Arquivo da tag: INSS

Perícia médica do INSS com uso de telemedicina começa na próxima segunda

Os atendimentos das Perícias Médicas com Uso da Telemedicina (Pmut) terão início no dia 16 de novembro e vão até 31 de janeiro de 2021. Dando cumprimento à decisão do Tribunal de Contas da União (TCU), o protocolo autoriza a realização de procedimentos usando telemedicina, durante o período de enfrentamento da pandemia da Covid-19.

A experiência piloto passou pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que realizaram reuniões com o Conselho Federal de Medicina e a Associação Nacional de Medicina do Trabalho.

As entidades trabalharam no roteiro de procedimentos, bem como o modelo de relatório médico para encaminhamento do trabalhador que será a ela submetido, a ser elaborado pelo médico do trabalho.

O procedimento de caráter obrigatório, tem como objetivo certificar a existência de doença ou a ocorrência de algum acidente que tenha tornado o trabalhador incapacitado, total ou parcialmente, para o exercício da profissão de forma temporária ou definitiva. Além de atestar sua melhora para a volta ao trabalho.

Fonte: Brasil 61

 

 

INSS aumenta quantidade de agências abertas com perícias médicas na Paraíba

O número de agências abertas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) na Paraíba aumentou para 25. Desse total, seis estão oferecendo serviço de perícias médicas, conforme apurou o ClickPB. Em todo o Estado há 37 agências, mas por conta da pandemia apenas algumas estão em funcionamento e seguindo os protocolos sanitários contra a covid-19.

O atendimento presencial ficou suspenso, retornando no dia 14 de setembro com apenas dez unidades. O atendimento se restringia a cumprimentos de exigência, reabilitação profissional e avaliação social. As perícias médicas começaram a ser feitas no dia 21 de setembro em apenas duas unidades do INSS na Paraíba. No início do mês de outubro estavam abertas 24 agências com quatro fazendo perícias médicas.

Para receber o atendimento, é necessário agendar por um dos canais – aplicativo ou central telefônica. O segurado pode agendar por meio de três canais: site ‘Meu INSS’; aplicativo de celular ‘Meu INSS’ e pela Central telefônica 135.

Agências com perícias na Paraíba

Da Gerência Executiva em João Pessoa:

Agência Centro
Agência Tambauzinho
Agência Sul (Bancários)
Agência Guarabira

Da Gerência Executiva em Campina Grande:

Agência Dinamérica
Agência Patos

 

clickpb

 

 

Agências do INSS funcionam normalmente nesta quarta

Os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) poderão ir normalmente às agências nesta quarta-feira (28), dia do servidor público. O ponto facultativo previsto para hoje foi transferido para sexta-feira (30), quando as agências estarão fechadas para atendimento.

A medida consta de portaria do Ministério da Economia em edição extraordinária do Diário Oficial na noite dessa terça (27). Apesar do funcionamento normal das agências nesta quarta, a Secretaria de Previdência Social do Ministério da Economia recomenda que os cidadãos busquem, se possível, atendimento virtual durante a pandemia de Covid-19.

Por meio do aplicativo Meu INSS, o cidadão pode buscar informações, pedir benefícios e agendar serviços pelo celular. Também é possível resolver dúvidas pelo telefone 135, que funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h.

 

Agência Brasil

 

 

Paraíba tem 24 agências do INSS abertas para atendimento; quatro delas ofertam perícias médicas

Após quase um mês do retorno das atividades presenciais nas agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), nem todas as unidades estão em funcionamento. Das 37 instaladas na Paraíba, atualmente 24 estão abertas e o atendimento só é feito por agendamento via aplicativo e Central telefônica 135. Desse total, quatro atendem o serviço de perícias médicas.

O retorno presencial começou no dia 14 de setembro e apenas dez unidades reabriram ao público para atendimentos de cumprimentos de exigência, reabilitação profissional e avaliação social. Já para as perícias voltaram a ser feitas no dia 21 de setembro em apenas duas unidades do INSS na Paraíba. Hoje, quatro estão com a oferta do serviço. Em João Pessoas são duas agências: uma na Rua Paulino dos Santos Coelho, nº 30, no bairro Jardim Cidade Universitária; e a outra na Avenida Dom Pedro I, nº 215, térreo, no Centro.

