Arquivo da tag: indicar

Saiba quais são os sinais que podem indicar uma gravidez de risco

Estudo alerta que a mulher grávida deve conhecer o próprio corpo para prevenir problemas e administrar riscos

gravidez de riscoA gestação em si é uma fase que envolve inúmeras transformações físicas e psicológicas na vida da mulher. Essas transformações que ocorrem podem por si só gerar sensação de angústia, medos, preocupação, entre tantas outras.

Logo após a descoberta da gravidez, é primordial que a mulher realize o acompanhamento médico adequado que garantirá a sua saúde e a saúde do bebê. E é natural que alguns hábitos sejam modificados ou abolidos da vida da mulher na gestação, tanto para a garantia de sua saúde quanto da saúde da criança. Leia também Fumo na gravidez aumentaria o risco de autismo em bebês

Saiba o que é preciso observar em relação à gravidez para prevenir problemas

O estudo Mulheres com gravidez de maior risco foi realizado com 12 mulheres em atenção pré-natal em um serviço público em Cuiabá (MT). A pesquisa salienta que quando as mulheres não têm informações precisas sobre o que ocorre consigo e com o bebê, ficam expostas a novos problemas, sejam físicos ou emocionais, o que implica nas condições de se proteger e de proteger o bebê. O que quer dizer que é essencial que a mulher conheça o próprio corpo e que compreenda sobre os perigos aos quais está exposta. Sendo assim, é de extrema importância que a mulher tome cuidados na gravidez, que preste atenção nos sinais, pois essa observação pode prevenir problemas.

No portal sobre maternidade Trocando Fraldas é explicado que nem toda gravidez de risco é causada por problemas relacionados à saúde. Isso porque algumas mulheres podem se enquadrar em gestação de risco por conta de particularidades. A gravidez de gêmeos, por exemplo, é considerada de risco pelos médicos por conta da condição diferenciada do útero que está preparado apenas para um bebê, o que quer dizer que quando a mulher espera por mais de uma criança, a condição do útero se torna mais delicada e essa gestação precisará ser observada com maior cuidado.

Fique por dentro dos sinais que indicam a importância de maior cuidado na gravidez

Presença de febre – A febre pode ser indicativo de alguma infecção presente e o sintoma deve ser informado imediatamente ao médico. Vale enfatizar que não se deve tomar quaisquer medicamentos sem a devida prescrição.

Sangramentos – Qualquer tipo de sangramento deve ser informado ao médico e no início de uma gestação pode ser indicador de aborto.

Secreção vaginal – A eliminação de secreção de aparência transparente ou leitosa em pequenas quantidades pode representar perda de líquido amniótico (que envolve a criança no útero), portanto, pode ser indicativo de complicação e o médico deve ser consultado imediatamente para uma avaliação.

Cólicas – As cólicas em si costumam ser naturais na gestação quando se parecem com contração ou provocam enrijecimento na região do abdômen, mas quando as cólicas são semelhantes às cólicas menstruais e são acompanhadas por perda de sangue, demandam atendimento médico imediato, pois podem indicar início de aborto.

Ausência de movimentos fetais – A partir do quarto ou quinto mês de gestação, os movimentos fetais podem ser sentidos, mas após esse período, se houver ausência de movimentos por até 12 horas é importante recorrer ao hospital para verificar.

Doenças – Problemas de saúde como pressão alta, diabetes, anemia, problemas cardíacos, entre outros, indicam que a gestação demandará maiores cuidados.

Histórico de aborto ou parto prematuro – Se a mulher já sofreu aborto espontâneo, é importante que o médico esteja ciente e que alguns cuidados sejam tomados. Ter tido um parto prematuro também é sinal para que cuidados sejam redobrados com a nova gestação.

Em caso de qualquer sinal anormal durante a gravidez, o ideal é que a mulher se dirija prontamente ao hospital para verificar se está tudo bem consigo e com a criança.

