Arquivo da tag: Ipespe

Advogado que impugnou nove pesquisas na PB anuncia ação judicial contra o IPESPE

Francisco-GuedesO advogado Francisco Ferreira, que durante o primeiro turno conseguiu impugnar nove pesquisas eleitorais na Paraíba, anunciou na noite desta quarta-feira (15) que estrará ingressando na Justiça com um pedido de investigação por fraude contra o Instituto IPESPE. O jurista acredita haver um ‘esquema criminoso’ financiando a compra de resultados de pesquisas no Estado.

“A Paraíba vive hoje um verdadeiro descalabro em termos de pesquisas eleitorais. Instalou-se no Estado uma verdadeira organização criminosa, onde há pessoas com vínculos com certos institutos de pesquisa, determinados grupos político e de parte da imprensa”, acusou o advogado, que ingressará nesta quinta-feira (16) ação representando o Partido Renovador Trabalhista Brasileira (PRTB).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Francisco, que já conseguiu condenações judiciais com multas contra dois institutos de pesquisa nestas eleições, disse que o IPESPE é ‘reincidente’, e que o resultado da consulta divulgado na noite desta quarta-feira (15) pelo Jornal da Paraíba é um ‘absurdo’.

O advogado lembrou ainda que o Instituto IPESPE descumpriu decisão judicial que determinou a apresentação, aos partidos políticos, da relação dos municípios, bairros e ruas onde residem as 1,5 mil pessoas consultadas na última pesquisa divulgada no primeiro turno.

Para o presidente do PRTB, Fábio Carneiro, a pesquisa realizada pelo IPESPE não consegue convencer ninguém na Paraíba. “Não existe lógica nenhuma de um candidato que perdeu mais de 100 aliados abrir tamanha diferença percentual para um candidato que ganha dezenas adesões diariamente”, disse o dirigente partidário.

 

paraibaja

Pesquisa Ipespe aponta Dilma com 51% no Estado da Paraíba

dilmaMesmo sem ter feito campanha na Paraíba, a presidente Dilma Rousseff (PT) lidera a corrida presidencial na Estado.

De acordo com pesquisa Ipespe, se a eleição fosse hoje, a petista venceria o pleito com 51% das intenções de voto dos paraibanos .

De acordo com o levantamento, realizada nos dias 23 a 25 de setembro, Dilma aparece com 27 pontos à frente de Marina Silva (PSB), que tem 24%. Em terceiro lugar vem Aécio Neves (PSDB) com 11%. Os demais candidatos não pontuaram. Os votos brancos e nulos somam 6% e não sabem ou não responderam 9%.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A pesquisa Ipespe mostra a vitória de Dilma em todas as regiões do Estado. Ela tem 43% na região da Mata; 49% no Agreste; 54% na Borborema e 62% no Sertão. Em João Pessoa, maior colégio eleitoral, Dilma tem 38% contra 35% de Marina. Já em Campina Grande, ela tem uma vantagem de 10 pontos percentuais sobre a adversária (34% a 24%).

Contratada pelo Jornal da Paraíba, a pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), sob o protocolo número PB-00035/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob o protocolo número BR – 00863/2014.

Foram realizadas 1.500 entrevistas. A margem de erro da pesquisa é de 2,6%, com uma confiabilidade de 95,45%.

MaisPB

Pesquisa Ipespe: Cássio tem 43%, Ricardo 36% e Vital Filho aparece com 3%

candidatosFaltando oito dias para a realização das eleições no próximo domingo (5), mais uma pesquisa para governador do Estado foi divulgada neste sábado (27). Encomendado pelo Jornal da Paraíba e realizado pelo Instituto Ipespe, o levantamento foi realizado entre os dias 23 e 25 deste mês e ouviu 1.500 eleitores.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A pesquisa, registrada no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba sob o protocolo número PB-00035/2014 e no TSE sob o protocolo número BR – 00863 / 2014, tem margem de erro de 2,6 pontos percentuais para mais ou para menos e possui nível de confiança de 95,45%.

