Arquivo da tag: Joel

Peruanos decidem, e Flamengo vence time de Joel em estreia no Carioca

guerreroO Flamengo venceu sua primeira partida em 2017. E com uma ajuda especial dos estrangeiros do elenco. Mais especificamente dos peruanos. Com dois gols do atacante Paolo Guerrero, um do lateral recém-chegado Miguel Trauco e outro de Diego, o Rubro-negro superou o Boavista por 4 a 1, neste sábado (28), na Arena das Dunas, pela primeira rodada do Campeonato Carioca.

Com a vitória sobre a equipe comandada pelo experiente Joel Santana na partida inaugural, o Flamengo já assumiu a liderança do grupo B do torneio, ao lado do Madureira. As duas equipes têm três pontos conquistados, com dois gols de saldo. O time da Gávea volta a campo na quarta-feira (1), em Volta Redonda, quando encara o Macaé. Já o Boavista recebe o Nova Iguaçu.

O jogo

Após derrotas nos dois primeiros amistosos do ano – contra Vila Nova e Serra Macaense –, o Flamengo voltou a mostrar dificuldades nos minutos iniciais do jogo deste sábado. Com o Rubro-negro espaçado em campo, o Boavista conseguia chegar com perigo ao gol de Alex Muralha. Aos poucos, o time da Gávea se acertava em campo e devolvia a pressão. Quase sempre pelo lado esquerdo. E foi por ali que Miguel Trauco arranjou bom cruzamento para Guerrero tocar de cabeça e abrir o placar, aos 31 minutos.

Pelo lado do lateral estreante peruano, no entanto, também saiu o outro gol do primeiro tempo. Dessa vez do Boavista. Pedro Botelho cruzou da esquerda, Trauco falhou na disputa aérea e Mosquito surgiu para tocar de cabeça e empatar.

No segundo tempo, o estreante peruano se redimiu e voltou a mostrar seu poderio ofensivo. Logo aos oito minutos, tabelou com Mancuello e saiu na cara do gol, finalizando com belo toque para superar o goleiro Felipe e fazer 2 a 1 para o Flamengo. Minutos depois, seu compatriota encaminhou a vitória. Guerrero aproveitou cruzamento de Rodinei e testou para o fundo da rede: 3 a 1.

E os peruanos não queriam parar. Trauco e Guerrero ainda tiveram fôlego para, aos 46 minutos do segundo tempo, participarem do gol de Diego que fechou a boa vitória do Flamengo.

Falha em defesa não deixa estreia de peruano ser 100%

Após a saída de Jorge – vendido pelo Flamengo na última quinta-feira (26) ao Mônaco-FRA –, uma das grandes expectativas no jogo deste sábado era a estreia do lateral Miguel Trauco. E o peruano teve desempenho muito satisfatório. Atuando pela esquerda, mostrou ser boa opção ofensiva. Além de fazer um dos gols da vitória, ele cruzou a bola para o tento do compatriota Paolo Guerrero e participou do quarto. Na defesa, no entanto, uma falha no gol do Boavista – perdeu na disputa aérea para Mosquito – que impediu que a estreia fosse 100%.

Márcio Araújo barrado: redes sociais explodem

Antes mesmo de a bola rolar, os torcedores do Flamengo já se manifestavam. E tudo por um motivo relativamente simples: a barração do volante Márcio Araújo. O questionado jogador foi sacado pelo técnico Zé Ricardo na estreia oficial da temporada, dando lugar a Rômulo. E a torcida mostrou nas redes sociais sua reação à decisão da comissão técnica. Sempre com muito bom humor.

Cansou? Convocado não vai bem

Convocados pelo técnico Tite para o amistoso da seleção brasileira na última quarta-feira (25), o meias Willian Arão não teve boa atuação neste sábado. Após o desgaste no meio da semana, ele não repetiu o futebol que ajudou a levá-lo à equipe nacional. Já Diego, também convocado, fez um gol, apesar da atuação discreta.