Fonte

OLIVEIRA, Daniela do Carmo; MANDÚ, Edir Nei Teixeira. Mulheres com gravidez de maior risco: vivências e percepções de necessidade e cuidado. Esc. Anna Nery. vol.19 nº1. Rio de Janeiro Jan/Mar. 2015.

Assessora de Comunicação – portal Trocando Fraldas

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Cor dos olhos pode indicar maior risco de câncer

olhoUm novo estudo realizado por cientistas da Universidade Central de Medicina de Ohio, nos Estados Unidos, identificou a primeira evidência de uma forte associação entre genes ligados à cor dos olhos e o desenvolvimento do melanoma ocular.

Anualmente, cerca de 2.500 pessoas são diagnosticadas com essa doença nos Estados Unidos. Pesquisas anteriores sugerem que esse tipo de melanoma é mais comum em caucasianos (brancos) e olhos claros.

No entanto, os mecanismos genéticos do desenvolvimento desse câncer eram em grande parte desconhecidos. Os dados coletados sugerem que os fatores genéticos associados a pigmentação dos olhos e até da pele, podem aumentar o risco do melanoma ocular em uma pessoa.

“Esta é uma descoberta muito importante que vai orientar futuras investigações a explorarem as interações de genes pigmentares com outros fatores de risco genéticos em tumores não relacionados com a exposição ao sol, como o melanoma ocular”, diz Abdel-Rahman, PHD do Centro de Câncer do Estado de Ohio, no Estados Unidos.

Os pesquisadores analisaram amostras de mais de 270 pacientes com melanoma ocular. Ainda não há uma conexão clinica ligando esse tipo de tumor ao câncer de pele, porém neste estudo os investigadores procuram encontrar fatores genéticos compartilhados pelas duas doenças.

Foram verificadas 29 mutações genéticas hereditárias que estão relacionadas ao melanoma de pele, para que fosse possível determinar se há um risco associado ao melanoma ocular. Nesta análise foram reveladas que cinco mutações genéticas estão associadas ao risco de melanoma ocular.

“A predisposição genética para o melanoma ocular era considerada restrita a um pequeno grupo de pacientes com histórico familiar. Agora, os nossos dados mostram a presença de novos fatores de risco genéticos associados a esta doença em uma população geral de pacientes com melanoma ocular”, diz Kirchhoff, PhD do Centro de Câncer Perlmutter, da Universidade de Medicina NYU, nos Estados Unidos.

Os pesquisadores esperam que os dados apresentados neste estudo possam gerar o financiamento nacional e internacional para realizar uma análise mais abrangente e organizada dos dados de genoma em grandes grupos de pacientes com melanoma ocular.

“Este tipo de colaboração é extremamente importante para entender os fatores de risco genéticos do melanoma ocular. Isto tem consequências importantes não só para a prevenção ou o diagnóstico precoce da doença, mas também para realização de terapias para os pacientes com a doença”, diz Kirchhoff.

minhavida

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Mãos e pés sempre frios podem indicar problemas vasculares

pesFrequentemente, pacientes queixam-se da sensação de frio nas extremidades (mãos e pés). Essa sensação pode ser permanente ou ocorrer em episódios e às vezes é acompanhada de “formigamentos”.

Primeiramente, vamos deixar uma coisa bem clara, para evitarmos trazer medo desnecessário aos leitores: na vasta maioria das vezes, esse desconforto tem caráter benigno, podendo ser uma característica da fisiologia de cada pessoa, uma resposta exacerbada a mudanças de temperatura ou mesmo fatores desconhecidos.

