Arquivo da tag: internada

Mulher estuprada e esfaqueada morre após três dias internada

Morreu nessa terça-feira (3) a mulher de 44 anos que sofreu estupro e foi esfaqueada na tarde do último domingo (1º), no bairro do Varadouro, na região central de João Pessoa.

Ela estava internada em situação grave no Hospital de Emergência e Trauma da Capital desde o dia da ocorrência e teve a morte confirmada pela unidade nesta quarta-feira (4).

A polícia investiga o caso e tenta colher informações sobre como o crime teria acontecido. No entanto, até a publicação desta matéria, não houve definição sobre quem seria suspeito.

 

portalcorreio

 

 

Idosa de 103 anos tem alta após 20 dias internada com Covid-19 em João Pessoa

Uma idosa de 103 anos recebeu alta nesta segunda-feira (28), após passar 20 dias internada com Covid-19, em João Pessoa.

No Hospital Clementino Fraga, dona Maria Elvira Meireles, ficou dois dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 18 dias na enfermaria.

Um vídeo gravado no hospital mostra dona Maria Elvira saindo da unidade de saúde sendo aplaudida pelos profissionais.

De acordo com a secretaria de saúde, a idosa passa bem e já está em casa com os familiares.

clickpb

 

Idosa de 67 anos é internada após ser atacada por cachorro, em Campina Grande

Uma idosa de 67 anos foi internada após ser atacada por um cachorro de estimação, na noite quarta-feira (2), em Campina Grande. Segundo informações da assessoria de comunicação do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, onde ela está hospitalizada, a vítima deu entrada no local com ferimentos graves nos e braços e pernas, provocados pelas mordidas do animal.

Familiares da mulher contaram à TV Paraíba que ela estava sozinha em casa quando o acidente aconteceu. A idosa estava tentando defender uma galinha quando foi mordida pelo cachorro.

Um vizinho, que ouviu os gritos de socorro da vítima, pulou o muro da casa dela e afastou o animal. A mulher foi socorrida pelo Samu. Ela entrou no hospital com estado grave de saúde e passou por uma cirurgia.

Nesta quinta-feira (3), a unidade hospitalar informou que o estado de saúde dela está estável. A idosa está em uma enfermaria. Ela passará por novos exames para indicar se uma nova cirurgia será necessária.

A família disse que se surpreendeu com o ataque, já que o cachorro tinha um comportamento dócil. Ele permanece no local e será colocado para adoção.

G1

 

Criança de 7 anos atingida por bala perdida segue internada

Uma criança de 7 anos foi baleada na tarde dessa terça-feira (26), no Gervásio Maia, em João Pessoa, após uma suposta tentativa de assalto a outra pessoa. A vítima segue internada no Hospital de Trauma da Capital, em situação estável, sem previsão de alta.

Um homem de 24 anos teria sido abordado por um bandido armado, que teria anunciado um assalto. A vítima correu para escapar e o criminoso começou a atirar várias vezes em direções diferentes. O homem foi ferido com tiros nas pernas e a criança que estava próximo também foi baleada. Os dois foram socorridos em carro particular para o Trauma, onde o homem recebeu atendimento e já teve alta.

O criminoso fugiu e ainda não foi localizado. O caso deverá ser investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital.

 

portalcorreio

 

 

Família de bebê de quatro meses morta por Covid-19 é internada com sinais da doença

Os tios da bebê de quatro meses, a vítima mais jovem do coronavírus no Brasil, foram internados com sintomas de Covid-19 em Campina Grande. Além dos dois adultos, os dois filhos do casal também foram transferidos da cidade de Taperoá para Campina Grande, com sintomas da doença.

A mulher foi a primeira a apresentar os sintomas suspeitos, mas o primeiro exame realizado ainda em Taperoá deu negativo, porém como ela continuou apresentando sintomas, todos foram transferidos.

A tia da bebê, e seus dois filhos foram internados no Hospital da Criança e do Adolescente na enfermaria e, de acordo com a Secretaria de Saúde do Município, têm quadro clínico estável. Já o tio da bebê está internado no hospital Pedro I com batimentos cardíacos acelerados e pressão alta. Ele está no isolamento.

Com a transferência da família, a população de Taperoá fica em alerta. Até o momento são 11 casos suspeitos na cidade e um óbito, que foi a bebê de quatro meses no dia 11 de abril.

Marília Domingues/Márcio Rangel

 

 

Jovem internada após ser esfaqueada pelo sobrinho morre no Sertão da PB

Internada há três dias, uma mulher atingida com três golpes de faca-peixeira na tarde da última quinta-feira (16) pelo próprio sobrinho faleceu na madrugada deste sábado (18) na UTI do Hospital Regional de Sousa (HRS), no Sertão.

Edma Pereira de Sousa (32) morava no Núcleo Habitacional I, Perímetro Irrigado de São Gonçalo e havia sido esfaqueada nas costas e no abdome por um sobrinho, um adolescente de iniciais W.B.S., de 14 anos de idade.

De acordo com informações da Polícia Militar, ambos eram acompanhados pelo CAPS e uma discussão familiar teria ocasionado o crime.

A PM ainda informou que quando chegou ao local encontrou a vítima caída ao chão, enquanto o menor infrator havia foragido do local.

 

clickpb

 

 

Acidente entre moto e veículo resulta em criança internada em estado grave

Um acidente na noite deste sábado (25), entre uma moto e um carro deixou três pessoas feridas, no bairro de Mandacaru, em João Pessoa. Com o impacto do acidente uma criança de três anos foi socorrida em estado gravíssimo.

