Arquivo da tag: inglês

Idosa perde R$ 200 mil após golpe do ‘namoro virtual’ com inglês

contaUma aposentada de Mogi das Cruzes, de 69 anos, procurou a Polícia Civil para denunciar um golpe sofrido por ela durante um namoro virtual com um homem que dizia ter nacionalidade inglesa. Em seis meses, ela perdeu R$ 200 mil que teria emprestado ao namorado para pagar os estudos dos filhos.

A vítima contou que conheceu o homem pela internet. Ele se identificou como Ray Roberto e dizia ter nacionalidade inglesa. Durante o relacionamento, que começou no dia 20 de julho deste ano, o homem pediu ajuda financeira para pagar os estudos dos filhos na África do Sul, além das taxas bancárias. A aposentada começou a depositar dinheiro que, até o começo de dezembro, somou R$ 200 mil. Os pagamentos foram feitos através dos sites Moneygram e Ego Brown, do  Quênia, que facilitam transferências internacionais.

O caso foi registrado no 2º Distrito Policial de Brás Cubas. Cópias dos extratos bancários foram entregues à Polícia Civil.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

MEC abre inscrições para 9 mil vagas em cursos de inglês

mecAs inscrições para a nova seleção do curso presencial do Inglês sem Fronteiras serão abertas às 12h desta quinta-feira (31) e seguem até as 12h do dia 8 de agosto, pelo site do programa. Serão oferecidas 9 mil vagas em universidades federais de todo o país. A lista pode ser consultada na portaria publicada no Diário Oficial da União no último dia 16.

A carga horária presencial é de quatro aulas de 60 minutos, distribuídos em pelo menos dois encontros semanais, em locais e horários definidos pela universidade credenciada. Os cursos terão a duração mínima de 30 dias e máxima de 120 dias.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Para concorrer às vagas, os candidatos devem observar os seguintes requisitos: ser estudante de graduação, mestrado ou doutorado, com matrícula ativa nas universidades federais credenciadas como núcleos de línguas; estudante participante e ativo no curso My English, on-line, níveis 2, 3, 4 ou 5, cuja inscrição tenha sido validada com até 48 horas de antecedência à inscrição no núcleo de línguas; estudante que tenha concluído até 90% do total de créditos da carga horária do curso.

Para efeito de classificação, terão prioridades quatro tipos de candidatos: alunos de graduação de cursos das áreas do programa Ciência sem Fronteiras; que tenham feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 e obtido média igual ou superior a 600 pontos, incluindo a redação; que tenham concluído até 80% da carga horária total do curso; com maior índice de rendimento acadêmico, conforme parâmetros da própria universidade, e bolsistas ou ex-bolsistas do programa Jovens Talentos para a Ciência de qualquer curso de graduação.

O Programa Inglês sem Fronteiras foi lançado pelo MEC em dezembro de 2012 para melhorar a proficiência em língua inglesa dos estudantes brasileiros. A falta de domínio do idioma tem criado dificuldades para o governo preencher as vagas oferecidas pelo Ciência sem Fronteiras.

 

G1

Jogador inglês tira foto da esposa de biquíni fio-dental em lua de mel

Recém-casado com a bela Alice Goodwin, o meia Jermaine Pennant, atualmente sem clube, curte a sua lua de mel nas Ilhas Seychelles. Para exaltar as curvas da sua esposa, o jogador tirou uma foto da jovem se bronzeando com um biquíni fio-dental cor-de-rosa e sem a parte de cima. Sem se importar em expor a mulher, ele publicou a foto no Instagram.

A esposa do jogador tem suas belas curvas registradas (Foto: Reprodução / Instagram)

A esposa do jogador tem suas belas curvas registradas (Foto: Reprodução / Instagram)

– Eu tenho uma bela imagem… mar… areia… sol!!! – escreveu o atleta na descrição da foto.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Jermaine, que tem 31 anos, está sem clube atualmente, após ser liberado pelo Stoke City em janeiro. Ele já passou pelo Liverpool e Arsenal. No mês passado, o meia foi visto com o seu agente no Al Nasr Club, de Dubai, nos Emirados Árabes.

Confira uma foto do casamento dos dois e duas ‘selfies’ da bela jovem:

A cerimônia de casamento aconteceu no último dia 25 de maio (Foto: Reprodução / Instagram)

A cerimônia de casamento aconteceu no último dia 25 de maio (Foto: Reprodução / Instagram)

 

A bela jovem em uma selfie no Instagram (Foto: Reprodução / Instagram)

A bela jovem em uma selfie no Instagram (Foto: Reprodução / Instagram)

 

A morena exibe suas curvas de bíquini (Foto: Reprodução / Instagram)

A morena exibe suas curvas de bíquini (Foto: Reprodução / Instagram)

 

 

lancenet

Jornal inglês apela ao bumbum brasileiro para falar de beleza

bumbumUm bumbum coberto por um biquíni da bandeira brasileira foi a capa da revista Fabulous, encarte semanal do jornal inglês “The Sun”, publicado no domingo. A edição trouxe várias matérias para falar do país que será a sede da Copa de 2014 com o objetivo de desvendar a beleza da mulher brasileira.