FLAMENGO 4 x 1 BOAVISTA

Data: 28 de janeiro de 2017 (sábado)
Local: Arena das Dunas, em Natal (RN)
Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro
Auxiliares: Jackson Lourenço Massara dos Santos e Diego Luiz Couto Barcelos
Público e renda: 9.211 presentes / R$ 635.775,00
Cartões amarelos: Trauco (FLA); Christiano e Mosquito (BOA)
Gols: Paolo Guerrero, aos 31 minutos do primeiro tempo e aos 15 do segundo, Miguel Trauco, aos 8 do segundo tempo, e Diego, aos 46 do segundo tempo (FLA); Mosquito, aos 40 minutos do primeiro tempo (BOA)

Flamengo
Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz (Juan) e Miguel Trauco; Willian Arão e Rômulo (Márcio Araújo); Mancuello, Diego e Adryan (Rodinei); Paolo Guerrero
Técnico: Zé Ricardo

Boavista
Felipe; Maicon, Antônio Carlos, Lucas Rocha e Christiano; Pedroso, Júlio César (Fellype Gabriel), Mosquito, Pedro Botelho (Matheus Paraná) e Erick Flores; Tiago Amaral (Marcelo Nicácio)
Técnico: Joel Santana

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Joel Santana é demitido do Flamengo

Cena comum de Joel no Flamengo: lamentos (Foto: Paulo Fonseca / Ag. Estado)

A quinta passagem de Joel Santana pelo Flamengo chega ao fim. Após uma reunião realizada na manhã desta segunda-feira, na Gávea, a presidente Patricia Amorim e o diretor de futebol Zinho decidiram demitir o treinador, que deixa o clube após quase seis meses. Ele já foi ao Ninho do Urubu para recolher o material de trabalho. A derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro, neste domingo, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, encerra uma campanha de 31 jogos sob o comando dele. Foram 17 vitórias, cinco empates e nove derrotas.

De acordo com o contrato, há uma alta multa rescisória em caso de demissão, que chega a R$ 2 milhões. O valor milionário tem uma explicação. Estável no Bahia, Joel propôs ao Rubro-Negro um contrato de dois anos. O clube ofereceu vínculo até dezembro, mas com a garantia de que o treinador receberia o valor integral até o fim do compromisso, ficando ou não no cargo.

Joel balança há muito tempo. O técnico conseguiu passar pela crise provocada pelas eliminações na primeira fase da Libertadores e no Campeonato Carioca, quando sequer chegou a uma final de turno, mas não resistiu ao fraco desempenho da equipe no Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro está em décimo, com 15 pontos. Internamente, Joel sempre foi muito criticado por não conseguir dar um padrão ao time. Entre a queda no Carioca e a estreia no Brasileirão, ele teve quase 30 dias para preparar o grupo, que não apresentou nenhuma evolução.

Zinho vai conceder entrevista coletiva no Ninho do Urubu na tarde desta segunda-feira para falar sobre a saída de Joel e contratação de um novo comandante. Dorival Júnior, demitido do Internacional na sexta-feira, está entre as opções. O treinador é um nome forte e agrada principalmente pelos trabalhos que realizou no Vasco e no Santos.

Jorginho, do Kashima Antlers, é o nome preferido de Zinho. Quando começou a pensar na troca de treinador, no mês de junho, o dirigente fez contato, mas Jorginho disse que seria difícil sair, já que o clube japonês montou todo um projeto contando com ele. O contrato com o Kashima termina em 2013.

O técnico Levir Culpi, atualmente sem clube, foi oferecido ao Flamengo.

Auxiliar de Dorival Júnior vê oportunidade no Fla com bons olhos

Minutos depois da demissão de Joel Santana, Celso de Resende, preparador físico que trabalha com Dorival Júnior, afirmou que aceitaria trabalhar no Flamengo, oportunidade a que chamou de “desafio”. Ainda em Porto Alegre, onde aguarda a rescisão oficial com o Internacional, o auxiliar do técnico garantiu que ainda não houve contato com a diretoria rubro-negra, mas foi só elogios ao clube e à torcida.

