Arquivo da tag: ladrões

Idoso é baleado durante assalto na PB por não ter nada para dar a ladrões

Um idoso de 62 anos foi alvejado com dois tiros, ontem, sábado (07), no município de Pilar por não ter nada para dar a dois ladrões que tentaram assaltá-lo. A vítima contou a polícia que estava voltando para casa, que fica na zona rural da cidade, quando foi abordado pelos bandidos.

Ao mostrar que não transportava nenhum pertence, os bandidos se irritaram e desferiram os disparos.  O idoso foi ferido na coxa, na virilha e no abdômen e teve que ser socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. O estado de saúde é regular.

 

PB Agora

 

 

Vítimas de roubo em Dona Inês perseguem e capturam ladrões em Bananeiras

sireneA ação inusitada de populares resultou na prisão de um homem acusado de roubo e na apreensão de várias armas e munições. Foi preso o tirador de coco, Adriano Costa de Medeiros. A vítima teve uma moto roubada no município de Dona Inês é saiu em perseguição aos bandidos.

Tudo começou quando, por volta das 19h, em Dona Inês, o acusado juntamente com dois comparsas e armados com armas de fogo, tomaram por assalto uma Moto Honda CG 125, cor preta, Placa MNJ 2461.

Após o roubo, os bandidos fugiram, sendo perseguidos pela vítima e populares. Ao chegar nas imediações da Barragem de Jandaia, localizada no município de Bananeiras, o acusado Edriano Costa de Medeiros perdeu o controle do veículo e caiu. Em seguida foi detido pelos que o seguiam, enquanto que os outros meliantes conseguiram fugir.

A guarnição da viatura 6009 foi acionada pelo Copom desta 7ª CIPM e ao chegar ao local da ocorrência, encontrou o acusado detido, a motocicleta roubada, três armas de fogo e munições, sendo: uma espingarda calibre 32, dois revólveres calibre 38,  dez munições intactas,  duas munições pinadas, calibre 38 e uma munição calibre 32.

O acusado e os objetos apreendidos foram conduzidos para delegacia de Solânea e apresentados a autoridade policial competente  para serem tomados os procedimentos cabíveis.

Focando a Notícia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Ladrões interditam rodovia com corda e roubam motocicleta em Guarabira

casos-de-policiaUma motocicleta foi roubada durante a noite desta terça-feira (22) na rodovia PB 073 que liga Pirpirituba a Guarabira, de acordo com informações, dois indivíduos utilizaram uma corda impedido a passagem do condutor.

Segundo informações da Polícia Militar, os bandidos conseguiram levar uma moto Honda Titan–150 cilindrada, cor prata e placa não informada.

O roubo aconteceu nas proximidades do Sítio Itamatay, zona rural de Guarabira. Viaturas policiais realizaram rondas na localidade no intuito de localizar e prender os ladrões, porém sem êxito.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

nordeste1

Ladrões tentam assaltar agência do Santander em CG e fazem reféns

assaltoUm grande tumulto ocorreu pouco depois das 9h da manhã no Centro de Campina Grande, quando bandidos armados invadiram a agência do Santander na rua Marquês do Herval.

Como a polícia foi rapidamente acionada, os ladrões fizeram reféns alguns funcionários. Eles continuam dentro do banco.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Há informações de que algumas pessoas estão feridas.

O local está cercado por policiais fortemente armados.

Uma escola particular, que fica próximo ao banco, foi isolada pela PM.

Muitos populares se aglomeram no Calçadão da Cardoso Vieira e nas ruas adjacentes.

Mais informações ao longo do dia.