No entanto, para uma minoria de pacientes, a frialdade dos pés pode ser sinal de doença vascular, particularmente quando vem acompanhada de outros sintomas mais severos, tais como dores nas panturrilhas ao andar, palidez ou arroxeamento dos pés e feridas dolorosas e de difícil cicatrização.
A aterosclerose é uma doença caracterizada pela formação de placas de gordura nos vasos arteriais provocando seu entupimento, o que leva a deficiência na circulação sanguínea, particularmente nas partes mais extremas do corpo, como os pés. Assim, estes se tornam mais frios, podendo ainda haver dor nas pernas e pés. As principais causas de aterosclerose são a hipertensão arterial, o diabetes, o cigarro e as dislipidemias (colesterol sanguíneo alto), e usualmente atingem indivíduos acima dos 50-60 anos.

Outra doença circulatória mais rara, porém severa e diretamente associada ao hábito de fumar, é a arterite, uma espécie de inflamação nas artérias que apresenta sintomas semelhantes aos das obstruções provocadas pela aterosclerose. Costuma atingir indivíduos mais jovens, às vezes com menos de 40 anos.

Existem ainda doenças chamadas vasculites, que são processos inflamatórios que atingem vasos sanguíneos muito pequenos, que pode estar associado a doenças como o reumatismo.

De forma oposta, certos pacientes apresentam grande sensibilidade ao frio, e quando têm suas mãos ou pés expostos a baixas temperaturas, apresentam uma forte reação de palidez e/ou cianose (arroxeamento) dos dedos, associada a dor. É o fenômeno de Raynauld, que pode ocorrer isolado ou ser prenúncio de alguns tipos de doenças reumatológicas.

Cada uma dessas doenças tem um tratamento bastante específico e o cirurgião vascular é o especialista mais adequado para identificar problemas mais graves associados a essa sensação.

minhavida

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Insônia, cansaço extremo e inchaço podem indicar problemas na tireoide

TireoideApesar de ser pequena, a glândula da tireoide é um órgão essencial para o bom funcionamento do nosso organismo. Nela são produzidos os hormônios T3 e T4, responsáveis por manter nossas células dentro dos eixos e acompanhar todas as funções do corpo. E é por isso que os problemas da tireoide – como o hipertireoidismo e o hipotireoidismo – causam sintomas em diferentes órgãos. Segundo dados do Instituto da Tireoide, 15% da população acima de 45 anos sofre de problemas na tireoide. Mais comum no sexo feminino, os problemas da tireoide afetam cerca de 10% das mulheres acima de 40 anos e em torno de 20% das que têm mais de 60 anos, de acordo com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. Além disso, a sociedade estima que 60% da população brasileira terá nódulos na tireoide em algum momento da vida, sendo que apenas 5% deles são cancerosos. Por seus diferentes sintomas, é comum que pessoas com problemas na tireoide suspeitem de outras doenças, demorando a pesquisar o problema corretamente. Confira as explicações dos especialistas e entenda os sinais que o corpo manda, dizendo que sua tireoide não está bem:

Falta ou excesso de energia

Os hormônios da tireoide são responsáveis pelo nosso metabolismo basal – eles estimulam nossas células a trabalharem e garantem que tudo funcione corretamente em nosso corpo. Quando produzimos esses hormônios em excesso (hipertireoidismo), o metabolismo passará a funcionar de forma acelerada. É como se fossemos uma máquina a vapor que está recebendo mais carvão que o normal, passando a trabalhar rapidamente. “Isso deixará o paciente muito agitado e com episódios frequentes de insônia, já que seu metabolismo estará constantemente acelerado, causando essa disposição constante”, diz o endocrinologista Mauro Scharf, do Laboratório Exame, em Brasília. “Quando a tireoide não está produzindo quantidade suficiente de hormônios (hipotireoidismo), o metabolismo fica mais lento, e como resultado temos o cansaço excessivo, com o paciente dormindo mais do que o normal.”

Percepção de calor e frio alterada

Quando sentimos frio, nosso cérebro estimula a liberação dos hormônios da tireoide, justamente para que o metabolismo se acelere e o corpo, por consequência, fique mais quente. E esse processo também pode acontecer no sentido inverso: “nohipotireoidismo é comum que a pessoa tenha mais frio que o normal e nohipertireoidismo sofra mais com o calor, justamente porque seus metabolismos estão lento ou acelerado demais, ficando constantemente com a temperatura corporal mais baixa ou alta”, afirma a endocrinologista Gisah Amaral de Carvalho, vice-presidente do departamento de Tireoide da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia regional do Paraná.