– É novidade para mim a saída do Joel e, pelo que conheço o Dorival, se houvesse ou houve algum interesse, ele só aceitaria conversar com a saída do técnico. Não houve conversa ainda certamente pelo que conheço dele. A gente trabalha junto há dez anos. Lógico, é um grande clube, que todo mundo quer trabalhar. Não existe profissional que não sonha em trabalhar no Flamengo um dia. É a maior torcida do Brasil, um grande desafio. Nossas vidas são feitas de desafio. Se houver contato, procura, pode ter certeza que vai ser um prazer imenso – declarou, em entrevista à Rádio Brasil.

Globoesporte.com

Blindagem e olho no olho: em reunião, grupo nega crise com Joel Santana

O acesso dos jornalistas ao treino do Flamengo na manhã desta terça-feira só foi permitido uma hora depois do horário marcado. Antes da série de treinos físicos, o diretor de futebol do clube, Zinho, reuniu os atletas no gramado para uma conversa. Sem Ronaldinho Gaúcho, liberado para ficar mais um dia em Porto Alegre com a mãe recém-operada, o dirigente criticou o vazamento de informações e quis saber se há problemas de relacionamento com o técnico Joel Santana. Segundo ele, os atletas negaram.

– A reunião antes do treino foi para motivar e tentar blindar um pouco o grupo. Está exagerado. O Flamengo iniciou o campeonato não fazendo bons jogos, há uma cobrança natural, mas está saindo muita coisinha (na imprensa). Foi olho no olho. Peguntei se alguém tem problema com o Joel, se tem alguém insatisfeito. Na minha frente, todo mundo disse que não. Estou sendo sincero e honesto com todos eles. Então, não existe isso, esse assunto (crise entre jogadores e o técnico) está finalizado. Acredito em ambos – contou o dirigente.

Zinho no treino do Flamengo em reunião com os jogadores (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)Sem Ronaldinho, Zinho conversa com jogadores e comissão técnica (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)

Após os empates com Sport (1 a 1) e Inter (3 a 3), Zinho quis ouvir explicações sobre o momento ruim do time. O diretor também afirmou que deu conselhos ao grupo e reforçou o pedido por comprometimento e profissionalismo.

– Pedi a eles que não criem motivos para problemas, que se cuidem fora do campo, cuidem da imagem deles, do patrimônio que têm, e não atrapalhem o nosso projeto. Vamos trabalhar mais, nos empenhar mais, nos dedicar mais. Vamos trabalhar mais, exigir mais. Sabemos que temos de acelerar, todo mundo está consciente disso.

Sem citar nomes, o diretor de futebol afirmou que ainda nesta terça-feira pretende ter uma conversa franca com dois atletas do clube.

Crise na relação

No seu discurso, Joel Santana desdenha de possíveis problemas de relacionamento com o grupo e, publicamente, o discurso adotado é de paz e tranquilidade. Mas, nos bastidores do Flamengo, o clima está azedo. Algumas declarações e atitudes do treinador não são digeridas pelo grupo. Existe resistência ao trabalho do técnico, que também é alvo de piadas por parte de alguns atletas nos bastidores.

O clima começou a ficar contrário a Joel depois de uma entrevista concedida ao “Globo Esporte”, no último dia 15. Na ocasião, o treinador se emocionou, disse “ter vergonha” pelas eliminações no Carioca e na Libertadores e disparou:

– Nós estamos precisando de mais comprometimento.

A declaração teve o efeito de uma bomba moral entre os jogadores.