De acordo com a polícia, o acidente aconteceu Avenida Tancredo Neves, por volta de 19h. O motorista do carro, que trabalha em aplicativo permaneceu no local e prestou esclarecimentos ao Batalhão de Trânsito da Policia Militar.

O estado de saúde dos pacientes ainda não foi divulgado. Todas as vítimas foram socorridas para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.

 

pbagora

 

 

Criança é internada após ser atingida por tiro acidental em Solânea

Um menino de 10 anos foi atingido por um tiro acidental na tarde desta quinta-feira (23), em Solânea, no Agreste da Paraíba. Segundo informações da Polícia Civil, um amigo da criança, de 13 anos, é o suspeito de efetuar o disparo.

Dois irmãos estariam brincando com um colega, quando o amigo pegou uma espingarda de fabricação caseira, utilizada para caçar, que estava em cima de um armário.

Ele teria ido até o quintal procurar pássaros para caçar e quando atirou em um animal, teria atingindo acidentalmente o garoto mais novo na região do peito.

A criança foi socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. A unidade hospitalar informou que a vítima foi internada no local na noite desta quinta-feira e, até as 22h, passava por uma cirurgia.

De acordo com a polícia, o dono da arma, foi autuado pelo crime de omissão de cautela. Já o menino, de 13 anos, responderá por ato infracional semelhante ao crime de lesão corporal culposa.

Ambos foram liberados após depoimentos dados para a Polícia Civil, que continuará investigando o caso.

Terceiro acidente com arma de fogo em menos de cinco dias

O menino de 10 anos, que foi atingido por um tiro acidental nesta quinta-feira, é a terceira vítima do mesmo tipo de acidente, na Paraíba, em menos de uma semana. Na segunda-feira (20), uma idosa de 67 anos morreu após ser atingida por um tiro acidental com a arma do companheiro, em Sousa, no Sertão da Paraíba.

Segundo informações da Polícia Militar, a mulher limpava um banheiro, no domingo (19), quando encostou em uma espingarda de fabricação artesanal que disparou sozinha.

No mesmo dia, uma menina de 5 anos também morreu após ser atingida por um tiro em Conceição, no Sertão da Paraíba. A suspeita da polícia é de que o disparo também tenha sido acidental.

O acidente aconteceu no sítio Guaribas. Após caçar, o pai da criança teria deixado uma espingarda encostada em uma geladeira. A suspeita é de que a arma caiu e disparou contra a criança.

Matéria corrigida às 11:15

G1

 

Mulher que teria sido internada por erro médico morre em maternidade de João Pessoa

Na noite dessa quarta-feira (25) a mulher, de 28 anos, que estava internada na Maternidade Cândida Vargas após um suposto erro médico durante um parto cesariano apontado pelos familiares, veio a óbito.

Segundo informações da direção do hospital, Kellyane sofreu uma parada cardiorrespiratória. Ela já havia tido morte cerebral no último dia 19.

De acordo com a família, materiais cirúrgicos teriam sido esquecidos dentro da mulher após a realização de um parto cesariano na unidade de saúde no mês de setembro.

Ao retornar ao hospital após o parto, uma bactéria foi detectada no corpo da paciente. Após sete dias de internação para tratar a bactéria, uma ultrassom foi realizada em Kellyane, que passou por três cirurgias devido a perfurações no intestino grosso e delgado.

Após a confirmação do óbito, nesta quinta-feira (26), a Secretaria Municipal de Saúde informou que os familiares estão recebendo todo o acompanhamento necessário por parte da equipe multiprofissional e, da direção do Instituto Cândida Vargas (ICV).

PB Agora

 

Criança de 2 anos é internada em hospital após engolir moeda, em Campina Grande

Um menino, de 2 anos, foi internado na manhã desta segunda-feira (4) no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, no Agreste da Paraíba. A criança teria engolido uma moeda de 50 centavos há sete dias no município de Frei Martinho, no Curimataú do estado.

À equipe médica, a mãe do menino contou que o objeto estava na estante da casa da avó dele e que ele teria engolido a moeda enquanto brincava. Quando a família percebeu o acidente, o encaminhou duas vezes para uma unidade básica de saúde, em Picuí, de onde ela foi transferido para Campina Grande.

Um exame de raio x indicou que o objeto está alojado no intestino do garoto. Ele recebeu alta e aguarda, em casa, que a moeda seja expelida naturalmente do corpo dele, processo que deve acontecer até 20 dias, de acordo com a unidade hospitalar.

De acordo com o médico Ewerton Franco, cirurgião pediátrico do Hospital de Trauma de Campina Grande, a unidade costuma atender muitas crianças com casos semelhantes. Os mais comuns são as moedas ou produtos químicos, como os de limpeza que estão em fácil acesso.

Segundo informações da assessoria de comunicação do hospital, entre os meses de janeiro e outubro de 2019, foram atendidos 3.335 casos no local. Entre os objetos expostos pela unidade estão isqueiro, pentes e parte de uma dentadura.

“De imediato é necessário tentar identificar o objeto e procurar a unidade de saúde mais próxima”, pontuou o médico.

Entre os meses de janeiro e outubro de 2019, foram atendidos 3.335 casos de ingestão de corpos estranos no Hospital de Trauma de campina Grande — Foto: Hospital de Trauma de Campina Grande/Divulgação

Entre os meses de janeiro e outubro de 2019, foram atendidos 3.335 casos de ingestão de corpos estranos no Hospital de Trauma de campina Grande — Foto: Hospital de Trauma de Campina Grande/Divulgação

 

G1