Problemas intestinais

O funcionamento correto do metabolismo também interfere na eficiência de nosso trânsito intestinal – e os hormônios da tireoide não poderiam ficar de fora. “Uma pessoa com hipotireoidismo fica com o intestino mais lento, e portanto é comum a prisão de ventre”, afirma o endocrinologista Mauro. “No caso do hipertireoidismo, há um aumento do trânsito intestinal devido ao rápido funcionamento do metabolismo, levando a um maior número de evacuações e até mesmo diarreia”, completa Gisah Amaral de Carvalho.

Alterações no peso

O hipotireoidismo pode causar uma alteração nas concentrações de sódio e água do organismo – também chamado de desequilíbrio eletrolítico – levando à retenção de líquidos. “Isso acarreta no aumento de até 10% do peso corporal total”, afirma a endocrinologista Gisah. “Já no hipertireoidismo ocorre perda de peso, porque um metabolismo acelerado aumenta o gasto calórico”, completa. Segundo a especialista, as duas condições se normalizam quando é feito o tratamento adequado.

Inchaços pelo corpo

“Assim como a retenção de líquidos do hipotireoidismo causa aumento de peso, ela também pode dar sinais na forma de inchaço, principalmente nas áreas do rosto e nas extremidades do corpo, como mãos e pés”, explica Mauro Sharf.

Pele seca e sudorese excessiva

Com o aumento do metabolismo e da temperatura corporal causado pelohipertireoidismo, o organismo tende a suar mais que o normal, como se a pessoa estivesse sempre muito ativa, ainda que parada. “Enquanto no hipotireoidismo, as baixas taxas metabólicas interferem na boa lubrificação da pele, deixando-a com um aspecto mais seco”, diz o endocrinologista Mauro.

Taquicardia e tremores

Quando sofremos um susto ou estresse acentuado, nosso corpo entra em estado de alerta, aumentando os batimentos cardíacos e gerando uma descarga de adrenalina, que causa tremores em nosso corpo. E os hormônios da tireoide são os responsáveis por causar essas reações. “No hipertireoidismo ocorre um estímulo excessivo, que aumenta os batimentos cardíacos e a resposta à adrenalina constantemente, ocasionando os tremores e a retração palpebral (olhar assustado)”, afirma a endocrinologista Gisah.

Febre e dificuldade para engolir

Pode ser que você sofra uma inflamação no órgão (tireoidite), gerando sintomas como dificuldades para engolir (por conta do inchaço) e febre moderada. “É um quadro incômodo, porém sem gravidade na maioria dos casos”, diz a endocrinologista Roberta Frota, do Hospital 9 de Julho, em São Paulo. “No entanto, se a febre estiver acompanhada de outros sintomas comuns do hipertireoidismo, o paciente pode estar com uma manifestação mais severa da doença, devendo procurar ajuda de um especialista.”

Tumores na tireoide

O câncer de tireoide ou tumores benignos na tireoide no geral não apresentam sintomas, sendo identificados apenas com exame médico. A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia recomenda que as pessoas tenham o hábito de realizar o autoexame em casa, principalmente quem tem casos de alterações ou problemas na tireoide na família. Vale lembrar que o procedimento é um método de alerta para levantar uma suspeita no paciente, mas de maneira alguma serve como diagnóstico ou substitui uma consulta médica. Confira o passo a passo do autoexame a seguir.