O diretor de futebol Zinho considerou a entrevista inadequada e já conversou sobre o assunto com Joel Santana. Depois do empate por 3 a 3 com o Internacional no sábado – o time vencia por 3 a 1 e cedeu o resultado -, Joel apontou diretamente a defesa como o principal problema do time:

– Essa equipe vai melhorar, principalmente no setor defensivo, onde está nosso problema. Eu venho debatendo isso, e vamos ter que melhorar. O que vamos fazer, eu não sei. Mas tenho que encontrar uma solução.

Ainda na noite de sábado e no domingo, jogadores tomaram conhecimento da declaração e não gostaram.

Nos bastidores, Joel tem sido motivo de piada entre alguns atletas. O motivo: com um problema no quadril que dificulta sua locomoção e também alguns simples movimentos, o treinador precisa de auxílio para enxugar os pés e, em certas ocasiões, até mesmo para trocar a roupa.

Globoesporte.com

Vice de futebol do Fla fala em contratações e garante Joel no cargo

Um dia após a eliminação do Campeonato Carioca, o Flamengo já aponta para mudanças no elenco. De acordo com o vice de futebol, Paulo Cesar Coutinho, haverá uma lista de dispensas no grupo e reforços serão contratados.

– Vamos avaliar novas contratações, como zaga, meio-campo, provavelmente vai vir um cabeça de área. Já estávamos avaliando isso antes do jogo de ontem. Pretendemos enxugar a folha, que está muito pesada, e vamos fazer dispensas – disse Coutinho, em entrevista à Rádio Brasil.

O dirigente ainda vai se encontrar com a presidente Patricia Amorim nesta segunda-feira, mas já garantiu a permanência de Joel Santana como técnico.

– Não mudaremos o treinador no momento. Dois meses é um tempo muito pequeno para avaliar. Mas a torcida pode aguardar contratações. Vamos aproveitar os 20 dias para fazer uma espécie de pré-temporada e traçar um projeto para ganhar o Brasileiro – afirmou.

Estamos articulando um meio-campo, que é provável que a torcida goste”
Paulo Cesar Coutinho

No campo das contratações, Coutinho citou dois nomes para a zaga, Naldo, atualmente no Werder Bremen, e Breno, do Bayern de Munique. No entanto, os valores pedidos pelos clubes alemães ainda não agradaram à diretoria rubro-negra.

– Tenho cinco possibilidades para a zaga, mas a minha preferida não seria possível, o Naldo, que está com um preço caro. O Breno nos foi oferecido, mas também está caro. Continuo aceitando a contra-proposta – disse o dirigente.

O volante Cáceres, do Libertad-PAR, foi dado como certo por Coutinho, que espera apenas a janela de transferência sul-americana abrir em 4 de agosto para trazer o jogador. No entanto, o vice de futebol lembrou que está em contato com outros jogadores para o meio de campo.

– Cáceres é questão de tempo. Também estamos vendo um outro volante, que foi pedido do Joel. Já temos conversas adiantas. Não posso dizer o nome para não atrapalhar a negociação. Também estamos articulando um meio-campo, que é provável que a torcida goste.

Ronaldinho Gaúcho fica, e Fla deve contratar diretor-executivo

Coutinho também garantiu a permanência de Ronaldinho Gaúcho no grupo. Falou ainda sobre mudanças na diretoria.

– Estamos querendo contratar um diretor-executivo para o futebol. Estamos estudando alguns nomes, analisando as características de cada um para ver qual se encaixa no Flamengo atual – disse.

O Flamengo terá 27 dias até a estreia no Brasileiro, contra o Sport, em 20 de maio. A possibilidade de deixar o Rio de Janeiro para uma pré-temporada será discutida até terça-feira. A diretoria também estuda amistosos internacionais para testar o time, até mesmo na China.

– Seriam mais em julho. Não tínhamos levado em consideração, achando que não teríamos calendário. Agora, vamos voltar para a mesa de estudos. Vamos procurar (amistosos) para ir consertando o time – concluiu Coutinho.

Globoesporte.com