Fonte: paraibaonline

Ladrões não perdoam e roubam caixinha de Natal em lanchonete de Esperança

caixinha_de_natalA caixinha onde as economias estavam sendo guardadas foi roubada dias antes que antecede o Natal

Segundo informações dos funcionários da lanchonete acredita se que o crime aconteceu quando alguém se passou por um cliente, pediu um lanche, aproveitou o momento de distração dos atendentes e levou a caixinha de Natal, com todo o dinheiro arrecadado.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A ação causou revolta dos funcionários. “Quando fui limpar o balcão, percebi que a caixinha não estava no local”

O proprietário da lanchonete Salatiel de Oliveira ficou revoltado com o acontecido e providenciou outra caixinha de Natal para que os clientes possam colaborar com o Natal dos funcionários

 

andradenoticias

Em Esperança, ladrões roubam carro e obrigam proprietário a dirigir o veículo

celtaCarro roubado

Dois homens, ainda não identificados, roubaram na noite da sexta-feira (17), um carro da Rua Paroquial da cidade de Esperança.  Momentos de terror foram vividos por Nathan Sales, 21 anos de idade, vendedor. Ele saia de casa para guardar o veículo em uma garagem na Beleza dos Campos, pro volta das 21h, quando foi abordados pelos ladrões que anunciaram o assalto. O carro roubado trata-se de um Celta Prata, placa MMW 6912, Esperança/PB.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo informações de Maires Sales, irmã da vítima, Nathan Sales foi abordado pelos homens logo após fechar a porta de sua casa e se dirigir para o carro. “Eles já  foram anunciando o assalto e mandando ele entrar dentro do veículo”, disse.

De acordo com Maires Sales, o jovem foi obrigado a dirigir o carro pela BR 104 até as proximidades da entrada do Riacho Fundo, município de São Sebastião de Lagoa de Roça. Lá, enquanto Nathan Sales era abandonado na pista, os ladrões levavam seu carro e outros pertences.

Antes de fugirem com o veículo, os assaltantes pediram a carteira da vítima, o relógio que estava no braço e a sandália. Nathan ainda pediu os documentos que estava na carteira.

A irmã acredita que os ladrões estavam já o esperando, tendo em vista, a informação de vizinhos terem visto os dois homens rondando na rua cedo da noite. Os assaltantes usavam bonés, provavelmente para esconder o rosto.

A vítima conseguiu voltar para casa em um ônibus de estudante que vinha de São Sebastião de Lagoa de Roça. “Meu irmão se jogou na frente do ônibus, bastante aflito, pedindo por socorro, e o motorista o trouxe até a nossa casa”, acrescentou.

 

 

Fonte: Belarminonoticias

‘Cansei de ser vítima de ladrões’, diz mulher que matou assaltante

Com residência, em Teresópolis, na Região Serrana do Rio, a dona de casa Ilza Maria de Carvalho, de 46 anos, não dormia sem uma faca sob o travesseiro. Ontem de madrugada, em mais uma invasão, a precaução salvou-lhe a vida. Ilza esfaqueou e matou um bandido que tentou assaltar sua casa e avançou sobre ela.A mulher mora sozinha e escutou latidos de cachorros e barulhos perto de sua casa, por volta das 3h30. Alessandro Alves Pereira, 33 anos, invadiu a residência, localizada no bairro Agriões. Armada com a faca que guardava sob o travesseiro, Ilza se escondeu, mas foi avistada pelo invasor, que a atacou, derrubando-a. A dona de casa sofreu um corte na mão, mas acertou 14 facadas em Alessandro, que morreu no local. A própria Ilza acionou a polícia e os bombeiros e aguardou em casa a chegada das equipes.

LEGÍTIMA DEFESA

“Cansei de ser vítima de ladrões. Já perdi a conta dos casos de roubo na região. Tinha de me proteger”, contou a moradora, bastante abalada. “Dormir com a faca na cama foi a única solução que encontrei para passar a noite menos nervosa”, completou.