1. Segure o espelho e procure no seu pescoço a região logo abaixo do Pomo de Adão – é nesse local que se encontra a tireoide.
2. Estenda a cabeça para trás para que esta região fique mais exposta, mantendo-a no foco do espelho.
3. Beba um gole de água e engula. Nesse ato, a tireoide sobe e desce.
4. Observe se há algum nódulo ou protuberância na sua tireoide, lembrando sempre de não confundi-la com seu Pomo de Adão. Repita este teste várias vezes até ter certeza.
5. Caso encontre alguma alteração, procure seu endocrinologista.

minhavida

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Rouquidão constante pode indicar sérios problemas de saúde

Mandatory Credit: Photo by Garo/Phanie/REX (1896004iw) Model released - Sore throat. Woman stroking her throat. Various
Mandatory Credit: Photo by Garo/Phanie/REX 

Quem nunca ficou rouco de tanto torcer pelo seu time ou de gritar em um show da sua banda predileta? A rouquidão é comum depois de um esforço vocal excessivo. Ela é resultado de um edema ou vermelhidão nas cordas vocais e costuma melhorar em poucos dias. O problema está quando essa rouquidão persiste por meses. Aí é preciso procurar ajuda.

A voz e, por conseguinte, a fala humana é o resultado de um engenhoso processo de modulação do ar que vem dos pulmões de modo a produzir efeitos sonoros complexos. Essa modulação se inicia nas cordas vocais – que ficam na laringe, na altura do chamado pomo de Adão – e prossegue com ajustes finos pela garganta e língua até que o ar saia pela boca e nariz.

A lesão da corda vocal mais preocupante é o câncer de laringe que, assim como o câncer de pulmão, tem forte associação com cigarro e bebidas alcoólicas.

As cordas ou pregas vocais são, na verdade, músculos revestidos de mucosa que encurtam e esticam para criar diferentes sons. Quando forçamos demais a voz, criamos um edema (inchaço) nas cordas vocais, além de vermelhidão, que fazem com que nossa voz fique mais áspera e rouca. A rouquidão recebe a denominação médica de disfonia.

É fácil entender que um atleta como, por exemplo, um jogador de futebol, está mais sujeito a sofrer lesões musculares nas pernas do que a população em geral, justamente por levar a musculatura dos membros inferiores ao limite. Da mesma forma, os chamados profissionais da voz, cujos representantes mais populares são os professores, cantores e operadores de telemarketing, exigem demais das cordas vocais e, por isso, estão mais propensos a terem problemas de voz. A lesão mais comum das cordas vocais nesses casos são os chamados “calos” ou nódulos, que melhoram com fonoterapia e repouso vocal.

Mas, sem dúvida, a lesão da corda vocal mais preocupante é o câncer de laringe que, assim como o câncer de pulmão, tem forte associação com cigarro e bebidas alcoólicas. Qualquer pessoa que fume e apresente rouquidão por mais de duas semanas deve fazer um exame das cordas vocais. Quando detectado precocemente, o câncer de laringe tem uma chance de cura de cerca de 90%.

O exame das cordas vocais é feito com uma ótica (endoscópio) e se chama laringoscopia. Trata-se de um exame rápido, bem mais simples que a endoscopia digestiva e que não necessita de sedação ou preparo.

Uma vez estabelecido o diagnóstico da rouquidão, o otorrinolaringologista e o fonoaudiólogo devem trabalhar em conjunto para restabelecer a voz do paciente.

Não é difícil, portanto, manter sua saúde vocal. Sua voz também merece atenção!

minhavida

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Diretório decide e Manoel Jr. confirma desistência; PMDB vai indicar nome para vice de Cartaxo

manoel-juniorO deputado federal Manoel Júnior (PMDB) anunciou, nesta sexta-feira (22), que não é mais pré-candidato a prefeito de João Pessoa para apoiar a reeleição do atual administrador municipal Luciano Cartaxo (PSD).

Em decisão unânime do diretório municipal, os pemedebistas optaram por formar legenda com o PSD e não com o PSB, apontando o partido do governador Ricardo Coutinho se posicionou contra ascendência do vice-presidente Michel Temer (PMDB).

