criança de três anos foi vítima de estupro na cidade de Areia, no Agreste paraibano, conforme denúncia realizada pela mãe da criança na noite dessa terça-feira (2). O suspeito, um homem de 45 anos, por pouco não foi linchado pela população e morto pelo tio da vítima.

Quando o suspeito foi localizado pela polícia, o tio da criança já estava com ele e ameaçava matá-lo com um facão. A polícia conseguiu contê-lo e apreender a arma branca. Algumas pessoas da região também ameaçavam agredir o suspeito, que precisou ser escoltado pela polícia para sair do local em segurança.

O homem foi levado para a delegacia do município de Esperança. Já a criança foi encaminhada ao hospital e até o momento não há informações sobre o estado de saúde dela.

midiaparaiba

 

Suspeito de matar jovem que teria praticado abuso sexual contra criança é preso, na PB

Um homem foi preso neste sábado (9), em Queimadas, na Paraíba suspeito de matar um jovem de 26 anos que teria cometido abuso sexual contra uma criança de um ano e três meses. A criança é sobrinha da companheira do suspeito preso, que negou o crime.

A equipe do Núcleo de Homicídios da 11ª Delegacia Seccional com sede em Queimadas prendeu em flagrante um dos autores do homicídio. Após receber a notícia do crime, os policiais civis do Núcleo de Homicídios entraram em diligências que culminaram com a prisão do suspeito, de 23 anos.

Após a prisão em flagrante o preso foi recolhido na carceragem da Central de Polícia Civil de Campina Grande, onde aguardará a audiência de custódia. “As investigações continuam para se identificar as demais autorias”, concluiu Ilamilton Simplício, Delegado Seccional da 11ª DSPC-Queimadas.

Qualquer pessoa pode fazer uma denúncia sobre qualquer tipo de crime. Para isso, basta ligar para Disque-Denúncia da Polícia Civil pelo número 197 ou para a Polícia Militar, em caso de urgência, pelo 190. A denúncia pode ser anônima e mesmo que o denunciante queira se identificar, todas as informações serão mantidas em absoluto sigilo e sua identidade será preservada.

G1

 

Empresária suspeita de matar marido a tiros em fazenda da PB é presa e interrogada pela polícia

A empresária suspeita de matar o marido a tiros na tarde da sexta-feira (10), na fazenda Zumbi, em Sapé, foi presa e interrogada pela Polícia Civil, no final da tarde deste sábado (11). Os policiais cumpriram um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça contra Taciana Ribeiro Coutinho. No entanto, a medida foi convertida em prisão domiciliar. Durante depoimento, ela alegou legítima defesa.

O advogado Genival Veloso França informou que a suspeita se apresentou às 15h na Delegacia de Homicídios de João Pessoa e prestou os esclarecimentos ao ocorrido. Ela estava com a mãe e a equipe dele na ocasião.

A vítima foi morta a tiros, na tarde da sexta-feira (10), na fazenda onde estava isolado com a família, em Sapé, devido à pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. O corpo do empresário Helton Pessoa foi enterrado no fim da tarde deste sábado (11), no município de Arara, no Agreste paraibano.

Durante o interrogatório, Taciana disse que o crime ocorreu após uma discussão entre o casal. Apesar de não apresentar ferimentos visíveis, a mulher foi submetida a exames de corpo de delito.

Como a prisão preventiva foi convertida em prisão domiciliar, depois do depoimento ela foi levada para um presídio, onde receberá uma tornozeleira eletrônica. Em seguida, será levada para a residência informada nos autos judiciais.

As investigações do crime vão ficar por conta da equipe do Núcleo de Homicídios de Santa Rita, que solicitou a prisão preventiva e dará prosseguimento ao inquérito policial.

Ainda de acordo com o advogado de Taciana, ela não poderia se apresentar na sexta-feira por causa do abalo psicológico, sob orientação da defesa. França considera a prisão injusta, pois os fatos ainda estão sendo apurados e ela estaria sendo vitima de violência doméstica há tempos.