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB), candidato da coligação ‘A Vontade do Povo’, aparece em 1º lugar, conforme a pesquisa, com 43% das intenções de voto. O governador Ricardo Coutinho, candidato a reeleição pelo PSB, vem em 2º lugar com 36%. Na 3ª colocação, o senador Vital do Rêgo Filho, do PMDB, com 3%. Os demais concorrentes (Major Fábio, Antônio Radical e Tárcio Teixeira) não pontuaram de acordo com o levantamento. Votos brancos e nulos totalizam 7%, enquanto que os números de indecisos soma 10%.

MaisPB com JP online

Maranhão lidera pesquisa e Lucélio Cartaxo ultrapassa Santiago, diz Ipespe

maranhãoO Instituto Ipespe também ouviu o eleitorado paraibano quanto à sua preferência na disputa pelo Senado. Faltando apenas oito dias para o dia da eleição, a pesquisa encomendada pelo Jornal da Paraíba foi realizada entre os dias 23 e 25 deste mês e ouviu 1.500 eleitores.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A pesquisa, registrada no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba sob o protocolo número PB-00035/2014 e no TSE sob o protocolo número BR – 00863 / 2014, tem margem de erro de 2,6 pontos percentuais para mais ou para menos e possui nível de confiança de 95,45%.

Confira o resultado:

José Maranhão (PMDB) – 33%

Lucélio Cartaxo (PT) – 14%

Wilson Santiago (PTB) – 13%

Professora Leila (PROS) – 1%

Walter Brito (PTC) – 1%

Nelson Júnior (PSOL) – não pontuou

Rama Dantas (PSTU) – não pontuou

Brancos e nulos – 14%

Não sabe ou não respondeu – 23%

MaisPB com JP online

TRE suspende mais uma pesquisa encomenda pelo Jornal da Paraíba ao Instituto IPESPE

TRE-PBO Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) decidiu suspender mais uma pesquisa encomendada pelo Jornal da Paraíba ao Instituto pelo IPESPE, por indícios de irregularidades. A suspensão foi decretada pela juíza Niliane Meira, que acatou medida liminar impetrada pelo candidato a deputado estadual Leandro Wagner (PPL), da coligação ‘A Força do Trabalho IV’. A magistrada ainda estabeleceu multa de R$ 50 mil em caso de descumprimento de sua decisão.

Segundo o advogado Francisco Ferreira, que representou o candidato do PPL na ação, a pesquisa do IPESP (PB 26/2014), que seria divulgada nesta sexta-feira (12), apresenta irregularidades no plano amostral e nas exigências do artigo 2, da resolução 22.400, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ao trazer no conteúdo os mesmos municípios selecionados na pesquisa anterior do mesmo instituto, que também foi suspensa pela Justiça Eleitoral.

Francisco Ferreira informou que vai solicitar à Justiça Eleitoral que apure a possibilidade do IPESPE ter utilizado os mesmos dados e questionários da pesquisa anterior, que foi impugnada pela juíza Niliane Meira. “Eu acho uma coincidência muita estranha duas pesquisas do mesmo instituto, com irregularidades semelhantes, terem sido realizadas em menos de um mês e com as mesmas cidades sorteadas”, ressaltou.

O advogado revelou que vai requerer ao IPESPE todas as cópias dos questionários utilizados nas duas pesquisas encomendadas pelo Jornal da Paraíba, como data, hora, bairro, município e rua onde os eventuais eleitores foram abordados e entrevistados. “Vamos solicitar ainda as cópias do contrato de prestação do serviço, das notas fiscais e do recolhimento dos tributos”, afirmou Francisco Ferreira, acrescentando que a própria resolução do TSE assegura a solicitação desses documentos.