A Fabulous é uma revista de variedades e, nesta edição dedicada ao Brasil, a obsessão das mulheres por um corpo perfeito, com a realização de cirurgias estéticas, ginástica e regimes para a perda de peso, foi uma das matérias de destaque. Para a foto da capa, a escolhida foi a modelo Ro Fraga, vencedora do concurso “Gata da Copa”, realizado em abril, em São Paulo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Na busca pelo local onde estão as mulheres mais lindas do Brasil, o The Sun foi até Florianópolis para verificar a autenticidade da informação. E a capital catarinense acabou por ser considerada pela publicação como o epicentro das mulheres belas do País.

– O Brasil já é famoso por ser o lar das mulheres mais quentes do mundo, mas de acordo com os brasileiros, esta pequena ilha paradisíaca é o epicentro do deslumbramento. Em termos de beleza, seus habitantes colocam Gisele (Bündchen) na sombra – escreveu, em trecho da matéria, a repórter Clare O’Reilly, que posa em uma das praias do balneário catarinense, ao lado de duas modelos.

Outra preocupação da revista foi em apresentar aos ingleses quais são as celebridades brasileiras. Dentre os escolhidos, que receberam um texto para explicar a sua importância na sociedade, apareceram a bicampeã olímpica do vôlei Fabiana, a atriz Isis Valverde, além do modelo e DJ Jesus Luz.

A revista ainda traz uma série de receitas de pratos típicos brasileiros, como a moqueca de camarão e um matéria sobre biquínis.

LanceNet

Pesquisa: 38% dos espanhóis ficariam sem sexo em troca de inglês perfeito

pensando-en-sexoParte dos espanhóis já inventou a letra de uma música, fingiu que entendia uma piada e mente no currículo quando o assunto é a língua inglesa. As informações curiosas são de um estudo feito pela Ipsos e divulgado pelo Cambridge Monitor, da Universidade de Cambridge, com 1.700 espanhóis entre 18 e 60 anos.

O “embromation” é tanto que 38% dos entrevistados afirmaram que ficariam um ano sem sexo em troca de um inglês perfeito. Em outra pergunta da pesquisa, eles disseram que, entre ter um inglês perfeito e ser invisível, 57% preferem a primeira opção.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Na carreira, 85% dos entrevistados acreditam que os demais mentem sobre o nível de inglês no currículo, mas só 7% mentem sobre o domínio do idioma para possíveis contratantes.

Para 57% dos entrevistados, estudar inglês é um dos propósitos de ano novo e 71% disseram que estão pouco ou nada satisfeitos com o seu nível de inglês.

O resultado dessa falta de domínio do idioma é variado: 50% já fingiram que sabiam cantar uma música em um show e 56% inventam a letra da música em inglês quando cantam no chuveiro. Outros 39% fingiram ter entendido uma piada em inglês e 55% assentiram com a cabeça fingindo que entendiam uma frase no idioma.

Apesar disso, a dificuldade na língua não interfere nos relacionamentos amorosos: 75% acreditam que o idioma não é fundamental para ficar com um estrangeiro.

Mas será que essa dificuldade toda no inglês é exclusividade dos espanhóis? Deixe o seu comentário e vote na enquete.

Uol

Zélia Duncan critica The Voice e ironiza vencedor: “para inglês ouvir”

Foto: Mauro Pimentel / Terra
Foto: Mauro Pimentel / Terra

Zélia Duncan usou seu Twitter para comentar a final do The Voice Brasil 2013, que aconteceu nessa quinta-feira (26). Ela criticou os candidatos durante a transmissão e principalmente o vencedor – Sam Alves – por sua apresentação em inglês. “Nosso lar é o The Voice! Com tecla Sap !” ironizou. “A real Brazilian singer, sings in English, right? Rs good luck, Sam”, continuou. “Pra inglês ouvir…”, escreveu.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O número de Pedro Lima foi fraco na opinião de Zélia. “Calma, garoto…respira. Acredito na emoção dele, mas o número foi fraco.”

 

Lucy Alves também foi alvo de comentários da artista. “Não…tudo lindo, mas não, né, gente? É apenas minha opinião, não é a verdade. Ela é querida, mas desafina muito”. Rubens Daniel foi outro finalista que não escapou. “Afinar está em baixa, né? Então me desculpem”.