Manoel alegou que estava enfrentando grande resistência dentro do partido e dificuldades financeiras para manter a candidatura própria. Revelou ainda, que não será o vice de Cartaxo, mas pretende indicar o nome.

O deputado federal e presidente municipal do PMDB, Manoel Júnior, destacou que aguarda a convenção partidária para a legenda para homologar a decisão de apoiar o PSD do prefeito Luciano Cartaxo em João Pessoa.

“Posso falar em nome do PMDB de João Pessoa”, afirmou destacando que a decisão não contou com a opinião dos diretórios de cidades como Campina Grande, Guarabira e Patos que contavam com a aliança com o PSB.

Manoel Júnior afirmou que respeita a decisão destes diretórios. “Em Campina Grande quem é responsável pelo PMDB é o deputado federal, Veneziano Vital do Rego; em Guaraiba é Roberto e Raniery Paulino”, afirmou lembrando que os próprios correligionários o pediram para manter a candidatura.

“Todos os meus companheiros sabem disso, não foi um momento que eu criei, eu tentei de todas as formas viabilizar o processo eleitoral, não fiquei parado, mas o partido nacional e estadualmente não teve condições para que pudéssemos estar com a candidatura”, disse.

Yves Feitosa / Marília Domingues / Adelton Alves

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Estudo diz que manter amizade com ex pode indicar uma coisa

casalNem sempre é possível terminar um relacionamento sem guardar mágoas, mas alguns casais lidam tão bem com a separação, que acabam virando amigos. Pessoas evoluídas? Cuidado! Isso pode indicar uma doença grave.

Amizade com ex

Psicólogos da Universidade de Oakland, nos Estados Unidos, concluíram um estudo para descobrir se sinais psicopáticos estão relacionados à amizade que algumas pessoas mantêm com seus ex-companheiros(as).

Intitulado de “Staying friends with an ex: Sex and dark personality traits predict motivations for post-relationship friendship” (“Continuando amigo do ex: sexo e traços de personalidade sombria preveem motivações para amizade após o relacionamento”, em tradução livre).

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Os pesquisadores pediram para 861 pessoas listarem as razões pelas quais elas mantiveram a amizade com os seus ex. Elas preencheram um questionário feito para evidenciar qualquer traço estranho de personalidade que pudessem ter, como narcisismo, maquiavelismo ou psicopatia.

Sinais de psicopatia

Apesar de muitas pessoas quererem continuar amigas do ex devido a razões sentimentais, os especialistas chegaram a uma conclusão surpreendente: muitos indivíduos que apresentaram traços estranhos de personalidade e tendências manipuladoras eram mais propensos a manter amizade com o(a) ex por razões estratégicas como sexo, dinheiro, negociações, oportunidades, afetos casuais, etc.

O especialista em narcisismo Tony Ferretti disse ao site Broadly que o estudo tem relação com descobertas anteriores.

“Eles (os narcisistas) mantêm contato com os ex para terem acesso a recursos valiosos. Eles têm informações privilegiadas sobre as vulnerabilidades e fraquezas do(a) ex-parceiro(a) e, por isso, conseguem manipulá-los, o que dá a eles uma sensação de poder e controle”, comenta.

 

 

meionorte

Prefeituras têm até 30 junho para indicar plano de ação de assistência social

Prazo-finalPrefeituras de todo o país têm até 30 de junho para elaborar e enviar ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome o Plano de Ação 2015 do sistema de assistência social. Os gestores municipais precisam desse plano para receber financiamentos do governo federal em áreas de atendimento social.

As informações devem ser enviadas por meio de um aplicativo (http://aplicacoes.mds.gov.br/saa-web) desenvolvido pelo MDS. Na página, os gestores registram valores e metas das ações que irão desenvolver e que precisam de recursos federais transferidos regular e automaticamente.

