Arquivo da tag: inspeciona

Ricardo inspeciona obras em Guarabira, assina ordem de serviço para construção de casas em Belém e entrega adutora

O governador Ricardo Coutinho esteve em cidades do agreste e brejo da Paraíba, cumprindo sua agenda administrativa.

Em Guarabira, Ricardo visitou as obras do Cidade Madura que estão em fase final. Ainda esteve presente nas obras do contorno rodoviário, considerada a maior obra de mobilidade urbana de Guarabira, que tem como objetivo desafogar o trânsito da rainha do Brejo paraibano.

Em entrevista, ele falou sobre a invasão do terreno da escola técnica de Guarabira, disse que “infelizmente, pessoas que não precisam, invadiram o terreno onde seria a escola técnica de Guarabira, e tem gente da política no meio disso. Isso é lamentável, eu espero que a Justiça seja feita o mais rápido possível. Não é possível que gente com capacidade, com recurso financeiro se aproprie de algo que não lhe pertence, que pertence ao povo e prive o povo de ter uma escola técnica. A gente tem o direito e o dever de poder denunciar e recuperar aquilo que seja público”, disse Ricardo.

Ricardo ainda falou de melhorias no policiamento do Estado, investimentos na área da saúde, com foco na saúde do coração e a continuidade da “Caravana do Coração”, realizada em algumas cidades da Paraíba, além da construção de um hospital do câncer na cidade de Patos.

Em Belém Ele assinou a ordem de serviço de construção de 100 casas populares e da entrega da adutora, que vai beneficiar Belém, Caiçara e Logradouro.

Presentes nesta visita estavam o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Gervásio Maia, o deputado Hervázio Bezerra, a prefeita de Belém – Renata Cristina, a prefeita de Logradouro – Célia Maria, o prefeito de Cuitegi – Guilherme Madruga, o empresário João Rafael de Aguiar e o prefeito de Caiçara – Hugo Alves, dentre outros. Colaborou Eduardo Figueiredo.

nordeste1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Principal via de Santa Rita ganha novo asfalto e prefeito Reginaldo inspeciona a obra

sr_asfaltoUma das principais vias de Santa Rita está ganhando um novo asfalto.  Na manhã desta segunda-feira (06) foram reiniciados os trabalhos de asfaltamento do anel viário, que dá acesso aos principais bairros da cidade. A previsão é de que essa parte da obra seja concluída em até uma semana, dependendo das condições do tempo, por conta do inverno. São mais de mil metros de asfalto renovados.

O prefeito Reginaldo Pereira fez questão de ir pessoalmente até o local inspecionar a obra considerada de grande importância para os moradores e visitantes do município, já que irá beneficiar milhares de pessoas que trafegam na Avenida Arnóbio Maroja.

Elaborada e executada na gestão do prefeito Reginaldo essa nova etapa compreenderá desde a entrada de Tibiri II, na Avenida Arnóbio Maroja, ao lado da Praça do Chafariz, até o giradouro do mesmo bairro.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A Avenida Arnóbio Maroja é uma das principais vias de locomoção na cidade, especificamente para os moradores de Tibiri II, Marcos Moura, Heitel Santiago e adjacências.

Por ser considerada uma obra importante para o município, muitas pessoas acompanharam o reinício dos trabalhos e se mostraram satisfeitas com o andamento da obra o trabalho das máquinas. Os populares elogiaram a ação administrativa do prefeito Reginaldo Pereira por ele ter determinado o recomeço do asfaltamento que vai trazer melhoria de vida para todos que trafegam na área beneficiada e desenvolvimento para a cidade.

Secom

Ministério Público inspeciona 2079 escolas públicas e instaura 1099 inquéritos contra gestores

O projeto “MP pela Educação” já inspecionou 2079 escolas públicas, em um ano. De acordo com os dados do Censo Escolar 2010, o número representa 38% do total de escolas públicas estaduais e municipais existentes na Paraíba.

As inspeções resultaram na instauração de 1.099 inquéritos civis públicos, na celebração de 109 termos de ajustamento de conduta (TAC) com prefeituras e Governo do Estado e em 21 ações civis públicas de obrigação de fazer e de improbidade ajuizadas na Justiça contra os gestores.

De acordo com a promotora de Justiça que coordena o projeto, Fabiana Lobo, todo esse trabalho tem como objetivo garantir a crianças e adolescente o direito à educação pública de qualidade, conforme estabelece a Constituição Federal.

Entre março de 2011 e março deste ano, conselheiros tutelares de vários municípios e a equipe do MPPB encontraram irregularidades graves em unidades de ensino da rede municipal e estadual, como falta de merenda escolar ou alimentação de má qualidade, problemas estruturais nos prédios (como fiação elétrica exposta, infiltrações, banheiros quebrados, cupins em telhados, etc), falta de água potável e de higiene nas escolas e a carência de professores.

Frente aos problemas, os promotores de Justiça realizaram audiências com secretários de Educação e prefeitos para tratar do assunto e cobrar soluções. “Esse balanço é bastante positivo, pois estamos tendo um diagnóstico da rede pública e, ao mesmo tempo, uma atuação proativa para resolver os problemas. O Ministério Público está se empenhando pela qualidade da educação e exigindo do poder público melhorias nas escolas”, disse Lobo.

Também foram promovidas 27 audiências públicas em parceria com a Controladoria Geral da União para diretores de escolas, conselheiros escolares, secretários de Educação e prefeitos com o objetivo de discutir a aplicação correta das verbas federais destinadas à alimentação escolar.

Soluções

Através da intervenção do MPPB, várias irregularidades foram resolvidas sem que fosse necessário ingressar com ações na Justiça. “Em um ano do projeto, 95 procedimentos foram arquivados porque houve solução extrajudicial e espontânea dos problemas”, comemorou Fabiana Lobo.

Atualmente, estão em andamento 874 inquéritos civis públicos para apurar irregularidades em escolas públicas, em vários municípios paraibanos.

Em cidades como Taperoá, Livramento, Assunção e Salgadinho (a cerca de 250 quilômetros de João Pessoa), o projeto “MP pela Educação” mudou a realidade de muitas escolas e alunos. “O projeto tem uma importância fundamental por obrigar os municípios e o Governo do Estado a garantir o acesso efetivo à educação e um padrão de qualidade no ensino que vai repercutir, inevitavelmente, na formação do caráter e na formação cultural das pessoas. Um ensino de baixa qualidade representa um desestímulo a crianças que são desprovidas de oportunidades”, disse o promotor de Justiça da Comarca de Taperoá, Leonardo Cunha Lima de Oliveira.

Nesses quatro municípios, existem 86 escolas públicas e, desde agosto de 2011, as unidades vêm sendo inspecionadas e reinspecionadas pela promotoria de Justiça, com o apoio dos conselheiros tutelares. “Os problemas de pequena complexidade foram resolvidos apenas com o diálogo com os secretários de Educação. Em Salgadinho, foi celebrado um termo de ajustamento de conduta e todas as escolas municipais tiveram os problemas resolvidos”, comemorou o promotor de Justiça.

A promotoria também ajuizou duas ações civis públicas contra o Governo do Estado para obrigá-lo a resolver as irregularidades constatadas em escolas estaduais localizadas em Salgadinho e Livramento.

Assessoria