As outras duas agências ficam localizadas na Rua Sabiniano Maia, nº 903, no município de Guarabira e a última na Avenida Dinamérica Alves Correia, s/n, na cidade de Campina Grande. Ao todo, na Paraíba, são 37 agências do INSS, sendo 20 da Gerência Executiva de João Pessoa e 17 na Gerência Executiva de Campina Grande. Atualmente apenas 24 estão em funcionamento. O agendamento pode ser realizado pelo segurado por meio de três canais: site ‘Meu INSS’; aplicativo de celular ‘Meu INSS’ e pela Central telefônica 135.

 

clickpb

 

 

INSS inicia inspeção em agências e agiliza retorno do serviço de perícia médica

Começou nesta semana as inspeções do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) nas salas de atendimento de perícia médica. O objetivo é atender os pedidos de adequações feitos pela Perícia Médica Federal. Com isso, o INSS visa dar celeridade ao retorno do trabalho da categoria.

No total, mais de 100 agências serão inspecionadas no Brasil até esta quarta-feira (16).  Durante a inspeção, os relatórios de adequação e cumprimento de itens serão devidamente preenchidos pelas equipes. Isso, segundo o instituto, vai permitir que haja segurança e seriedade do trabalho feito pelo INSS, além de possibilitar o retorno da prestação desse serviço.

As agências do INSS retornaram o atendimento presencial gradual nesta segunda-feira (14). A única exceção foi para o estado de São Paulo, por decisão judicial. Na Unidade da Federação, enquanto o serviço de perícia médica estiver suspenso, serão concedidas antecipações no valor de um salário mínimo aos segurados que tiverem direito aos benefícios por incapacidade.

Fonte: Brasil 61

 

 

Agências do INSS de Bananeiras reabre, mas atendimento somente por agendamento

Dez das 37 agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) localizadas na Paraíba foram reabertas nesta segunda-feira (14) após meses apenas com atendimento remoto por conta da pandemia do novo coronavírus. Nove agências estão gerência de João Pessoa e uma na gerência de Campina Grande. O atendimento é feito àqueles que fizeram a solicitação por agendamento em um dos canais da instituição.

O gerente executivo do INSS em João Pessoa, Rogério Oliveira, gravou um vídeo explicando a reabertura. Disse que a princípio serão feitos os atendimentos de cumprimentos de exigência, reabilitação profissional e avaliação social. “Todos esses serviços serão com agendamento. Portanto, nenhum dos demais serviços prestados pelo INSS serão feitos pelas suas unidades nesse momento”, afirmou.

Agências que abriram nesta segunda-feira (14): 

Da gerência de João Pessoa   

  • João Pessoa – Centro
  • Cabedelo
  • Guarabira
  • Sapé
  • Pedras de Fogo
  • Bananeiras
  • Alagoa Grande
  • Mari
  • Areia

Da gerência Campina Grande:

  • Queimadas

Em relação às perícias médicas, informou que ainda não retornaram e posteriormente uma nova data será definida. Rogério Oliveira recomendou que aquelas pessoas que não solicitaram os agendamentos evitem procurar as agências. “Não serão atendidas de forma precisa”, frisou, acrescentando que a orientação é procurar um dos canais de atendimento, por telefone 135 ou site do Instituto Nacional do Seguro Social. Na Paraíba há 37 agências do INSS, sendo 20 da Gerência Executiva de João Pessoa e 17 na Gerência Executiva de Campina Grande.

clickpb

 

 

INSS retoma atendimento presencial nas agências na próxima segunda

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) retoma, na próxima segunda-feira (24), o atendimento presencial nas suas agências. A suspensão do atendimento nas unidades aconteceu em março em razão da pandemia de covid-19 e, desde então, o INSS e a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia vem prorrogando o atendimento remoto aos segurados e beneficiários.