Na final, ela também questionou os votos e o resultado: “Ah, os votos são pelos outros dias? Não acho justo. Os times podem fazer lindas campanhas, mas têm que vencer a final, ou não vale. Hoje que conta”. E completou: “saquei…. O resultado já deve existir, claro! Se tanta gente já votou…. Impede ao candidato o direito de surpreender!”

 

Não é a primeira vez que Zélia Duncan comenta o programa em suas redes sociais. No início de dezembro ela disse que os participantes estavam mais preocupados em usar a sensualidade do que a voz.

 

 

 

 

 

Terra 

Programa de ensino de inglês vai atender 500 mil alunos até 2014

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, lançou na manhã desta terça-feira, 18, o programa Inglês sem Fronteiras, que reúne iniciativas destinadas a melhorar a proficiência em língua inglesa dos estudantes brasileiros.

Na primeira etapa, o programa beneficiará 500 mil alunos da educação superior aptos a participar do programa Ciência sem Fronteiras até 2014. Durante a cerimônia, Mercadante assinou portaria que institui o programa.

O Inglês sem Fronteiras abrangerá todos os níveis de proficiência, do mais básico ao mais avançado. Serão aplicados 500 mil exames do Test of English as a Foreign Language (Toefl), certificação reconhecida em todo o mundo, que servirá de diagnóstico.

Inicialmente, os estudantes com melhores resultados receberão senhas para estudar a distância por meio do Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) do Ministério da Educação — serão distribuídas 100 mil senhas. Outros 10 mil participarão de cursos presenciais.

De acordo com o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, a preparação em inglês dos estudantes é fundamental para o sucesso do programa Ciência sem Fronteiras. “Inglês é a língua universal da ciência”, destacou. “Nos melhores cursos de ciências, o inglês é essencial para acompanhar as aulas nas melhores universidades do mundo”, disse.

Para Mercadante, o Inglês sem Fronteiras é apenas o primeiro passo no ensino de idiomas. O ministro destacou a demanda por cursos e a importância de universalizar o ensino do inglês de qualidade. “A partir das experiências pedagógicas, vamos ter como expandir”, afirmou.

“Vamos começar com o Ciência sem Fronteiras, depois com a graduação e o ensino médio, até o momento em que conseguiremos chegar ao ensino fundamental.”

Cartão-bolsista — Na cerimônia de lançamento, no auditório do Ministério da Educação, também foram entregues os primeiros cartões-bolsista. Os cartões pré-pagos do Banco do Brasil atenderão, em um primeiro momento, 20 mil bolsistas do Ciência sem Fronteiras e 10 mil estudantes de outros projetos da Capes e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

O valor das bolsas, creditado diretamente na conta vinculada ao cartão, reduzirá os custos de operação e a taxa de conversão para os estudantes. “O cartão é uma aspiração antiga da Capes e do CNPq, ele dá segurança e facilita a vida dos estudantes no exterior”, afirmou o ministro.

Ascom

Aberta seleção de professores de inglês da rede pública para treinamento nos EUA

Cerca de 540 professores brasileiros que ministram aula de língua inglesa na rede pública serão selecionados para receber treinamento de seis semanas e aperfeiçoar o idioma nos Estados Unidos. As inscrições para seleção, abertas na segunda-feira (10), vão até 15 de outubro.

Para participar é preciso ter estágio probatório concluído, estar em efetivo exercício na rede pública, possuir bacharelado ou licenciatura em língua inglesa e ser aprovado em teste de nível em língua inglesa. Confira o edital em PDF. A iniciativa faz parte do Programa de Aperfeiçoamento para Professores de Língua Inglesa.

Os participantes terão treinamento em universidades americanas, com atividades acadêmicas e culturais, a fim de fortalecer a fluência oral e escrita da língua, trocar experiências em metodologia de ensino e aperfeiçoar os métodos de aprendizagem para estimular os alunos com recursos online e planos de aula previamente preparados.

Os professores selecionados receberão ajuda de custo no valor de 500 dólares, alojamento no campus universitário, alimentação, seguro saúde e passagens aéreas.

O programa
O Programa de Aperfeiçoamento para Professores de Língua Inglesa foi lançado nesta segunda-feira (10) e é fruto de parceria entre a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), a Embaixada dos Estados Unidos da América no Brasil e a Comissão para o Intercâmbio Educacional entre os Estados Unidos da América e o Brasil (Fulbright), com o apoio do Conselho Nacional de Secretários da Educação (Consed).

“Esse programa faz parte de um conjunto de ações para internacionalizar o ensino e a universidade brasileira”, afirmou o presidente da Capes, Jorge Almeida Guimarães.

A nova edição do programa irá levar professores para mais de 20 universidades norte-americanas. “Tenho certeza que não estamos realizando algo apenas pelos professores e seus alunos, mas por toda uma geração e nosso futuro”, concluiu o embaixador dos Estados Unidos, Thomas Shannon.

Portal Brasil