Agora já são sete pesquisas suspensas na Paraíba. No total, já foram aplicadas pelo TRE multas que somam R$ 266.025,00, referentes às consultas 0007/2014, 0010/2014, 0012/2014, 0013/2014, 0016/2014, 0018/2014.

 

portalmidia

Ipespe é alvo de investigação do MPF por manipular pesquisa eleitoral em Pernambuco

urnaO Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), o mesmo que realizou a pesquisa divulgada neste sábado (16) pelo Jornal da Paraíba sobre a sucessão estadual, está sendo investigado pelo Ministério Público Federal em Pernambuco por supostas irregularidades. A informação consta no site do próprio MPF-PE e chegou a ganhar repercussão nacional, após a notícia ser publicada na versão eletrônica da Folha de S. Paulo, no último dia 21.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Em Pernambuco, o Ipespe está sendo investigado pelo Ministério Público Federal por manipular uma pesquisa com o intuito de induzir a opinião pública à aprovação do projeto Novo Recife, alvo de protestos por várias entidades, que prevê a construção de 13 torres de até 40 andares no Cais José Estelita, área central da cidade.

“O Ministério Público Federal (MPF) em Pernambuco instaurou procedimento com o objetivo de apurar notícias de irregularidades referentes a propagandas do Projeto Novo Recife, veiculadas na mídia, e ao resultado de pesquisa de opinião realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe)”, diz trecho da matéria publicada na Folha, que traz a seguinte manchete: “MPF apura suspeita de propaganda enganosa do Projeto Novo Recife”

“Segundo vídeos divulgados pelo Consórcio Novo Recife, uma pesquisa do Ipespe, realizada em junho, indica que o projeto tem mais de 80% de aprovação dos residentes na região. O consórcio divulga depoimentos favoráveis ao projeto, entre outros, de líderes comunitários, do pároco de São José, Padre José Augusto, do urbanista José Luiz da Mota Menezes, do presidente do bloco Galo da Madrugada, Rômulo Meneses, e de Jorge Roma, ex-presidente da CUT-PE.”, completa a matéria da Folha.

Em seu site, o Ministério Público Federal em Pernambuco explica que a finalidade da investigação com contra o Ipespe “é proteger o direito fundamental dos cidadãos à informação e à apresentação verdadeira do anúncio”.

Assessoria 

Cartaxo tem 52% e Cícero tem 27% das intenções de voto em João Pessoa, diz Ipespe

A primeira pesquisa Ipespe sobre o segundo turno das eleições em João Pessoa mostra Luciano Cartaxo (PT) na liderança com 52% das intenções de voto. Cícero Lucena (PSDB) aparece com 27%. A diferença do petista para o tucano é de 25 pontos percentuais. Os votos brancos e nulos somam 11% e os indecisos 10%. No levantamento onde só são apurados os votos válidos, sem incluir brancos, nulos e indecisos, Luciano Cartaxo tem 65% das intenções de voto e Cícero Lucena 35%, uma diferença de 30%.

O Ipespe ouviu 800 eleitores no período de 15 a 17 de outubro. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais para cima ou para baixo, dentro de um intervalo de confiança de 95,5%. A consulta está registrada no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, sob o número 000146/2012.

Os números oficiais das eleições em João Pessoa no primeiro turno deram Cartaxo com 38,32% dos votos e Cícero com 20,27%. Em seguida vieram Estela Bezerra (20,08%), José Maranhão (18,87%), Renan Palmeira (1,57%), Antônio Radical (0,57%) e Lourdes Sarmento (0,32%). Os votos brancos somaram 3,36% e os nulos, 5,58%.

A campanha no segundo turno começou com os candidatos registrando importantes apoios. Luciano Cartaxo recebeu adesões de políticos ligados a partidos como PMDB, PTB, PCdoB, PDT e PEN. Cícero também contabiliza apoios de partidos que no primeiro turno estavam com outros candidatos, como o PEN, do deputado Edmilson Soares, que apoiou Estela.