Os canais remotos – Meu INSS e Central 135 – continuarão sendo utilizados mesmo após a reabertura das agências e serão adotadas medidas para simplificação dos procedimentos e a ampliação do prazo para cumprir exigências.

De acordo com o INSS, em um primeiro momento, o tempo de funcionamento das unidades da Previdência será parcial, com seis horas contínuas, e o atendimento será exclusivo aos segurados e beneficiários com agendamento prévio pelos canais remotos. Também serão retomados os serviços que não possam ser realizados por meio dos canais de atendimento remotos como perícias médicas, avaliação social e reabilitação profissional.

A reabertura considerará as especificidades das 1.525 agências da Previdência Social em todo o Brasil. Aquelas que não reunirem as condições mínimas de segurança sanitária continuarão em regime de plantão reduzido para tirar dúvidas.

Cada unidade deverá avaliar o perfil do quadro de servidores e contratados, o volume de atendimentos realizados, a organização do espaço físico para o adequado distanciamento social, as medidas de limpeza e desinfecção dos ambientes e os equipamentos de proteção individual e coletiva.

Agência Brasil

 

 

INSS adia novamente reabertura de agências para atendimento presencial, para 24 de agosto

O governo adiou mais uma vez a reabertura gradual das agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), fechadas por conta da pandemia do coronavírus.

A reabertura estava prevista inicialmente para 13 de julho, e uma primeira prorrogação determinava a retomada gradual do atendimento presencial a partir de 3 de agosto. Agora, o governo prevê o início da reabertura para 24 de agosto.

Com isso, fica prorrogado o atendimento por meio dos canais remotos até a sexta-feira anterior, dia 21 de agosto.

O INSS suspendeu o atendimento presencial no final de março como medida de enfrentamento da epidemia do coronavírus.

Mesmo após a reabertura, o tempo de funcionamento das agências será parcial, com seis horas contínuas, e o atendimento presencial será restrito exclusivamente:

  • aos segurados e beneficiários com prévio agendamento pelos canais remotos (Meu INSS e Central 135);
  • e a serviços que não possam ser realizados por meio dos canais de atendimento remotos, a exemplo da perícia médica, avaliação social, reabilitação profissional, justificação administrativa e cumprimento de exigências.

No país, existem 1.525 agências da Previdência Social. Segundo o INSS, antes da reabertura, cada unidade irá avaliar o perfil do quadro de servidores e contratados, o volume de atendimentos realizados, a organização do espaço físico, as medidas de limpeza e os equipamentos de proteção individual e coletiva.

“As unidades que não reunirem as condições necessárias para atender o cidadão de forma segura, continuarão em regime de plantão reduzido”, informou o INSS. “O INSS irá disponibilizar um painel eletrônico contendo informações sobre o funcionamento das agências da Previdência Social, os serviços oferecidos e o horário de funcionamento”, diz o órgão em nota.

Exigência de recadastramento de aposentados segue suspensa

Segue suspensa, até 30 de setembro, a exigência de recadastramento anual de aposentados e pensionista, de acordo com instrução normativa do Ministério da Economia publicada no DOU.

Fila de benefícios do INSS que dependem de perícia médica dispara durante pandemia

Central de atendimento

O INSS esclarece que os serviços que não estarão disponíveis de forma presencial neste primeiro momento, continuam pelos canais remotos, o Meu INSS (pelo site e aplicativo) e telefone 135.

O INSS disponibiliza em seu site um guia para ajudar aqueles que têm alguma dúvida de como acessar o Meu INSS. Para saber como gerar sua senha, além de aprender a solicitar serviços e benefícios, acesse https://www.inss.gov.br/servicos-do-inss/meu-inss/.

G1

 

INSS prorroga antecipação do BPC e auxílio-doença até 31 de outubro

O governo federal publicou um decreto autorizando o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) a pagar antecipações de auxílios-doença e do Benefício de Prestação Continuada (BPC). A medida, publicada em seção extra do Diário Oficial da União (DOU) dessa quinta-feira (2), determina que as antecipações serão pagas até o dia 31 de outubro.