O caso foi encaminhado para a 110ª DP (Teresópolis). O delegado liberou a mulher, pois considerou que Ilza agiu sob forte emoção e em legítima defesa. Contribuiu o fato de que a versão apresentada pela dona de casa é compatível com a apuração preliminar feita pela polícia. Alessandro já tinha passagem por posse ilegal de arma, lesão corporal, estupro e roubo. O corpo foi encaminhado para o IML de Teresópolis.

O Dia Online

Brasileiros dão moleza para os ladrões; entenda porquê

A popularização dos cartões fez o brasileiro andar quase sem dinheiro. A maioria carrega só R$ 50 na bolsa ou na carteira, diminuindo eventual prejuízo financeiro em caso de perda ou roubo. Por outro lado, as pessoas continuaram displicentes com a segurança ao manusear os cartões e ao cuidar dos pertences.

É o que revela levantamento da CPP Brasil, empresa de origem britânica que ajuda os clientes que perdem bolsas e carteiras a reemitir cartões e documentos extraviados. Dois em cada três brasileiros têm alto risco de ter sua carteira ou bolsa roubadas.

A pesquisa mostrou maus hábitos, como o de pessoas que levam a bolsa com o zíper aberto, o que facilita a ação de ladrões. Isso acontece com 52% das mulheres. Mostrou ainda que 68% dos brasileiros deixam a carteira sobre a mesa ou a bolsa no encosto da cadeira em lugares públicos, hábito considerado perigoso. Isso acontece com 73% dos homens e com 64% das mulheres.

Entre os homens, 41% levam a carteira no bolso de trás da calça, facilitando o trabalho de batedores de carteira. O levantamento foi feita pela Netquest no fim de agosto pela internet. Ao todo, 2.002 pessoas responderam. Devido à expansão dos cartões, 49% das pessoas levam em torno de R$ 50 na bolsa ou na carteira no dia a dia.

A pesquisa revelou ainda que 65% levam na bolsa ou na carteira mais dinheiro, cartões ou documentos pessoais do que precisam no dia a dia. No caso das mulheres, o percentual aumenta para 65%, enquanto entre os homens 60% carregam mais do que normalmente utilizam.

Editoria de Arte/Folhapress TÍTULO DE ELEITOR É o caso do designer Ernando Irineu, 28, que perdeu todos os documentos e cartões deixados na mochila quando foi assaltado há dois anos em São Paulo. Ele conta que perdeu até o título de eleitor e o certificado de reservista, documentos raramente utilizados.

“Perdi contas que não tinham sido pagas. Foi a maior dor de cabeça recuperar tudo e conseguir segunda via das contas não pagas”, disse. No mês passado, Irineu foi novamente assaltado, mas dessa vez os ladrões levaram apenas um celular e um iPod, que estavam na mochila. “Consegui que os ladrões não vissem a carteira. Seria uma tragédia porque carrego nove cartões de crédito”, disse.

DOR DE CABEÇA

Segundo Cesar Medeiros, diretor-geral da CPP Brasil, a dor de cabeça para recuperar cartões e documentos é proporcional ao número de pertences que a pessoa leva. “Tem gente que leva cartões de lojas que não frequenta. O melhor é levar só o que precisa. Quanto custa e quanto tempo se perde para recuperar cartões e documentos roubados?”

Na hora de usar o cartão bancário, 67% não evitam que alguém possa ver a senha em lojas ou terminais de autoatendimento.

No restaurante, 64% dizem perder de vista o cartão ao pagar a conta -mais os homens (68%) que as mulheres (60%). Entre os que responderam, 39% disseram que já perderam ou tiveram os pertences roubados ao menos uma vez. O que mais incomoda é a burocracia.

Quase 40% dos que perderam a bolsa ou a carteira disseram que ficaram mais incomodados por ter de cancelar os cartões e renovar toda a documentação. Isso é pior para os respondentes do que perder o dinheiro (7%). O segundo pior temor dessas pessoas é que outros poderão ter acesso aos dados pessoais e, assim, realizar alguma fraude -28% demonstraram esse medo.

Bol.com