Jornal da Paraíba

ELEIÇÕES 2012: pesquisa Ipespe coloca Cícero Lucena e José Maranhão no segundo turno, em João Pessoa

A corrida eleitoral em João Pessoa mostra que José Maranhão (PMDB) perdeu a liderança e está empatado com Cícero Lucena (PSDB), com 27% das intenções de voto. Os números são da pesquisa Ipespe, realizada entre os dias 14 e 16 de julho, após os registros das candidaturas na Justiça Eleitoral. Na comparação com a pesquisa publicada em junho, Maranhão subiu 5 pontos percentuais, e Cícero, 6. O peemedebista tinha 22%, contra 21% do tucano, o que é considerado um empate técnico.

A nova pesquisa mostra ainda um crescimento da candidatura de Luciano Cartaxo (PT), que passou de 8% para 12%. Estelizabel Bezerra (PSB) também melhorou seu desempenho, saindo de 5% em junho para 7% em julho. Lourdes Sarmento (PCO) aparece com apenas 1%. Antônio Radical (PSTU) e Renan Palmeira (PSOL) não pontuaram. Os que dizem votar em branco, anular ou não votar em nenhum dos candidatos somam 13% (ante 14% em junho). Já os entrevistados que disseram não saber em quem votar ou não responderam somam 14%.

Um dos líderes da pesquisa, Maranhão, viu suas intenções de voto crescerem, principalmente entre os homens (de 22% para 34%), entre aqueles de 16 a 24 anos (de 21% a 29%), no grupo dos que possuem ensino médio (de 21% para 31%) e na fatia dos que possuem renda mensal familiar entre dois e cinco salários mínimos (de 19% para 28%).

Também liderando a disputa em João Pessoa, Cícero Lucena ganhou 16 pontos na fatia dos eleitores com mais de 45 anos (de 10% para 26%). Entre os eleitores com até a 4ª série do ensino fundamental, ele saltou de 16% para 26%. Houve ainda um crescimento entre aqueles que têm renda mensal familiar entre dois e cinco salários mínimos (de 18% para 31%).

Luciano Cartaxo, segundo a pesquisa, avançou no grupo de eleitores com ensino médio (de 8% para 15%) e na fatia dos que possuem renda mensal superior a cinco salários mínimos (de 8% para 15%). Entre as mulheres, passou de 5% para 12%.

Já Estelizabel caiu entre os eleitores que têm renda mensal familiar de dois a cinco salários mínimos (de 8% para 6%). Dentre os que possuem nível superior, ela passou de 8% para 16%. Entre as mulheres, ela subiu de 6% para 7%, e entre os homens, de 5% para 6%. Na faixa etária de 25 a 44 anos, a socialista subiu de 5% para 7%.

A pesquisa Ipespe é a primeira do período eleitoral encomendada pelo JORNAL DA PARAÍBA. Foram entrevistadas 800 pessoas em vários bairros de João Pessoa. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral, sob o protocolo nº 00023/2012.

Empate também na espontânea: Na pesquisa espontânea, quando nenhum nome é mostrado aos eleitores, Maranhão e Cícero novamente aparecem na liderança empatados em 15%. Em comparação com os números da pesquisa passada, o peemedebista teve um crescimento de 9 pontos. Já o tucano subiu 8. A seguir aparece Luciano Cartaxo com 7%, e Estelizabel com 3%.

Quase a metade dos entrevistados (47%) disseram não saber citar nenhum nome de forma espontânea ou não responderam, enquanto 13% responderam que votariam branco, nulo ou em nenhum dos candidatos.

No cenário atual, Cícero leva vantagem sobre Maranhão entre os eleitores com idade de 16 a 24 anos (14%), entre os que têm da 5ª à 8ª série fundamental (18%) e os com nível superior (16%).

Já o peemedebista tem mais aceitação que o tucano nos eleitores entre 25 e 44 anos (15%), naqueles que têm até a 4ª série fundamental (16%) e com o ensino médio (18%),

PBHOJE com JPonline