A Lei nº 13.982, que trata da autorização para antecipar o pagamento, estabeleceu o prazo de três meses, a partir de abril, para o pagamento de um salário-mínimo por mês para beneficiários do BPC e do auxílio-doença. A prorrogação publicada ontem tem por objetivo evitar a aglomeração de pessoas para atendimento presencial nas agências do INSS, em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

De acordo com o decreto, a concessão da antecipação do auxílio-doença no valor de um salário mínimo (R$ 1.045,00) se dará sem a realização de perícia médica. Para solicitar o benefício, o segurado deve anexar atestado médico junto ao requerimento, mediante declaração de responsabilidade pelo documento apresentado, por meio do portal ou aplicativo Meu INSS.

“O atestado médico deverá ser legível e sem rasuras e deverá conter as seguintes informações: assinatura e carimbo do médico, com registro do Conselho Regional de Medicina (CRM); informações sobre a doença ou a respectiva numeração da Classificação Internacional de Doenças (CID); e prazo estimado do repouso necessário”, informou o INSS.

O INSS informou ainda que a concessão do auxílio-doença continuará considerando os requisitos necessários, como carência, para que o segurado tenha direito ao benefício. Caso o valor do auxílio doença devido ao segurado ultrapasse um salário mínimo, a diferença será paga posteriormente em uma única parcela.

No caso do BPC, o INSS disse que a antecipação do benefício será paga com base nos dados de inscrição no Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico) e no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF).

“Além disso, para ter direito à antecipação, o requerente deve se enquadrar nas regras de renda relacionadas ao grupo familiar, que pode ser de até um quarto do salário-mínimo. Vale destacar que a antecipação do valor acima mencionado se encerrará tão logo seja feita a avaliação definitiva do requerimento de BPC”, informou o INSS.

 

agenciabrasil

 

 

INSS prorroga atendimento remoto até 10 de julho

O atendimento remoto aos segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi prorrogado até o dia 10 de julho. A portaria que normatiza a prorrogação será publicada no Diário Oficial da União (DOU) nesta segunda-feira (22).

A portaria a ser publicada prevê o retorno gradual do atendimento presencial nas agências no dia 13 de julho. O documento detalhará ainda diretrizes e protocolos que precisam ser implementados pelo INSS para que o segurado seja atendido com segurança e conforto nas unidades.

As medidas visam a proteção da coletividade durante o período de enfrentamento da emergência em saúde pública decorrente da pandemia do coronavírus (COVID-19).

Com a reabertura gradual, serão priorizados, nesta primeira fase, serviços de perícia médica, avaliação social, cumprimento de exigência, justificação administrativa e reabilitação profissional. O retorno destes serviços visa dar celeridade aos processos, uma vez que precisam essencialmente do atendimento presencial.

Atendimento agendado

Vale destacar que, para qualquer um destes serviços, o segurado deve realizar o agendamento pelo Meu INSS (site e aplicativo) ou pelo telefone 135.

Segurados sem agendamento não serão atendidos nas agências, para evitar aglomerações, conforme determinações do Ministério da Saúde.

Demais serviços

Os serviços que não estarão disponíveis de forma presencial neste primeiro momento, continuam pelos canais remotos, o Meu INSS (site e aplicativo) e telefone 135. Além disso, o regime de plantão para tirar dúvidas continua enquanto o atendimento presencial não for totalmente retomado, a fim de continuar prestando serviço de qualidade aos cidadãos que têm dúvidas em relação a serviços e benefício.

Meu INSS

Se você tem alguma dúvida de como acessar o Meu INSS (site e aplicativo), agora tem todas as informações disponíveis sobre o serviço em um único lugar.

Para saber como gerar sua senha, além de aprender a solicitar serviços e benefícios, basta acessar o site para conhecer conteúdos didáticos e explicativos que ajudarão a ter acesso ao INSS sem sair de casa.

O Meu INSS foi criado para proporcionar mais facilidade, conforto e segurança ao cidadão que busca por serviços e benefícios previdenciários ou assistenciais. Pode ser acessado pela internet do seu computador ou pelo seu próprio telefone celular (Android e IOS). Estão disponíveis mais de 90 serviços oferecidos pelo INSS.

 

portalcorreio