O Plano de Ação é o instrumento usado para planejar e garantir o lançamento e validação anual das informações necessárias ao início ou à continuidade da transferência regular e automática de recursos do financiamento federal dos serviços e programas de assistência social.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

As informações contidas no Plano de Ação devem estar de acordo com o Plano de Assistência Social das respectivas unidades da Federação e dos municípios.

Agência Brasil

Tosse ‘seca’ pode indicar um quadro alérgico

tosseA tosse se caracteriza de duas formas: seca e produtiva. Ambas podem ser perigosas e, quando tornam-se crônicas, geralmente estão relacionadas a doenças que precisam de tratamento médico. “Nas crianças, a presença de tosse seca, acompanhada de broncoespasmo, cianose ou esforço respiratório, pode indicar um quadro alérgico descompensado”, diz o médico e diretor da Sociedade Brasileira de Pediatria, Luiz Ildegardes. Ainda de acordo com o especialista, a presença de tosse produtiva com secreção esverdeada, febre e prostração podem sinalizar um quadro infeccioso viral ou bacteriano merecedor de um tratamento urgente.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

As principais patologias relacionadas com a presença da tosse se manifestam em crianças abaixo de um ano que apresentam refluxo gastroesofágico – quando alimentos e líquidos do estômago podem vazar ao esôfago –, em crianças acima de três anos com quadros de sinusite, e em crianças que em qualquer idade que apresentem asma, infecções respiratórias virais ou bacterianas.

Para evitar a tosse
“Prevenir a tosse é, antes de tudo, atuar no dia a dia das crianças. É preciso fazer controle do ambiente, a fim de aumentar a imunidade. Além disso, a vacinação é essencial”, pontua o médico.

O tempo seco também pode causar o ressecamento da mucosa da árvore respiratória, ocasionando a tosse. Por isso, é muito importante aumentar a umidade do ar e deixar o paciente sempre hidratado.

 

jornaldaparaiba

PMDB deve indicar Vital do Rêgo para ministro do TCU nesta terça-feira

vitalzinhoA bancada do PMDB irá indicar nesta terça-feira (25) o nome do senador Vital do Rêgo Filho para a vaga de ministro do Tribunal de Contas da União (TCU). A informação é do jornal ‘O Globo’.

Segundo a publicação, a indicação de Vital enfraquece as chances de Ideli Salvatti (PT), que também pleiteia a vaga, porque a bancada do PMDB é a maior do Senado e são necessárias 28 assinaturas de senadores para subscrever a indicação.

Além disso, o nome dela enfrenta muita resistência devido à relação ruim que se estabeleceu entre ela e o Congresso no período em que foi ministra da Secretaria de Relações Institucionais.
Confira a matéria na íntegra:

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A bancada do PMDB no Senado indicará nesta terça-feira o nome de Vital do Rêgo (PB) para vaga de ministro do Tribunal de Contas da União, aberta com a aposentadoria de José Jorge. A indicação cabe ao Senado e havia um entendimento prévio entre o presidente da Casa, Renan Calheiros, e a presidente Dilma Rousseff de apoiar a ministra Ideli Salvatti (Direitos Humanos) para o tribunal, mas a rejeição à ministra entre os senadores peemedebistas levaram à indicação de um nome do próprio partido. Renan já havia indicado este ano Bruno Dantas para a vaga de Valmir Campelo, que se aposentou em junho passado.

Ideli estava visitando os gabinetes dos senadores, em campanha, mas há muita resistência à sua indicação pela relação ruim que se estabeleceu entre ela e o Congresso no período em que foi ministra da Secretaria de Relações Institucionais. A indicação de Vital enfraquece as chances da petista, porque a bancada do PMDB é a maior do Senado e são necessárias 28 assinaturas de senadores para subscrever a indicação. Após a validação do requerimento, o pretendente a ministro do TCU deve ser sabatinado na Comissão de Constituição e Justiça e, depois, ser aprovado no plenário do Senado. O nome é ainda submetido ao plenário da Câmara. As votações em todas essas instâncias são secretas.

BlogdoGordinho