Elton Pessoa foi morto a tiros, em Sapé na Paraíba; mulher é suspeita de cometer o crime — Foto: TV Cabo Branco/Reprodução

Elton Pessoa foi morto a tiros, em Sapé na Paraíba; mulher é suspeita de cometer o crime — Foto: TV Cabo Branco/Reprodução

O advogado que representa a família de Helton, Daniel Alisson, se pronunciou neste sábado e disse que Taciana pode estar atrapalhando as investigações por fazer parte de uma família tradicional e rica do estado.

“Entre o momento do crime e a notificação das autoridades competentes, passaram-se mais de 4 horas, tempo mais que suficiente para alterar a cena do crime e criar uma narrativa mais favorável à assassina. E, mais grave ainda, tempo em que poderia ter sido prestado socorro e salvado a vida da vítima. Assim, além de atirar no marido, ela o deixou morrer à míngua, sem acionar o Samu ou levá-lo até um hospital, demonstrando a crueldade e a intenção premeditado de ceifar sua vida”, afirmou.

Genival Veloso França, que é advogado de Taciana Ribeiro Coutinho, por sua vez, afirmou que a empresária está com hematomas por ter sido agredida por Helton antes do homicídio. Ele ainda disse que a vítima do crime tinha um histórico de violência doméstica, inclusive com um processo por agredir a ex-mulher.

Segundo a polícia, Taciana fugiu de Sapé, onde o crime aconteceu, e retornou a João Pessoa. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, que ainda irá determinar um delegado para o caso. A arma do crime, que era de Elton, está com a perícia.

Empresária suspeita de matar marido é presa pela polícia

Empresária suspeita de matar marido é presa pela polícia

O crime

Segundo a Polícia Militar, o crime aconteceu na sexta-feira (11), em Sapé, no Brejo do estado. O casal morava em João Pessoa, onde a mulher é empresária, e se isolou em um imóvel na zona rural devido à pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Ainda conforme a PM, uma discussão que aconteceu entre o casal por volta das 16h teria motivado o crime. A vítima estava no banheiro quando foi atingida pela suspeita, que usou uma pistola do companheiro para atirar contra ele.

G1

 

Suspeito de matar jovem em Guarabira é preso pela PM

Horas depois do assassinato do jovem Ramon, ocorrido na comunidade Buraco de Afonso, em Guarabira, na manhã deste domingo (29), a Polícia Militar conseguiu agir rápido e prender o principal suspeito do crime.

Pelas circunstâncias em que ocorreu o assassinato, a tiros e pedradas, a polícia suspeita que mais de uma pessoa tenha participado do crime.

Diligências continuam sendo feitas para tentar localizar possíveis participantes do homicídio.

 

portal25horas

 

 

Advogado de casal acusado de atropelar e matar um pedreiro bate-boca com jornalista e diz que imprensa cria factoide

A polêmica em torno do acidente que resultou na morte do pedreiro Walmir Pedro de Brito, de 43 anos, continua, pois a defesa do casal acusado de causar o atropelamento, feita pelo advogado Genival Veloso, bateu-boca, com o radialista Emerson ‘Môfi’ durante seu programa radiofônico.

Segundo o advogado ele ainda está tomando conhecimento do caso.

“O que eu posso adiantar é que era ela, mesmo que vinha dirigindo e isso não há mais nenhuma dúvida e não adianta ficar especulando isso Mofi, por que isso é maldade”, disse Genival Veloso.

Em rebate o jornalista indaga de quem seria a maldade alegada. Para Genival Veloso, a maldade viria da imprensa. “O seu trabalho é nessa condição de fazer essa pressão toda”.

O repórter destacou, porém, que só estaria noticiando o fato, pois houve a morte de um pai de família. Veja o desenrolar da discussão no link:

pbagora